DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O INÍQUO

Criada em 02/07/09 - Modificada em 08/07/09



Quanto valor você dá àquele que comete iniquidade contra você? Quanto valor você dá àquele que blasfema contra você?

Quanto valor dá você ao iníquo?? Quanto valor dá você àquele que não serve a Deus?? Quanto valor você dá àquele que blasfema contra Jeová?

Quanto valor dá o próprio Jeová para tais pessoas que agem como inimigas Dele?? Que sentimento tem Jeová por tais pessoas??

"VÓS" HAVEIS DE VER A DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O INÍQUO

(Malaquias 3:13-18) 13 FORTES FORAM AS VOSSAS PALAVRAS CONTRA MIM, disse Jeová. E dissestes: “Que falamos entre nós CONTRA ti?” 14 Dissestes: ‘De nada vale servir a Deus. E que lucro há em termos cumprido a obrigação para com ele e em termos andado acabrunhados por causa de Jeová dos exércitos? 15 E atualmente declaramos felizes os presunçosos. Também os praticantes da iniqüidade foram edificados. Eles também têm experimentado a Deus e conseguem safar-se.’” 16 Naquele tempo, os que temiam a Jeová falaram um ao outro, cada um ao seu companheiro, e Jeová prestava atenção e escutava. E começou-se a escrever perante ele um livro de recordação para os que temiam a Jeová e para os que pensavam no seu nome. 17 E eles hão de tornar-se meus”, disse Jeová dos exércitos, “NO DIA em que eu produzir uma propriedade especial. E vou ter compaixão deles assim como o homem tem compaixão do seu filho que o serve. 18 E VÓS haveis (*)de ver novamente (HAVEIS DE RETORNAR E VER) [a diferença] entre o justo e o iníquo, entre o que serve a Deus e o que não o serviu.”

(*) Literalmente reza: E vós haveis de RETORNAR e VER a "diferença" entre o justo e o iníquo.


Vereis a diferença entre o justo e o iníquo. Vereis a diferença entre o que serve a Deus e o que não o serviu. No dia em que Eu produzir uma propriedade especial, VÓS haveis de ver a diferença entre o justo e o iníquo. Tratava-se de uma PROMESSA feita àqueles com quem Ele estava falando, isto é, aqueles que falavam contra Jeová. Com quem Jeová (Javé) falava tais palavras?? Aquele que falaram fortes palavras contra Jeová.

Os que falavam tais “fortes palavras” contra Jeová eram pessoas justas ou eram pessoas iníquas?? Bem, qualquer um que fale palavras contra Jeová é um iníquo, não é verdade?? Quanto a isto não há nenhuma dúvida.

Neste caso, Jeová estava falando para aqueles que “serviam a Deus”.

Quem eram os que serviam a Deus?? O próprio povo havia afirmado que eles eram aqueles que cumpriam as obrigações. Afirmavam que eles eram aqueles que serviam a Deus. Não foram eles os que afirmaram: “De nada vale servir a Deus??

A nação israelita era a nação que servia a Deus.


A Edição Pastoral (Editora Paulus) verte assim esta passagem: Os justos verão a justiça -* (Malaquias 3:13-18) 13 Vocês usaram palavras duras contra mim - diz Javé. Vocês perguntam: «O que é que foi que falamos contra ti?» 14 Vocês disseram: «É inútil servir a Deus. Que proveito a gente tira em guardar os mandamentos dele ou andar vestindo luto frente a Javé dos exércitos? 15 Vamos, então, felicitar os soberbos; eles progridem praticando o mal, desafiam a Deus e não são castigados». 16 E assim comentavam os que temem a Javé: «Javé ouviu com atenção, diante dele um livro foi escrito para lembrar todas as coisas que são a favor dos que o temem e honram o seu nome». 17 Esses, - diz Javé dos exércitos - quando eu resolver agir, serão a minha propriedade particular. Terei compaixão deles como um pai tem compaixão do filho que lhe presta serviço. 18 Então vocês hão de se converter e verão a diferença que existe entre o justo e o ímpio, entre um que serve a Deus, e outro que não lhe serve.



ELES TINHAM OS SEUS PRÓPRIOS CONCEITOS QUANTO A QUEM ERAM OS JUSTOS E QUANTO A QUEM ERAM OS INÍQUOS. SERÁ QUE ESTE CONCEITO ERA CORRETO?? SERÁ QUE ERA O MESMO CONCEITO DE DEUS??


JEOVÁ LHES PROMETEU: VOCÊS VERÃO A DIFERENÇA ENTRE JUSTO E INÍQUO.


Jeová fala: VÓS haveis de retornar. Quem haveria de retornar e ver a diferença entre o justo e o iníquo??

A 2ª pessoa do plural = vós. As pessoas a quem Jeová dirigia a palavra. São estes para os quais Jeová disse: Fortes foram as vossas palavras CONTRA mim. Estes afirmaram: nós temos cumprido a obrigação para com Jeová e Ele não eliminou os presunçosos e os praticantes de iniquidade. Aqueles que não cumpriram esta obrigação para com Jeová TAMBÉM estão sendo edificados. Os que afirmavam terem cumprido a obrigação para com Jeová estavam sendo edificados e notavam que aqueles que não haviam cumprido a obrigação para com Jeová ASSIM COMO eles, também estavam sendo edificados. NÓS SOMOS OS JUSTOS E ELES SÃO OS INÍQUOS. Logo, pensavam e conversavam entre si: Jeová é injusto conosco; Ele é um Deus injusto. Jeová prestava atenção e escutava.

Quem falava estas palavras ofensivas contra Jeová?? Quem eram estes que blasfemavam contra Jeová?? Tratava-se dos que retornaram e reconstruíram Jerusalém e o templo. Estes estavam vendo seus iníquos vizinhos sendo edificados.

Por seus sentimentos e suas afirmações, estes não se consideravam nem presunçosos, nem praticantes de iniquidade. ESTES ACHAVAM-SE INJUSTIÇADOS POR JEOVÁ. Para eles, Jeová deveria eliminar os praticantes de iniquidade, que também eram presunçosos. Nós temos servido a Jeová; nós somos os justos. Eles não servem a Jeová; eles são iníquos. Nós cumprimos os rituais e chamamos Jeová de nosso Deus.

Eles conversavam entre si e Jeová ouvia. Jeová considerou tais SINCERAS expressões do seu povo amado, como blasfêmia contra Ele - FORTES foram vossas palavras CONTRA mim. No entanto, Jeová lhes diz que tais blasfemadores retornariam e veriam a diferença entre justo e iníquo, e isto, em um Dia no futuro. Certamente, seus conceitos sobre justo e iníquo seriam revistos. Naquele momento, estes não se viam como iníquos.

A PROMESSA - VÓS, OS QUE VOS CONSIDERASTES JUSTOS E QUE CONSIDERAIS OS DEMAIS COMO INÍQUOS E PRESUNÇOSOS, SEREIS TRAZIDOS DE VOLTA POR MIM PARA QUE VEJAIS A DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O INÍQUO E ENTRE O QUE SERVE A DEUS E O QUE NÃO O SERVIU.

Para a geração anterior que habitava Jerusalém, formando o perfil da cidade e que havia morrido no exílio como uma das punições previstas, Jeová havia falado as seguintes palavras: “Vocês (esta geração) são mais iníquas que Sodoma”. Falou mais: “Vocês agiram com iniquidade maior do que TODAS as nações ao redor”. Parece que AINDA não haviam entendido o ponto em questão. (Ezequiel 16:1-3) 16 E a palavra de Jeová veio a mim adicionalmente, dizendo: 2 “Filho do homem, faze saber a Jerusalém as suas coisas detestáveis. 3 E terás de dizer: ‘Assim disse o Soberano Senhor Jeová a Jerusalém:Tua origem e teu nascimento é da terra do cananeu. Teu pai era amorreu e tua mãe hitita.
(Ezequiel 16:46-48)
46 “‘E tua irmã mais velha é a própria Samaria com as suas aldeias dependentes, que mora à tua esquerda, e tua irmã mais moça do que tu, que mora à tua direita, é Sodoma com as suas aldeias dependentes. 47 E não andaste nos seus caminhos, nem fizeste segundo as suas coisas detestáveis . Em pouco tempo começaste a agir ainda mais ruinosamente do que elas, em TODOS os teus caminhos. 48 Assim como vivo’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová, ‘Sodoma, tua irmã, ela com as suas aldeias dependentes, não fez segundo o que tu fizeste, tu e as tuas aldeias dependentes. (Ezequiel 16:52) 52 Também tu, carrega a tua humilhação ao teres de argumentar a favor de tuas irmãs. Em vista dos teus pecados, nos quais agiste de modo MAIS detestável do que elas [agiram], ELAS SÃO MAIS JUSTAS DO QUE TU. E também tu, envergonha-te e carrega a tua humilhação por fazeres as tuas irmãs parecer justas.’

(Ezequiel 5:5-9) 5 Assim disse o Soberano Senhor Jeová: ‘Esta é Jerusalém. Coloquei-a no meio das nações, com terras ao seu redor. 6 E ela passou a comportar-se rebeldemente contra as minhas decisões judiciais, EM INIQÜIDADE MAIOR DO QUE AS NAÇÕES, e contra os meus estatutos, MAIS DO QUE AS TERRAS AO SEU REDOR, pois rejeitaram as minhas decisões judiciais, e quanto aos meus estatutos, não andaram neles.’ 7 Portanto, assim disse o Soberano Senhor Jeová: ‘Visto que FOSTES MAIS TUMULTUOSOS DO QUE AS NAÇÕES AO VOSSO REDOR, não andastes nos meus estatutos e não executastes as minhas decisões judiciais — mas, porventura não agistes segundo as decisões judiciais das nações ao vosso redor? — 8 portanto, assim disse o Soberano Senhor Jeová: “Eis que sou contra ti, [ó cidade,] sim, eu, e vou executar no teu meio decisões judiciais aos olhos das nações. 9 E vou fazer em ti o que não fiz e como não mais farei, por causa de todas as tuas coisas detestáveis.


Jeová afirma claramente que o povo escolhido e ensinado revelou ser MAIS INÍQUO que todos os demais povos. Apesar destas afirmações de Jeová, eles ainda se consideravam como uma "nação santa".

Mesmo assim, Jeová não desistiu de seu povo amado, que mesmo depois de tudo isso, ainda estava blasfemando contra Ele. Antes, GARANTIU para estes um retorno, onde aprenderiam e veriam o que é REALMENTE um justo, veriam a real diferença entre o justo e o iníquo. Certamente seriam envergonhados. Estes ainda não tinham percebido que, eles estarem ali vivos, estarem sendo edificados, era fruto da grande misericórdia de Jeová para com o mais iníquo dos filhos. Eles eram os mais iníquos dos filhos. Jeová iniciou sua mensagem para Malaquias e sua geração com as seguintes palavras: "Eu vos amei". Decerto os punidos que haviam retornado para reconstruir Jerusalém e o templo perguntaram: Como nos amaste, se nos punistes tão severamente?? Ao que Jeová respondeu: Vejam seus irmãos edomitas (filhos de Esaú), que não permitirei que se reorganizem como povo e retornem de forma permanente para suas terras e reconstruam suas cidades, a estes Eu odiei (tratei com ódio). Se reconstruírem, farei que sejam devastadas e vocês mesmos o verão. As reais palavras faladas por Jeová são:  (Malaquias 1:1-5) 1 Uma pronúncia: A palavra de Jeová a respeito de Israel, por intermédio de Malaquias: 2 “Eu vos amei”, disse Jeová. E vós dissestes: “De que modo nos amaste?” “Não foi Esaú irmão de Jacó?” é a pronunciação de Jeová. “Mas a Jacó eu amei 3 e a Esaú eu odiei; e finalmente fiz os seus montes um baldio desolado e a sua herança para os chacais do ermo.” 4 “Visto que Edom está dizendo: ‘Fomos destroçados, mas retornaremos e construiremos [os] lugares devastados’, assim disse Jeová dos exércitos: ‘Eles, da sua parte, construirão; mas eu, da minha parte, derrubarei. E as pessoas certamente os chamarão de “território da iniqüidade” e “o povo que Jeová verberou por tempo indefinido”. 5 E vossos próprios olhos [o] verão e vós mesmos direis: “Magnificado seja Jeová sobre o território de Israel.”’”


No entanto, não havia Jacó se comportado como o mais iníquo que todos os demais povos ao redor, inclusive que seu irmão Esaú?? A punição merecida não seria se tornar um povo que Jeová verberou por tempo indefinido, tal qual seu irmão Esaú, e também tal qual Sodoma??

No entanto, Jeová lhes diz: Vejam, é a vocês, os que agiram de forma MAIS INÍQUA, que Eu escolhi para demonstrar todo o meu amor. Dei a vocês UMA LEVE PUNIÇÃO, não a que foi prometida a vocês para este caso. No entanto, mesmo depois da LEVE PUNIÇÃO, vocês continuam a blasfemar contra mim; continuam a usar a língua contra mim.

Depois desta interessante introdução, Jeová passa a mostrar a seu povo amado as suas NOVAS ofensas contra Ele; eles estavam multiplicando declarações contra Jeová. Jeová chamou a atenção para estas NOVAS declarações: (Malaquias 1:6) 6 “‘O filho, da sua parte, honra o pai; e o servo, seu grandioso amo. Portanto, se eu sou pai, onde está a honra [dada] a mim? E se eu sou um grandioso amo, onde está o medo de mim?’ disse Jeová dos exércitos a vós, sacerdotes, que DESPREZAIS o meu nome.. . .
 (Malaquias 1:12-13) 12 “Mas vós me profanais COM A VOSSA DECLARAÇÃO:A mesa de Jeová é algo poluído, e seu fruto, seu alimento, é algo desprezível.’ 13 E dissestes: ‘Eis! Que fadiga!’ e fizestes que se fungasse por causa disso’, disse Jeová dos exércitos. “E trouxestes o que fora arrebatado, e o coxo, e o doente; sim, vós [o] trouxestes como presente. Posso eu ter prazer nele da vossa mão?” disse Jeová.

(Malaquias 2:17) 17 “Fatigastes a Jeová COM AS VOSSAS PALAVRAS e dissestes:De que modo [o] fatigamos?’ Por dizerdes: ‘Todo aquele que faz o mal é bom aos olhos de Jeová e de tais é que ele mesmo se agrada’; ou: ‘Onde está o Deus da justiça?’”
(Malaquias 3:8-9) 8 “Porventura roubará o homem terreno a Deus?
Mas vós me roubais.E dissestes: “De que modo te roubamos?” “Nas décimas partes e nas contribuições. 9 VÓS [ME] AMALDIÇOAIS com a maldição e é a mim que roubais — A NAÇÃO NA SUA INTEIREZA.


Vos me trouxestes como presente aquilo que vocês roubaram de outras pessoas, sim, aquilo que vocês arrebataram em roubo, sim, aquilo que vocês saquearam das outras pessoas. Arrebatar coisas dos iníquos após sitiar suas cidades e matar todos os homens também era roubar.


Que situação calamitosa!! ELES VIAM A INIQUIDADE DE OUTROS, NO ENTANTO, NÃO VIAM SUAS INIQUIDADES. Mesmo depois de levemente punidos, a nação na sua inteireza, estava amaldiçoando a Jeová. Não havia ninguém, ninguém para ser elogiado por Jeová. Não havia ninguém que tivesse refreado sua língua para não amaldiçoar a Jeová. Neste caso, era necessário uma grande quantidade de amor para com o mais iníquo dos povos. Estes, além de não enxergarem sua própria iniquidade, ainda pediam ampla punição para outros que agiam com iniquidade. Também chamavam a estes iníquos de presunçosos.
No entanto, foi para este povo que O amaldiçoava, que Jeová afirmou: Vós retornareis; vós retornareis e finalmente vereis a diferença entre o justo e o iníquo.

Quanta bondade!

É a bondade de Jeová.

Ao verem a real diferença entre o que serve a Deus e o que não o serviu, como se sentiriam tais filhos? Que previsão fez o próprio Jeová para tais filhos amados? (Ezequiel 16:51-63) 51 “‘E quanto a Samaria, ela não cometeu nem a metade dos teus pecados, mas tu continuaste a fazer abundar as tuas coisas detestáveis mais do que elas, de modo que fizeste as tuas irmãs parecer justas por causa de todas as tuas coisas detestáveis que praticaste. 52 Também tu, CARREGA A TUA HUMILHAÇÃO ao teres de argumentar a favor de tuas irmãs. Em vista dos teus pecados, nos quais agiste de modo mais detestável do que elas [agiram], elas são mais justas do que tu. E também tu, ENVERGONHA-TE E CARREGA A TUA HUMILHAÇÃO por fazeres as tuas irmãs parecer justas.’ 53 “‘E eu vou recolher os seus cativos, os cativos de Sodoma e das suas aldeias dependentes, e os cativos de Samaria e das suas aldeias dependentes; vou recolher também os teus cativos no seu meio, 54 PARA QUE CARREGUES A TUA HUMILHAÇÃO; e TERÁS DE SENTIR-TE HUMILHADA em vista de tudo o que fizeste, sendo que tu as consolaste. 55 E tuas próprias irmãs, Sodoma e suas aldeias dependentes, retornarão ao seu estado anterior, e Samaria e suas aldeias dependentes retornarão ao seu estado anterior, e tu mesma e tuas aldeias dependentes retornareis ao vosso estado anterior. 56 E Sodoma, tua irmã, não se mostrou algo digno de se ouvir tua boca [mencionar] no dia do teu orgulho, 57 antes que a tua própria maldade chegasse a ser exposta, assim como no tempo do vitupério das filhas da Síria e de todas ao redor dela, as filhas dos filisteus, as que te menosprezam, por todos os lados. 58 A tua conduta desenfreada e as tuas coisas detestáveis, tu mesma terás de carregá-las, é a pronunciação de Jeová.” 59 “Pois assim disse o Soberano Senhor Jeová: ‘Também terei de fazer contigo assim como tu fizeste, porque desprezaste o juramento, violando [meu] pacto. 60 E eu, eu mesmo, terei de lembrar-me do meu pacto contigo nos dias da tua mocidade e terei de estabelecer para ti um pacto de duração indefinida. 61 E certamente te lembrarás dos teus caminhos E TE SENTIRÁS HUMILHADA AO ACOLHERES AS TUAS IRMÃS, as mais velhas do que tu bem como as mais moças do que tu, e eu hei de dá-las a ti por filhas, mas não devido ao teu pacto.’ 62 “‘E eu, eu mesmo, vou estabelecer contigo o meu pacto; e terás de saber que eu sou Jeová, 63 PARA TE LEMBRARES E REALMENTE TE ENVERGONHARES, e para que não mais venhas a ter razão para abrir a boca por causa da tua humilhação, QUANDO EU FIZER EXPIAÇÃO POR TI, POR TUDO O QUE FIZESTE, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.”

Para o mais iníquo dos filhos, Jeová não previu a morte eterna. A previsão de Jeová é de vida para o mais iníquo dos povos. Além de vida, ainda teriam a função de defender suas irmãs, que antes eles acusavam de iniquidade. Agora iriam ter o sentimento materno por aqueles que antes queriam ver mortos por serem iníquos.
Teriam de cuidar de seus irmãos; agora os veriam como seus irmãos; veriam como mais que irmãos; veriam como filhos. Reconhecerão que foram tratados com tamanha misericórdia; depois de verem claramente que foram muito mais iníquos do que todos os não ensinados, ou seja, os que não serviam a Deus, e sentirão que foram tratados com muita misericórdia.

Estes que fizeram Sodoma, Samaria e todas as suas iníquas irmãs parecerem JUSTAS, finalmente verão a diferença entre justo e iníquo e entre o que serve a Deus e o que não o serviu. Foi previsto que defenderão suas irmãs perante Jeová. Como poderiam fazer algo diferente disso??

Individualmente, podemos antecipar esta vergonha e humilhação, pois sabemos que Jeová já perdoou todo e qualquer pecado que cometemos, sim, Ele já perdoou. Não precisamos fazer nada para MERECER o perdão; é um ato UNILATERAL da parte de Jeová.

Jeová quer que façamos o mesmo em relação a nosso próximo para todo e qualquer tipo de pecado, e para toda e qualquer quantidade de pecado: (Mateus 6:14-15) 14 “Pois, SE perdoardes aos homens as suas falhas, TAMBÉM o vosso Pai celestial vos perdoará; 15 ao passo que, SE NÃO perdoardes aos homens as suas falhas, TAMPOUCO o vosso Pai vos perdoará as vossas falhas.

Se não perdoarmos uma dívida qualquer do nosso próximo, como teremos coragem de fazer a oração do Pai Nosso?? (Mateus 6:9-13) 9 “Portanto, tendes de orar do seguinte modo: “‘Nosso Pai nos céus, santificado seja o teu nome. 10 Venha o teu reino. Realize-se a tua vontade, como no céu, assim também na terra. 11 Dá-nos hoje o nosso pão para este dia; 12 e perdoa-nos as nossas dívidas, ASSIM COMO nós também temos perdoado aos nossos devedores. 13 E não nos leves à tentação, mas livra-nos do iníquo.

Aquele que age como nosso inimigo, como Jeová quer que nós o tratemos?? Exatamente igual a como Ele tratou e trata os seus inimigos. Quem se revelou ser mais inimigo de Jeová?? Não foi seu povo amado e ensinado??: (Mateus 5:43-48) 43 “Ouvistes que se disse: ‘Tens de amar o teu próximo e odiar o teu inimigo.’ 44 No entanto, eu vos digo: Continuai a amar os vossos inimigos e a orar pelos que vos perseguem; 45 PARA QUE mostreis ser filhos de vosso Pai, que está nos céus, visto que ele faz o seu sol levantar-se sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos. 46 Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem também a mesma coisa os cobradores de impostos? 47 E, se cumprimentardes somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não fazem também a mesma coisa as pessoas das nações? 48 Concordemente, tendes de ser perfeitos, ASSIM COMO o vosso Pai celestial é perfeito.

Para a geração de seus dias, assim falou Jesus: Vocês são piores que Sodoma, piores que Tiro e Sídon, piores que Nínive; se eles ouvissem o que lhes falo e vissem o que vocês estão vendo, eles se arrependeriam em saco e cinzas. No último dia eles condenarão vocês.  Assim falou Jesus: (Mateus 12:41-42) 41 Homens de Nínive se levantarão no julgamento com esta geração e a condenarão; porque eles se arrependeram com o que Jonas pregou, mas, eis que algo maior do que Jonas está aqui. 42 A rainha do sul será levantada no julgamento com esta geração e a condenará; porque ela veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão, mas, eis que algo maior do que Salomão está aqui. 

 (Mateus 11:20-24) 20 Principiou então a censurar as cidades nas quais se realizaram a maioria das suas obras poderosas, porque não se arrependeram: 21 “Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque se tivessem ocorrido em Tiro e Sídon as obras poderosas que ocorreram em vós, há muito se teriam arrependido em saco e cinzas. 22 Conseqüentemente, eu vos digo: No Dia do Juízo será mais suportável para Tiro e Sídon do que para vós. 23 E tu, Cafarnaum, serás por acaso enaltecida ao céu? Até o Hades descerás; porque, se as obras poderosas que ocorreram em ti tivessem ocorrido em Sodoma, ela teria permanecido até o dia de hoje. 24 Conseqüentemente, eu vos digo: No Dia do Juízo será mais suportável para a terra de Sodoma do que para ti.”

As claras palavras de Jesus foram: Os homens de Sodoma são mais justos que esta geração, pois se eles tivessem visto tais obras poderosas, certamente obedeceriam.

Palavras semelhantes, Jeová já havia falado para seu rebelde povo amado: Se Eu te enviasse a outros povos cujo idioma é incompreensível para você, estes te escutariam, no entanto, meu povo amado não vai querer escutar-te, pois não querem ouvir as minhas palavras. (Ezequiel 2:3-5) 3 E ele prosseguiu, dizendo-me: “Filho do homem, envio-te aos filhos de Israel, a nações rebeldes que se rebelaram contra mim. Eles mesmos, bem como seus antepassados, transgrediram contra mim até o próprio dia de hoje. 4 E a filhos de face insolente e de coração duro — a estes te envio, e tens de dizer-lhes: ‘Assim disse o Soberano Senhor Jeová.’ 5 E quanto a eles, quer ouçam quer se refreiem [de ouvir] — pois são uma casa rebelde — hão de saber também que veio a haver mesmo um profeta no seu meio.
Ezequiel 3:4-7) 4 E ele continuou a dizer-me: “Filho do homem, vai, entra no meio da casa de Israel, e tens de falar-lhes com as minhas palavras. 5 
Pois não estás sendo enviado a um povo de idioma incompreensível ou de língua pesada, [mas] à casa de Israel, 6 não a numerosos povos de idioma incompreensível ou de língua pesada, cujas palavras não possas ouvir [com entendimento]. SE EU TE TIVESSE ENVIADO A TAIS, SERIAM ELES OS QUE TE ESCUTARIAM. 7 Mas, quanto à casa de Israel, não vão querer escutar-te, pois não querem escutar a mim; porque TODOS os da casa de Israel são de cabeça dura e de coração duro.

Como poderiam se arrepender?? Se arrepender do que? Eles se achavam justos, não viam iniquidade nos seus atos. (Jeremias 8:8-12) 8 “‘Como podeis dizer: “Somos sábios e a lei de Jeová está conosco”? Seguramente, pois, o ESTILO FALSO dos secretários trabalhou em pura falsidade. 9 Os sábios ficaram envergonhados. Ficaram aterrorizados e serão apanhados. Eis que REJEITARAM a própria palavra de Jeová, e que sabedoria é que eles têm? 10 Por isso entregarei as suas esposas a outros homens, seus campos, aos que tomam posse; pois, desde o menor até mesmo ao maior, cada um está obtendo lucro injusto; desde o profeta até mesmo ao sacerdote, cada um age de modo falso. 11 E tentam sarar superficialmente o quebrantamento da filha do meu povo, dizendo: “Há paz! Há paz!” quando não há paz. 12 Acaso sentiram vergonha por terem feito o que era detestável? Em primeiro lugar, eles positivamente não podiam sentir-se envergonhados; em segundo lugar, não sabem nem mesmo como sentir-se humilhados. “‘Por isso cairão entre os que estão caindo. Tropeçarão no tempo de se fixar a atenção neles’, disse Jeová.

O secretário tinha de fazer uma coisa aparentemente simples, que era copiar palavra por palavra do que já estava escrito, sem modificar nada. Uma simples cópia xerox. Não devia modificar o que estava escrito, atribuindo-lhe um novo sentido, que aos seus olhos ficaria mais certo que o antigo sentido. Isto significava abandonar a sabedoria de Jeová para dar um entendimento humano, pessoal, para aquela frase ou grupo de frases. Seria abandonar a opinião de Jeová, o depoimento de Jeová, para dar a visão humana. Jeová afirmou fazer isto é rejeitar a própria palavra de Jeová.

Estes humanos conseguiam ver erro até mesmo nas palavras e nas atitudes de Jeová. Tanto a geração que foi punida com o exílio, como a geração que voltou para reconstruir Jerusalém e o templo, assim como também as gerações anteriores agiram da mesma forma.

No entanto, estes viam as nações em volta como nações iníquas que precisavam e tinham de ser totalmente destruídas. Certamente, tratava-se de um povo cego.

A QUESTÃO É BEM CLARA: Aquele que se torna iníquo terá de ser morto ou deverá ser perdoado??



Eles, a casa de Jacó, desejavam a morte para os iníquos. Será que este desejo em seus corações agradava a Jeová?? Será que Jeová os acompanhava neste mesmo sentimento pelos iníquos??


As palavras de Jesus, aquele único que realmente conhecia o Pai, revelam que o Pai CONTINUAVA AMANDO àqueles que agiam como inimigos Dele.


CERTAMENTE, O PAI NÃO ACOMPANHAVA A CASA DE JACÓ, NOS SEUS SENTIMENTOS PELOS INÍQUOS.


O que caracteriza um justo??


Ele ama o iníquo de forma incondicional, e como um "ajudador", estará sempre à procura deste para oferecer-lhe a cura (através da palavra e através do exemplo).


Jesus foi o exemplo de homem “justo”.

No lugar de odiar o iníquo, no lugar de sentir aversão pelo iníquo, no lugar de sentir inimizade plo iníquo, Jesus, o homem justo, amava o iníquo e ía atrás dele para o salvar.


A casa de Israel e seus mentores estavam totalmente enganados quanto a definição de um homem justo.


Aquele que deseja se ver livre do iníquo, que abomina o iníquo, que odeia o iníquo, que despreza o iníquo, não é um justo. É apenas um iníquo, pois o seu coração tem sentimentos como o ódio, o desprezo, a inimizade, a indiferença por alguém que é seu próximo.


Como poderia ser justo aquele humano que odeia àquele que Jeová ama.

Será que o Pai ficaria contente com algum humano que odiasse Davi e que amaldiçoasse Davi??

Embora Davi odiasse pecadores e sentisse desprezo por outros pecadores, mesmo assim ele permanecia como servo amado de Jeová, não continuava??


Não estava Davi sendo perdoado de seus pecados?? Não continuava sendo amado por Jeová??

Será que existe alguma parcialidade em Jeová??

Não, não existe.

Jeová provou que continuava amado alguém muito iníquo e que continuava se relacionando e abençoando alguém iníquo, não provou??


O Pai tinha um objetivo amoroso em relação a seu iníquo filho. O Pai desejava que seu iníquo filho deixasse de ser um iníquo e aprendesse a ser um justo.


No entanto, em face do tratamento amigável que recebia do Pai, Davi se sentia um filho justo, desprezando, odiando e matando outros iníquos, como se ele estivesse do lado de Jeová, Aquele que o havia escolhido e o mantinha como um escolhido.







Topo desta página