PRODUZA COISAS PRECIOSAS DE COISAS SEM VALOR


 

Criada em 16/07/09   Modificada em 28/07/09

JEOVÁ FALA DIRETAMENTE PARA SEU PORTA-VOZ.


SE VOLTARES: (Jeremias 15:15-21) 15 Tu mesmo [o] soubeste. Ó Jeová, lembra-te de mim e volta tua atenção para mim, e vinga-me dos meus perseguidores. Na tua vagarosidade em irar-te, não me tires. Nota como suporto vitupério por tua própria causa. 16 Acharam-se as tuas palavras e eu passei a comê-las; e tua palavra torna-se para mim a exultação e a alegria do meu coração; pois o teu nome foi invocado sobre mim, ó Jeová, Deus dos exércitos. 17 Não me sentei no [meio do] grupo íntimo dos que fazem pilhérias, nem comecei a rejubilar. Por causa da tua mão, sentei-me inteiramente à parte, pois me encheste de verberação. 18 Por que se tornou crônica a minha dor e incurável o meu golpe? Negou-se a sarar. Decididamente, tu te tornas para mim como algo enganoso, como águas que não mostraram ser de confiança. 19 Portanto, assim disse Jeová: “SE VOLTARES, então te trarei de volta. Estarás de pé diante de mim. E se produzires de coisas sem valor aquilo que é precioso, tornar-te-ás como a minha própria boca. Eles é que voltarão a ti, mas tu mesmo não voltarás a eles.” 20 “E eu fiz de ti para este povo uma muralha fortificada de cobre; e hão de lutar contra ti, mas não prevalecerão contra ti. Porque estou contigo para te salvar e para te livrar”, é a pronunciação de Jeová. 21 “E vou livrar-te da mão dos maus e vou remir-te da palma da mão dos tirânicos.”

Onde estava Jeremias, que precisava VOLTAR?? Para onde havia ido Jeremias, que precisava VOLTAR?? Do que havia Jeremias se afastado, que precisava RETORNAR??


SE PRODUZIRES DE COISAS SEM VALOR, AQUILO QUE É PRECIOSO!


Como transformar aquilo que nada vale em algo que é precioso??

O que eram as “coisas sem valor”, as coisas que Jeremias havia afirmado serem coisas sem valor?? Afirmou Jeremias: Não me sentei no [meio do] grupo íntimo dos que fazem pilhérias, sentei-me inteiramente à parte. Estas eram as coisas que do ponto de vista de Jeremias não tinham mais nenhum valor. Eram coisas a serem destruídas. Eram seus irmãos, habitantes de Jerusalém; eram seus irmãos judeus, a tribo de Judá junto com os levitas. Jeremias queria “vingança”; queria ver o mal acontecendo com seus irmãos. Jeremias queria vê-los mortos.


Me encheste de VERBERAÇÃO.

O que é verberação?? É o ato de verberar.

O que é VERBERAR?? Segundo certo dicionário verberar é...

VERBERAR v.t. Açoitar, fustigar, flagelar. / Repreender com energia; censurar, criticar. / — V.i. Refletir-se, reverberar.

QUE OBJETIVO TINHAM as duras palavras (frases) de Jeová que açoitavam, fustigavam, censuravam, criticavam e repreendiam com energia desde o rei até o povo comum, que Jeremias tinha de repetir para o povo (verberação)?? Jeová responde: (Isaías 55:6-11) 6 Buscai a Jeová enquanto pode ser achado. Chamai-o enquanto mostra estar perto. 7 Deixe o iníquo o seu caminho e o homem prejudicial os seus pensamentos; e retorne ele a Jeová, que terá misericórdia com ele, e ao nosso Deus, porque perdoará amplamente. 8 “Pois os vossos pensamentos não são os meus pensamentos, nem os meus caminhos, os vossos caminhos”, é a pronunciação de Jeová. 9 “Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim os meus caminhos são mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, do que os vossos pensamentos. 10 Pois assim como desce dos céus a chuvada e a neve, e não volta àquele lugar, a menos que realmente sature a terra e a faça produzir e brotar, e se dê de fato semente ao semeador e pão ao comedor, 11 assim mostrará ser a minha palavra que sai da minha boca. Não voltará a mim sem resultados, mas certamente fará aquilo em que me agradei e terá êxito certo naquilo para que a enviei.

Minha palavra sempre apresentará o resultado para o qual Eu a destinei, falou Jeová. As verberações de Jeová tinham o objetivo de fazer com que o homem iníquo, o homem prejudicial voltasse atrás de seus caminhos e de seus pensamentos.

Se de homens iníquos (coisas sem valor), produzires homens justos (aquilo que é precioso), te tornarás igual à minha própria boca. Sim, a boca de Jeová, a palavra saída de sua boca boca tem este nobre objetivo vivificante.

Diferente dos humanos, inclusive de Jeremias, Jeová NÃO SE DESVIA de seu objetivo. O Seu objetivo é fazer o homem iníquo recuar de seus pensamentos e conseqüentemente, recuar de seus caminhos. Jeová mostra para Jeremias que ele estava indo na direção oposta; mostra que Jeremias precisava retornar. Jeremias também precisava recuar de seus caminhos. Apesar da reação demonstrada por todos, Jeremias tinha de manter-se no objetivo de Jeová e não desejar a destruição de tais coisas sem valor. Se PERSISTIRES, eles é que retornarão a ti.


Jeremias fala: Decididamente, tu te tornas para mim como “algo enganoso”, como águas que “não mostraram ser de confiança”. Jeremias queria ver cumprida a promessa de severa punição prometida por Jeová para aquele povo. Jeremias queria vingança, vingança que até então ele não via acontecer.


Jeová chamou Jeremias e lhe disse: Eu sou aquele que modela o meu povo através da minha palavra. As reais palavras foram: (Jeremias 18:1-10) 18 A palavra que veio a haver para Jeremias, da parte de Jeová, dizendo: 2 “Levanta-te, e tens de descer à casa do oleiro e ali te farei ouvir as minhas palavras.” 3 E passei a descer à casa do oleiro, e eis que ele fazia uma obra na roda de oleiro. 4 E o vaso que fazia do barro foi estragado pela mão do oleiro, e ele tornou e foi fazer dele outro vaso, conforme parecia direito fazer aos olhos do oleiro. 5 E continuou a vir a haver para mim a palavra de Jeová, dizendo: 6 “‘Não posso eu fazer a vós como este oleiro [fez], ó casa de Israel?’ é a pronunciação de Jeová. ‘Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel. 7 EM QUALQUER MOMENTO em que eu falar contra uma nação e contra um reino, para [a] desarraigar, e para [a] demolir, e para [a] destruir, 8 e esta nação realmente RECUAR DA SUA MALDADE CONTRA A QUAL FALEI, também EU VOU DEPLORAR A CALAMIDADE que pensei em executar sobre ela. 9 Mas, EM QUALQUER MOMENTO em que eu falar a respeito de uma nação e a respeito de um reino, para [a] edificar e para [a] plantar, 10 e ela realmente fizer o que é mau aos meus olhos por não obedecer à minha voz, também EU VOU DEPLORAR O BEM que eu disse [para mim] fazer-lhe para seu bem.. . .

Se Eu afirmar que vou punir severamente uma nação por causa de uma maldade que esta faça e esta recuar desta maldade contra a qual Eu falei, então, Eu também vou voltar atrás. Se Eu afirmar que vou fazer o bem para uma nação por sua obediência, e esta nação praticar a desobediência, então, Eu também vou voltar atrás. Revela-se que Jeová tinha um nobre objetivo.


Por isso, Jeová continuou a falar com Jeremias: (Jeremias 18:11-17) 11 “E agora, por favor, dize aos homens de Judá e aos habitantes de Jerusalém: ‘Assim disse Jeová: “Eis que formo contra vós uma calamidade e cogito contra vós um pensamento. RECUAI, POR FAVOR, cada um do seu mau caminho, e tornai bons os vossos caminhos e vossas ações.”’” 12 E eles disseram: “É sem esperança! Pois andaremos seguindo os nossos próprios pensamentos e vamos executar cada um a obstinação de seu mau coração.” 13 Portanto, assim disse Jeová: “Perguntai vós mesmos, por favor, entre as nações. Quem já ouviu coisas como estas? Há uma coisa horrível que a virgem de Israel fez em demasia. 14 Acaso desaparecerá a neve do Líbano de cima da rocha da campina? Ou secar-se-ão águas estranhas, frescas, correntes? 15 Porque meu povo se esqueceu de mim, visto que fazem fumaça sacrificial a algo fútil, e nisto fazem os homens tropeçar nos seus caminhos, [nas] veredas de há muito tempo, para andarem em sendas, [num] caminho não aterrado, 16 a fim de fazer da sua terra um assombro, objeto de assobios, por tempo indefinido. Todo aquele que passar por ela olhará espantado e meneará a cabeça. 17 Eu os espalharei diante do inimigo como que com um vento oriental. As costas, e não a face, lhes mostrarei no dia do seu desastre.”

Por favor, recuem dos vossos próprios pensamentos, pois seus próprios pensamentos produzem um mau caminho e más ações. Vocês esqueceram e abandonaram o caminho original que Eu lhes ensinei, para andarem em um caminho não aterrado. Este caminho é fruto dos vossos pensamentos, é fruto de vossa sabedoria, sabedoria humana.

Como poderiam retornar se estes achavam que estavam certos, se achavam que estavam no caminho certo??


Jeová faz uma classificação da sabedoria adotada por seu povo amado. Assim classificou Jeová a sabedoria adotada por estes: (Jeremias 8:8-12) 8 “‘COMO PODEIS DIZER: “Somos sábios e a lei de Jeová está conosco”? Seguramente, pois, o estilo falso dos secretários trabalhou em pura falsidade. 9 Os sábios ficaram envergonhados. Ficaram aterrorizados e serão apanhados. Eis que REJEITARAM a própria palavra de Jeová, e que sabedoria é que eles têm? 10 Por isso entregarei as suas esposas a outros homens, seus campos, aos que tomam posse; pois, desde o menor até mesmo ao maior, cada um está obtendo lucro injusto; desde o profeta até mesmo ao sacerdote, cada um age de modo falso. 11 E tentam sarar superficialmente o quebrantamento da filha do meu povo, dizendo: “Há paz! Há paz!” quando não há paz. 12 Acaso sentiram vergonha por terem feito o que era detestável? Em primeiro lugar, eles positivamente NÃO PODIAM sentir-se envergonhados; em segundo lugar, NÃO SABEM nem mesmo como sentir-se humilhados. “‘Por isso cairão entre os que estão caindo. Tropeçarão no tempo de se fixar a atenção neles’, disse Jeová.

Muito embora o povo achasse estar praticando a lei de Jeová, é o próprio Jeová que lhes afirma que ESTAVAM ENGANADOS. Jeová afirma que eles REJEITARAM a própria palavra de Jeová para seguirem os sábios pensamentos humanos. Jeová afirma ainda que a punição que lhes daria, serviria como prova de que estavam totalmente enganados. TODOS estavam praticando algo que para Jeová era detestável, no entanto o povo, os sacerdotes e os profetas que agiam de modo falso, afirmavam serem sábios e de estarem seguindo a lei de Jeová.

Como convencer a alguém que jura que está fazendo a vontade de Jeová, de que ele está errado e que segue sabedoria humana?? Jeová disse que faria isso através da punição. A sinceridade de todos eles estava ligada ao conhecimento que tinham e da certeza que tinham em que tal conhecimento era o "conhecimento certo e verdadeiro".

Os avisos, as promessas de severa punição dados por Jeová não fizeram o povo reconhecer o erro de seus pensamentos e de seus caminhos. Jeová dava o aviso e esperava a reação de seu amado povo.  Jeremias sentiu-se enganado por Jeová pelo fato de Jeová estar ADIANDO a punição, e afirmou: “Decididamente, tu te tornas para mim como algo enganoso, como águas que não mostraram ser de confiança”.


Jeremias estava agora ansioso para ver o cumprimento daquilo que ele havia retransmitido ao povo, pois tais adiamentos enchiam o povo de razão contra Jeremias.


Que sentimentos teria agora Jeremias se o povo decidisse lhe fazer o mal, já que suas palavras não se cumpriram?? Vejamos o sentimento de Jeremias: (Jeremias 18:18-23) 18 E passaram a dizer: “Vinde, homens, e cogitemos contra Jeremias alguns pensamentos, porque do sacerdote não perecerá a lei, nem do sábio o conselho, nem do profeta a palavra. Vinde e golpeemo-lo com a língua e não prestemos atenção a nenhuma das suas palavras.” 19 Dá-me deveras atenção, ó Jeová, e escuta a voz dos meus oponentes. 20 Acaso retribuir-se-á mal por bem? Pois escavaram uma cova para a minha alma. Lembra-te da minha posição perante ti, para falar bem, mesmo a respeito deles, para fazer recuar deles o teu furor. 21 PORTANTO, ENTREGA SEUS FILHOS À FOME E PASSA-OS AO PODER DA ESPADA; e tornem-se as suas esposas mulheres privadas de filhos e viúvas. E TORNEM-SE OS SEUS PRÓPRIOS HOMENS OS QUE FORAM MORTOS POR UMA PRAGA MORTÍFERA, seus jovens, os que foram golpeados com a espada na batalha. 22 Ouça-se um grito procedente das suas casas, quando trouxeres sobre eles repentinamente uma guerrilha. Pois escavaram um fojo para capturar-me e encobriram armadilhas para os meus pés. 23 Mas tu mesmo, ó Jeová, conheces bem todo o seu conselho contra mim para a [minha] morte. Não encubras o seu erro e NÃO OBLITERES ESTE PECADO DELES DIANTE DE TI; mas tornem-se eles os que se fazem tropeçar diante de ti. No tempo da tua ira, toma ação contra eles.

Em um tempo anterior, Jeremias havia intercedido por este povo, quando Jeová, o OFENDIDO, havia prometido punir o povo. Mas agora, que o pecado é contra Jeremias, este diz a Jeová: Mate-os Jeová, não perdoe este pecado deles diante de ti, escuta a voz dos meus oponentes, veja o que eles estão falando. E o que os dirigentes do povo falaram contra Jeremias?? As palavras faladas contra Jeremias foram: Vinde e golpeemo-lo com a língua e não prestemos atenção a nenhuma das suas palavras.

Ora, Jeová estava sendo ofendido diretamente na face dia após dia, no entanto, PERMANECIA no seu objetivo de produzir coisas desejáveis destas coisas sem valor. Este desejo de Jeová tinha de ser compartilhado por Jeremias, mesmo quando este também fosse ofendido na face. Exatamente por isso, Jeová lhe falou: Se voltares, então te trarei de volta. Estarás de pé diante de mim. E se produzires de coisas sem valor aquilo que é precioso, tornar-te-ás como a minha própria boca.

Jesus foi o primeiro porta-voz na condição de humano a demonstrar como é que se faz. Assim afirmou Jesus: (Lucas 19:9-10) 9 A isto Jesus disse-lhe: “Neste dia entrou a salvação nesta casa, porque ele também é filho de Abraão. 10 Pois o Filho do homem veio buscar e SALVAR O QUE ESTAVA PERDIDO.”

De forma oposta a Jeremias, Estevão, aluno de Jesus, assim expressou-se quando estava sendo morto por seus irmãos judeus, por estar repetindo as palavras de Jesus: (Atos 7:58-60) 58 E depois de o lançarem fora da cidade, começaram a atirar pedras nele. E as testemunhas deitaram as suas roupas exteriores aos pés dum jovem chamado Saulo. 59 E atiravam pedras em Estêvão, enquanto ele fazia apelo e dizia: “Senhor Jesus, recebe meu espírito.” 60 Então, dobrando os joelhos, clamou com forte voz: “Jeová, NÃO LHES IMPUTES este pecado.E, dizendo isso, adormeceu [na morte].


Ficou bem claro que o humano PRECISA SER CONVENCIDO de que está errado e que para tal, o Sábio Criador usou a palavra e a punição na geração de Jeremias. Também ficou claro que tanto Jeremias quanto todo o restante da nação não tinham alcançado a sabedoria de Jeová. Todos viviam segundo conceitos humanos, segundo a sabedoria humana; todos precisavam ser corrigidos, inclusive o porta-voz Jeremias. TODOS precisavam retornar.

Assim havia previsto Jeová, como seria a reação da nação ao seu ensinamento: (Levítico 26:36-46) 36 “‘Quanto aos remanescentes entre vós, hei de pôr timidez nos seus corações, nas terras dos seus inimigos; e o ruído duma folha [sendo] impelida deveras os afugentará, e fugirão realmente como na fuga diante duma espada e cairão sem que alguém os persiga. 37 E hão de tropeçar uns nos outros como que diante duma espada, sem que alguém os persiga, e não haverá para vós a capacidade de resistir aos vossos inimigos. 38 E tereis de perecer entre as nações e a terra dos vossos inimigos terá de consumir-vos. 39 Quanto aos remanescentes entre vós, apodrecerão por causa do seu erro nas terras dos vossos inimigos. Sim, apodrecerão até mesmo por causa dos erros de seus pais, com eles. 40 E certamente confessarão seu próprio erro e o erro de seus pais na sua infidelidade, quando se comportaram de modo infiel para comigo, sim, mesmo quando andaram em OPOSIÇÃO a mim. 41 Eu, da minha parte, porém, passei a andar em oposição a eles e tive de levá-los à terra dos seus inimigos. “‘Naquele tempo talvez se humilhe o seu coração incircunciso e naquele tempo talvez saldem o seu erro. 42 E eu deveras me lembrarei do meu pacto com Jacó; e lembrar-me-ei até mesmo do meu pacto com Isaque e até mesmo do meu pacto com Abraão, e lembrar-me-ei da terra. 43 No ínterim, a terra foi deixada abandonada por eles e saldava os seus sábados, enquanto jazia desolada, sem eles, e eles mesmos saldavam seu erro, porque, sim, porque tinham REJEITADO as minhas decisões judiciais e suas almas tinham ABOMINADO os meus estatutos. 44 E apesar de tudo isso, enquanto continuarem na terra dos seus inimigos, certamente não os rejeitarei, nem os abominarei a ponto de exterminá-los, para violar meu pacto com eles; pois eu sou Jeová, seu Deus. 45 E vou lembrar-me, em seu benefício, do pacto dos antecessores que fiz sair da terra do Egito sob os olhares das nações, para mostrar-me seu Deus. Eu sou Jeová.’” 46 Estes são os regulamentos, e as decisões judiciais, e as leis que Jeová estabeleceu entre si e os filhos de Israel no monte Sinai, por meio de Moisés.

Jeová falou a Moisés, para que este retransmitisse ao povo amado, o que estes filhos amados fariam no futuro. Jeová previu que o povo REJEITARIA as Suas decisões judiciais e que ABOMINARIA os Seus estatutos, que haveria punição pelos erros e que após a punição haveria a confissão dos erros dos antepassados e da própria geração em punição. Jeová também afirmou que APESAR DE TUDO ISTO, não os rejeitaria a ponto de exterminá-los. Embora tivesse todos os motivos para os exterminar, mesmo assim, não os exterminaria.

A merecida punição de deixar de existir como povo foi aplicada nos amorreus, que habitavam a terra da promessa antes deles, exatamente por estes amorreus agirem em iniqüidade. Sodoma, Gomorra, Admá e Zeboim também receberam a mesma merecida punição.

Novamente, podemos ver o Criador mantendo o seu objetivo de produzir coisas preciosas de coisas sem valor.

Depois de ler estas palavras de Jeová, como explicar a teoria humana de que, “se não houve severa punição é porque a pessoa é boa” ou ainda mais, “se não houve severa punição é porque a pessoa tem um bom coração”??

Segundo a palavra saída da boca de Jeová, estes levemente punidos, eram exatamente aqueles que rejeitaram as decisões judiciais e abominaram os estatutos de Jeová. Como explicar o fato de que os remanescentes desta geração que abominava os estatutos de Jeová, os que Jeová deixou sobrar, serem consideradas como pessoas de bom coração, como pessoas leais??

Onde fica a teoria humana de que Jeová extermina os iníquos enquanto preserva apenas aqueles que lhe são leais??


Para aquela geração da qual se deixou sobrar remanescentes, Jeová afirma que Sodoma era mais justa do que Jerusalém ou que Jerusalém era mais iníqua do que Sodoma: (Ezequiel 16:46-52) 46 “‘E tua irmã mais velha é a própria Samaria com as suas aldeias dependentes, que mora à tua esquerda, e tua irmã mais moça do que tu, que mora à tua direita, é Sodoma com as suas aldeias dependentes. 47 E não andaste nos seus caminhos, nem fizeste segundo as suas coisas detestáveis. Em pouco tempo começaste a agir ainda MAIS RUINOSAMENTE do que elas, EM TODOS OS TEUS CAMINHOS. 48 Assim como vivo’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová, ‘Sodoma, tua irmã, ela com as suas aldeias dependentes, não fez segundo o que tu fizeste, tu e as tuas aldeias dependentes. 49 Eis que este é o que mostrou ser o erro de Sodoma, tua irmã: Orgulho, fartura de pão e a despreocupação do sossego foram [as coisas] que vieram a ser dela e das suas aldeias dependentes, e ela não fortaleceu a mão do atribulado e do pobre. 50 E elas continuaram a ser soberbas e a praticar uma coisa detestável diante de mim, e eu finalmente as removi, assim como vi [ser conveniente]. 51 “‘E quanto a Samaria, ela não cometeu nem a metade dos teus pecados, mas tu continuaste a fazer abundar as tuas coisas detestáveis mais do que elas, de modo que fizeste as tuas irmãs parecer justas por causa de todas as tuas coisas detestáveis que praticaste. 52 Também tu, carrega a tua humilhação ao teres de argumentar a favor de tuas irmãs. Em vista dos teus pecados, nos quais agiste de modo mais detestável do que elas [agiram], ELAS SÃO MAIS JUSTAS DO QUE TU. E também tu, envergonha-te e carrega a tua humilhação por fazeres as tuas irmãs parecer justas.’

Jeová volta a confirmar que Samaria era mais justa do que Jerusalém, isto, depois da pesada punição dada a Samaria: (Jeremias 3:11-12) 11 E Jeová prosseguiu, dizendo-me: “A infiel Israel mostrou que a sua própria alma ERA MAIS JUSTA do que a traiçoeira Judá. 12 Vai, e tens de proclamar estas palavras ao norte e dizer: “‘“Volta deveras, ó renegada Israel”, é a pronunciação de Jeová.’ ‘“Não deixarei a minha face decair [em ira] para convosco, porque sou leal”, é a pronunciação de Jeová.’ ‘“Não ficarei ressentido por tempo indefinido.

O mais iníquo foi tratado com mais misericórdia. Há como negar tal fato?? Quem vai afirmar que Jeová é mentiroso???

Apesar destas reais e duras palavras contra Jerusalém, seus habitantes (tribo de Judá junto com levitas) continuavam se considerando justos, querendo até mesmo matar o profeta que, por ordem de Jeová, apenas retransmitia a palavra saída da boca de Jeová.

APESAR DE TUDO ISSO, Jeová continuava com seu objetivo de produzir algo precioso de coisas sem valor.

Quanta bondade! Quanta bondade!

É a bondade de Jeová.

Topo da página