UMA OVELHA 100% OVELHA - 100% AUTÊNTICA

Modificada em 09/11/10




UMA OVELHA AUTÊNTICA


Uma pessoa recebe um imerecido tratamento vil, difamatório e violento por parte de terceiros e ela decide recorrer aos poderes judiciários disponíveis para pedir uma justa “indenização” pelo mal sofrido e tem seu pedido de “justa compensação” aprovado pelo poder judiciário.

HÁ ALGO MUITO ERRADO NESTA PESSOA. Como?? Algo errado?? O que há de errado nesta pessoa???

Não haveria nada de errado, se esta pessoa não se considerasse um dos discípulos (alunos, aprendizes) de Jesus. Nada de errado se tal pessoa não se considerasse uma ovelha de Jesus. Nada de errado se tal pessoa não afirmasse ser uma verdadeira ovelha de Jesus.

Segundo Jesus, tal pessoa é definida como “obreiro do que contra a lei ”.

"Como" obreiro do que é contra a lei?? Contra a Lei??

Contra que lei??

Contra a lei do Cristo. A "nova lei" dada por Jeová através de Jesus no Sermão do Monte.


Um dos artigos da lei do Cristo reza de forma clara: (Mateus 5:38-42) 38Ouvistes que se disse: ‘Olho por olho e dente por dente.’ 39 NO ENTANTO, EU VOS DIGO: Não resistais àquele que é iníquo; mas, a quem te esbofetear a face direita, oferece-lhe também a outra. 40 E, se alguém quiser levar-te perante o tribunal para obter posse de tua roupa interior, deixa-o ter também a tua roupa exterior; 41 e, se alguém sob autoridade te obrigar a prestar serviço por mil passos, vai com ele dois mil. 42 Dá ao que te pede e não te desvies daquele que deseja tomar emprestado de ti [sem juros].


Na lei anterior à lei do Cristo, havia um artigo que definia de forma clara a expressão “olho por olho e dente por dente”. De acordo com este artigo da lei, a pessoa tinha direito a uma vingança de mesma proporção, quando fisicamente agredido, uma retaliação na mesma proporção da agressão. Uma reação exatamente igual e contrária à ação tomada pelo infrator. A pessoa sofreria o mesmíssimo mal que infligiu a seu semelhante. Neste artigo também estava previsto a justa compensação material por um dano material causado. De qualquer forma, a pessoa tinha de pagar pelo mal que ela cometeu e a vítima tinha de ser ressarcida do prejuízo material ou moral. Assim reza este artigo da antiga lei: (Êxodo 21:33-36) 33E caso um homem abra um poço, ou caso um homem escave um poço e não o cubra, e um touro ou um jumento deveras caia nele, 34 o dono do poço deve dar uma compensação. Deve restituir o preço ao seu dono e o animal morto se tornará seu. 35 E caso o touro dum homem fira o touro de outro e ele deveras morra, então têm de vender o touro vivo e dividir [entre si] o preço pago por ele; e devem dividir [entre si] também o morto. 36 Ou se era conhecido que o touro escornava anteriormente, mas o seu dono não o tiver mantido sob guarda, deve impreterivelmente dar em compensação, touro por touro, e o morto se tornará seu.


VINGANÇA- ASSIM É DEFINIDO ESTE TERMO POR CERTO DICIONÁRIO.

(vin.gan.ça)

sf.
1 Ação ou resultado de vingar-se, de prejudicar uma pessoa como reparação a dano causado por ela ; DESFORRA; REPRESÁLIA; VINDITA: Fora atraiçoado pelo amigo e agora queria vingança.


A "VINGANÇA" GARANTIDA POR LEI ESTAVA RECEBENDO O NOME DE "JUSTIÇA".


A Lei do Cristo é diferente. A Lei do Cristo é exatamente o OPOSTO. Aceite qualquer mal e não retribua, nunca. Aceite todo e qualquer prejuízo e não peça indenização, nunca. A Lei do Cristo determina: Abra mão da justa retribuição. Abra mão do direito de vingança. Abra mão do direito de compensação. Abra mão da reparação pelo dano causado. Isto é abdicar. Isto é negar a si mesmo. Isto é perdoar todo e qualquer mal que lhe façam. Isto é não prejudicar qualquer humano, nem mesmo como reparação. Isto é não usar a reparação como desculpa para causar um mal a outro humano.

A lei do Cristo determina e ensina a simplesmente não praticar o mal, nunca.



Uma "ovelha autêntica", obedecendo a Lei do Cristo, nunca retribuiria “o mal” e nunca pediria qualquer indenização por qualquer mal sofrido. A "ovelha autêntica" perdoa todo e qualquer mal que lhe façam. Uma "ovelha autêntica" ACEITA O MAL RECEBIDO e não procura "nenhum" tipo de vingança, "nenhum" tipo de retaliação, "nenhum" tipo de revide, "nenhum" tipo de reparação. Esta é a natureza da ovelha.

A Lei do Cristo promove a abdicação. Negue-se a si mesmo - é o que promove a Lei do Cristo. Torne-se poderoso em perdoar é o que ensina a lei do Cristo.

Isto significa que a ovelha autêntica fica com o prejuízo provocado por outra ovelha. Mas qual é o tamanho do prejuízo que a ovelha autêntica suporta de uma outra ovelha?? Vamos buscar uma resposta nas palavras saídas da boca de Jesus. Assim nos ordenou Jesus, o único Instrutor dos cristãos: (Lucas 6:27-30) 27 “Mas, eu digo a vós, os que estais escutando: Continuai a amar os vossos inimigos, a fazer o bem aos que vos odeiam, 28 a abençoar os que vos amaldiçoam, a orar pelos que vos insultam. 29 Àquele que te bater numa face, oferece também a outra; e a quem te tirar a tua roupa exterior, não negues nem mesmo a roupa interior. 30 Dá a todo o que te pedir, e daquele que te tirar tuas coisas, não [as] peças de volta.
Não pedir de volta o que é meu e que foi tirado de mim?? Na nova lei, a lei do Cristo, o prejuízo vai até ficar completamente nu; a ordem é descartar todas as coisas materiais. Certamente objetará alguém: Eu trabalhei muito para "conquistar" tal coisa material. Decerto quem se apega às coisas materiais não pode ser uma ovelha autêntica.

Ainda no Sermão do Monte nos orientou o Instrutor: (Mateus 6:24) 24 “Ninguém pode trabalhar como escravo para dois amos; pois, ou há de odiar um e amar o outro, ou há de apegar-se a um e desprezar o outro. Não podeis trabalhar como escravos para Deus e para as Riquezas.
Quem se apegar às coisas materiais não pode ser uma ovelha autêntica. Neste caso é uma questão de duas únicas decisões possíveis, apenas duas.

É muito deprimente notarmos que amamos as Riquezas. É deprimente notarmos que preferimos ficar com as Riquezas no lugar de obedecer as ordens dadas no Sermão do Monte.


Outro artigo desta Lei do Cristo reza: (Mateus 6:14-15) 14Pois, se perdoardes aos homens as suas falhas, também o vosso Pai celestial vos perdoará; 15 ao passo que, se não perdoardes aos homens as suas falhas, tampouco o vosso Pai vos perdoará as vossas falhas.

Obedecer a este artigo da Lei do Cristo, é abrir mão de todo e qualquer "desejo" de retaliação e de qualquer "desejo" de compensação. Logo, a ovelha autêntica perdoa, perdoa e perdoa. Jesus mostrou como ser uma "ovelha autêntica". Jesus perdoou, perdoou e perdoou. Jesus ficou com o prejuízo físico imposto por outras ovelhas doentes. Jesus ficou com o prejuízo moral que lhe foi imposto por ovelhas doentes. Jesus ficou com o prejuízo emocional que lhe foi imposto através do repúdio praticado por todas as suas ovelhas doentes, o abandono de seus apóstolos e a traição de um deles. Jesus não levou em conta a nenhuma destas ofensas.

A ovelha autêntica sequer tem "desejo" de retaliação ou desejo de compensação; isto é o natural da ovelha autêntica.

Jesus viveu de acordo com a Lei que ele mesmo estabeleceu. A lei do Cristo é a única que produz "ovelhas autênticas".

Um dos artigos da lei do Cristo determina que "continuar furioso" é o mesmo que assassinar: (Mateus 5:21-22) 21 "Ouvistes que se disse aos dos tempos antigos: ‘Não deves assassinar; mas quem cometer um assassínio terá de prestar contas ao tribunal de justiça.’ 22 No entanto, digo-vos que TODO AQUELE QUE CONTINUAR FURIOSO COM SEU IRMÃO TERÁ DE PRESTAR CONTAS AO TRIBUNAL DE JUSTIÇA; mas, quem se dirigir a seu irmão com uma palavra imprópria de desprezo terá de prestar contas ao Supremo Tribunal; ao passo que quem disser: ‘Tolo desprezível!’, estará sujeito à Geena ardente.


Logo, a ovelha autêntica não pode alimentar qualquer desejo de vingança; não pode continuar furiosa com ninguém. Só continua furioso, aquele que não perdoou a ofensa de seu irmão.


Para ser uma "ovelha autêntica", 100% ovelha, o discípulo precisa ouvir e praticar a Lei do Cristo. Esta foi a condição estabelecida por Jesus para que alguém se tornasse uma "ovelha autêntica". Esta foi a "conclusão" dada por Jesus à sua lei, chamando atenção para o resultado alcançado por praticar esta nova lei: (Mateus 7:24-27) 24Portanto, todo aquele que ouve ESTAS MINHAS PALAVRAS e as pratica será comparado a um homem discreto, que construiu a sua casa sobre a rocha. 25 E caiu a chuva, e vieram as inundações, e sopraram os ventos e açoitaram a casa, mas ela não se desmoronou, pois tinha sido fundada na rocha. 26 Além disso, todo aquele que ouve ESTAS MINHAS PALAVRAS e não as pratica será comparado a um homem tolo, que construiu a sua casa sobre a areia. 27 E caiu a chuva, e vieram as inundações, e sopraram os ventos e bateram contra aquela casa, e ela se desmoronou, e foi grande a sua queda.”

"Estas minhas palavras", certamente se referem ao denominado "Sermão do Monte" que Jesus acabara de expor. Algo totalmente inédito, totalmente contrário, 100% oposto ao que se acreditava e vivia na teoria e na prática até aquele exato momento pelos servos de Jeová. No Sermão do Monte está a Lei do Cristo. Jesus viveu o espírito desta lei na sua íntegra, tanto a teoria quanto a prática. Jesus cumpriu todos os artigos desta lei, comprovando ser uma autêntica ovelha.


Quem ouvir a lei do Cristo e NÃO PRATICAR, certamente se tornará uma "falsa ovelha". Poderá parecer uma ovelha, mas, na hora que surgir a tempestade, ele certamente revelará a sua real personalidade e descumprirá um dos artigos da lei do Cristo. Certamente não agirá assim como agiu o Mestre, não agirá como o "modelo" de ovelha autêntica; não agirá como Jesus agiu. Exatamente assim como Jesus previu, a casa irá desmoronar.


Sobre a importância do Sermão do Monte, este foi o testemunho dado por pessoas que não têm a Jesus como Líder e Modelo, os que não afirmam serem adoradores de Jeová:

*** w75 15/10 p. 635 Jesus Cristopersonagem histórico ***

Chegando aos tempos modernos, Maatma Gandi, ‘pai’ hindu da nação da Índia, declarou certa vez a Lorde Irwin, ex-vice rei da Índia: "Quando seu país e o meu se reunirem baseados nos ensinos de Cristo neste Sermão do Monte, teremos solucionado os problemas, não só de nossos países, mas do mundo inteiro." Dando testemunho similar do Sermão do Monte, de Cristo, o veterano psiquiatra estadunidense J. T. Fisher escreveu, perto do fim de sua carreira muito bem sucedida, que o Sermão do Monte supera em muito o melhor que todos os filósofos, psicólogos e poetas do mundo têm para oferecer

Impressionante, você não acha?? Estes admiram a Lei intermediada por Jesus.

Estamos praticando a Lei do Cristo?? Ou será que ela é só bonita no papel??

E quanto a nós que afirmamos ter a Jesus como único Líder e Mestre, que valor estamos dando à Lei do Cristo??

Nos dias de Ezequiel, Jeová previu como seu povo reagiria às palavras provindas de Sua mente e retransmitidas por Ezequiel: (Ezequiel 33:30-33) 30 "E quanto a ti, ó filho do homem, os filhos do teu povo estão falando uns aos outros a teu respeito junto às paredes e nas entradas das casas, e um falou ao outro, cada um ao seu irmão, dizendo: ‘Vinde, por favor, e ouçamos qual é a palavra procedente de Jeová.’ 31 E eles entrarão [chegando] a ti, como a entrada do povo, e se assentarão diante de ti como o meu povo; E CERTAMENTE OUVIRÃO AS TUAS PALAVRAS, MAS NÃO AS PORÃO EM PRÁTICA, porque com a sua boca expressam desejos sensuais [e] seu coração vai atrás de seu lucro injusto. 32 E eis que tu és para eles como uma canção de amores sensuais, como alguém com voz bonita e que toca bem um instrumento de cordas. E certamente ouvirão as tuas palavras, mas não há quem as ponha em prática. 33 E quando isso se cumprir — eis que tem de se cumprir — então terão de saber que foi um profeta que veio a estar no meio deles."

Achariam bonitas as palavras retransmitidas por Ezequiel; estas seriam como uma canção de amores sensuais; e assim se deu. Ninguém as colocou em prática. No caso da nova Lei de Jeová dada através do Cristo, não exercitá-la em períodos de calmaria, levaria a deixar de agir qual ovelha na hora da tribulação.

Certamente, Jesus queria que humanos se tornassem exatamente iguais a ele. Eu vim ensinar "como é que se faz". Assim falou Jesus: (Mateus 10:24-25) 24 "O discípulo não está acima do seu instrutor, nem o escravo acima do seu senhor. 25 BASTA QUE O DISCÍPULO SE TORNE COMO O SEU INSTRUTOR e o escravo como o seu senhor. Se chamaram de Belzebu ao dono da casa, quanto mais [chamarão] assim aos de sua família?

Para se tornar como o seu Instrutor, a ovelha tem de PENSAR como Jesus, SENTIR como Jesus, FALAR como Jesus e AGIR como Jesus. A lei do Cristo revela tudo isso em relação ao nosso Instrutor, Jesus.

O Sermão do Monte é uma Lei para ser cumprida agora.

O que é esta lei para mim?? Aceito esta nova lei como tendo saído da mente de Jeová?? Muito embora a chamemos de lei do Cristo, não podemos esquecer de que Jesus é "A Palavra de Deus". Assim Jesus foi chamado: (Revelação 19:11-13) 11 E eu vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. E o sentado nele chama-se Fiel e Verdadeiro, e ele julga e guerreia em justiça. 12 Seus olhos são chama ardente e na sua cabeça há muitos diademas. Ele tem um nome escrito que ninguém conhece, exceto ele mesmo, 13 e está vestido duma roupa exterior manchada de sangue, e o nome pelo qual é chamado é A PALAVRA DE DEUS.


Ser Jesus chamado de "a palavra de Deus" significa que ele repetiu TODAS as palavras saídas da boca de Jeová, sem qualquer alteração. Jesus falou TUDO o que Jeová lhe mandou falar, não acrescentando nem removendo nenhuma vírgula. Jesus foi o verdadeiro profeta de Jeová. Jesus foi o verdadeiro porta-voz de Jeová.

Mais do que a lei do Cristo, o Sermão do Monte é uma lei que saiu da mente e boca de Jeová, logo, na verdade trata-se da Lei de Jeová, que nos foi entregue por Jesus, que nos foi falada por Jesus.

Assim Jeová já havia falado a respeito de seu PROFETA Jesus: (Deuteronômio 18:18) 18 Suscitar-lhes-ei do meio dos seus irmãos um profeta semelhante a ti; e deveras porei as MINHAS palavras na sua boca e ele certamente lhes falará TUDO o que eu lhe mandar.
Assim falou Jesus a respeito do que ele falava: (João 8:28) 28 Portanto, Jesus disse: “Uma vez que tiverdes erguido o Filho do homem, então sabereis que sou eu e que não faço nada de minha própria iniciativa; mas assim como o Pai me ensinou, estas coisas eu falo.. . . (João 12:49-50) 49 porque não falei de meu próprio impulso, mas o próprio Pai que me enviou tem-me dado um mandamento quanto a que dizer e que falar. 50 Sei também que o seu mandamento significa vida eterna. Portanto, as coisas que eu falo, ASSIM COMO O PAI MAS DISSE, ASSIM [AS] FALO.
  
Não há qualquer dúvida, o Sermão do Monte é proveniente da mente e boca de Jeová.

Se considerássemos o "Sermão do Monte" como a lei do Cristo simplesmente, ela já seria "prioridade" em relação a qualquer outra lei já dada, no entanto, sabendo que ela é uma lei oriunda da mente e boca de Jeová, como a devemos considerar??

Considero-a como o "novo copo" dado por Jeová, como a "nova lei" dada por Jeová?? Esta é a "única lei" que produz ovelhas autênticas. No entanto, muitos dos artigos do “Sermão do Monte” também foram dados por Jeová para Moisés. Por exemplo, embora todos os adoradores de Jeová praticassem o “olho por olho, dente por dente”, Jeová havia dado este mandamento a Moisés: (Levítico 19:18) 18NÃO DEVES TOMAR VINGANÇA NEM TER RESSENTIMENTO CONTRA OS FILHOS DO TEU POVO; e tens de amar o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou Jeová.

O mandamento dado por Jeová para Moisés já determinava que tomar vingança e guardar ressentimento revelava falta de AMOR. Então, por que será que desde Moisés os adoradores de Jeová não obedeciam a este mandamento?? Por que obedeciam a um mandamento 100% oposto?? Veja aqui nesta página.

Sou uma ovelha autêntica??

Eles não sabiam que eram ovelhas, não agiam como ovelhas e no entanto, eram considerados como ovelhas. É Jeová quem os considera como ovelhas. Ouçamos as palavras saídas da boca de Jeová. Na conclusão do diálogo, assim falou Jeová: (Ezequiel 34:31) 31 "‘E no que se refere a vós, minhas ovelhas, ovelhas do meu pasto, vós sois homens terrenos. Eu sou vosso Deus’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová."

A quem falava Jeová estas palavras? Como agiam estas pessoas que Jeová afirmou que eram ovelhas, "minhas ovelhas"?

A quem falava Jeová? Jeová pediu que seu porta-voz Ezequiel repetisse os Seus pensamentos, os pensamentos de Jeová, uma mensagem de Jeová. As palavras iniciais da mensagem de Jeová são: (Ezequiel 34:1-6) 34 E continuou a vir a haver para mim a palavra de Jeová, dizendo: 2 "Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel. Profetiza, e tens de dizer-lhes, aos pastores:Assim disse o Soberano Senhor Jeová: "Ai dos pastores de Israel, que foram tornar-se apascentadores de si mesmos! Não é ao rebanho que os pastores devem apascentar? 3 A gordura é o que comeis e com lã é que vestis a vós mesmos. Abateis o animal gordo. Não apascentais o próprio rebanho. 4 Não fortalecestes as adoentadas, e não curastes a doentia, e não pensastes a quebrada, e não trouxestes de volta a dispersada, e não procurastes a perdida, porém, mantiveste-as em sujeição com severidade, sim, com tirania. 5 E aos poucos foram espalhadas por não haver pastor, de modo que se tornaram alimento de toda fera do campo e continuaram a ser espalhadas. 6 Minhas ovelhas continuaram a perder-se em todos os montes e em todo morro alto; e minhas ovelhas foram espalhadas sobre a superfície inteira da terra, sem haver quem [as] buscasse e sem haver quem [as] procurasse.

As palavras iniciais de Jeová chamam a atenção para seu desagrado quanto as ações dos pastores. Os pastores estavam tratando mal as ovelhas de Jeová; estavam se aproveitando delas; estavam tirando proveito da posição ou condição de pastor. Minhas ovelhas, minhas ovelhas. Esta expressão ocorre muitas vezes nesta mensagem.

Os pastores eram os homens da linhagem nobre, os reis da nação de Israel. Para termos plena certeza disso, examinemos outra mensagem de Jeová dirigida aos pastores, agora, através de outro porta-voz, outro mensageiro: (Jeremias 22:24-23:2) 24 "‘Assim como vivo’, é a pronunciação de Jeová, ‘mesmo se Conias, filho de Jeoiaquim, rei de Judá, viesse a ser o anel de chancela na minha mão direita, dali te arrancaria! 25 E vou entregar-te na mão dos que procuram a tua alma, e na mão dos de quem estás amedrontado, e na mão de Nabucodorosor, rei de Babilônia, e na mão dos caldeus. 26 E vou arremessar a ti e a tua mãe que te deu à luz numa outra terra na qual não nascestes, e ali é que morrereis. 27 E não retornarão à terra à qual sua alma se eleva para retornar. 28 É este homem Conias meramente uma figura desprezada, espatifada, ou um vaso em que não há agrado? Por que é que ele mesmo e sua descendência têm de ser arremessados para baixo e lançados numa terra que não conheceram?’ 29 "Ó terra, terra, terra, ouve a palavra de Jeová! 30 Assim disse Jeová:Inscrevei este homem como sem filhos, como varão vigoroso que não terá bom êxito nos seus dias; pois, dentre a sua descendência, nem um único será bem sucedido, sentado no trono de Davi e governando ainda em Judá.’" 23 "Ai dos pastores que destroem e espalham as ovelhas do meu pasto!" é a pronunciação de Jeová. 2 Portanto, assim disse Jeová, o Deus de Israel, contra os pastores que pastoreiam meu povo: "Vós é que espalhastes as minhas ovelhas; e continuastes a dispersá-las e não voltastes a vossa atenção para elas." "Eis que volto minha atenção para vós pela ruindade de vossas ações", é a pronunciação de Jeová.

Os reis e nobres, os governantes, homens em autoridade, sugavam a gordura das ovelhas e vestiam-se com roupas feitas das peles arrancadas de ovelhas, ovelhas que deviam tomar conta, que deviam cuidar, que deviam zelar.

Exatamente por isso, Jesus pôde falar de "todos" os pastores que vieram em seu lugar: (João 10:7-15) 7 Portanto, Jesus disse de novo: "Digo-vos em toda a verdade: Eu sou a porta das ovelhas. 8 Todos os que vieram em meu lugar são ladrões e saqueadores; mas as ovelhas não os têm escutado. 9 Eu sou a porta; todo aquele que entrar por mim será salvo, e entrará e sairá, e achará pastagem. 10 O ladrão não vem a não ser para furtar, e matar, e destruir. Eu vim para que tivessem vida e a tivessem em abundância. 11 Eu sou o pastor excelente; o pastor excelente entrega a sua alma em benefício das ovelhas. 12 O empregado, que não é pastor e a quem não pertencem as ovelhas como suas próprias, observa o lobo vir e abandona as ovelhas, e foge — e o lobo as arrebata e espalha — 13 porque é um empregado e não se importa com as ovelhas. 14 Eu sou o pastor excelente, e conheço as minhas ovelhas e as minhas ovelhas conhecem a mim, 15 assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai; e entrego a minha alma em benefício das ovelhas.

Jesus afirmou ser um pastor de ovelhas, logo, ele também via os humanos como ovelhas; ovelhas que também precisavam aprender a se comportarem como ovelhas.

Depois de confirmado por Jeová, que os pastores eram os reis da nação de Israel e que estes tratavam mal as ovelhas de Jeová, as chamadas por Jeová de "minhas ovelhas", e que os pastores seriam punidos por esta atitude, passemos então a ver como se comportavam as chamadas de "minhas ovelhas".

Se comportavam melhor do que os pastores?? Assim como Jeová via o mal comportamento dos pastores, de forma imparcial, seus olhos também viam o comportamento das ovelhas. O que via os olhos imparciais de Jeová??

Deixemos que Ele próprio fale: (Ezequiel 34:17-24) 17 “‘E quanto a vós, minhas ovelhas, assim disse o Soberano Senhor Jeová:Eis que julgo entre ovídeo e ovídeo, entre os carneiros e os cabritos. 18 É algo de somenos importância para vós apascentardes a vós mesmos no melhor dos pastos, mas pisardes o resto dos vossos pastos com os vossos pés, e beberdes água pura, mas sujardes a que sobra, batendo com os vossos próprios pés? 19 E quanto às minhas ovelhas, devem elas pastar no pasto pisado pelos vossos pés e devem elas beber a água tornada suja pelo bater de vossos pés?” 20 “‘Portanto, assim lhes disse o Soberano Senhor Jeová:Eis aqui estou, eu mesmo, e hei de julgar entre o ovídeo gordo e o ovídeo magro, 21 visto que continuastes a empurrar com o lado e com o ombro, e visto que continuastes a marrar com os vossos chifres a todas as adoentadas até que as tínheis espalhado para fora. 22 E eu vou salvar as minhas ovelhas e elas não mais se tornarão algo a ser saqueado; e vou julgar entre ovídeo e ovídeo. 23 E vou suscitar sobre elas um só pastor e ele terá de apascentá-las, sim, meu servo Davi. Ele mesmo as apascentará e ele mesmo se tornará seu pastor. 24 E eu mesmo, Jeová, me tornarei seu Deus, e meu servo Davi, maioral no meio delas. Eu, Jeová, é que falei.


Como Jeová via suas ovelhas?? Com o olho da veracidade. As ovelhas não se comportavam como ovelhas. Ovelhas são animais dóceis e NUNCA tomam uma atitude que prejudique outra ovelha, nem mesmo quando atacadas, nem mesmo quando estão a beira da morte. No entanto, como agiam as chamadas por Jeová de "minhas ovelhas"?? Muitas delas, além de expulsarem outras ovelhas do pasto e do local onde havia água, sujavam a água a ser bebida por outras ovelhas e pisavam a comida que sobrava após elas terem comido. Àquelas que ficavam doentes, estas fortes ovelhas, as expulsavam do convívio com o rebanho. Que comportamento egoísta!!

E eu vou salvar as "minhas ovelhas", afirmou o próprio Jeová. Afirmou ainda mais: "hei de julgar entre ovídeo gordo e ovídeo magro". Disse também: "vou julgar entre ovídeo e ovídeo".

Uma ovelha autêntica não causa qualquer tipo de mal para outra ovelha. A ovelha autêntica não ataca uma ovelha sadia quanto mais àquela que está adoentada.

Que espécie de ovelha sou eu??

Ser uma ovelha é o que Criador espera de cada filho seu. Há uma lição prática em andamento nesta grandiosa sala de aula. Ser uma ovelha autêntica não está condicionado a que os outros já sejam ovelhas e que nos tratem bem. A ovelha revela que é "autêntica" exatamente nas situações críticas, nas situações difíceis.

Fazer o bem para quem já lhe faz o bem é muito fácil. Qualquer um pode fazer isso. Assim falou Jesus ainda no Sermão do Monte: (Mateus 5:43-48) 43 “Ouvistes que se disse: ‘Tens de amar o teu próximo e odiar o teu inimigo.’ 44 No entanto, eu vos digo: Continuai a amar os vossos inimigos e a orar pelos que vos perseguem; 45 para que mostreis ser filhos de vosso Pai, que está nos céus, visto que ele faz o seu sol levantar-se sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos. 46 Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem também a mesma coisa os cobradores de impostos? 47 E, se cumprimentardes somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não fazem também a mesma coisa as pessoas das nações? 48 Concordemente, tendes de ser perfeitos, assim como o vosso Pai celestial é perfeito.
Temos muito o que melhorar!! Muito que melhorar para alcançar a condição de ovelha que o Criador espera de cada um de nós. Estou disposto a aprender a ser uma ovelha??

Certamente, à medida que meditamos e meditamos sobre a nova lei, a lei do Cristo, passamos a entender as posteriores palavras de Jesus: Vim dar início a um fogo na terra; estabeleci uma grande polêmica: (Lucas 12:49-53) 49 “Eu vim dar início a um fogo na terra, e que mais hei de desejar, se já foi aceso? 50 Deveras, tenho um batismo com que [devo] ser batizado, e como estou aflito até que termine! 51 Imaginais que vim dar paz na terra? Deveras, eu vos digo que não, mas antes divisão. 52 Pois, doravante haverá cinco divididos numa casa, três contra dois e dois contra três. 53 Estarão divididos, pai contra filho e filho contra pai, mãe contra filha e filha contra [sua] mãe, sogra contra sua nora e nora contra [sua] sogra."

Mas fica no ar a seguinte pergunta: Como se tornar uma ovelha??

Jesus revelou que a semente é plantada no coração. A pessoa precisa ver, ouvir, entender e amar. Assim falou Jesus: (Mateus 13:13-15) . . .É por isso que lhes falo usando ilustrações, porque olhando, olham em vão, e ouvindo, ouvem em vão, nem entendem; 14 e é neles que tem cumprimento a profecia de Isaías, que diz: ‘Ouvindo ouvireis, mas de modo algum entendereis; e olhando olhareis, mas de modo algum vereis. 15 Pois o coração deste povo tem ficado embotado e seus ouvidos têm ouvido sem reação, e eles têm fechado os olhos; para que nunca vissem com os olhos, nem ouvissem com os ouvidos, nem entendessem com os corações e se voltassem, e eu os sarasse.’


Os sentidos estão envolvidos, os sentimentos estão envolvidos, a sensibilidade do ouvinte está envolvida. A lei do Cristo é semeada no coração do ouvinte. Primeiro ele precisa ouvir. Jesus continuou explicando: (Mateus 13:18-23) 18 "Escutai, então, a ilustração do homem que semeou. 19 Quando alguém ouve a palavra do reino, mas não a entende, vem o iníquo e arrebata o que foi semeado no seu coração; este é o semeado à beira da estrada. 20 Quanto ao semeado nos lugares pedregosos, este é o que ouve a palavra e a aceita imediatamente com alegria. 21 Contudo, ele não tem raiz em si mesmo, mas continua por algum tempo, e depois de ter surgido tribulação ou perseguição, por causa da palavra, logo tropeça. 22 Quanto ao semeado entre os espinhos, este é o que ouve a palavra, mas as ansiedades deste sistema de coisas e o poder enganoso das riquezas sufocam a palavra, e ele se torna infrutífero. 23 Quanto ao semeado em solo excelente, este é o que ouve a palavra e a entende, que realmente dá fruto e produz, este cem vezes mais, aquele sessenta vezes mais, outro trinta vezes mais."

Não é algo fácil. A ilustração de Jesus deixa isto bem claro. Esta caminhada envolve ter um coração de carne, um coração sensível, humildade, conhecimento, entendimento, discernimento e sabedoria. Temos de aceitar como verdade o fato de Jesus ser o porta-voz de Jeová, aceitá-lo como o ÚNICO que realmente conhecia a Jeová. Significa também aceitar que Jesus só falou a verdade. Jesus disse: "Eu sou a verdade". Significa também aceitar o fato de que Jesus mostrou ser uma cópia idêntica do Pai. Jesus disse: “Eu e o Pai somos um. Ao ouvir o "Sermão do Monte" qual é a minha reação?? Depois de ouvir o “Sermão do Monte”, eu preciso AMAR cada artigo desta lei. A ovelha autêntica AMA praticar o Sermão do Monte.

Significa também comparar a "verdade" falada por Jesus com quaisquer outras declarações de quaisquer humanos, antes ou depois de Jesus. Se não forem exatamente iguais ao que foi falado por Jesus, trata-se de uma mentira. No Dia da Verdade, a vergonha ficará para aquele que falou e para aqueles que acreditaram.

Acreditar no que Jesus fala é uma das atitudes das ovelhas de Jesus. Ovelhas de Jesus seguem a Jesus. A ovelha de Jesus não precisa de nenhum intermediário entre ela e Jesus. A ovelha de Jesus não segue a nenhum intermediário. (João 10:25-30) 25 Jesus respondeu-lhes: “Eu vos disse, e ainda assim não acreditais. As obras que eu faço em nome de meu Pai, essas dão testemunho de mim. 26 Mas, vós não acreditais, porque não sois das minhas ovelhas. 27 MINHAS ovelhas escutam a MINHA voz e eu as conheço, E ELAS ME SEGUEM. 28 E eu lhes dou vida eterna e elas não serão jamais destruídas, e ninguém as arrebatará da minha mão. 29 Aquilo que meu Pai me deu é algo maior do que todas as outras coisas, e ninguém as pode arrebatar da mão do Pai. 30 Eu e o Pai somos um.”

Nenhuma das ovelhas de Jesus devem ter o desejo de serem líderes. Assim falou o Mestre: (Mateus 23:8-10) 8 Mas vós, não sejais chamados Rabi, pois UM SÓ É O VOSSO INSTRUTOR, ao passo que todos vós sois irmãos. 9 Além disso, não chameis a ninguém na terra de vosso pai, pois um só é o vosso Pai, o Celestial. 10 TAMPOUCO SEJAIS CHAMADOS ‘LÍDERES’, pois o vosso Líder é um só, o Cristo.



Para finalizar, vejamos o comportamento que foi previsto para o Mestre, para a Ovelha Mestre, Jesus. (Isaías 53:7) 7 Viu-se apertado e DEIXOU-SE atribular; contudo, não abria a sua boca. Foi trazido QUAL OVÍDEO ao abate; e COMO A OVELHA fica muda diante dos seus tosquiadores, tampouco ele abria a sua boca.

E agora, vejamos o comportamento real e o sentimento da Ovelha Mestre, Jesus, no momento de sua morte: (Lucas 23:32-38) 32 Mas, dois outros homens, malfeitores, também estavam sendo levados para serem executados com ele. 33 E quando chegaram ao lugar chamado Caveira, pregaram-no numa estaca, e assim também os malfeitores, um à sua direita e outro à sua esquerda. 34 [[MAS JESUS ESTAVA DIZENDO: “PAI, PERDOA-LHES, POIS NÃO SABEM O QUE ESTÃO FAZENDO.”]] Outrossim, para distribuírem as roupas dele, lançaram sortes. 35 E o povo parava, olhando. Mas os governantes ESCARNECIAM, dizendo: “A outros ele salvou; salve-se a si mesmo, se este é o Cristo de Deus, o Escolhido.” 36 Até mesmo os soldados SE DIVERTIAM às custas dele, chegando-se perto e oferecendo-lhe vinho acre, 37 e dizendo: “Se tu és o rei dos judeus, salva-te.” 38 Havia também uma inscrição por cima dele: “Este é o rei dos judeus.”

A única pergunta que podemos fazer a nós mesmos é: Tenho este mesmo sentimento? O que revelam as minhas reações nos problemas do dia a dia?? Estou treinando, estou praticando estes sentimentos da Ovelha Mestre??

Já que nós não sabemos o que é ser uma ovelha, o nosso Criador e Pai providenciou um exemplo, um Modelo. Este Modelo, a Ovelha Mestre, é para ser imitado por todas as ovelhas de Jeová, isto é, nós, os seres humanos em cada detalhe de nosso dia a dia.