VOCÊ SABE ONDE ESTÃO OS INÍQUOS??



Criada em 29/03/10



SEGUNDO A PALAVRA DO PRÓPRIO JEOVÁ, PARA ONDE FORAM OS INÍQUOS INCIRCUNCISOS PUNIDOS POR ELE, ATRAVÉS DA ESPADA DO REI DE BABILÔNIA?




Faraó do Egito e toda a sua massa de gente, Assíria e toda a sua massa de gente, Elão e toda a sua massa de gente, Meseque e Tubal e toda a sua massa de gente, Edom, seus reis e todos os seus maiorais, os caudilhos do norte e todos os sidônios, receberam “punição” de Jeová através da espada do Rei de Babilônia, assim como os judeus que também receberam a mesma “punição”.
Para onde foram tais iníquos incircuncisos mortos pela espada do Rei de Babilônia? O Próprio Jeová responde em Ezequiel 31:1-32:32 afirmando categoricamente que
todos estes iníquos punidos por Ele com a morte, se encontram no Seol. Confirmadamente, portanto, Seol é o lugar comum de todos os mortos humanos, circuncisos iníquos e incircuncisos iníquos. “Todos” os mortos no Seol ou Hades serão levantados?? . Revelação 20:13 (Revelação 20:13) 13 E o mar entregou os mortos nele, e A MORTE E O HADES ENTREGARAM OS MORTOS NELES, e foram julgados individualmente segundo as suas ações.

SEOL – O LUGAR DOS INÍQUOS

(Ezequiel 31:1-32; 32:1-32)31 E aconteceu mais, naquele décimo primeiro ano, no terceiro [mês], no primeiro [dia] do mês, que veio a haver para mim a palavra de Jeová, dizendo: 2 “Filho do homem, dize a Faraó, rei do Egito, e à sua massa de gente:
“‘ A quem vieste assemelhar-te na tua grandeza? 3 Eis! Um assírio, cedro do Líbano, bonito de galho, tendo mata que oferece sombra, e de alta estatura, de modo que a sua copa veio a estar entre as nuvens. 4 Foram as águas que fizeram que se tornasse grande; a água de profundeza fez que crescesse alto. Ela foi com os seus rios em volta do lugar em que estava plantado; e enviou seus canais a todas as árvores do campo. 5 Por isso é que cresceu mais alto na sua estatura do que todas as [outras] árvores do campo.
“‘ E seus galhos se multiplicavam e seus ramos continuavam a ficar mais compridos por haver muita água nos seus cursos de água. 6 Todas as criaturas voadoras dos céus faziam seus ninhos nos seus galhos e todos os animais selváticos do campo tinham cria debaixo dos seus ramos, e todas as nações populosas moravam à sua sombra. 7 E veio a ser bonito na sua grandeza, no comprimento da sua folhagem, porque o conjunto das suas raízes mostrou estar sobre muitas águas. 8 Os [outros] cedros não se lhe igualavam no jardim de Deus. Quanto aos juníperos, em nada se assemelhavam com respeito aos seus galhos. E os próprios plátanos não se lhe mostravam iguais em ramos. Nenhuma [outra] árvore no jardim de Deus assemelhava-se a ele na sua lindeza. 9 Bonito foi como o fiz na abundância da sua folhagem, e todas as [outras] árvores do Éden que estavam no jardim do [verdadeiro] Deus o invejavam.’
10 “Portanto, assim disse o Soberano Senhor Jeová: ‘Visto que ficaste alto em estatura, de modo que pôs a sua copa até mesmo entre as nuvens, e seu coração ficou enaltecido por causa da sua altura, 11 eu também o entregarei na mão do déspota das nações. Sem falta este agirá contra ele. Vou expulsá-lo segundo a sua iniqüidade. 12 E estranhos, os tiranos das nações, o cortarão, e o povo o abandonará sobre os montes; e sua folhagem há de cair em todos os vales, e seus ramos serão quebrados entre todos os regos da terra. E todos os povos da terra descerão da sua sombra e o abandonarão. 13 Todas as criaturas voadoras dos céus residirão sobre o seu tronco caído e certamente virá a haver sobre os seus ramos todos os animais selváticos do campo; 14 para que nenhumas das árvores regadas fiquem altas na sua estatura, nem ponham suas copas entre as próprias nuvens, e para que nenhumas das que bebem água se ergam contra elas na sua altura, porque todas elas hão de ser entregues à morte,
à terra lá embaixo, no meio dos filhos da humanidade, aos que descem ao poço.’
15 “Assim disse o Soberano Senhor Jeová: ‘No dia em que
descer ao Seol eu hei de causar luto. Por sua causa vou cobrir a água de profundeza, para reter os seus rios e [para] conter as muitas águas; e por sua causa enegrecerei o Líbano, e por sua causa desmaiarão todas as árvores do campo. 16 Hei de fazer as nações tremer diante do ruído da sua queda, quando eu o fizer descer ao Seol com os que descem ao poço, e na terra lá embaixo serão consoladas todas as árvores do Éden, as mais seletas e as melhores do Líbano, todas as que bebem água. 17 Elas mesmas desceram junto com ele ao Seol, aos mortos pela espada, bem como os que como sua descendência têm morado à sua sombra no meio de nações.’
18 “‘A quem vieste a assemelhar-te assim em glória e em grandeza entre as árvores do Éden? Mas, certamente se fará que desças com as árvores do Éden à terra lá embaixo. Deitar-te-ás no meio dos incircuncisos com os que foram mortos pela espada.
Este é Faraó e toda a sua massa de gente, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.”
32 E aconteceu mais, no décimo segundo ano, no décimo segundo mês, no primeiro [dia] do mês, que veio a haver para mim a palavra de Jeová, dizendo: 2 “Filho do homem, levanta uma endecha concernente a Faraó, rei do Egito, e tens de dizer-lhe: ‘Foste silenciado como leão novo jubado das nações.
“‘ E tu te assemelhavas ao monstro marinho nos mares, e espadanavas nos teus rios, e turvavas as águas com os teus pés, e sujavas os seus rios.’
3 “Assim disse o Soberano Senhor Jeová: ‘Vou também estender sobre ti a minha rede por meio duma congregação de muitos povos, e eles certamente te trarão na minha rede de arrasto. 4 E terei de abandonar-te em terra. Arremessar-te-ei sobre a superfície do campo. E sobre ti vou fazer residir todas as criaturas voadoras dos céus, e contigo fartarei as feras de toda a terra. 5 E vou pôr tua carne sobre os montes e encher os vales com o teu refugo. 6 E vou fazer [a] terra beber a tua matéria supurante, do teu sangue, sobre os montes; e os próprios regos se encherão de ti.’
7 “‘E quando fores extinguido, cobrirei [os] céus e enegrecerei as suas estrelas. Quanto ao sol, cobri-lo-ei com nuvens, e [a] própria lua não dará a sua luz. 8 Todos os luzeiros de luz nos céus —
eu os enegrecerei por tua causa e vou pôr escuridão sobre a tua terra’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.
9 “‘E
eu vou ofender o coração de muitos povos, quando eu levar de ti os cativos entre as nações, a terras que não conheceste. 10 E hei de fazer muitos povos ficar espantados a teu respeito e seus próprios reis arrepiar-se-ão de horror por tua causa, quando eu brandir a minha espada nas suas faces, e terão de tremer a todo instante, cada um pela sua própria alma, no dia da tua queda.’
11 “Pois assim disse o Soberano Senhor Jeová: ‘A própria espada do rei de Babilônia virá sobre ti. 12 Farei a tua massa de gente cair pelas próprias espadas dos poderosos, todos eles tiranos das nações; e eles assolarão realmente o orgulho do Egito, e toda a sua massa de gente terá de ser aniquilada. 13 E
eu vou destruir todos os seus animais domésticos ao longo de muitas águas, e o pé do homem terreno não mais as turvará, nem as sujarão os cascos do animal doméstico.’
14 “‘Naquele tempo farei que se clareiem as suas águas e farei os seus rios correr como óleo’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.
15 “‘Quando
eu fizer da terra do Egito um baldio desolado e a terra estiver destituída de sua plenitude, quando eu golpear nela todos os habitantes, então terão de saber que eu sou Jeová.
16 “‘Esta é uma endecha e as pessoas certamente a entoarão. Até mesmo as filhas das nações a entoarão; a respeito do Egito e a respeito de toda a sua massa de gente a entoarão’,
é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.”
17 E aconteceu mais, no décimo segundo ano, no décimo quinto [dia] do mês, que veio a haver para mim a palavra de Jeová, dizendo: 18 “Filho do homem, lamenta a massa de gente do Egito e faze-a descer, a ela e as filhas de nações majestosas,
à terra lá embaixo, com os que descem ao poço.
19 “‘Em comparação com quem és mais agradável?
Desce, e tens de ser deitado com os incircuncisos!’
20 “‘Cairão no meio dos mortos à espada. [À] espada foi ela entregue. Arrastai-a [para longe], a ela e a todas as suas massas de gente.
21 “‘Os principais homens dos poderosos
falarão do meio do Seol até mesmo a ele, com os seus ajudantes. Eles certamente descerão; terão de deitar-se como os incircuncisos, mortos à espada. 22 É ali que estão a Assíria e toda a sua congregação. Suas sepulturas estão em volta dele. Todos eles foram mortos, caindo à espada. 23 Porque as suas sepulturas foram postas nas partes mais recônditas dum poço, e sua congregação vem a estar em volta do seu sepulcro, todos eles mortos, caídos à espada, porque tinham causado o terror na terra dos viventes.
24
“‘Ali estão Elão e toda a sua massa de gente em volta do seu sepulcro, todos eles mortos, caídos à espada, que desceram incircuncisos à terra lá embaixo, os que causaram seu terror na terra dos viventes; e levarão a sua humilhação com os que descem ao poço. 25 No meio dos mortos puseram para ela uma cama entre toda a sua massa de gente. Suas sepulturas estão em volta dela. Todos eles são incircuncisos, mortos à espada, porque se causou o seu terror na terra dos viventes; e levarão a sua humilhação com os que descem ao poço. Foi colocado no meio dos que foram mortos.
26
“‘Ali estão Meseque, Tubal e toda a sua massa de gente. Suas sepulturas estão em volta dele. Todos eles são incircuncisos, traspassados pela espada, porque causaram seu terror na terra dos viventes. 27 E não se deitarão com os poderosos, caindo dentre os incircuncisos, que desceram ao Seol com as suas armas de guerra? E colocarão as suas espadas debaixo das suas cabeças, e seu erro virá a estar sobre os seus ossos, porque [os] poderosos foram um terror na terra dos viventes. 28 E no que se refere a ti, serás quebrado no meio da terra dos incircuncisos e deitar-te-ás com os mortos à espada.
29
“‘Ali estão Edom, seus reis e todos os seus maiorais, os quais, na sua potência, foram postos com os mortos à espada; eles é que se deitarão com os próprios incircuncisos e com os que descem ao poço.
30
“‘Ali estão os caudilhos do norte, todos eles, e todos os sidônios, que desceram envergonhados junto com os que foram mortos, na sua terribilidade, por causa da sua potência. E deitar-se-ão incircuncisos com os que foram mortos à espada e levarão a sua humilhação com os que descem ao poço.
31
“‘Estes são os que Faraó verá e ele certamente será consolado quanto a toda a sua massa de gente. Faraó e toda a sua força militar serão pessoas mortas à espada’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.
32 “‘Pois ele causou o seu terror na terra dos viventes e terá de ser deitado no meio dos incircuncisos, com os que foram mortos à espada, sim, Faraó e toda a sua massa de gente’,
é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.”

Deitar-te-ás – 31:18; tens de ser deitado – 32:18; terão de deitar-se – 32:21; e não se deitarão com os poderosos? – 32:26; deitar-te-ás com os mortos à espada – 32:28; eles é que se deitarão com os próprios – 32:29; e deitar-se-ão incircuncisos com os que – 32:30; e terás de ser deitado no meio dos incircuncisos – 32:32.

DESCEM AO POÇO – O QUE A MENTE DE JEOVÁ VÊ

Para o Criador, todo humano morto tem uma cama (sepultura, sepulcro), local onde fica obrigatoriamente deitado e esta cama fica alojada no Seol, onde todos dormem (à terra lá embaixo, os que descem ao poço).
PARA O CRIADOR JEOVÁ, que é Deus de vivos, Ele trata a todos os que ESTÃO NO SEOL COMO VIVOS, pois existe até mesmo um diálogo entre eles – veja os versículos 21 e 31 21 “‘Os principais homens dos poderosos FALARÃO do meio do Seol ATÉ MESMO A ELE, com os seus ajudantes. Eles certamente descerão; terão de deitar-se como os incircuncisos, mortos à espada. ; 31 “‘Estes são os que FARAÓ VERÁ e ele certamente será consolado quanto a toda a sua massa de gente. Faraó e toda a sua força militar serão pessoas mortas à espada’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová..
Jesus Cristo, séculos após, confirma que PARA Jeová, humanos como Abraão, Isaque e Jacó, todos vivem, estando estes no lugar comum de todos os humanos quando morrem. -
(Lucas 20:37-38) 37 Mas, que os MORTOS são levantados, até mesmo Moisés expôs, no relato sobre o espinheiro, quando ele chama Jeová ‘o Deus de Abraão, e o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó’. 38 Ele é Deus, não de mortos, mas de viventes, pois, PARA ELE, todos estes vivem.”


PARA ONDE FOI O INÍQUO REI DE BABILÔNIA QUE DESTRUIU JERUSALÉM?


A palavra saída da boca do próprio Jeová e registrada em Isaias 14:3-25, afirma que o Rei de Babilônia foi para o Seol.
(Isaías 14:3-25)3 E terá de acontecer, no dia em que Jeová te der descanso da tua dor, e da tua agitação, e da dura escravidão em que foste escravizado, 4 que terás de encetar esta expressão proverbial contra o rei de Babilônia e dizer:“Como cessou aquele que compelia [outros] a trabalhar, [como] cessou a opressão! 5 Jeová destroçou o bastão dos iníquos, a vara dos governantes, 6 aquele que incessantemente golpeava povos em fúria com um golpe, aquele que subjugava nações em pura ira, com perseguição sem freio. 7 A terra inteira chegou a descansar, ficou sossegada. As pessoas ficaram animadas, com clamores jubilantes. 8 Até mesmo os juníperos se alegraram de ti, os cedros do Líbano, [dizendo:] ‘Desde que te deitaste, não sobe contra nós nenhum lenhador.’
9 “
Até mesmo o Seol, embaixo, FICOU AGITADO POR TUA CAUSA, PARA ENCONTRAR-SE CONTIGO AO ENTRARES. Por ti tem despertado os impotentes na morte, todos os líderes caprinos da terra. Fez que todos os reis das nações se levantassem dos seus tronos. 10 TODOS ELES RESPONDEM E TE DIZEM: Foste tu mesmo também debilitado igual a nós? É a nós que te tornaste comparável? 11 Ao Seol se fez descer o teu orgulho, a barulhada dos teus instrumentos de cordas. Abaixo de ti, os gusanos estão estendidos como leito; e vermes são a tua cobertura.’12 “Como caíste do céu, ó tu brilhante, filho da alva! Como foste cortado rente à terra, tu que prostravas as nações! 13 No que se refere a ti, disseste no teu coração: ‘Subirei aos céus. Enaltecerei o meu trono acima das estrelas de Deus e assentar-me-ei no monte de reunião, nas partes mais remotas do norte. 14 Subirei acima dos altos das nuvens; assemelhar-me-ei ao Altíssimo.’15 “Todavia, no Seol serás precipitado, nas partes mais remotas do poço. 16 Os que te virem te fitarão; examinar-te-ão de perto, [dizendo:] ‘É este o homem que agitava a terra, que fazia tremer os reinos, 17 que fez o solo produtivo como o ermo, que lhe derrubou as próprias cidades, que nem aos seus prisioneiros abriu o caminho para casa?’ 18 Todos os outros reis das nações, sim, todos eles, deitaram-se em glória, cada um na sua própria casa. 19 Mas, no que se refere a ti, foste lançado fora sem sepultura para ti, qual rebentão detestado, revestido de homens mortos, traspassados com a espada, que descem às pedras de um poço, como um cadáver calcado. 20 Não te unirás a eles num sepulcro, pois arruinaste a tua própria terra, mataste o teu próprio povo. Por tempo indefinido não se mencionará o nome da descendência dos malfeitores.21 “Aprontai um cepo de matança para os seus próprios filhos, por causa do erro dos antepassados deles, para que não se levantem e realmente tomem posse da terra, e encham de cidades a face do solo produtivo.”22 “E eu vou levantar-me contra eles”, é a pronunciação de Jeová dos exércitos.“E vou decepar de Babilônia o nome, e o restante, e a progênie, e a posteridade”, é a pronunciação de Jeová.23 “E vou constituí-la em propriedade de porcos-espinhos e em banhados de juncos, e vou varrê-la com a vassoura do aniquilamento”, é a pronunciação de Jeová dos exércitos.24 Jeová dos exércitos jurou, dizendo: “Seguramente, assim como tencionei, assim terá de acontecer; e assim como aconselhei, deste modo se efetuará, 25 para destroçar o assírio na minha terra e para calcá-lo nos meus próprios montes; e que seu jugo realmente se retire de cima deles e seu próprio fardo suma de cima do ombro deles.

O QUE A MENTE DE JEOVÁ VÊ?? - PARA JEOVÁ, O CRIADOR, TODOS ELES VIVEM. Para Jeová, existe até mesmo um diálogo entre estes que estão no Seol.

O Seol ficou agitado; os reis das nações ACORDARAM, SE LEVANTARAM e pronunciaram as palavras: “você também foi debilitado igual a nós”?? Bem, os olhos de Jeová vêm as coisas desta forma.


Seguramente o “iníquo” rei de Babilônia foi destinado ao Seol, onde estão todos os demais humanos: os fortes, os fracos, os sábios e os ignorantes, os reis e os plebeus circuncisos e incircuncisos, os iníquos e os tidos como justos.

Todos os iníquos estão no Seol

Logicamente, Salomão também mantém a coerência bíblica, acompanhando a mente do Criador, ao afirmar que “todos” os humanos imperfeitos vão para o Seol, NÃO IMPORTANDO O QUE TENHAM FEITO EM VIDA. Eclesiastes 9:1-10

(Eclesiastes 9:1-10)9 Pois, tomei tudo isso ao coração, sim, para esquadrinhar tudo isso, que os justos e os sábios, bem como suas obras, estão na mão do [verdadeiro] Deus. A humanidade não está apercebida nem do amor nem do ódio que todos eram anteriores a eles. 2 Todos são iguais naquilo que todos têm. Um só é o evento conseqüente para o justo e para o iníquo, para o bom, e para o puro e para o impuro, e para aquele que oferece sacrifícios e para aquele que não oferece sacrifícios. O BOM É IGUAL AO PECADOR; quem jura é igual ao que tem estado com medo duma declaração juramentada. 3 ISTO É O QUE É CALAMITOSO em tudo o que se tem feito debaixo do sol, que, por haver UM SÓ EVENTO conseqüente para todos, o coração dos filhos dos homens está também cheio do mal; e há doidice no seu coração durante a sua vida, e depois dela — rumo aos mortos!
4 Pois, quanto àquele que está unido a todos os viventes, há confiança, porque melhor está o cão vivo do que o leão morto. 5 Pois os viventes estão cônscios de que morrerão; os mortos, porém, não estão cônscios de absolutamente nada, nem têm mais salário, porque a recordação deles foi esquecida. 6 Também seu amor, e seu ódio, e seu ciúme já pereceram, e por tempo indefinido eles não têm mais parte em nada do que se tem de fazer debaixo do sol.
7 Vai, come o teu alimento com alegria e bebe o teu vinho com um bom coração, porque o [verdadeiro] Deus já achou prazer nos teus trabalhos. 8 Em toda ocasião, mostrem ser brancas as tuas vestes e não falte óleo sobre a tua cabeça. 9 Vê a vida com a esposa que amas, todos os dias da
tua vida vã que Ele te deu debaixo do sol, todos os dias da tua vaidade, pois este é o teu quinhão na vida e na tua labuta em que trabalhas arduamente debaixo do sol. 10 Tudo o que a tua mão achar para fazer, faze-o com o próprio poder que tens, pois não há trabalho, nem planejamento, nem conhecimento, nem sabedoria no Seol, o lugar para onde vais.
Os tidos como justos, o bom ou o iníquo, o puro ou o impuro, “todos” vão morrer, e ao morrerem todos irão para o mesmo lugar, isto é, para o Seol. O “bom” é igual ao “pecador”, afirmou Salomão. Bom é aquele que faz coisas boas; pecador é aquele que faz coisas ruins, obviamente. Um é o oposto do outro.
AOS OLHOS DE SALOMÃO havia “justos” e “iníquos” que se igualavam no Seol. Este é o evento consequente para todos. Não é isto uma “coisa calamitosa”?? Aos olhos do sábio Salomão isto era uma COISA CALAMITOSA. No entanto, a Sabedoria do Criador está muito além da nossa míope visão e a Sua justiça muito acima da imperfeita justiça humana. Quem havia dado ao humano, que incluía Salomão, a definição ou a descrição do que é um “homem justo”??

Aquilo que o humano rotula de “justo”, será realmente “justo”?? Então, porque morre o homem “justo”?? Porque que todas as coisas que acontecem com o “iníquo”, também acontecem com o “justo”?? Na verdade, independente do que façam, todos são iguais – esta foi a conclusão que chegou Salomão na sua sabedoria. Seriam todos eles “justos”?? Havendo diferença entre estes SUPOSTOS “justos” e iníquos, parecia estar havendo um tratamento injusto, uma recompensa injusta. Ora, se um praticava a justiça, ou seja, era um homem justo, e, se o outro praticava a iniquidade, ou seja, era um homem iníquo, então, qual o motivo de os dois receberem o mesmo tratamento ao final??? Estaria havendo um final igual para pessoas diferentes, pessoas opostas. O JUSTO é o oposto de INÍQUO. Será que Jeová concede o mesmo final tanto para aquele que é justo como para aquele que é iníquo??

Esta é uma vida vã, DEUS NOS DEU UMA VIDA VÃ DEBAIXO DO SOL.

Segundo a observação de Salomão, segundo a sua conclusão, exatamente por haver o mesmo “evento consequente” tanto para o “justo” como para o “iníquo” é que havia um resultado calamitoso. Qual era o resultado?? Ele mesmo responde: por haver UM SÓ EVENTO conseqüente para todos, O CORAÇÃO DOS FILHOS DOS HOMENS ESTÁ TAMBÉM CHEIO DO MAL; E HÁ DOIDICE NO SEU CORAÇÃO DURANTE A SUA VIDA, e depois dela — rumo aos mortos!

Praticar a justiça ou praticar a iniquidade, tanto faz, a pessoa vai morrer do mesmo jeito, não vai?? Então, comamos e bebamos, pois amanhã morreremos. Estas filosofias de vida eram adotadas pelos humanos exatamente por não haver uma correta paga, uma justa recompensa pelas ações praticadas. Assim, segundo a visão de Salomão, se houvesse um pagamento diferenciado, os humanos se empenhariam em serem justos, recebendo a devida recompensa pela justiça praticada.

Olhando de um ângulo ou de outro, parece que Jeová ficou com erro e o humano ficou com a desculpa por estar praticando a iniquidade. Bem, será que é isto mesmo?? Não se pode acusar de erro alguém tão sábio quanto Jeová. Até o momento desta declaração, o sábio Salomão tinha chagado a esta conclusão, que havia um erro.

Mas, de quem seria o erro?? Bem, como sempre, o erro é do aprendiz e nunca do sábio professor. Como sempre, o aprendiz é que ainda não viu o erro.

Bem, neste caso, temos de REVER o nosso conceito sobre “justo”, não é verdade??? Será que nosso conceito é igual ao conceito de Jeová?? Não é Jeová quem nos ENSINA todos os conceitos CORRETOS??

Os opostosestão no mesmo lugar, ou seja, estão no Seol. Tanto o “justo” como o “iníquo” estão no Seol. Tanto aquele rotulado PELO HOMEM de “justo”, como aquele rotulado de “iníquo” vão para o mesmo lugar; todos vão para o Seol ao morrerem, NÃO IMPORTANDO O QUE FIZEREM EM VIDA. Esta é a realidade, realidade esta observada pelo sábio Salomão.

Ou será que na verdade, todos eles são realmente “iníquos”??

O humano precisava ver com seus próprios olhos, um homem realmente “justo” em ação?? Sim, precisava. A partir daí ele poderia comparar se os demais humanos também eram “justos”. Algum humano até esta afirmação de Salomão sabia do conceito de Jeová sobre o que é realmente um homem “justo”?? Até então, os alunos tinham fornecido suas opiniões sobre o que era um “homem justo”.

Até o dia da morte de Jesus, os humanos ainda não tinham visto um homem realmente justo em ação. O Criador providenciou um exemplo. Agora o Professor Jeová afirmava: “Vejam meus alunos, isto é que é um homem justo. Em relação a Jesus, o exemplo do que é realmente um homem justo, assim Jeová previu: (Mateus 12:18-21) 18 “Eis o meu servo a quem tenho escolhido, meu amado, a quem a minha alma tem aprovado! Porei sobre ele o meu espírito e ele esclarecerá às nações o que é justiça. 19 Não altercará, nem gritará, nem ouvirá alguém a sua voz nas ruas largas. 20 Não esmagará nenhuma cana machucada, tampouco extinguirá qualquer mecha fumegante, até enviar a justiça com bom êxito. 21 Deveras, em seu nome esperarão as nações.” (Isaías 42:1-4) 42 Eis meu servo a quem estou segurando! Meu escolhido, [a quem] a minha alma tem aprovado! Pus nele o meu espírito. Justiça para as nações é o que ele produzirá. 2 Não clamará nem levantará [a sua voz], e não deixará ouvir a sua voz na rua. 3 Não quebrará nenhuma cana esmagada; e quanto à fraca mecha de linho, não a apagará. Produzirá justiça em veracidade. 4 Não se turvará nem será esmagado até estabelecer justiça na própria terra; e por sua lei estarão esperando as próprias ilhas.

Bem, olhando por este novo ângulo, por esta nova informação dada pelo Professor, podemos chegar a conclusão de que NENHUM humano até então não havia produzido justiça em veracidade, nenhum humano até Jesus podia receber o título de “homem justo”. Neste caso, todos eram iníquos. Embora alguns humanos tenham praticado algumas obras boas, nenhum deles conseguiu produzir justiça em veracidade. Produzir algumas obras boas não o tornaram um homem justo. O erro realmente não estava em Jeová, e sim, na visão limitada do humano, quanto a quem é realmente um “homem justo”. Aquilo que o humano havia rotulado de justo, realmente, não era justo.

Como explicar a atual afirmação de que “os iníquos não sairão do Seol”?? Esta afirmação só poderia sair da mente e boca de um humano que não se considera um iníquo, não é verdade?? Sim. Esta afirmação só pode sair da boca de um humano que DESPREZA o iníquo, não é verdade?? Sim. Esta afirmação só pode sair da boca de um humano que ODEIA o iníquo, que NÃO AMA o iníquo, não é verdade?? Sim. Na verdade, trata-se de um ódio eterno. No entanto, Jesus afirmou: “Os que praticaram coisas boas sairão; os que praticaram coisas ruins também sairão”. Então quem ficará lá??

Parece que, para estes, nem mesmo o exemplo fornecido pelo Criador, OU SEJA, um homem realmente justo em ação, tem sido de ajuda para a real visão do que é um homem justo. A teoria revelada por Salomão continua a mesma. Com o aparecimento da ressurreição, surge a seguinte conclusão: Agora os “justos” serão diferenciados dos iníquos, pois embora ambos morram e tenham de ir para o mesmo Seol, somente o justo é que sairá de lá. Assim, finalmente será feita justiça para com estes homens que apresentaram seus atos de justiça. Finalmente, tais homens justos receberão a recompensa, a devida paga pelos seus atos de justiça. Finalmente, os iníquos pagarão por suas iniquidades.

Bem, Jesus afirmou que os que praticaram coisas ruins também sairão do Seol por meio de uma ressurreição. No entanto, vem a reação deste que tanto deseja justiça: “Mas, não será uma ressurreição de vida. Eles serão ressuscitados e logo depois serão julgados pelos seus atos iníquos, tendo de pagar por seus atos iníquos. É uma ressurreição de julgamento”.

O desejo de que o iníquo pague por sua iniquidade é muito, muito grande. Isto é desejo de justiça ou desejo de vingança. Se este suposto justo tivesse sido uma vítima deste iníquo, será que deveria desejar uma vingança de mesma proporção, tal como dente por dente, olho por olho?? Para saber se este suposto justo é realmente um homem justo, temos de comparar seus sentimentos com os sentimentos de um homem realmente justo. Comparando os sentimentos deste suposto justo com o Modelo de justiça, o que fica bem claro?? Fica bem claro que não se trata do mesmo sentimento demonstrado pelo Modelo de justiça.

Para ser justo, a pessoa precisa ter os mesmos sentimentos revelados pelo Modelo de justiça. A que conclusão se pode chegar a partir desta comparação?????

O Modelo de justiça, foi também o mensageiro de uma nova lei. Um dos mandamentos desta nova lei é: Abra mão da vingança; tenha um sentimento oposto. Assim está registrado: (Mateus 5:38-39) 38 “Ouvistes que se disse: ‘Olho por olho e dente por dente.’ 39 No entanto, eu vos digo: Não resistais àquele que é iníquo; mas, a quem te esbofetear a face direita, oferece-lhe também a outra.

Ofereça-lhe a outra face. Tome a iniciativa; ofereça-lhe a outra face. Bem, isto é estar bem longe do sentimento, do desejo de vingança contra o iníquo, não é verdade?? O justo tem este sentimento. Quem tem o sentimento oposto a este é o iníquo; quem tem o sentimento de vingança é um iníquo.



Quem será ressuscitado?? Esta questão esta sendo analisada em: Todos os que estiverem nos túmulos memoriais sairão.

Topo desta página