ELES ESTAVAM ENGANADOS

Inserida em 26/04/08 Modificada em 12/11/11

Quando nosso amado irmão João falou estas palavras abaixo, chamou nossa atenção sobre declarações de "humanos" que são tidas como divinas. Humanos dizem: "Deus mandou este recado para você". "Deus mandou você fazer isto ou aquilo". Assim nos falou João: (1 João 4:1) 4 Amados, NÃO ACREDITEIS EM TODA EXPRESSÃO INSPIRADA, MAS "PROVAI " AS EXPRESSÕES INSPIRADAS PARA VER SE SE ORIGINAM DE DEUS, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo afora.

Trata-se de expressões (afirmações) que são creditadas a Deus, pois afirma-se que Deus é a origem de tal expressão.

A Tradução Brasileira assim verte: I JOÃO 04: 1 Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai os espíritos, se vêm eles de Deus; porque muitos falsos profetas têm aparecido no mundo.

Nesta versão, as afirmações dos falsos profetas têm sido creditadas aos espíritos e não aos próprios profetas.

Qual foi o risco apontado por nosso amado irmão João? Assim falou nosso irmão: (1 João 4:5-8) 5 Eles se originam do mundo; é por isso que eles falam [aquilo que procede] do mundo e o mundo os escuta. 6 Nós nos originamos de Deus. Quem obtiver conhecimento de Deus nos escuta; quem não se originar de Deus não nos escuta. É assim que reconhecemos a expressão inspirada da verdade e a expressão inspirada do erro. 7 Amados, continuemos a amar-nos uns aos outros, porque o amor é de Deus, e TODO AQUELE QUE AMA TEM NASCIDO DE DEUS E OBTÉM O CONHECIMENTO "DE DEUS" . 8 Quem não amar, não chegou a conhecer a Deus, porque Deus é amor....

Em relação a ouvir suas palavras, assim havia falado Jesus, sendo os seus apóstolos testemunhas disto: (João 8:45-47) 45 Porque eu, por outro lado, digo a verdade, vós não me acreditais. 46 Quem de vós me declara culpado de pecado? Se falo a verdade, por que não me acreditais? 47 Quem é de Deus escuta as declarações de Deus. É por isso que não escutais, porque não sois de Deus.”

DEUS É AMOR – Substituindo, temos: “Quem é do Amor escuta as declarações do Amor”.

Do lado oposto temos: “Quem é do Ódio escuta as declarações do Ódio”.

Toda expressão "dita inspirada", que não tem o AMOR como base, não se origina de Deus. Porque?

Jesus deixou isto bem claro ao dizer: (Mateus 22:34-40) 34 Tendo os fariseus ouvido que ele silenciara os saduceus, ajuntaram-se num só grupo. 35 E um deles, versado na Lei, perguntou para prová-lo: 36 Instrutor, qual é o maior mandamento na Lei?” 37 Disse-lhe: “‘Tens de amar a Jeová, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua mente.’ 38 Este é o maior e primeiro mandamento. 39 O segundo, semelhante a este, é: ‘Tens de amar o teu próximo como a ti mesmo.’ 40 Destes dois mandamentos dependem TODA a Lei e os Profetas.”

Toda a lei e todas as declarações de JEOVÁ através de Seus profetas tem como base o AMOR. Aquilo que não tem o amor como base não se origina de Deus.

"Expressão inspirada" é toda afirmação creditada a Deus. Se alguém afirma: Deus disse isso, o que a pessoa diz a partir daí é uma "expressão inspirada". Costumeiramente se diz: "O espírito de Deus me disse isso ou aquilo" ou ainda, "o espírito de Deus mandou você fazer isto ou aquilo". Afirma-se que a “expressão inspirada” saiu da MENTE de Jeová, passando por Sua boca e sendo finalmente colocada na mente do humano.

Tendo como objetivo "provar" se algumas das afirmações ou expressões tidas como divinas, são realmente "provenientes da boca" de Jeová, que tenham nascido na "mente de Jeová", passemos à análise de algumas delas. É o “Amor” a fonte desta ou daquela afirmação?? De uma FONTE de água doce não pode sair água salgada.

A fonte da informação, o local onde nasceu tal informação tem que ser "a mente de Deus".

Algum humano teria a coragem de afirmar ter recebido uma informação de Jeová quando na verdade, não a recebeu?? O próprio Jeová afirmou que isto estava acontecendo entre o seu amado povo. Assim afirmou Jeová, o ÚNICO que podia fazer tal afirmação: (Ezequiel 13:6-7) 6 “Visionaram o que é inverídico e uma adivinhação mentirosa, os que ESTÃO DIZENDO: ‘A PRONUNCIAÇÃO DE JEOVÁ É’, QUANDO O PRÓPRIO JEOVÁ NÃO OS ENVIOU, e eles esperavam que se cumprisse a palavra. 7 Acaso não é uma visão inverídica a que visionastes e uma adivinhação mentirosa a que dissestes, DIZENDO: ‘A PRONUNCIAÇÃO DE JEOVÁ É’, QUANDO EU MESMO NÃO FALEI NADA?”’

Jeová afirmou que as palavras faladas por aqueles falsos profetas se originava de dentro dos próprios falsos profetas: (Ezequiel 13:1-7) 13 E continuou a vir a haver para mim a palavra de Jeová, dizendo: 2 “Filho do homem, profetiza a respeito dos profetas de Israel, que estão profetizando, e tens de dizer aos que profetizam do SEU PRÓPRIO CORAÇÃO: ‘Ouvi a palavra de Jeová. 3 Assim disse o Soberano Senhor Jeová: “Ai dos profetas estúpidos que estão andando atrás do SEU PRÓPRIO ESPÍRITO, quando não viram coisa alguma! 4 Como raposas em lugares devastados é que se tornaram os teus próprios profetas, ó Israel. 5 Vós certamente não subireis às brechas, nem construireis um muro de pedras para a casa de Israel, para ficar de pé na batalha no dia de Jeová.” 6 “Visionaram o que é inverídico e uma adivinhação mentirosa, os que estão dizendo: ‘A pronunciação de Jeová é’, quando o próprio Jeová não os enviou, e eles esperavam que se cumprisse a palavra. 7 Acaso não é uma VISÃO INVERÍDICA a que visionastes e uma ADIVINHAÇÃO MENTIROSA a que dissestes, dizendo: ‘A pronunciação de Jeová é’, quando eu mesmo não falei nada?”’

Tratava-se de mentiras, adivinhação, coisas do próprio coração do humano que fazia tais afirmações. Não era o caso de uma revolta de criaturas espirituais.

Será que algum humano teve a coragem de alterar o recado de Jeová enviado através de algum profeta, INTRODUZINDO um estilo falso neste recado?? O que o próprio Jeová falou sobre isto??

Em um determinado dia (tempo) de punição, Jeová enviou um recado para os humanos que viviam uma relação pactuada com Ele, através de um profeta de nome Jeremias. Assim falou Jeová: (Jeremias 8:8-9) 8 “‘Como podeis dizer: “Somos sábios e a lei de Jeová está conosco”? Seguramente, pois, o ESTILO FALSO dos secretários TRABALHOU em pura falsidade. 9 Os sábios ficaram envergonhados. Ficaram aterrorizados e serão apanhados. Eis que rejeitaram a própria palavra de Jeová, e que sabedoria é que eles têm?. . .


Assim verte a Tradução Brasileira: (Jeremias 8:8) 8 Como dizeis: Nós somos sábios, e a lei de Jeová está conosco? Mas, na verdade, eis que a FALSA PENA DOS ESCRIBAS a converteu em mentira.



Jeová permitiu que esta coisa acontecesse?? Jeová permitiu que fizessem alterações, que os escribas, os secretários, introduzissem falsidades no registro?? Sim Ele permitiu. Com que objetivo?? Não possui o humano o livre-arbítrio??

Onde é que estas alterações irão levar vocês, perguntou Jeová?? Não revela isto que vocês rejeitaram as minhas palavras, perguntou Jeová?? As palavras de Jeová são frutos do Seu pensamento, são frutos de alguém muito sábio, são frutos do AMOR. Assim, aquele que resolve alterar e substituir o fruto do pensamento de alguém sábio, está na verdade revelando sua própria sabedoria; estará afirmando que também é sábio. Afinal, é o resultado final, sim, o fruto, é o que irá comprovar se a palavra falada é realmente sábia. Para haver frutos, há necessidade de haver tempo. E Jeová concedeu este tempo.

VEJAMOS ALGUMAS DAS AFIRMAÇÕES COMPROVADAMENTE EQUIVOCADAS QUE HUMANOS FIZERAM, DANDO O CRÉDITO DELAS A JEOVÁ. TENHAMOS EM MENTE A PERGUNTA: ESTA "EXPRESSÃO INSPIRADA" SE ORIGINA DE JEOVÁ, A FONTE DELA É A MENTE DE JEOVÁ??

AFIRMOU-SE QUE: TOMAR DE VOLTA UMA ESPOSA ADÚLTERA É ALGO DETESTÁVEL PARA JEOVÁ - se é detestável, Jeová jamais faria tal coisa. (Deuteronômio 24:1-4) 24 "Caso um homem tome uma mulher e faça dela sua propriedade, como esposa, então tem de suceder que, se ela não achar favor aos seus olhos por ele ter encontrado alguma coisa indecente da parte dela, então tem de escrever-lhe um certificado de divórcio e pô-lo na mão dela, e tem de despedi-la de sua casa. 2 E ela tem de sair da sua casa, e tem de ir e tornar-se de outro homem. 3 Se este último homem veio a odiá-la e lhe tiver escrito um certificado de divórcio e lho tiver posto na mão, e a tiver despedido da sua casa, ou caso morra o último homem que a tomou por sua esposa, 4 NÃO SE PERMITIRÁ ao primeiro dono dela, que a despediu, tomá-la novamente de volta para se tornar sua esposa depois de ela ter sido aviltada; POIS ISSO É ALGO DETESTÁVEL PERANTE JEOVÁ e não deves levar ao pecado a terra que Jeová, teu Deus, te dá por herança.

AO ENCONTRAR-SE EM UMA SITUAÇÃO ASSIM, O QUE FARIA JEOVÁ??

Diante de um caso assim, Jeová jamais aceitaria de volta uma esposa adúltera, uma esposa aviltada, pois aceitá-la de volta representaria um pecado. Jeová é Santo; Ele não comete pecado. Tendo o marido, o primeiro marido, lhe dado um certificado de divórcio e tendo ela pertencido a outro homem, um segundo, deveria o primeiro marido aceitá-la de volta??

Passemos então a ouvir a palavra que saiu da boca do próprio Jeová, centenas de anos depois, para sabermos se tal afirmação é ou não equivocada em relação a Jeová, equivocada em relação à personalidade de Jeová:

(Jeremias 3:1-2) 3 HÁ UM DITADO: "Se um homem mandasse embora a sua esposa e ela realmente se afastasse dele e se tornasse de outro homem, deveria ele ainda retornar a ela?" Não foi decididamente poluída essa terra? "E tu mesma cometeste prostituição com muitos companheiros; e deveria haver um retorno a mim?" é a pronunciação de Jeová. 2 "Levanta os olhos para as veredas batidas e vê. Onde é que não foste estuprada? Tu te sentaste para eles à beira dos caminhos, assim como o árabe no ermo; e continuas a poluir a terra com os teus ATOS DE PROSTITUIÇÃO e com a tua maldade.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jeremias 3:1-2) 1 Dizem: Se um homem repudiar a sua mulher, e ela o deixar e tomar outro marido, porventura tornará ele mais para ela? acaso não será aquela terra grandemente contaminada? Mas tu te hás prostituído a muitos amantes? e pensas tu em voltar para mim? diz Jeová. 2 Levanta os teus olhos aos altos escalvados, e vê: onde é o lugar em que te não hás prostituído? Junto aos caminhos te sentaste, esperando-os, como um árabe no deserto; e manchaste a terra com as tuas fornicações e com a tua malícia.

Ditado – esta é a definição dada por certo dicionário (Houaiss):

ditado Datação: sXIV

n adjetivo

1 dito em voz alta para ser escrito

Ex.: aulas d. são muito enfadonhas

2 Derivação: por metáfora.

sugerido, inspirado

Ex.: conselhos d. pela prudência

3 imposto, determinado, forçado

Ex.: demissão d. pelo interesse do governo


n substantivo masculino

4 Rubrica: literatura. Diacronismo: arcaico.

composição poética; poema

5 texto que o professor lê em voz alta para os alunos escreverem; lição, apostila

6 ação de dizer em voz alta (ger. o mestre) um texto para ser escrito pelos alunos

Ex.: a turma agora está tendo d.

7 aquilo que os alunos escrevem sob ditado

Ex.: Pedro cometeu muitos erros no d.

8 m.q. provérbio

9 algo que obriga a (determinado procedimento, ação etc.); ditame, regra, instrução



Algo que obriga a determinado procedimento, isto é, este era um procedimento do povo tendo como base uma regra previamente estipulada.

Inicialmente Jeová traz a atenção o que está transcrito em Deuteronômio 24:1-4 e depois passa a informar que a condição de seu povo é exatamente esta, isto é, uma nação adúltera que havia cometido prostituição com muitos companheiros, uma mulher aviltada. Com base no afirmado em Deut. 24:1-4, não poderia haver retorno a Jeová. Estava configurado aí um rompimento definitivo do pacto, não podendo Jeová recebê-los de volta, pois isso configuraria um pecado de Jeová, algo detestável para Jeová. Jeová chama tal expressão de "ditado".

Continuemos a ouvir a palavra "saída da boca" de Jeová, proveniente da mente de Jeová: (Jeremias 3:6-15) 6 E Jeová passou a dizer-me nos dias de Josias, o rei: "‘Viste o que fez a infiel Israel? Ela anda sobre todo monte alto e debaixo de toda árvore frondosa, para ali cometer prostituição. 7 E depois de ela fazer todas estas coisas, eu continuava a dizer que devia voltar a mim , mas ela não voltou; e Judá olhava para a sua própria irmã traiçoeira. 8 Quando cheguei a ver isso, pela própria razão de que a infiel Israel cometera adultério, mandei-a embora e PASSEI A DAR-LHE UM CERTIFICADO DE SEU PLENO DIVÓRCIO, contudo, a traiçoeira Judá, sua irmã, não ficou com medo, mas ELA MESMA TAMBÉM COMEÇOU A IR E A COMETER PROSTITUIÇÃO. 9 E a sua prostituição veio a dar-se por causa do [seu] conceito frívolo, e ela continuou a poluir a terra e a cometer adultério com pedras e com árvores; 10 e mesmo apesar de tudo isso, sua traiçoeira irmã Judá não voltou a mim de todo o seu coração, [mas] somente de modo falso’, é a pronunciação de Jeová." 11 E Jeová prosseguiu, dizendo-me: "A infiel Israel mostrou que a sua própria alma era mais justa do que a traiçoeira Judá. 12 Vai, e tens de proclamar estas palavras ao norte e dizer: "‘"VOLTA DEVERAS, Ó RENEGADA ISRAEL", é a pronunciação de Jeová.’"Não deixarei a minha face decair [em ira] para convosco, porque sou leal", é a pronunciação de Jeová.’ ‘"Não ficarei ressentido por tempo indefinido. 13 Tão-somente nota o teu erro, pois é contra Jeová, teu Deus, que transgrediste. E continuaste a dispersar os teus caminhos para os estranhos, debaixo de cada árvore frondosa, mas a minha voz é que não escutastes", é a pronunciação de Jeová.’" 14 "VOLTAI, ó filhos renegados", é a pronunciação de Jeová. "POIS EU MESMO ME TORNEI DONO MARITAL DE VÓS e vou tomar-vos, um dentre uma cidade e dois dentre uma família, e vou trazer-vos a Sião. 15 E vou dar-vos pastores de acordo com o meu coração, e eles hão de alimentar-vos com conhecimento e perspicácia.

O reino das 10 tribos (Efraim) cuja capital era Samaria havia sido totalmente destruído, um certificado de pleno divórcio. No entanto, anos depois, o próprio Jeová chama Efraim de volta, acabando a condição de divórcio, com as seguintes palavras: "Voltai, ó filhos renegados, pois "Eu" mesmo me tornei dono marital de vós". "Eu" estou anulando a condição de divórcio que existia até hoje; Efraim, "Eu" mesmo me tornei marido de vós OUTRA VEZ.

O próprio Jeová confirmou ser esta a condição do povo pactuado, ou seja, Efraim era uma nação adúltera, uma esposa adúltera. Jeová passa a expor para os humanos, aquilo que há em Sua mente. Jeová mandou um humano experimentar os sentimentos que Ele estava sentindo. (Oséias 1:2) 2 Deu-se início à palavra de Jeová por meio de Oséias, e Jeová passou a dizer a Oséias: "Vai, toma para ti uma esposa de fornicação e filhos de fornicação, porque é positivamente por meio de fornicação que a terra se desvia de seguir a Jeová." (Oséias 3:1) . . .E Jeová prosseguiu, dizendo-me: "Vai mais uma vez, ama uma mulher amada por um companheiro e que comete adultério, COMO NO CASO DO AMOR DE JEOVÁ PARA COM OS FILHOS DE ISRAEL , ao passo que eles se viram para outros deuses e amam bolos de passas."

Ratifica Jeová que, para Ele, não havia um rompimento definitivo, sem volta. Muito pelo contrário, é Jeová quem toma a iniciativa de trazer de volta sua esposa adúltera, CHAMANDO-A e aceitando-a como sua esposa, sem ressentimento. Aplicou a necessária disciplina, mas a aceitou de volta, tomou a iniciativa de chamá-la de volta. Assim falou Jeová, expondo os Seus pensamentos:  (Oséias 2:9-16) 9 "‘Por isso retornarei e certamente tirarei meu cereal no seu tempo e meu vinho doce na sua época, e vou arrebatar a minha lã e o meu linho cobrindo a sua nudez. 10 E agora exporei as suas partes pudendas aos olhos de seus amantes apaixonados, e nenhum homem a arrebatará da minha mão. 11 E certamente farei cessar toda a sua exultação, sua festividade, sua lua nova e seu sábado, e toda época festiva sua. 12 E vou desolar sua videira e sua figueira, das quais ela disse: "São um presente que me foi dado pelos meus amantes apaixonados"; e vou constituí-las em floresta e o animal selvático do campo certamente as devorará. 13 E eu vou ajustar contas com ela pelos dias das imagens de Baal, às quais ela continuou a fazer fumaça sacrificial, quando se ataviava com seu anel e com seu adorno, e quando ia atrás dos seus amantes apaixonados, e era eu quem ela esquecia’, é a pronunciação de Jeová. 14 "‘Portanto, eis que a induzirei e vou fazê-la ir ao ermo, e vou falar-lhe ao coração. 15 E dali em diante vou dar-lhe seus vinhedos, e a baixada de Acor como entrada à esperança; e ela certamente responderá ali como nos dias de sua mocidade e como no dia em que subiu da terra do Egito. 16 E naquele dia terá de acontecer’, é a pronunciação de Jeová, ‘que [me] chamarás de meu esposo, e não mais me chamarás de meu dono’.

(Oséias 3:1-5) 3 E Jeová prosseguiu, dizendo-me: "Vai mais uma vez, ama uma mulher amada por um companheiro e que comete adultério, como no caso do amor de Jeová para com os filhos de Israel, ao passo que eles se viram para outros deuses e amam bolos de passas." 2 E passei a adquiri-la para mim por quinze [moedas] de prata, e por um ômer de cevada e meio ômer de cevada. 3 Então eu lhe disse: "Morarás por muitos dias como sendo minha. Não deves cometer fornicação e não deves vir a pertencer a [outro] homem; e também eu serei para ti." 4 Isto é porque os filhos de Israel morarão por muitos dias sem rei, e sem príncipe, e sem sacrifício, e sem coluna, e sem éfode e terafins. 5 Depois, os filhos de Israel voltarão e certamente procurarão a Jeová, seu Deus, e a Davi, seu rei; e certamente virão trêmulos a Jeová e à sua bondade, NA PARTE FINAL DOS DIAS.

Efraim retornará a Jeová e a sua bondade, na parte final dos dias. JEOVÁ OS ACEITA DE VOLTA APESAR DE TEREM SIDO ADÚLTEROS COM MUITOS COMPANHEIROS. Aceitar a adúltera de volta não constitui uma "coisa detestável", um pecado para Jeová. Apesar de Efraim desaparecer como nação, fruto da punição da parte de Jeová, é o próprio Jeová quem fala do retorno de Efraim na "parte final dos dias".

Jeová não deu por anulada a Sua relação com os filhos de Israel em face da infidelidade de toda a nação. Jeová PERDOOU a infidelidade daquele que se aviltou com muitos companheiros. Será que Jeová estava praticando uma “COISA DETESTÁVEL” ou estava praticando uma “AÇÃO EXCELENTE”???

E para o reino de Judá, que se mostrou pior que Israel (Efraim, capital Samaria) em todos os seus caminhos, o Criador também tomou uma ação punitiva quando destruiu completamente Jerusalém e o templo, fazendo com que um grupo de remanescentes ficassem exilados da terra natal por um total de 70 anos, também como punição. Entretanto, Jeová retomou o relacionamento marital com a adúltera Judá. Aceitar a adúltera de volta não constitui uma "coisa detestável", um pecado para Jeová.

Jeová mandou Oséias AMAR uma prostituta. Segundo as palavras saídas da boca de Jeová, uma verdade, Ele próprio aceitou de volta uma esposa que se prostituiu com muitos companheiros. Logo, isto não era "algo detestável" ou um pecado. TRATAVA-SE DE MISERICÓRDIA DO OFENDIDO. Misericórdia para quem NÃO MERECIA misericórdia. Tratava-se do amor de Jeová para com os filhos de Israel. UM AMOR SUPERLATIVO que foi mantido, apesar de tudo de errado praticado por aquele que é amado, isto para a futura vergonha e humilhação do punido filho amado.

A PALAVRA QUE SAIU DA BOCA DE JEOVÁ É CLARA: "VOU TER MISERICÓRDIA" DA ESPOSA QUE REJEITEI; EU A REJEITEI APENAS POR UM INSTANTE: (Isaías 54:4-8) 4 Não tenhas medo, pois não serás envergonhada; e não te sintas humilhada, pois não ficarás desapontada. Porque te esquecerás até mesmo da vergonha do teu tempo de juventude e não te lembrarás mais do vitupério da tua contínua viuvez." 5 "Pois o Grandioso que te fez é teu DONO MARITAL, cujo nome é Jeová dos exércitos; e o Santo de Israel é teu Resgatador. Será chamado de Deus de toda a terra. 6 Porque Jeová te chamou como se fosses uma esposa completamente abandonada e de espírito magoado, e como esposa do tempo da mocidade, que então foi rejeitada", disse o teu Deus. 7 "POR UM PEQUENO INSTANTE te abandonei completamente, MAS COM GRANDES MISERICÓRDIAS TE REUNIREI. 8 Numa onda de indignação escondi de ti a minha face apenas por um instante, MAS VOU TER MISERICÓRDIA DE TI com benevolência por tempo indefinido", disse teu Resgatador, Jeová.

NO LUGAR DE SER UMA “COISA DETESTÁVEL”, TRATAVA-SE DE UMA “AÇÃO EXCELENTE”. PERDOAR É UMA AÇÃO EXCELENTE.

AGORA JEOVÁ FALA SOBRE O QUE ELE REALMENTE ODEIA:  (Malaquias 2:13-16) 13 "E esta é a segunda coisa que fazeis, [resultando em] que o altar de Jeová esteja coberto de lágrimas, de choro e de suspiros, de modo que não mais se olha para a oferenda, nem se tem prazer [em qualquer coisa] procedente da vossa mão. 14 E dissestes: ‘Por que razão?’ Por esta razão: que o próprio Jeová deu testemunho entre ti e a esposa da tua mocidade, para com a qual tu mesmo agiste traiçoeiramente, embora ela seja tua parceira e a esposa do teu pacto. 15 E houve um que não [o] fez, visto que tinha o que restava do espírito. E o que procurava este um ? A descendência de Deus. E vós tereis de guardar-vos quanto ao vosso espírito, e que nenhum [de vós] aja traiçoeiramente com a esposa da sua mocidade. 16 Pois ele tem ODIADO O DIVÓRCIO", disse Jeová, o Deus de Israel; "e aquele que cobriu a sua vestimenta de violência", disse Jeová dos exércitos. "E tendes de guardar-vos quanto ao vosso espírito e não deveis agir traiçoeiramente.

O HUMANO TEM REVELADO SENTIR CONSTANTE REPUGNÂNCIA DA AÇÃO DE PERDOAR.

Jeová deixou bem claro que Ele ODEIA o divórcio, enquanto AMA a misericórdia e o perdão. Jeová interligou o divórcio a agir traiçoeiramente. Enquanto o divórcio caracteriza a existência de um coração insensível, um coração de pedra, a misericórdia e o perdão são característicos de um coração sensível. Da boca de Jesus saiu a seguinte verdade a respeito deste assunto: (Mateus 19:8-9) 8 Ele lhes disse: "Moisés, por causa da DUREZA dos vossos corações, vos fez a concessão de vos divorciardes de vossas esposas, mas este não foi o caso desde [o] princípio. 9 Eu vos digo que todo aquele que se divorciar de sua esposa, exceto em razão de fornicação, e se casar com outra, comete adultério."

Jeová odeia o divórcio; para Ele, o divórcio sim, é algo detestável aos seus olhos.

Depois de séculos, aquilo que saiu da boca de humanos foi totalmente DESMENTIDO POR JEOVÁ; tanto nas palavras quanto nas ações do próprio Jeová. Tais humanos não conheciam a Jeová. "Quem não Amar não chegou a conhecer a Deus, porque Deus é Amor". Expressão tida como divina, mas, quando comparada com a palavra saída da mente e boca de Jeová revela estar em confronto; revelou ser exatamente o oposto dos SENTIMENTOS de Jeová. Logo, esta expressão tida como inspirada não se origina de Jeová, não se origina do “Amor”.

Apesar de oferecerem sacrifício contínuo a Jeová no tabernáculo e no templo, eles "REBAIXARAM" a palavra "saída da mente e boca" de Jeová, e de forma oposta, eles, a nação santa, EXALTARAM a palavra "saída da mente e boca" de homens.

Sem dúvida, não podemos desconsiderar as sábias palavras proferidas por nosso irmão Salomão: (Provérbios 30:5-6) 5 Toda declaração de Deus é refinada. Ele é escudo para os que se refugiam nele. 6 Não acrescentes NADA às suas palavras, para que não te REPREENDA e para que não venhas a ser mostrado MENTIROSO.


AFIRMOU-SE QUE: DAQUILO QUE É IMPURO NÃO SE PRODUZIRÁ NADA DE PURO.

(Jó 14:4)  4 Quem pode, de alguém impuro, produzir alguém puro? Nem sequer um.

Agora, vejamos o ponto de vista de Jeová. Vejamos o pensamento de Jeová: (Jeremias 15:19) 19 Portanto, assim disse Jeová: "Se voltares, então te trarei de volta. Estarás de pé diante de mim. E se produzires de coisas sem valor aquilo que é precioso, TORNAR-TE-ÁS como a minha própria boca. Eles é que voltarão a ti, mas tu mesmo não voltarás a eles."

EM LUGAR DE DESEJAR A DESTRUIÇÃO DO PECADOR, O QUE ESTÁ PERDIDO, TRANSFORME-O EM ALGO PRECIOSO.

A palavra que SAI DA BOCA de Jeová tem como objetivo transformar "coisas sem valor" em "coisas preciosas". Esta é uma ação que é fruto do AMOR.

Jesus também tinha o mesmo objetivo, quando deu GRANDE importância àqueles considerados como "coisas sem valor", ou seja, os pecadores. Estas foram as palavras saídas da boca de Jesus:  (Mateus 9:10-13) 10 Mais tarde, enquanto estava recostado à mesa, na casa, eis que vieram muitos cobradores de impostos e pecadores, e começaram a recostar-se com Jesus e seus discípulos. 11 Vendo isso, porém, os fariseus começaram a dizer aos discípulos dele: "Por que é que o vosso instrutor come com os cobradores de impostos e os pecadores?" 12 Ouvindo-os, ele disse: "As pessoas com saúde não precisam de médico, mas sim os enfermos. 13 Ide, pois, e aprendei o que significa: ‘Misericórdia quero, e não sacrifício.’ Pois eu não vim chamar os que são justos, mas pecadores."

Buscar e salvar o que estava perdido - estas foram as palavras saídas da boca de Jesus: (Lucas 19:9-10) 9 A isto Jesus disse-lhe: "Neste dia entrou a salvação nesta casa, porque ele também é filho de Abraão. 10 Pois o Filho do homem VEIO BUSCAR E SALVAR O QUE ESTAVA PERDIDO."

Com as palavras saídas da boca DE JESUS, estes pecadores estavam sendo transformados em coisas valiosas. Mas do ponto de vista dos fariseus, tais pecadores eram coisas sem nenhum valor, eram pessoas amaldiçoadas. (João 7:47-49) 47 Os fariseus responderam, por sua vez: “Será que também vós fostes desencaminhados? 48 Será que um só dos governantes ou dos fariseus depositou fé nele? 49 Mas esta multidão, que não sabe a Lei, são pessoas amaldiçoadas.. . .
AOS FARISEUS FALTAVA O SENTIMENTO DE MISERICÓRDIA.


"FORASTEIRO" É AQUELE QUE VEIO DE LONGE, ELE VIAJOU POR ALGUM TEMPO E CHEGOU EM UM POVOADO OU CIDADE.

RESIDENTE FORASTEIROPARA A LEI QUE SAIU DA BOCA DE JEOVÁ NÃO HAVIA DIFERENÇA ENTRE O NATURAL (IRMÃO) E O RESIDENTE FORASTEIRO. A LEI PROMOVIA O ESPÍRITO DE INCLUSÃO E IGUALDADE OU EQÜIDADE. TINHA POR BASE O AMOR. QUANDO SOMOS OS RESIDENTES FORASTEIROS (estrangeiros), GOSTAMOS DE SER TRATADOS COMO IGUAIS, OU SEJA, TER ASSEGURADO OS MESMOS DIREITOS E MESMOS DEVERES QUE OS ASSEGURADOS AOS NATURAIS DA TERRA PARA ONDE VIAJAMOS.


Equidade Esta é a definição dada por certo dicionário (Houaiss):

equidade Datação: sXV Ortoépia: qü ou qu

n substantivo feminino

1 apreciação, julgamento justo

1.1 respeito à igualdade de direito de cada um, que independe da lei positiva, mas de um sentimento do que se considera justo, tendo em vista as causas e as intenções

2 virtude de quem ou do que (atitude, comportamento, fato etc.) manifesta senso de justiça, imparcialidade, respeito à igualdade de direitos

Exs.: a e. de um juiz

a e. de um julgamento

3 correção, lisura na maneira de proceder, julgar, opinar etc.; retidão, equanimidade, igualdade, imparcialidade


Ser tratado como um igual – No reino de Deus, este devia ser um dos direitos que deveriam ser assegurados aos residentes forasteiros.


VOU FAZER MEU POVO PASSAR PELA CONDIÇÃO DE "RESIDENTE FORASTEIRO ATRIBULADO" . DEPOIS, ELES É QUE SERÃO OS PROPRIETÁRIOS DE TERRA E TERÃO MUITOS "RESIDENTES FORASTEIROS" ENTRE ELES. QUE SENTIMENTOS DESENVOLVERÃO PARA COM SEUS "RESIDENTES FORASTEIROS"?? SERÁ QUE TAMBÉM PASSARÃO A ATRIBULAR OS DA CONDIÇÃO DE "RESIDENTES FORASTEIROS"?? SERÁ QUE SE ESQUECERÃO QUE FORAM "RESIDENTES FORASTEIROS"??

 (Gênesis 15:12-16) 12 Depois de algum tempo, o sol estava para pôr-se, e caiu um sono profundo sobre Abrão, e eis que caía sobre ele uma grande e aterradora escuridão. 13 E ele começou a dizer a Abrão: “Sabe com certeza que o teu descendente se tornará RESIDENTE FORASTEIRO numa terra que não é sua; e eles terão de servir-lhes, e estes certamente os atribularão por quatrocentos anos. 14 Mas eu estou julgando a nação à qual servirão, e depois sairão com muitos bens. 15 Quanto a ti, irás em paz para os teus antepassados; serás enterrado numa boa velhice. 16 Na quarta geração, porém, voltarão para cá, porque ainda não se completou o erro dos amorreus. . .

 (Êxodo 12:43-49) 43 E Jeová prosseguiu, dizendo a Moisés e a Arão: “Este é o estatuto da páscoa: Nenhum estrangeiro pode comer dela. 44 Mas onde houver um escravo comprado por dinheiro, terás de circuncidá-lo. Só então pode participar em comer dela. 45 O colono, e o trabalhador contratado, não pode comer dela. 46 Deve ser comida numa só casa. Não deves levar nada da carne para fora da casa a algum lugar de fora. E não lhe deves quebrar nenhum osso. 47 Toda a assembléia de Israel deve celebrá-la. 48 E caso um RESIDENTE FORASTEIRO resida contigo e realmente celebre a páscoa para Jeová, seja circuncidado cada macho dele. Só então pode chegar-se para celebrá-la; e ele tem de tornar-se como o natural do país. Mas nenhum incircunciso pode comer dela. 49 Deve haver uma só lei para o natural e para o RESIDENTE FORASTEIRO que reside no vosso meio.”

(Êxodo 20:8-11) 8 “Lembrando o dia de sábado para o manteres sagrado, 9 deves prestar serviço e tens de fazer toda a tua obra por seis dias. 10 Mas o sétimo dia é um sábado para Jeová, teu Deus. Não deves fazer nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem teu escravo, nem tua escrava, nem teu animal doméstico, nem teu RESIDENTE FORASTEIRO que está dentro dos teus portões. 11 Pois em seis dias fez Jeová os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há, e no sétimo dia passou a descansar. É por isso que Jeová abençoou o dia de sábado e passou a fazê-lo sagrado.

 (Êxodo 23:12) 12 “Seis dias deves fazer teu trabalho; mas no sétimo dia deves desistir, para que teu touro e teu jumento descansem, e o filho da tua escrava e o RESIDENTE FORASTEIRO tomem fôlego. . .

DIA ANUAL DA EXPIAÇÃO – DIA DO "ATO UNILATERAL DIVINO" DE PERDÃO PARA TODOS OS PECADOS, UM ATO DE MISERICÓRDIA > (Levítico 16:29-31) 29 “E isso vos tem de servir de estatuto por tempo indefinido: No sétimo mês, no décimo [dia] do mês, deveis atribular as vossas almas, e não deveis fazer obra alguma, quer o natural quer o RESIDENTE FORASTEIRO que reside no vosso meio. 30 Pois neste dia se fará expiação por vós, para declarar-vos limpos. Sereis limpos de todos os vossos pecados perante Jeová. 31 É um sábado de completo repouso para vós, e tendes de atribular as vossas almas. É um estatuto por tempo indefinido. . .

 (Levítico 18:24-27) 24 “‘Não vos façais impuros por qualquer destas coisas, porque por todas estas coisas se fizeram impuras as nações que ponho para fora diante de vós. 25 Por conseguinte, a terra é impura e eu trarei sobre ela punição pelo seu erro, e a terra vomitará os seus habitantes. 26 E vós mesmos tendes de guardar os meus estatutos e as minhas decisões judiciais, e não deveis fazer nenhuma de todas estas coisas detestáveis, quer o natural quer o RESIDENTE FORASTEIRO que reside no vosso meio. 27 Pois todas estas coisas detestáveis foram feitas pelos homens da terra, que vos precederam, de modo que a terra é impura.

(Levítico 19:9-10) 9 “‘E quando ceifardes a colheita da vossa terra, não deves ceifar completamente o canto do teu campo e não deves apanhar a respiga da tua colheita. 10 Tampouco deves rebuscar as sobras do teu vinhedo e não deves apanhar as uvas espalhadas do teu vinhedo. Deves deixá-los para o atribulado e para o RESIDENTE FORASTEIRO. Eu sou Jeová, vosso Deus.

 (Levítico 23:22) 22 “‘E quando ceifardes a colheita da vossa terra, não deves acabar completamente o canto do teu campo quando estás ceifando e não deves apanhar a respiga da tua colheita. Deves deixá-los para o atribulado e para o RESIDENTE FORASTEIRO. Eu sou Jeová, vosso Deus.’”

(Levítico 25:47-49) 47 “‘Mas, caso a mão do RESIDENTE FORASTEIRO ou do colono contigo fique abastada e teu irmão tenha ficado pobre ao lado dele e tenha de vender-se ao RESIDENTE FORASTEIRO ou ao colono contigo, ou a um membro da família do RESIDENTE FORASTEIRO, 48 depois de se ter vendido continuará no seu caso o direito de resgate. Um dos seus irmãos pode resgatá-lo. 49 Ou seu tio ou o filho de seu tio pode resgatá-lo, ou qualquer parente consangüíneo de sua carne, um de sua família, pode resgatá-lo.. . .

 (Números 19:10-13) 10 E quem ajuntar as cinzas da vaca terá de lavar suas vestes e ser impuro até à noitinha. “‘E isso tem de servir de estatuto por tempo indefinido para os filhos de Israel e para o RESIDENTE FORASTEIRO que reside no seu meio. 11 Quem tocar no cadáver de qualquer alma humana também terá de ser impuro por sete dias. 12 Ele deve purificar-se com ela no terceiro dia, e no sétimo dia será limpo. Mas, se não se purificar no terceiro dia, então não será limpo no sétimo dia. 13 Todo aquele que tocar num cadáver, a alma de qualquer homem que tenha morrido, e não se purificar, profanou o tabernáculo de Jeová, e essa alma terá de ser decepada de Israel. Visto que não se aspergiu sobre ele a água da purificação, continua impuro. Sua impureza ainda está sobre ele.

(Números 35:14-15) 14 Dareis três cidades deste lado do Jordão e dareis três cidades na terra de Canaã. Servirão de cidades de refúgio. 15 Estas seis cidades servirão de refúgio para os filhos de Israel e para o RESIDENTE FORASTEIRO, e para o colono no meio deles, a fim de fugir para lá aquele que sem querer tenha golpeado fatalmente uma alma.

As regras acima estipulam um único peso e uma única medida tanto para o natural como para o residente forasteiro.


DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS?? ESTAS REGRAS ABAIXO PROMOVEM A EQÜIDADE GARANTIDA NA LEI? TEM COMO BASE O AMOR??

(Deuteronômio 14:21) 21 Não deveis comer nenhum corpo [já] morto. Podes dá-lo ao RESIDENTE FORASTEIRO que está dentro dos teus portões, e ele tem de comê-lo; ou pode ser vendido a um estrangeiro, porque és um povo santo para Jeová, teu Deus. “Não deves cozinhar o cabritinho no leite de sua mãe.

Onde está a MISERICÓRDIA para com o residente forasteiro e para com o estrangeiro?? Onde está a inclusão?? Onde está a eqüidade dentro do "reino de Jeová"?


SERÁ QUE ERA ISTO O QUE JEOVÁ FARIA AO ENCONTRAR-SE EM TAL SITUAÇÃO.

Nos tratos comerciais, afirmou-se que o estrangeiro é diferente do natural. Poderia ter saído da boca de Jeová esta determinação???

(Deuteronômio 15:2-3) 2 E esta é a maneira da remissão: haverá remissão, da parte de cada credor, da dívida em que porventura deixou seu próximo incorrer. Não deve apertar seu próximo ou seu irmão quanto ao pagamento, pois tem de se proclamar uma remissão para Jeová. 3 Ao estrangeiro podes apertar quanto ao pagamento; mas remita a tua mão tudo o que for teu, que estiver com o teu irmão.

SERÁ QUE ERA ISTO O QUE JEOVÁ FARIA AO ENCONTRAR-SE EM TAL SITUAÇÃO.

REMISSÃO – O que é remissão?? Neste caso específico, é a ação tomada pelo credor de perdoar a dívida, cancelar a dívida.


Esta é a definição dada por certo dicionário (Houaiss):

remissão

s.f. (sXIII) 1 ação de remitir, de perdoar <a r. da pena deveu-se a influências políticas> 2 sentimento de misericórdia, de indulgência; compaixão 3 perdão dos pecados concedido pela Igreja 4 ausência de ação, de energia; frouxidão <a derrota deveu-se à r. da cavalaria> 5 intervalo entre a cessação e o reinício de alguma coisa; intermissão 6 alívio, consolo, <sem a r. daquela ausência, continuava só e infeliz> 7 enfraquecimento, diminuição ou atenuação temporária dos sintomas de uma doença 8 ação ou efeito de remeter, de encaminhar a um determinado ponto <acompanhava com cuidado as r. do dicionário> etim lat. remissìo,ónis 'ação de pôr a caminho de novo' hom remição(s.f.) par reemissão(s.f.)



Onde está a MISERICÓRDIA para com o estrangeiro??? Neste caso, afirmou-se que o estrangeiro não é "um próximo". Era este o ensinamento ??? Neste caso afirmou-se que o estrangeiro não é "um irmão"??? Era este o ensinamento de Jeová??? Em relação aos benefícios, existe uma diferença entre o estrangeiro e o natural da terra, que é teu irmão. Era esta a imparcialidade ensinada por Jeová a ser executada dentro do "reino de Jeová"??

O ESTRANGEIRO TINHA UM VALOR DIFERENTE, TINHA UM BAIXO VALOR.



COMO TRATAR O "IRMÃO POBRE"?? TRATE-O COMO SE ELE FOSSE UM "RESIDENTE FORASTEIRO" - FOI A ORDEM DE JEOVÁ.

Cerca de 39 (trinta e nove) anos antes de Moisés fazer seu resumo de despedida para o povo, havia saído da boca de Jeová as seguintes palavras:

(Levítico 25:35-38) 35 “‘E caso teu irmão fique pobre e assim esteja financeiramente fraco ao teu lado, então tens de ampará-lo. COMO RESIDENTE FORASTEIRO e colono tem de ficar vivo contigo. 36 NÃO COBRES DELE JUROS E USURA, mas tens de ter temor de teu Deus; e teu irmão tem de ficar vivo contigo. 37 NÃO DEVES DAR-LHE TEU DINHEIRO [COBRANDO] JUROS e não deves dar teu alimento por usura. 38 Eu sou Jeová, vosso Deus, que vos fiz sair da terra do Egito para dar-vos a terra de Canaã, para mostrar-me vosso Deus.

Trate o seu irmão pobre COMO SE ELE FOSSE um residente forasteiro - não cobres dele juros. Trate seu irmão pobre com a mesma "misericórdia" que você tem de demonstrar para com o residente forasteiro. Ao residente forasteiro não se devia cobrar juros. O residente forasteiro está na condição de carência. Jeová já lhes havia relembrado várias vezes - vocês também foram residentes forasteiros NO EGITO; vocês sabem o que é ser um "residente forasteiro; vocês foram maltratados e reclamaram por causa disso; não façam a seus residentes forasteiros a mesma coisa da qual vocês reclamaram. O residente forasteiro tinha de ser tratado com MISERICÓRDIA. Teu olho tem de ver o residente forasteiro, como um irmão pobre. Teu olho tem de ver o irmão pobre, como um residente forasteiro. OLHE E SINTA NO RESIDENTE FORASTEIRO O IRMÃO QUE ELE REALMENTE É.

"SENTIMENTO" PARA COM O RESIDENTE FORASTEIROA PALAVRA SAÍDA DA MENTE E BOCA DE JEOVÁ E FALADA DIRETAMENTE A MOISÉS ORDENA:

(Êxodo 22:21) 21 E não deves maltratar nem oprimir o RESIDENTE FORASTEIRO, porque vós vos tornastes residentes forasteiros na terra do Egito.

(Êxodo 23:9) 9 E não deves oprimir o RESIDENTE FORASTEIRO, visto que vós mesmos conhecestes a alma do RESIDENTE FORASTEIRO, porque vos tornastes residentes forasteiros na terra do Egito...

(Levítico 19:33-34) 33 “‘E caso um RESIDENTE FORASTEIRO resida contigo no vosso país, não deveis maltratá-lo. 34 O RESIDENTE FORASTEIRO que reside convosco DEVE TORNAR-SE PARA VÓS COMO O VOSSO NATURAL; e TENS DE AMÁ-LO como a ti mesmo, pois vos tornastes residentes forasteiros na terra do Egito. Eu sou Jeová, vosso Deus.

A Versão Almeida assim verte: (Êxodo 22:21) 21 Ao estrangeiro não maltratarás, nem o oprimirás; pois vós fostes estrangeiros na terra do Egito.

(Êxodo 23:9) 9 Outrossim, não oprimirás o estrangeiro; pois vós conheceis o coração do estrangeiro, porque fostes estrangeiros na terra do Egito.

(Levítico 19:33-34) 33 Quando um estrangeiro peregrinar convosco na vossa terra, não o maltratareis. 34 Como um natural entre vós será o estrangeiro que peregrinar convosco; AMÁ-LO-EIS COMO A VÓS MESMOS; pois estrangeiros fostes na terra do Egito. Eu sou o Senhor vosso Deus.


"DEVE TORNAR-SE PARA VÓS "COMO" O VOSSO NATURAL" - O natural já era considerado como "irmão", como descendente de Jacó. Teriam de olhar e ver o residente forasteiro também como um irmão, e amá-lo, considerando-o também como um igual. O residente forasteiro também é "UM IGUAL" a mim.

Dizer "Tens de amar a teu próximo com a ti mesmo" é a mesma coisa que dizer "tens de amar o residente forasteiro como a ti mesmo". Isto significa que o residente forasteiro também é meu próximo. Este foi o ensino que "saiu da boca" de Jeová.

NÃO SE ESQUEÇAM de que vocês foram os "residentes forasteiros atribulados" da terra do Egito. Vocês foram forasteiros na terra do Egito; vocês foram estrangeiros na terra do Egito; vocês foram transformados em “VÍTIMAS”. Aquilo que quereis que os homens vos façam, fazei a eles da mesma maneira. Não produzais “VÍTIMAS”.


JUROSA PALAVRA SAÍDA DA BOCA DE HOMENS: "PODEIS COBRAR JUROS DOS ESTRANGEIROS". ESTE É UM ATO DE INCLUSÃO E EQÜIDADE GARANTIDO NA LEI? Esta expressão tida como divina, realmente se origina de Deus? Tem como base o AMOR??

(Deuteronômio 23:19-20) 19 Não deves fazer teu irmão pagar juros, juros sobre dinheiro, juros sobre mantimentos, juros sobre qualquer coisa pela qual se possam cobrar juros. 20 PODES FAZER O ESTRANGEIRO PAGAR JUROS, mas não deves fazer teu irmão pagar juros, para que Jeová, teu Deus, te abençoe em todo empreendimento teu na terra à qual vais para tomar posse dela.


A Tradução Brasileira assim verte: (Deuteronômio 23:19) 19 Não exigirás de teu irmão juros, nem de dinheiro, nem de comida, nem de coisa alguma por que se exigem juros. 20 De um estrangeiro poderás exigir juros; porém de teu irmão não os exigirás, para que Jeová teu Deus te abençoe em todas as coisas em que puseres a mão, na terra em que tu estás entrando para a possuíres.


CONTRA ALGUÉM “INFERIOR PODEIS COBRAR JUROS??


Por que podemos afirmar que estas palavras acima são palavras de homens?? Por contrastar diretamente com a lei e com a imparcialidade da lei dada cerca de 39 anos antes por Jeová a Moisés, além de não ter por base o AMOR. Eu quero cobrar juros; eu só preciso encontrar minha vítima. Revela-se que "COBRAR JUROS" era um forte desejo do povo santo.

Onde está a MISERICÓRDIA para com o estrangeiro??

Porque eu não posso cobrar juros do meu irmão? Porque é uma iniqüidade (oprimir, espezinhar, tirar vantagem da necessidade, lucrar com a desvantagem, ganhar algo por emprestar) contra seu irmão que veio me pedir AJUDA. Porque eu posso cobrar juros do estrangeiro?? Porque eu posso cometer iniqüidade contra o estrangeiro? O estrangeiro é um iníquo mesmo e ele não é meu irmão - pensavam e sentiam os que se consideravam "povo santo". Quem comete iniqüidade é iníquo, e cobrar juros seja lá a quem for, é cometer uma iniqüidade. Tirar vantagem do pobre ou do rico é covardia contra seu irmão conhecido ou desconhecido.


JUROSPALAVRA SAÍDA DA BOCA DE JEOVÁ E FALADA DIRETAMENTE A MOISÉS; NÃO COBREIS JUROS:

(Êxodo 22:25) 25 Se emprestares dinheiro ao meu povo, ao atribulado ao teu lado, não deves tornar-te como agiota para ele. NÃO LHE DEVES IMPOR JUROS.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Êxodo 22:25) 25 Se emprestares dinheiro a algum pobre dentre o meu povo que está contigo, não lhe serás como credor; nem lhe exigirás juros.


JUROSA PALAVRA SAÍDA DA BOCA DE JEOVÁ E FALADA DIRETAMENTE A EZEQUIEL CENTENAS DE ANOS DEPOIS: "COBRAR JUROS" É UM ATO DE INIQÜIDADE, É UMA COISA DETESTÁVEL, INDEPENDENTE DE QUEM SEJA A VÍTIMA.

(Ezequiel 18:5-9) 5 “‘E no que se refere ao homem, se ele veio a ser justo e tem praticado o juízo e a justiça; 6 se não comeu nos montes e não elevou seus olhos para os ídolos sórdidos da casa de Israel, e não aviltou a esposa de seu companheiro, e não se chegou a uma mulher na sua impureza; 7 e se não maltratou a nenhum homem; se restituiu o penhor tomado pela dívida; se não arrebatou nada em roubo; se deu o seu próprio pão ao faminto e cobriu com roupa ao que estava nu; 8 SE NÃO DEU NADA EM TROCA DE JUROS e não tomou usura; se retirou sua mão da injustiça; se praticou a verdadeira justiça entre homem e homem; 9 se tem andado nos meus estatutos e tem guardado as minhas decisões judiciais para praticar a verdade, ELE É JUSTO. Ele positivamente continuará a viver’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.

(Ezequiel 18:10-13) 10 “‘E [se] alguém se tornou pai de um filho que é salteador, derramador de sangue, que fez coisas semelhantes a uma destas; 11 (mas ele mesmo não fez nenhuma destas coisas;) se também comeu sobre os montes e aviltou a esposa de seu companheiro; 12 se maltratou o atribulado e pobre; se arrebatou coisas em roubo, não restituindo a coisa tomada em penhor; e se elevou seus olhos para os ídolos sórdidos, fez uma coisa detestável. 13 Deu em troca de usura e COBROU JUROS, e ele positivamente não continuará a viver. Fez todas estas coisas detestáveis. POSITIVAMENTE SERÁ MORTO. Sobre ele é que virá a haver seu próprio sangue.


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Ezequiel 18:5-9) 5 Porém, se um homem for justo, e fizer o que é de eqüidade e justiça, 6 e se não comer sobre os montes, nem levantar os seus olhos para os ídolos da casa de Israel, nem contaminar a mulher do seu próximo, nem se chegar à mulher na sua separação; 7 se não oprimir a ninguém, porém tornar ao devedor o seu penhor, se não tirar nada do alheio por violência, se der do seu pão ao que tem fome e ao nu cobrir com vestido; 8 se não der o seu dinheiro à usura, nem receber mais do que o que emprestou, se desviar a sua mão da iniqüidade, e fizer verdadeiro juízo entre homem e homem; 9 se andar nos meus estatutos, e guardar os meus juízos, para proceder segundo a verdade; este tal é justo, certamente viverá, diz o Senhor Jeová.

(Ezequiel 18:10-13) 10 Se ele gerar um filho que se torne salteador, que derrame sangue e que faça a seu irmão qualquer destas coisas, 11 e que não cumpra com nenhum destes deveres, porém coma sobre os montes, e contamine a mulher do seu próximo, 12 oprima ao pobre e necessitado, tire de outro com violência, não devolva o penhor, e levante os seus olhos aos ídolos, cometa abominações, 13 dê o seu dinheiro à usura, e receba mais do que emprestou: acaso viverá ele? não viverá. Comete todas estas abominações; certamente morrerá, o seu sangue será sobre ele.


Se recebeu mais do que emprestou ele cometeu uma abominação. Se cobrou juros ele cometeu uma abominação. Se viveu de ganho, ele cometeu uma abominação.

Se ele viveu sem cobrar juros, ele é justo.

Se cobrou juros e deu algo em troca de usura, em troca de lucro (agiota, interesseiro), se condicionou o "dar", fez uma coisa detestável. Sua penalidade é a morte.


O que fez o povo durantes os séculos depois da morte de Moisés??


Recebeu mais do que emprestou. O Povo tinha o lucro como a base de suas negociações. O povo tinha o lucro como base do seu relacionamento no dia a dia entre si mesmos e com outros povos.

Apesar do povo achar totalmente normal a forma de vida que viviam, o que o Pai estava vendo o povo fazer??


(Ezequiel 22:12) 12 Em ti aceitaram suborno com o fim de derramar sangue. Cobraste juros e usura, e continuas a lucrar violentamente dos teus companheiros com defraudação, e a mim me esqueceste’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Ezequiel 22:12) 12 No meio de ti receberam peitas para derramarem o sangue; usura e ganhos ilícitos tomaste, e ávido de sórdidas ganâncias trataste o teu próximo com opressão, e de mim te esqueceste, diz o Senhor Jeová.


Não era o lucro a base do relacionamento entre todos os povos?? Como negociar sem lucro?? Como viver sem negociar??


Qual foi o resultado visto pelo Pai??

- Continuas a lucrar violentamente dos teus companheiros com defraudação.

- Ávido de sórdidas ganâncias trataste o teu próximo com opressão.


Aviltar a esposa do seu companheiro” refere-se apenas a esposa de um israelita?? “Não maltratou nenhum homem” refere-se apenas a homem israelita?? “Não arrebatou nada em roubo” refere-se apenas a roubar israelitas?? “Deu seu próprio pão ao faminto” refere-se apenas ao faminto israelita?? “Cobriu com roupa ao que estava nu” refere-se apenas ao israelita nu?? “Praticou a verdadeira justiça entre homem e homem” refere-se apenas ao homem israelita?? Poderia agir de outra forma, de forma desigual com os estrangeiros e ainda assim ser justo??? Quem não era israelita era alguém inferior, contra quem se podia fazer estas coisas detestáveis?? SER JUSTO é não praticar o ato nunca, pois se é pecado contra um irmão, um natural, é pecado contra qualquer ser humano, conhecido ou desconhecido, amigo ou inimigo. PRATICAR A JUSTIÇA É PRATICAR A EQÜIDADE, A IGUALDADE; É SER IMPARCIAL. TODOS OS SERES HUMANOS TÊM O DIREITO DE SEREM TRATADOS COMO IGUAIS. A "COISA DETESTÁVEL" NÃO DEVE SER PRATICADA - ESTA É UMA REGRA SIMPLES. O "justo" não produz nenhuma "vítima" com os seus atos. Os atos do homem "justo" não produzem "vítimas".


RESULTADOTODA A NAÇÃO PASSOU A VIVER SEGUNDO ESTA ORIENTAÇÃO HUMANA. O POVO COBROU JUROS E JEOVÁ CONDENOU O FATO. TODO O POVO PRATICOU "COISAS DETESTÁVEIS".

(Ezequiel 22:8-12) 8 “‘Desprezaste os meus lugares santos e profanaste os meus sábados. 9 Mostrou-se haver em ti flagrantes caluniadores, com o fim de derramar sangue; e em ti comeram sobre os montes. No teu meio praticaram conduta desenfreada. 10 Expuseram em ti a nudez do pai; humilharam em ti a mulher que estava impura na [sua] menstruação. 11 E o homem fez uma coisa detestável com a esposa de seu companheiro, e ele aviltou a sua própria nora com conduta desenfreada; e o homem humilhou em ti a sua irmã, filha de seu próprio pai. 12 Em ti aceitaram suborno com o fim de derramar sangue. COBRASTE JUROS E USURA, e continuas a lucrar violentamente dos teus companheiros com defraudação, e a mim me esqueceste’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.

Mesmo após a punição de exílio por 70 anos, Judá ainda cobrava juros. (Neemias 5:9-11) 9 E prossegui, dizendo: “Não é boa a coisa que estais fazendo. Não deveis andar no temor de nosso Deus por causa do vitupério das nações, nossos inimigos? 10 E também eu, meus irmãos e meus ajudantes emprestamos entre eles dinheiro e cereais. POR FAVOR, DEIXEMOS DE EMPRESTAR COM JUROS. 11 Por favor, devolvei-lhes neste dia seus campos, seus vinhedos, seus olivais e suas casas e o centésimo do dinheiro, e os cereais, o vinho novo e o azeite QUE EXIGIS DELES COMO JUROS.”

RESULTADOA "NAÇÃO SANTA", VIVENDO POR REGRAS HUMANAS, OPRIMIU, MALTRATOU E DEFRAUDOU O POBRE, TANTO O NATURAL COMO O ESTRANGEIRO. JEOVÁ CONDENOU O FATO. CENTENAS DE ANOS APÓS ASSIM FALOU JEOVÁ:

(Jeremias 7:4-7) 4 Não confieis em palavras falazes, dizendo: ‘O templo de Jeová, o templo de Jeová, o templo de Jeová é o que são!’ 5 Pois, se positivamente tornardes bons os vossos caminhos e as vossas ações, se positivamente fizerdes justiça entre um homem e seu companheiro, 6 se não OPRIMIRDES o RESIDENTE FORASTEIRO, o menino órfão de pai e a viúva, e se não derramardes sangue inocente neste lugar e não andardes atrás de outros deuses para a vossa calamidade, 7 eu, da minha parte, certamente vos manterei residindo neste lugar, na terra que dei aos vossos antepassados, de tempo indefinido a tempo indefinido.”’”

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jeremias 7:4-8) 3 Assim diz Jeová dos exércitos, Deus de Israel: Emendai os vossos caminhos e os vossos feitos, e vos farei habitar neste lugar. 4 Não confieis em palavras mentirosas, dizendo: Templo de Jeová, templo de Jeová, são estes. 5 Se emendardes radicalmente os vossos caminhos e os vossos feitos; se deveras executardes o juízo entre um homem e o seu próximo; 6 se não oprimirdes o estrangeiro, o órfão e a viúva, e não derramardes neste lugar o sangue inocente, nem em prejuízo vosso andardes após outros deuses; 7 então vos farei habitar neste lugar, na terra que dei a vossos pais, desde os tempos antigos e para sempre. 8 Eis que vós confiais em palavras mentirosas que não vos podem aproveitar.


(Jeremias 22:2-4) . . .. 3 Assim disse Jeová: “Executai o juízo e a justiça, e livrai da mão do defraudador aquele que está sendo roubado; e NÃO MALTRATEIS nenhum RESIDENTE FORASTEIRO, nem menino órfão de pai, nem viúva. Não [lhes] façais violência. E não derrameis sangue inocente neste lugar. 4 Porque, se de todos os modos cumprirdes esta palavra, então certamente entrarão pelos portões desta casa os reis que se assentam por Davi no seu trono, andando em carros e montando cavalos, ele com seus servos e com o seu povo.”’ (Jeremias 22:5) 5 “‘MAS, SE NÃO OBEDECERDES A ESTAS PALAVRAS, juro por mim mesmo’, é a pronunciação de Jeová, ‘que esta casa se tornará meramente um lugar devastado’.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jeremias 22:2-3) 2 e dize: Ouve a palavra de Jeová, ó rei de Judá, que te sentas sobre o trono de Davi. Ouvi, tu, e os teus servos e o teu povo, que entrais por estas portas. 3 Assim diz Jeová: Executai juízo e justiça, e livrai das mãos do opressor aquele que foi despojado. Não façais mal, não façais violência ao estrangeiro, nem ao órfão, nem à viúva; não derrameis neste lugar sangue inocente.


(Ezequiel 22:5-7) 5 As [terras] próximas e as longe de ti farão troça de ti, ó tu que és impura de nome, que abundas em confusão. 6 Eis que vieram a estar em ti os maiorais de Israel, cada um [entregue] ao seu braço para derramar sangue. 7 Pai e mãe eles trataram com desprezo em ti. Para com o RESIDENTE FORASTEIRO AGIRAM COM DEFRAUDAÇÃO no teu meio. O menino órfão de pai e a viúva eles maltrataram em ti.”’”

(Ezequiel 22:27-29) 27 Os príncipes dela no seu meio são como lobos dilacerando a presa em derramamento de sangue, destruindo almas para obter lucro injusto. 28 E seus profetas deram uma caiadura para eles, visionando uma irrealidade e adivinhando para eles uma mentira, dizendo: “Assim disse o Soberano Senhor Jeová, quando o próprio Jeová não tinha falado. 29 Os do próprio povo da terra executaram um plano de defraudação e arrebataram em roubo, e maltrataram o atribulado e o pobre, e DEFRAUDARAM o RESIDENTE FORASTEIRO sem qualquer justiça.’

Assim verte a Tradução Brasileira: (Ezequiel 22:29) 29 O povo da terra usou de opressão, e praticou roubos; afligiu ao pobre e ao necessitado; oprimiu injustamente ao estrangeiro.

(Zacarias 7:8-12) 8 E continuou a vir a haver a palavra de Jeová para Zacarias, dizendo: 9 “Assim disse Jeová dos exércitos: ‘Fazei o vosso julgamento com verdadeira justiça; e PRATICAI mutuamente benevolência e MISERICÓRDIAS; 10 e NÃO DEFRAUDEIS nem viúva, nem menino órfão de pai, nem RESIDENTE FORASTEIRO, nem atribulado, e não maquineis nada de mal um contra o outro nos vossos corações.’ 11 Mas, persistiram em negar-se a prestar atenção e continuaram a oferecer um ombro obstinado, e FIZERAM SEUS OUVIDOS DEMASIADAMENTE IRRESPONSIVOS PARA OUVIR. 12 E tornaram seu coração como pedra de esmeril para não obedecer à lei e às palavras que Jeová dos exércitos enviara por meio de seu espírito, por intermédio dos profetas anteriores; DE MODO QUE OCORREU GRANDE INDIGNAÇÃO DA PARTE DE JEOVÁ DOS EXÉRCITOS.”

Apesar de oferecerem sacrifício contínuo a Jeová no tabernáculo e no templo, comporem e cantarem lindos cânticos, eles "REBAIXARAM" a palavra "saída da boca" de Jeová, e de forma oposta, eles, a nação santa, "EXALTARAM" a palavra "saída da boca" de homens.

Toda a nação não usou de MISERICÓRDIA. Partilhar o pão sem o devido lucro causava dor. Tirar vantagem do próximo causava alegria, um verdadeiro contentamento. Dar seu tesouro (do estocado) ao próximo causava muita dor. Dar o fruto do seu trabalho para outro, sem tirar vantagem, causava muita dor.


JUROS - A PALAVRA SAÍDA DA BOCA DE JESUS; EQÜIDADE CONFIRMADA.

(Lucas 6:32-36) 32 E, se amardes aos que vos amam, de que mérito é isso para vós? Pois até mesmo os pecadores amam aos que os amam. 33 E, se fizerdes o bem aos que vos fazem o bem, realmente, de que mérito é isso para vós? Até os pecadores fazem o mesmo. 34 Também, se emprestardes [sem juros] àqueles de quem esperais receber, de que mérito é isso para vós? Até mesmo pecadores emprestam [sem juros] a pecadores, para receberem de volta o mesmo. 35 Ao contrário, continuai a amar os vossos inimigos e a fazer o bem, e a emprestar [sem juros], não esperando nada de volta; e a vossa recompensa será grande, e sereis filhos do Altíssimo, porque ele é benigno para com os ingratos e os iníquos. 36 Continuai a tornar-vos misericordiosos, assim como vosso Pai é misericordioso.


Assim verte a Tradução Brasileira:


(Lucas 6:32-36) 32 Se amais aqueles que vos amam, que mereceis? pois também os pecadores amam aos que os amam. 33 Se fizerdes o bem aos que vos fazem o bem, que mereceis? até os pecadores fazem isso. 34 Se emprestardes àqueles de quem esperais receber, que mereceis? até os pecadores emprestam aos pecadores, para receberem outro tanto. 35 Amai, porém, os vossos inimigos, fazei o bem e emprestai, nunca desanimando; será grande a vossa recompensa, e sereis filhos do Altíssimo. Pois ele é benigno para com os ingratos e maus. 36 Sede misericordiosos, como é misericordioso vosso Pai.


Emprestar sem esperar receber nada de volta?? Mas isto é dar o fruto do meu trabalho. Isto não é coisa para nós, afirmarão os discípulos de Jesus. Quero receber de volta pelo menos aquilo que emprestei, dirão outros. Se emprestei através de uma garantia (penhor) e ele não pagou a dívida, o penhor é meu. Devolver o penhor causará muita dor. Quem paga meu prejuízo?? - A dor do "dar" continua a ser sentida pelo povo ensinado.


Empreste sem esperar receber de voltaesta foi a forma ensinada por Jesus.


Quem é misericordioso não fica esperando receber de volta aquilo que ele emprestou a seu companheiro.


Segundo a palavra que saiu da boca de Jeová, não restituir o penhor tomado pela dívida é praticar algo detestável, cuja punição é a morte.


As palavras saídas da boca de Jesus confirmam e determinam que cumprirá a lei aquele que agir com misericórdia para com todos, conhecidos e desconhecidos, amigos e inimigos. Jesus traz a atenção a imparcialidade no cumprimento da lei em face de que a lei não é parcial. “Amara amigos e inimigos; “Fazer o bempara amigos e inimigos; Se emprestar, “Emprestar sem jurospara amigos e inimigos. Jesus aproveita a oportunidade e trás a atenção a personalidade de Jeová. Jesus afirma: Jeová é imparcial, trata a todos os humanos do mesmíssimo modo imparcial.

Nos dias de Jesus, ainda era grande a dúvida: Quem é o meu próximo a ser amado?? Inimigo é próximo?? Estrangeiro é próximo?? Criminoso é próximo?? "Prostituta" é próximo?? Samaritano é próximo?? Cobrador de impostos é próximo?? Iníquo é próximo?? Blasfemador é próximo?? Apóstata é próximo?? TODOS "ESTES" SÃO PRÓXIMOS A SEREM AMADOS.

AMAR TAIS PESSOAS NÃO SIGNIFICA AMAR O QUE ELAS FAZEM.

"Quem não Amar não chegou a conhecer a Deus, porque Deus é Amor".

Apesar de oferecerem sacrifício contínuo a Jeová no tabernáculo e no templo e apesar de comporem e cantarem lindos cânticos, eles "REBAIXARAM" a palavra "saída da boca" de Jeová, e de forma oposta, eles, a nação santa, EXALTARAM a palavra "saída da boca" de homens.

Sem dúvida, não podemos desconsiderar as sábias palavras proferidas por nosso irmão Salomão: (Provérbios 30:5-6) 5 Toda declaração de Deus é refinada. Ele é escudo para os que se refugiam nele. 6 Não acrescentes NADA às suas palavras, para que não te REPREENDA e para que não venhas a ser mostrado MENTIROSO.


COMER SANGUE, ANIMAL DILACERADO OU CORPO JÁ MORTO – A PALAVRA SAÍDA DA BOCA DE UM HUMANO. PARCIALIDADE NA APLICAÇÃO DA LEI. CONFRONTO COM A ANTERIOR PALAVRA SAÍDA DA BOCA DE JEOVÁ FALADA A MOISÉS. NÃO PROMOVE A EQÜIDADE GARANTIDA NA LEI. Esta expressão tida como divina, realmente se origina de Deus?

(Deuteronômio 14:21) 21 Não deveis comer nenhum corpo [já] morto. Podes dá-lo ao residente forasteiro que está dentro dos teus portões, e ele tem de comê-lo; ou pode ser vendido a um estrangeiro, porque és um povo santo para Jeová, teu Deus. “Não deves cozinhar o cabritinho no leite de sua mãe.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Deuteronômio 14:21) 21 Não comereis a carne de um animal que morre por si. Poderás dá-la ao peregrino que está das tuas portas para dentro, para que a coma, ou poderás vendê-la ao estrangeiro; porque és povo santo a Jeová teu Deus. Não cozerás o cabrito no leite de sua mãe.


Onde está a MISERICÓRDIA para com o residente forasteiro ou para com o estrangeiro?? Um "povo santo" pode adotar tais práticas e continuar "povo santo"?? Nós é que somos o “povo santo”, eles não. Eram os estrangeiros tão inferiores assim?? O que estas palavras revelam??


COMER SANGUE, ANIMAL DILACERADO OU CORPO JÁ MORTO – PALAVRA SAÍDA DA BOCA DE JEOVÁ E FALADA DIRETAMENTE A MOISÉS. A LEI GARANTE A EQÜIDADE, A IGUALDADE.


(Êxodo 22:31) 31 “E deveis mostrar-vos homens santos para mim; e não deveis comer no campo carne que seja algo dilacerado por uma fera. DEVEIS LANÇÁ-LA AOS CÃES.

Assim verte a Tradução Almeida: (Êxodo 22:31) 31 Ser-me-eis homens santos; portanto não comereis carne que por feras tenha sido despedaçada no campo; aos cães a lançareis.

Será que o residente forasteiro e o estrangeiro deviam ser considerados como cães?? Estava Jeová induzindo os judeus a se menosprezarem os estrangeiros, considerando-os como cães??

Onde fica a MISERICÓRDIA?? Que palavras haviam saído da boca de Jeová, antes desta nova ordem?? (Levítico 17:8-16) 8 “E deves dizer-lhes: ‘Quanto a qualquer homem da casa de Israel ou algum RESIDENTE FORASTEIRO que reside no vosso meio, que oferecer uma oferta queimada ou um sacrifício 9 e não o trouxer à entrada da tenda de reunião para ofertá-lo a Jeová, esse homem terá de ser decepado do seu povo. 10 “‘Quanto a qualquer homem da casa de Israel OU algum RESIDENTE FORASTEIRO que reside no vosso meio, que comer qualquer espécie de sangue, eu certamente porei minha face contra a alma que comer o sangue, e deveras o deceparei dentre seu povo. 11 Pois a alma da carne está no sangue, e eu mesmo o pus para vós sobre o altar para fazer expiação pelas vossas almas, porque é o sangue que faz expiação pela alma [nele]. 12 Foi por isso que eu disse aos filhos de Israel: “Nenhuma alma vossa deve comer sangue E nenhum RESIDENTE FORASTEIRO que reside no vosso meio deve comer sangue.” 13 “‘Quanto a qualquer homem dos filhos de Israel ou algum RESIDENTE FORASTEIRO que reside no vosso meio, que caçando apanhe um animal selvático ou uma ave que se possa comer, neste caso tem de derramar seu sangue e cobri-lo com pó. 14 Pois a alma de todo tipo de carne é seu sangue pela alma nele. Por conseguinte, eu disse aos filhos de Israel: “Não deveis comer o sangue de qualquer tipo de carne, porque a alma de todo tipo de carne é seu sangue. Quem o comer será decepado [da vida].” 15 Quanto a QUALQUER ALMA que comer um corpo [já] morto ou algo dilacerado por uma fera, QUER seja natural QUER RESIDENTE FORASTEIRO, neste caso terá de lavar suas vestes e banhar-se em água, e ele terá de ser impuro até à noitinha; e ele terá de ser limpo. 16 Mas, se não as lavar e se não banhar sua carne, então terá de responder pelo seu erro.’”

As palavras saídas da boca de Jeová eram claras. Não havia distinção entre residente forasteiro ou estrangeiro dentro do território de Israel. Aquele que criou este mandamento revelou a Sua equidade, estabelecendo em mandamento que o estrangeiro e o natural tinham de ser tratados com igualdade, logo, todos os estrangeiros deviam ser tratados com isonomia. A lei era a mesma para todos, tanto na punição quanto na bênção. Seria uma falta de amor; falta de amor ao próximo como a si mesmo para com o residente forasteiro, o qual, a mesma lei já definia como um igual, como um irmão. Por extensão, seria falta de amor para com o estrangeiro, pois, de forma oposta, deveria haver interesse em que este não se tornasse impuro perante Jeová nas suas terras. Faça a outro o que gostarias que se fizesse a você. Se é bom para você, então partilhe com o estrangeiro. Estando dentro do território, todos teriam de obedecer a todos os detalhes da Lei e todos estavam protegidos pela mesma lei. A SANTIDADE ESTÁ DESTINADA APENAS A NÓS - assim pensava o "povo santo". Eles já são impuros mesmo. Dá pra eles comerem. ISTO CONTRARIAVA O "ESPÍRITO DE IGUALDADE" REVELADO NA LEI.


DEVEIS LANÇÁ-LA AOS CÃES > Esta foi a ordem dada por Jeová quanto ao morto por uma fera, isto é, sem derramar o sangue. Quão diferente foi a ordem de um humano!! Afrontava a Jeová. Quanta coragem!! Quanta coragem!! Quanta coragem!!

Ensinaria ou incitaria Jeová a seu "povo santo" a ter ou desenvolver este sentimento de superioridade e menosprezo em relação a outros humanos, chamando-os de "cães"?? O que Jeová ensinava ao povo era exatamente o oposto disso.

Certamente, a expressão "cães" se referia a animais de quatro patas.



O RESIDENTE FORASTEIRO É IGUAL AO NATURALPALAVRA SAÍDA DA BOCA DE JEOVÁ E FALADA DIRETAMENTE A MOISÉS. EQÜIDADE GARANTIDA POR LEI AOS ESTRANGEIROS. DEVIAM SER TRATADOS COM ISONOMIA.

(Êxodo 12:17-20) 17 “‘E tereis de guardar a festividade dos pães não fermentados, porque neste mesmo dia terei de fazer os vossos exércitos sair da terra do Egito. E tereis de guardar este dia nas vossas gerações como estatuto por tempo indefinido. 18 No primeiro mês, no dia quatorze do mês, à noitinha, deveis comer pães não fermentados, até o dia vinte e um do mês, à noitinha. 19 Por sete dias não se deve achar nenhuma massa lêveda nas vossas casas, pois, quem provar o que é levedado, QUER seja RESIDENTE FORASTEIRO QUER natural do país, essa alma terá de ser decepada da assembléia de Israel. 20 Não deveis comer nada levedado. Em todas as vossas moradas deveis comer pães não fermentados.’”

(Levítico 20:1-2) 20 E Jeová passou a falar a Moisés, dizendo: 2 Hás de dizer aos filhos de Israel: ‘Qualquer homem dos filhos de Israel e qualquer RESIDENTE FORASTEIRO que reside em Israel, que der alguém da sua descendência a Moloque, sem falta deve ser morto. O povo da terra deve atirar nele pedras até que morra.

(Levítico 22:17-20) 17 E Jeová continuou a falar a Moisés, dizendo: 18 Fala a Arão e a seus filhos, e a todos os filhos de Israel, e tens de dizer-lhes: ‘Quanto a qualquer homem da casa de Israel ou algum RESIDENTE FORASTEIRO em Israel, que apresentar sua oferta, a fim de que qualquer dos seus votos ou qualquer das suas ofertas voluntárias que apresentarem a Jeová como oferta queimada 19 ganhe aprovação para vós, tem de ser sadia, um macho dentre a manada, dentre os carneirinhos ou dentre os caprídeos. 20 Não deveis apresentar nada que tenha defeito, porque não servirá para ganhar aprovação para vós.


(Levítico 24:22) 22 “‘Uma só decisão judicial deve ser válida para vós. O RESIDENTE FORASTEIRO DEVE MOSTRAR SER IGUAL AO NATURAL, PORQUE EU SOU JEOVÁ, VOSSO DEUS.’”

(Números 9:14) 14 “‘E caso resida convosco um RESIDENTE FORASTEIRO, ele também tem de preparar o sacrifício pascoal para Jeová. Deve fazê-lo segundo o estatuto da páscoa e segundo o seu procedimento regular. DEVE HAVER UM SÓ ESTATUTO PARA VÓS, TANTO PARA o RESIDENTE FORASTEIRO COMO PARA O NATURAL DO PAÍS.’”

(Números 15:14-16) 14 “‘E caso resida convosco um RESIDENTE FORASTEIRO ou alguém que esteja no vosso meio por gerações vossas e ele tenha de fazer uma oferta feita por fogo, de cheiro repousante para Jeová, [então] assim como vós deveis fazer, ele deve fazer. 15 Vós os que sois da congregação e o RESIDENTE FORASTEIRO residindo como forasteiro tereis um só estatuto. Será um estatuto por tempo indefinido para as vossas gerações. O RESIDENTE FORASTEIRO DEVE MOSTRAR SER IGUAL A VÓS PERANTE JEOVÁ. 16 Deve mostrar-se haver UMA SÓ LEI E UMA SÓ DECISÃO JUDICIAL PARA VÓS E PARA O RESIDENTE FORASTEIRO que reside convosco.’”

(Números 15:25-31) 25 E o sacerdote tem de fazer expiação por toda a assembléia dos filhos de Israel, e tem de se lhes perdoar; porque foi engano, e eles, da sua parte, trouxeram como sua oferta uma oferta feita por fogo a Jeová e sua oferta pelo pecado perante Jeová, pelo seu engano. 26 E tem de ser perdoado a toda a assembléia dos filhos de Israel e ao RESIDENTE FORASTEIRO que reside no seu meio, porque foi um engano da parte de todo o povo. 27 “‘E se alguma alma pecar por engano, então terá de apresentar uma cabra no seu primeiro ano, como oferta pelo pecado. 28 E o sacerdote terá de fazer expiação pela alma que cometeu um engano por pecar sem querer perante Jeová, de modo a fazer expiação por ela, e terá de se lhe perdoar. 29 Quanto ao natural entre os filhos de Israel e o RESIDENTE FORASTEIRO que reside no seu meio, DEVE MOSTRAR-SE HAVER UMA SÓ LEI PARA VÓS QUANTO A SE FAZER ALGO SEM QUERER. 30 “‘Mas a alma que fizer algo deliberadamente, quer seja o natural quer o RESIDENTE FORASTEIRO, falando de modo ultrajante de Jeová, neste caso essa alma terá de ser decepada dentre seu povo. 31 Porque desprezou a palavra de Jeová e violou seu mandamento, essa alma, sem falta, deve ser decepada. Seu próprio erro está sobre tal.’”

Nos diversos detalhes da lei, Jeová reafirma a IGUALDADE entre o natural, a "nação santa", e o residente forasteiro, o estrangeiro. O TEU OLHO DEVE VÊ-LO COMO UM IGUAL; ESTA É A REALIDADE DO MEU PONTO DE VISTA - FOI O QUE JEOVÁ FALOU EM OUTRAS PALAVRAS.

Apesar de oferecerem sacrifício contínuo a Jeová no tabernáculo e no templo, eles "REBAIXARAM" a palavra "saída da boca" de Jeová, e de forma oposta, eles, a nação santa, EXALTARAM a palavra "saída da boca" de homens.


MUITO TEMPO DEPOIS > JEOVÁ NÃO MUDA > O RESIDENTE FORASTEIRO É IGUAL AO NATURALPALAVRA SAÍDA DA BOCA DE JEOVÁ PARA SER CUMPRIDA DEPOIS DO EXÍLIO DO POVO EM BABILÔNIA:

(Isaías 14:1-2) 14 Pois, Jeová terá misericórdia com Jacó, e certamente escolherá ainda Israel; e dar-lhes-á realmente descanso sobre o seu solo, e o RESIDENTE FORASTEIRO TERÁ DE SER JUNTADO A ELES, E TERÃO DE AGREGAR-SE À CASA DE JACÓ. 2 E povos realmente os tomarão e os levarão ao próprio lugar deles, e a casa de Israel terá de tomá-los para si como propriedade no solo de Jeová, como servos e como servas; e terão de tornar-se os captores dos que os mantinham cativos e terão de ter em sujeição aqueles que os compeliam a trabalhar.

Assim verte a Tradição Brasileira: Não se tratava de uma ordem para escravizar estrangeiros. (ISAÍAS 14:1) 1 Pois Jeová se compadecerá de Jacó, ainda escolherá a Israel e pô-los-á na própria terra deles. Agregar-se-ão a eles os estrangeiros, e estes se apegarão à casa de Jacó. 2 Os povos os tomarão e os levarão ao lugar deles, e a casa de Israel os possuirá na terra de Jeová para servos e para servas. Cativarão aqueles que os haviam cativado, e dominarão sobre os seus opressores.


 (Ezequiel 47:21-23) 21 “E tereis de repartir esta terra entre vós mesmos, entre as doze tribos de Israel. 22 E terá de acontecer que DEVEIS LOTEÁ-LA COMO HERANÇA PARA VÓS E PARA OS RESIDENTES FORASTEIROS que residem no vosso meio, que se tornaram pais de filhos no vosso meio. E ELES TERÃO DE TORNAR-SE PARA VÓS IGUAIS AO NATURAL ENTRE OS FILHOS DE ISRAEL. Convosco terão [por sortes] uma herança no meio das tribos de Israel. 23 E terá de acontecer que TEREIS DE DAR-LHE A HERANÇA na tribo em que o RESIDENTE FORASTEIRO estabeleceu residência”, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.


O RESIDENTE FORASTEIRO É IGUAL AO NATURALA PALAVRA SAÍDA DA BOCA DE JEOVÁ - AVISO DE PUNIÇÃO PARA DEPOIS DO RETORNO DO EXÍLIO EM BABILÔNIA.

(Malaquias 3:5) 5 E vou chegar-me a vós para julgamento e vou tornar-me testemunha veloz contra os feiticeiros, e contra os adúlteros, e contra os que juram falsamente, e contra os que agem fraudulentamente com o salário do assalariado, com [a] viúva e com [o] menino órfão de pai, e OS QUE REPELEM o RESIDENTE FORASTEIRO, ao passo que não me temeram”, disse Jeová dos exércitos.

Assim verte a Tradução Almeida: (Malaquias 3:5) 5 E chegar-me-ei a vós para juízo; e serei uma testemunha veloz contra os feiticeiros, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o trabalhador em seu salário, a viúva, e o órfão, e que pervertem o direito do estrangeiro, e não me temem, diz o Senhor dos exércitos.


Os que não consideram o residente forasteiro como um igual, achando-se mais importante do que este perante Jeová, na verdade estão ofendendo ao próprio Jeová. Ter tal sentimento e agir desta forma em relação ao "residente forasteiro" significa não viver a REALIDADE, a realidade de Jeová. Quem age assim, promove a exclusão, promove a desigualdade, comete uma "coisa detestável".

Não considerar-se IGUAL aos demais humanos é cometer o pecado da SOBERBA. A "NAÇÃO SANTA", PARA SER SANTA, TERIA DE CONSIDERAR O RESIDENTE FORASTEIRO COMO UM IGUAL.


Embora sejam vistas como "parecidas", existe uma diferença entre a palavra saída da boca de Jeová e as demais afirmações humanas. Entretanto, por mais de uma vez, o próprio Jeová chamou a atenção para este detalhe.

Em uma ocasião, ainda no início do seu relacionamento com a nação de Israel, assim falou o Criador. Estas foram as palavras que saíram "da boca" de Jeová:

(Êxodo 15:25-26) 25 Ele clamou então a Jeová. Portanto, Jeová o dirigiu a uma árvore, e ele a lançou na água e a água se tornou doce. Ali Ele lhes estabeleceu um regulamento e um caso para julgamento, e ali os pôs à prova. 26 E prosseguiu, dizendo: “Se ESCUTARES ESTRITAMENTE A VOZ de Jeová, teu Deus, e fizeres o que é direito aos seus olhos, e deveras deres ouvido aos seus mandamentos e guardares todos os seus regulamentos, não porei sobre ti nenhuma das enfermidades que pus sobre os egípcios; porque eu sou Jeová, quem te sara. . .

Logo após, ratificou o Todo-Sábio Criador: (Êxodo 19:3-6) 3 E Moisés subiu até o [verdadeiro] Deus e Jeová começou a chamá-lo desde o monte, dizendo: “Isto é o que deves dizer à casa de Jacó e comunicar aos filhos de Israel: 4 ‘Vós mesmos vistes o que fiz aos egípcios, para vos carregar sobre asas de águias e vos trazer a mim. 5 E agora, SE OBEDECERDES ESTRITAMENTE À MINHA VOZ e deveras guardardes meu pacto, então vos haveis de tornar minha propriedade especial dentre todos os [outros] povos, pois minha é toda a terra. 6 E vós mesmos vos tornareis para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa.Estas são as palavras que deves dizer aos filhos de Israel.”

Centena de anos depois continuou saindo da boca de Jeová as seguintes palavras:
(Jeremias 17:24-25) 24 “‘“E terá de acontecer que, SE ME OBEDECERDES ESTRITAMENTE, é a pronunciação de Jeová, “não fazendo entrar nenhuma carga pelos portões desta cidade no dia de sábado e santificando o dia de sábado por não fazerdes nele nenhuma obra, 25 então certamente entrarão pelos portões desta cidade reis com príncipes, sentando-se no trono de Davi, andando em carros e montando cavalos, eles e seus príncipes, os homens de Judá e os habitantes de Jerusalém; e esta cidade certamente será habitada por tempo indefinido. . .

ERA O CASO DE OUVIR E OBEDECER ESTRITAMENTE "A VOZ" DE JEOVÁ, OUVIR E OBEDECER À PALAVRA "SAÍDA DA BOCA" DE JEOVÁ. TINHAM DE ESTAR MUITO ATENTOS, MUITO ATENTOS PARA NÃO SEREM DESVIADOS, MAS, A HISTÓRIA REVELOU QUE "TODA" A NAÇÃO SE DESVIOU.


BUSCARAM OUTROS PROFESSORES. AS PALAVRAS SAÍDAS DA BOCA DE JEOVÁ FORAM:  (Jeremias 5:29-31) 29 “Não devia eu ajustar contas por causa destas mesmas coisas”, é a pronunciação de Jeová, “ou não devia vingar-se a minha alma duma nação tal como esta? 30 Uma situação assombrosa, mesmo uma coisa horrível fez-se existir no país: 31 OS PRÓPRIO PROFETAS realmente profetizam em falsidade; E QUANTO AOS SACERDOTES, estão subjugando segundo os seus poderes. E MEU PRÓPRIO POVO amou-o assim; e que fareis vós ao final disso?”

"Quem não Amar não chegou a conhecer a Deus, porque Deus é Amor".

Apesar de oferecerem sacrifício contínuo a Jeová no tabernáculo e no templo, eles "REBAIXARAM" a palavra "saída da boca" de Jeová, e de forma oposta, eles, a nação santa, EXALTARAM a palavra "saída da boca" de homens.

Sem dúvida, não podemos desconsiderar as sábias palavras proferidas por nosso irmão Salomão: (Provérbios 30:5-6) 5 Toda declaração de Deus é refinada. Ele é escudo para os que se refugiam nele. 6 Não acrescentes NADA às suas palavras, para que não te REPREENDA e para que não venhas a ser mostrado MENTIROSO.


COMO TRATAR MEU IRMÃO QUE COMETE "PECADO"?? AS PALAVRAS SAÍDAS DA BOCA DE JESUS FORAM:

(Mateus 18:15-17) 15 "Outrossim, SE TEU IRMÃO COMETER UM PECADO, vai expor a falta dele entre ti e ele só. Se te escutar, ganhaste o teu irmão. 16 Mas, se não te escutar, toma contigo mais um ou dois, para que, pela boca de duas ou três testemunhas, todo assunto seja estabelecido. 17 Se não os escutar, fala à congregação. Se não escutar nem mesmo a congregação, SEJA ELE PARA TI APENAS COMO HOMEM DAS NAÇÕES E COMO COBRADOR DE IMPOSTOS.

COMO O "OLHO DE JESUS" VIA O COBRADOR DE IMPOSTOS?? COMO ALGUÉM REPUGNANTE?? COMO ALGUÉM IMPURO QUE NÃO SE DEVIA CUMPRIMENTAR?? COMO ALGUÉM INFERIOR??

ORDENOU JESUS QUE HOUVESSE UM AFASTAMENTO, QUE HOUVESSE UM TRATAMENTO DISCRIMINATÓRIO?? ESTAVA JESUS INDUZINDO OUTROS A CONSIDERAR ESTE PECADOR COMO ALGUÉM REBAIXADO?? SEGUNDO JESUS, COMO SE DEVE TRATAR O HOMEM DAS NAÇÕES E O COBRADOR DE IMPOSTOS?? AME A TODOS, INCLUSIVE A TODOS OS INIMIGOS.

(Mateus 5:43-48) 43 "Ouvistes que se disse: ‘Tens de amar o teu próximo e odiar o teu inimigo.’ 44 No entanto, eu vos digo: CONTINUAI A AMAR OS VOSSOS INIMIGOS e a orar pelos que vos perseguem; 45 para que mostreis ser filhos de vosso Pai, que está nos céus, visto que ele faz o seu sol levantar-se sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos. 46 POIS, SE AMARDES AOS QUE VOS AMAM, QUE RECOMPENSA TENDES? Não fazem também a mesma coisa os cobradores de impostos? 47 E, se cumprimentardes somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não fazem também a mesma coisa as pessoas das nações? 48 Concordemente, TENDES DE SER perfeitos, assim como o vosso Pai celestial é perfeito.

DE FORMA OPOSTA A DOS HUMANOS INSTRUÍDOS NA LEI MOSAICA, JESUS NÃO AGIA COM QUALQUER TIPO DE PRECONCEITO PARA COM COBRADORES DE IMPOSTOS E OS DEMAIS "TIDOS" COMO "PECADORES", TIDOS COMO PESSOAS "AMALDIÇOADAS" - JESUS SE RECOSTAVA E COMIA COM ESTES; JESUS OS AMAVA. (Mateus 9:9-13) 9 A seguir, passando dali para diante, Jesus avistou um homem chamado Mateus, sentado na coletoria, e disse-lhe: "Sê meu seguidor." Em conseqüência disso, este se levantou e o seguiu. 10 Mais tarde, enquanto estava recostado à mesa, na casa, eis que VIERAM MUITOS COBRADORES DE IMPOSTOS E PECADORES, E COMEÇARAM A RECOSTAR-SE COM JESUS e seus discípulos. 11 Vendo isso, porém, os fariseus começaram a dizer aos discípulos dele: "Por que é que o vosso instrutor come com os cobradores de impostos e os pecadores?" 12 Ouvindo-os, ele disse: "As pessoas com saúde não precisam de médico, mas sim os enfermos. 13 IDE, POIS, E APRENDEI O QUE SIGNIFICA: 'MISERICÓRDIA QUERO, E NÃO SACRIFÍCIO'. Pois eu não vim chamar os que são justos, mas pecadores."

Quem tinha o costume de não se sentar e não comer com os cobradores de impostos e com os pecadores?? Não eram exatamente os fariseus, religiosos versados na lei, que se orgulhavam de ter este preconceito contra os pecadores??

VOCÊS NÃO APRENDERAM A LIÇÃO DE "MISERICÓRDIA" ENSINADA POR MEU PAI.

COBRADORES DE IMPOSTOS E MERETRIZES - PESSOAS MAIS PROPENSAS A SEREM ENSINADAS. (Mateus 21:31) 31 Qual dos dois fez a vontade do pai?" Eles disseram: "O último." Jesus disse-lhes: "Deveras, eu vos digo que os cobradores de impostos e as meretrizes entrarão NA FRETE DE VÓS no reino de Deus. . .

JESUS COMIA COM COBRADORES DE IMPOSTOS. TAMBÉM COMIA COM OS FARISEUS. (Lucas 15:1-2) 15 Todos os cobradores de impostos e pecadores chegavam-se então perto dele para o ouvirem. 2 Conseqüentemente, tanto os fariseus como os escribas murmuravam, dizendo: "Este homem acolhe pecadores e come com eles. . .

JESUS NÃO NEGOU SER AMIGO DE COBRADORES DE IMPOSTOS, POIS AGIA COMO TAL. SERIA UM PECADO SER AMIGO DE PECADORES?? (Mateus 11:19) 19 o Filho do homem veio comendo e bebendo, todavia dizem: ‘Eis um homem comilão e dado a beber vinho, AMIGO de cobradores de impostos e de pecadores.’ Não obstante, a sabedoria é provada justa pelas suas obras."

PODE UM DISCÍPULO DE JESUS DEIXAR DE PERDOAR ÀQUELE QUE ELE, O DISCÍPULO, CONSIDERA COMO SEU IRMÃO, ÀQUELE QUE O DISCÍPULO CONSIDERA COMO SEU AMIGO OU COMO INIMIGO, OU ÀQUELE QUE O DISCÍPULO CONSIDERA COMO UM HOMEM DAS NAÇÕES, OU ATÉ MESMO COMO UM CRASSO PECADOR?? EXISTE ALGUM PECADO QUE O DISCÍPULO DE JESUS PODE DECIDIR NÃO PERDOAR??

Ser discípulo é ser aluno; é fazer aquilo que o mestre faz, é sentir o que o mestre sente, é falar como o mestre fala, é pensar como o mestre pensa.

A PALAVRA SAÍDA DA BOCA DE JESUS RESPONDE CLARAMENTE - O PERDÃO É A ÚNICA OPÇÃO: (Mateus 6:14-15) 14 “Pois, se perdoardes aos homens as suas falhas, também o vosso Pai celestial vos perdoará; 15 ao passo que, se não perdoardes AOS HOMENS as suas falhas, tampouco o vosso Pai vos perdoará as vossas falhas.  (Mateus 18:33-35) 33 Não devias tu, por tua vez, ter tido MISERICÓRDIA do teu co-escravo, assim como eu também tive misericórdia de ti?’ 34 Com isso, seu amo, furioso, entregou-o aos carcereiros, até que pagasse de volta tudo o que devia. 35 Do mesmo modo lidará também convosco o meu Pai celestial, SE NÃO PERDOARDES DE CORAÇÃO cada um ao seu irmão."

Ora, o co-escravo que pecou, ele tem de receber de mim a mesma misericórdia que eu recebo de Jeová. Neste caso, quando um irmão cometer uma falta grave, deve ser visto por mim como alguém que precisa de muita misericórdia; assim como o cobrador de impostos, ele precisa ser tratado com muita misericórdia. Ele está muito doente.

EM VEZ DE JULGÁ-LO E CONDENÁ-LO, TENHA MISERICÓRDIA DO SEU CO-ESCRAVO. TODOS OS HUMANOS SÃO NOSSOS CO-ESCRAVOS, SÃO NOSSOS SEMELHANTES. SE VOCÊ É UM ESCRAVO DO PECADO, COMETE PECADOS, AO OLHAR EM VOLTA, O QUE SEU OLHO VÊ?? VÊ INÍQUOS QUE MERECEM A MAIS PLENA DESTRUIÇÃO?? O QUE SENTES POR ESTES QUE TEU OLHO VÊ?? SINTA MISERICÓRDIA. ELES COMETEM PECADOS DIFERENTES DOS QUE VOCÊ COMETE. AINDA SOMOS ESCRAVOS DO PECADO, NÃO SOMOS???

Há  alguém que possa negar as palavras saídas da boca de Jesus?? Assim afirmou Jesus: (João 8:34) 34 Jesus respondeu-lhes: “Digo-vos em toda a verdade: TODO PRATICANTE DO PECADO É ESCRAVO DO PECADO.


"Quem não Amar não chegou a conhecer a Deus, porque Deus é Amor".



Nosso instrutor Jesus afirmou que palavras como estas QUE ESTIVEMOS ANALISANDO, constituem "mandados de homens" ensinados como doutrina. Assim falou Jesus: (Mateus 15:5-9) 5 Mas vós dizeis: ‘Quem disser ao seu pai ou à sua mãe: "Tudo o que eu tenho, que da minha parte te poderia ser de proveito, é uma dádiva dedicada a Deus", 6 este absolutamente não deve mais honrar a seu pai.’ E assim invalidastes a palavra de Deus por causa da vossa tradição. 7 Hipócritas! Isaías profetizou aptamente a vosso respeito, quando disse: 8 ‘Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está muito longe de mim. 9 É em vão que persistem em adorar-me, PORQUE ENSINAM POR DOUTRINAS OS MANDADOS DE HOMENS.’"

Sem dúvida, não podemos desconsiderar as sábias palavras proferidas por nosso irmão Salomão: (Provérbios 30:5-6) 5 Toda declaração de Deus é refinada. Ele é escudo para os que se refugiam nele. 6 Não acrescentes NADA às suas palavras, para que não te REPREENDA e para que não venhas a ser mostrado MENTIROSO.



(dou.tri.na)  DE ACORDO COM CERTO DICIONÁRIO

sf.
  1  Conjunto de dogmas e princípios que fundamentam um sistema ideológico, filosófico, político, religioso etc. (doutrina marxista, doutrina cristã) : A doutrina de Descartes

  2  Crença ou conjunto de crenças que são vistas como verdades absolutas pelos que nelas acreditam : a doutrina da reencarnação.

Passamos assim a entender mais plenamente quão profunda é a ORDEM dada por Jesus àqueles que são seus alunos (discípulos):  (Mateus 7:1-5) 7 "PARAI DE JULGAR, para que não sejais julgados; 2 pois, com o julgamento com que julgais, vós sereis julgados; e COM A MEDIDA COM QUE MEDIS, MEDIRÃO A VÓS. 3 Então, por que olhas para o argueiro no olho do teu irmão, mas não tomas em consideração a trave no teu próprio olho? 4 Ou, como podes dizer a teu irmão: ‘Permite-me tirar o argueiro do teu olho’, quando, eis que há uma trave no teu próprio olho? 5 Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu próprio olho, e depois verás claramente como tirar o argueiro do olho do teu irmão.

(Lucas 6:37-38) 37 "Além disso, PARAI DE JULGAR, e de modo algum sereis julgados; e PARAI DE CONDENAR, e de modo algum sereis condenados. PERSISTI EM LIVRAR, e sereis livrados. 38 Praticai o dar, e dar-vos-ão. Derramarão em vosso regaço uma medida excelente, recalcada, sacudida e transbordante. Pois, com a medida com que medis, medirão a vós em troca."


Este caso específico de DECLARAÇÃO HUMANA não tão sábia E ACEITA COMO EXPRESSÃO INSPIRADA, deveria induzir-nos ao raciocínio. (Salmos 91:9-13) 9 Visto que [disseste]: “Jeová é meu refúgio”, Fizeste do próprio Altíssimo a tua habitação; 10 Nenhuma calamidade te acontecerá, E nem mesmo uma praga se chegará à tua tenda. 11Porque dará aos seus próprios anjos uma ordem concernente a ti, Para te guardar em todos os teus caminhos. 12 Carregar-te-ão nas suas mãos, Para que não dês com o pé numa pedra. 13 Pisarás no leãozinho e na naja; Pisotearás o leão novo jubado e a cobra grande. . .

O próprio Satanás colocou Jesus à prova com o que realmente estava escrito. (Mateus 4:5-7) 5 O Diabo levou-o então à cidade santa e o postou sobre o parapeito do templo, 6 e disse-lhe: "Se tu és filho de Deus, lança-te para baixo; POIS ESTÁ ESCRITO: ‘Dará aos seus anjos encargo concernente a ti, e eles te carregarão nas mãos, para que nunca batas com o pé contra uma pedra.’" 7 Jesus disse-lhe: "Novamente está escrito: ‘Não deves pôr Jeová, teu Deus, à prova.’"

O DIABO AFIRMOU QUE ESTAVA ESCRITO, E ESTAVA, MAS NÃO ERA A PALAVRA FALADA, SAÍDA DA BOCA do próprio Criador Jeová. O Criador sabiamente jamais incentivaria uma atitude irresponsável de um filho seu, implícita ou explicitamente, colocando-se obrigatoriamente na condição de reparador de irresponsabilidades humanas, para que não perdêssemos a vida, ou não sofrêssemos pelo resultado da nossa irresponsabilidade, transferindo para Si (Jeová) a responsabilidade de evitar as tragédias, frutos de nossa irresponsabilidade. Você incentivaria o seu filho a tomar atitudes assim irresponsáveis? Logicamente, o mais Sábio, a Fonte da Sabedoria, não faria isso com seus ignorantes filhos. Muito embora seus ignorantes filhos pudessem SENTIR-SE tão confiantes, em face do cuidado amoroso e do poder do Pai, não foi isso que o Criador lhes falou, tampouco lhes incentivou a fazerem, tampouco é isso o que Ele espera de seus filhos. O Pai quer que seus filhos sejam sua imagem, que façam apenas o que seu Pai faria. Logo, Jesus, o Filho sábio, foi em busca das palavras que realmente SAÍRAM DA "BOCA" de seu Pai, palavras sábias: (Deuteronômio 6:16-17) 16 “ Não deveis pôr Jeová, vosso Deus, à prova, assim como o pusestes à prova em Massá. 17 Deveis terminantemente guardar os mandamentos de Jeová, vosso Deus, e os seus testemunhos e os seus regulamentos que ele te ordenou. . .

Certamente, Jesus levava ao pé da letra, encarava como verdadeiras, somente as palavras saídas da boca de Jeová: (Mateus 4:4) 4 Mas ele disse em resposta: "Está escrito: ‘O homem tem de viver, não somente de pão, mas DE CADA PRONUNCIAÇÃO PROCEDENTE DA BOCA DE JEOVÁ."





ESTA OUTRA "EXPRESSÃO INSPIRADA" SE ORIGINA DE DEUS OU DE HOMENS??

(Judas 7) 7 Assim também Sodoma e Gomorra, e as cidades em volta delas, as quais, da mesma maneira como os precedentes, tendo cometido fornicação de modo excessivo e tendo ido após a carne para uso desnatural, são postas diante [de nós] como exemplo [de aviso] por sofrerem a PUNIÇÃO JUDICIAL DO FOGO ETERNO.

 A PALAVRA SAÍDA DA BOCA DE JEOVÁ DIZ: (Ezequiel 16:48-50) 48 Assim como vivo’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová, ‘Sodoma, tua irmã, ela com as suas aldeias dependentes, não fez segundo o que tu fizeste, tu e as tuas aldeias dependentes. 49 Eis que este é o que mostrou ser o erro de Sodoma, tua irmã: Orgulho, fartura de pão e a despreocupação do sossego foram [as coisas] que vieram a ser dela e das suas aldeias dependentes, e ela não fortaleceu a mão do atribulado e do pobre. 50 E elas continuaram a ser soberbas e a praticar uma coisa detestável diante de mim, E EU FINALMENTE AS REMOVI, assim como vi [ser conveniente].

A PALAVRA SAÍDA DA BOCA DE JEOVÁ GARANTE RETORNO DE SODOMA AO SEU ESTADO ANTERIOR E JUNTO COM AS IRMÃS SAMARIA E JERUSALÉM: (Ezequiel 16:53-55) 53 "‘E eu vou recolher os seus cativos, os cativos de Sodoma e das suas aldeias dependentes, e os cativos de Samaria e das suas aldeias dependentes; vou recolher também os teus cativos no seu meio, 54 para que carregues a tua humilhação; e terás de sentir-te humilhada em vista de tudo o que fizeste, sendo que tu as consolaste. 55 E tuas próprias irmãs, SODOMA E SUAS ALDEIAS DEPENDENTES, RETORNARÃO AO SEU ESTADO ANTERIOR, e Samaria e suas aldeias dependentes retornarão ao seu estado anterior, e tu mesma e tuas aldeias dependentes retornareis ao vosso estado anterior.. . .

No caso de estar definindo uma destruição eterna para Sodoma, a palavra saída da boca de nosso amado irmão Judas está se opondo frontalmente com a palavra saída da boca de Jeová. Jeová é o nosso Pai e a palavra que sai de Sua boca é sempre verdade. Jeová afirma que Ele fará as coisas de um modo e nosso amado irmão Judas estaria afirmando que Jeová fará de outro modo - uma clara afronta. Não sendo este o caso, “outros” estariam colocando palavras na boca de Judas, dando um sentido que está nos corações destes. Decerto, seria o coração de um DESTRUIDOR, alguém que deseja a “destruição eterna” de tais imundos pecadores.

PALAVRA SAÍDA DA BOCA DE JESUS CONFIRMAM RETORNO DE SODOMA: (Mateus 11:23-24) 23 E tu, Cafarnaum, serás por acaso enaltecida ao céu? Até o Hades descerás; porque, se as obras poderosas que ocorreram em ti tivessem ocorrido em Sodoma, ela teria permanecido até o dia de hoje. 24 Conseqüentemente, eu vos digo: No Dia do Juízo SERÁ MAIS SUPORTÁVEL PARA A TERRA DE SODOMA do que para ti."

"Quem não Amar não chegou a conhecer a Deus, porque Deus é Amor".

O que faremos?? "REBAIXAREMOS" a palavra "saída da boca" de Jeová, e de forma oposta, EXALTAREMOS a palavra "saída da boca" de homens.

Este interessante assunto está sendo esmiuçado em Jeová e Sodoma; também em Jesus e Sodoma.


Topo desta página


(Jó 27:8-9)  8 Pois qual é a esperança dum apóstata caso ele der cabo [dele], Caso Deus lhe tire a sua alma?  9 Ouvirá Deus seu clamor Caso venha sobre ele a aflição?