CADÁVERES DOS VOSSOS ÍDOLOS SÓRDIDOS

Criado em 14/11/2010 Última alteração em 16/01/2015

CADÁVERES dos vossos ídolos sórdidos??

O que é um cadáver??

O que é um ídolo?? O que é um ídolo sórdido?? Quando vivo, o ídolo havia cometido pecados??

Cadáver > esta é a definição de certo dicionário:

CADÁVER  s.m. Corpo morto. (Diz-se especialmente do corpo humano.) / Defunto.

Jeová afirmou que iria deitar o cadáver de um israelita sobre os cadáveres dos ídolos sórdidos dos próprios israelitas. Neste caso, Jeová iria misturar os cadáveres dos idolatrados com os cadáveres daqueles que os idolatravam.

Ídolos > esta é a definição de certo dicionário:

ÍDOLO s.m. Figura, estátua que representa uma divindade que se adora. / Pessoa à qual se prodigam louvores excessivos ou que se ama apaixonadamente: ele é o ídolo da juventude. / Diz-se de certas figuras que desfrutam de grande popularidade (artistas de cinema, cantores populares, jogadores de futebol etc.).

ÍDOLO Esta é a definição dada pelo dicionário Houaiss: pessoa ou coisa que é intensamente admirada, sendo venerada.

ídolo

s.m. (sXIII) 1 imagem que representa uma divindade e que se adora como se fosse a própria divindade 2 fig. pessoa ou coisa intensamente admirada, que é objeto de veneração 3 rel na tradição judaico-cristã, indivíduo real, imagem representativa de uma entidade fantástica, ou a própria entidade, considerados, de maneira equivocada e herética, portadores de atributos divinos í. dos pés de barro p.metf. pessoa ou coisa que é forte e resistente só na aparência etim gr. eídólon,ou 'imagem, simulacro etc.', pelo lat. idólon ou idólum,i 'id.'

Sórdidos > esta é a definição de certo dicionário:

SÓRDIDO adj. Sujo, imundo, repugnante, asqueroso: trajes sórdidos. / Baixo, vil, torpe, corrupto: comportamento sórdido. / Mesquinho: avareza sórdida.

Para Jeová, o ídolo era sujo, imundo, repugnante.

Ídolo é aquele humano que fez ou está fazendo algo que eu gostaria de estar fazendo. Ídolo é aquela pessoa que eu gosto por causa de suas palavras e das suas ações. Ídolo é aquele humano que tem uma personalidade que eu admiro porque eu gosto daquilo que ele faz. Ídolo é aquela pessoa a quem eu quero imitar, pois eu o tenho como mais elevado que os demais. Ídolo é uma pessoa que eu venero. Ídolo é aquele que eu vejo e tenho como estando acima dos demais.

VENERAREsta é a definição dada pelo dicionário Houaiss:

venerar

v. (1572) 1 t.d. dedicar reverente respeito e deferência a, ter grande consideração por; reverenciar <v. a pátria> 2 t.d. render culto a; cultuar, adorar <v. deuses pagãos> <v. a cruz> 3 t.d. ter em grande consideração ou estima; respeitar, acatar <v. os estudos> <v. a literatura nacional> etim lat. venèror,áris,átus sum,ári 'dirigir um pedido aos deuses; reverenciar, respeitar' sin/var acatar, adorar, amar, cultuar, honrar, idolatrar, prezar, reverenciar, temer ant desvenerar, detestar, execrar, odiar hom venera(3ªp.s.), veneras(2ªp.s.) / venera(s.f.) e pl. par venera(3ªp.s.), veneras(2ªp.s.) / vênera(f.vênero[adj.]) e pl.; venero(1ªp.s.) / vênero(adj.)

Um ser humano qualquer a quem eu tenho grande consideração, a quem eu dedico reverente respeito. Pessoa a quem se ama apaixonadamente.



PAIXÃOEsta é a definição dada pelo dicionário Houaiss:


1paixão

s.f. (sXIII) 1 o martírio de Jesus Cristo F inicial maiúsc. 2 p.met. segmento do Evangelho que trata do martírio de Cristo; esse martírio, e o dos santos F inicial maiúsc. 3 teat peça teatral cantada, ou oratório sobre o tema da Paixão F inicial maiúsc. 4 p.ext. grande sofrimento; martírio 5 sentimento, gosto ou amor intensos a ponto de ofuscar a razão 6 a coisa, o objeto da paixão ou da predileção <a leitura é sua p.> 7 furor incontrolável; exaltação, cólera 8 ânimo favorável ou contrário a alguma coisa e que supera os limites da razão <p. religiosa> 9 sensibilidade, entusiasmo que um artista transmite através da obra; calor, emoção, vida <filme pleno de p.> 10 fil no kantismo, inclinação emocional violenta, capaz de dominar completamente a conduta humana e afastá-la da desejável capacidade de autonomia e escolha racional 11 lóg categoria aristotélica que indica a passividade, a inatividade perante uma ação alheia etim lat.tar. passìo,ónis 'paixão, passividade; sofrimento' sin/var ver sinonímia de mania e martírio e antonímia de desleixo e indiferença ant imparcialidade


Obviamente, o meu ídolo é aquela pessoa que eu isento de erro, pois aquilo que eu vejo como erro em qualquer outro humano, eu não vejo como erro nesta pessoa. Aquilo que é um erro em outra pessoa, no meu ídolo é uma virtude, pois eu encontro todas as desculpas existentes para isentá-lo daquele erro.


Será que Moisés é meu ídolo?? Vejo Moisés como mais valioso do que outros humanos??

Será que Davi é meu ídolo?? Vejo Davi como mais valioso do que outros humanos??

Vejo os circuncisos como sendo mais valiosos do que os incircuncisos??

Assim, qualquer pessoa por quem eu tenha tal sentimento, na verdade, ele é meu ídolo, quer eu tenha consciência deste fato, quer não.

Moisés ainda estava vivo quando Jeová previu o que Ele mesmo faria com seu povo amado, por estes violarem o pacto e se rebelarem contra Jeová, andando em oposição a Ele. Assim falou Jeová: (Levítico 26:27-31) 27 “‘Se com isso, porém, não me escutardes e simplesmente tiverdes de andar em oposição a mim, 28 então terei de andar em oposição veemente a vós, e eu é que terei de castigar-vos sete vezes pelos vossos pecados. 29 Assim, tereis de comer a carne de vossos filhos e comereis a carne de vossas filhas. 30 E eu certamente aniquilarei os vossos altos sagrados e deceparei os vossos pedestais-incensários, e DEITAREI OS VOSSOS PRÓPRIOS CADÁVERES SOBRE OS CADÁVERES DOS VOSSOS ÍDOLOS SÓRDIDOS; e minha alma deveras vos abominará. 31 E deveras entregarei vossas cidades à espada e farei desolados os vossos santuários, e não sentirei os vossos cheiros repousantes.

Assim verte a Tradução Brasileira este trecho: (Levítico 26:27-30) 27 Se ainda depois disto me não ouvirdes, mas andardes em oposição a mim; 28 eu andarei com furor em oposição a vós; também vos castigareis sete vezes por causa dos vossos pecados. 29 Comereis a carne de vossos filhos, comereis a carne de vossas filhas. 30 Destruirei os vossos altos, e derrubarei as vossas imagens do sol, e lançarei os vossos cadáveres sobre os cadáveres dos vossos ídolos, e a minha alma se infadará de vós.

Quem eram estes ídolos sórdidos cujos cadáveres ainda estavam entre os vivos??

Estes “ídolos sórdidos” não passavam de meros humanos, meros mortais. Tratava-se de antepassados mortos. Antepassados idolatrados, cujos cadáveres estavam enterrados junto aos filhos de Israel. O local onde estes importantes homens estavam enterrados, certamente era bem demarcado e tratado com profundo respeito. Eram pessoas tratadas como pessoas que estavam acima de outras pessoas. As palavras e as ações destes antepassados idolatrados também eram respeitadas e repetidas por seus admiradores. Estes antepassados transformaram-se em “heróis” do povo israelita, heróis que eram cantados em verso e prosa. Ainda vivos, Saul e Davi, eram festejados por causa do resultado de suas ações. Que ações eram estas?? Eles estavam festejando a morte de milhares de pessoas, morte esta imposta por Davi e Saul. (1 Samuel 18:6-7) 6 E sucedeu que, entrando eles quando Davi retornou de golpear os filisteus, as mulheres começaram a sair de todas as cidades de Israel com canções e com danças ao encontro de Saul, o rei, com pandeiros, com alegria e com alaúdes. 7 E as mulheres que festejavam respondiam e diziam: “Saul golpeou os seus milhares, E Davi as suas dezenas de milhares.”

Estas pessoas estavam idolatrando Davi porque ele praticava as ações que eles amavam praticar. Eu gostaria de fazer aquilo que ele faz. Ele é muito bom naquilo que ele faz. ELE É UM EXCELENTE MATADOR. Ele mata os nossos inimigos.

Mamãe, mamãe, quando eu crescer eu quero saber atirar uma “funda” igualzinho a Davi.

Eles se alegravam com a morte dos iníquos. Bem, isto parecia estar no sangue destas pessoas. Um outro caso de festa pela morte de iníquos se deu quando Moisés ainda estava vivo. Assim está descrito: (Êxodo 14:30-15:1) 30 Assim, naquele dia, Jeová salvou Israel da mão dos egípcios e Israel chegou a ver os egípcios mortos à beira do mar. 31 Israel chegou também a ver a grande mão que Jeová pôs em ação contra os egípcios; e o povo começou a temer a Jeová e a ter fé em Jeová e em Moisés, seu servo. 15 Naquele tempo, Moisés e os filhos de Israel passaram a cantar este cântico a Jeová e a dizer o seguinte: “Cante eu a Jeová, porque ficou grandemente enaltecido. Lançou no mar o cavalo e seu cavaleiro.(Êxodo 15:20-21) 20 E Miriã, a profetisa, irmã de Arão, passou a tomar um pandeiro na mão; e todas as mulheres começaram a sair com ela COM PANDEIROS E EM DANÇAS. 21 E Miriã respondia aos homens: “Cantai a Jeová, pois ele ficou grandemente enaltecido. Lançou no mar o cavalo e seu cavaleiro.”

Esta ação punitiva de Jeová contra o iníquo foi festejada pelo povo. A morte do inimigo era desejada e festejada pelo povo. O povo amava àqueles que se destacavam em ações agressivas contra os inimigos da nação santa. A estes que se destacavam em matar inimigos, o povo tinha como ídolos a serem exaltados e imitados. Estas pessoas eram amadas por praticarem as ações que eles gostariam de estar praticando. Eles eram idolatrados exatamente por causa destas ações de violência, ações estas, que eram condenáveis se fossem praticadas por humanos de outro grupo, e principalmente se fossem contra eles.

Você daria uma festa para comemorar a morte de iníquos??

Daria você uma festa para comemorar o uso de Misericórdia para com os inimigos iníquos?? Daria você uma festa por teu inimigo iníquo ter recebido o perdão e ter continuado a viver??

Embora estes homens tivessem um sentimento oposto ao que Jeová tem pelo inimigo iníquo, mesmo assim o povo os tinha como ídolos.

Seria uma coisa normal se alegrar com a morte do inimigo iníquo??

(Ezequiel 6:1-7) 6 E continuou a vir a haver para mim a palavra de Jeová, dizendo: 2 “Filho do homem, fixa tua face para os montes de Israel e profetiza a eles. 3 E tens de dizer: ‘Ó montes de Israel, ouvi a palavra do Soberano Senhor Jeová: Assim disse o Soberano Senhor Jeová aos montes e aos morros, aos regos e aos vales: “Eis-me aqui! Estou trazendo sobre vós uma espada e hei de destruir os vossos altos. 4 E os vossos altares terão de ser desolados e os vossos pedestais-incensários terão de ser destroçados, E VOU FAZER OS VOSSOS MORTOS CAIR DIANTE DOS VOSSOS ÍDOLOS SÓRDIDOS. 5 E vou pôr os cadáveres dos filhos de Israel diante dos seus ídolos sórdidos e vou espalhar os vossos ossos ao redor dos vossos altares. 6 Em todas as vossas moradas, as próprias cidades ficarão devastadas e os próprios altos ficarão desolados, para que jazam devastadas e os vossos altares jazam desolados e sejam realmente destroçados, e realmente se façam cessar os vossos ídolos sórdidos, e se cortem os vossos pedestais-incensários, e se obliterem os vossos trabalhos. 7 E os mortos hão de cair no vosso meio e tereis de saber que eu sou Jeová.



Bem, e agora?? Quem daria uma festa para comemorar a morte destes a quem Jeová chamava de iníquos??

Estes homens eram ídolos da inteira “casa de Israel”. Existia uma multidão de ídolos. Todos os da casa de Israel se alienaram de Jeová por causa dos ídolos. Quem seriam estes ídolos??

Assim verte a Tradução Brasileira: (Ezequiel 14:4-5) 4 Portanto fala com eles, e dize-lhes: Assim diz o Senhor Jeová: Todo o homem da casa de Israel que der lugar no seu coração aos seus ídolos, e puser diante da sua face o tropeço da sua iniqüidade, e vier ter com o profeta: eu Jeová lhe responderei nisso segundo a multidão dos seus ídolos; 5 para que eu apanhe a casa de Israel no seu coração, porque são todos alienados de mim pelos seus ídolos.

(Ezequiel 14:4-5) 4 Portanto, fala com eles e tens de dizer-lhes: ‘Assim disse o Soberano Senhor Jeová: “Todo homem de Israel que fizer os seus ídolos sórdidos subir ao seu coração e que colocar diante da sua face a própria pedra de tropeço que causa o seu erro, e que realmente chegar ao profeta, eu, Jeová, vou deixar-me induzir a lhe responder na questão segundo a multidão de seus ídolos sórdidos, 5 com o objetivo de pegar a casa de Israel pelo coração, porque se apartaram de mim devido aos seus ídolos sórdidos — todos eles.”’

Não resta dúvida, TODA a casa de Israel ia atrás da multidão de seus ídolos.

Ora, se eles matavam aqueles que adoravam imagens, como é que TODA a casa de Israel havia se apartado de Jeová devido aos seus muitos ídolos??

(Ezequiel 14:6-8) 6 “Portanto, dize à casa de Israel: ‘Assim disse o Soberano Senhor Jeová: “Retornai e recuai dos vossos ídolos sórdidos, e voltai as vossas faces de todas as vossas coisas detestáveis; 7 pois absolutamente todo homem da casa de Israel ou dos residentes forasteiros que residem em Israel, que se apartar de me seguir, e que fizer os seus ídolos sórdidos subir ao seu coração, e que colocar diante da sua face a própria pedra de tropeço que causa o seu erro, e que realmente chegar ao profeta para consultar-me para si, a este eu, Jeová, me deixarei responder por mim mesmo. 8 E terei de pôr minha face contra tal homem e terei de constituí-lo em sinal e em expressões proverbiais, e terei de decepá-lo do meio do meu povo; e tereis de saber que eu sou Jeová.”’

Tinha Jeová prazer na morte de iníquos?? Daria Jeová uma festa para comemorar a morte do iníquo?? Quando é que Jeová dá uma festa??

Veja a posição de Jeová em relação a este assunto. (Ezequiel 18:23) 23 “‘Acaso me agrado de algum modo na morte do iníquo’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová, ‘[e] não em que ele recue dos seus caminhos e realmente continue a viver?’

Veja o sentimento de Jeová: (Isaías 16:11) 11 Por isso é que as minhas próprias entranhas estão turbulentas qual harpa mesmo por Moabe, e o meu íntimo, por Quir-Haresete. (Jeremias 48:36) Por isso é que o meu próprio coração ficará turbulento pelo próprio Moabe, igual a flautas; e meu próprio coração ficará turbulento pelos homens de Quir-Heres, igual a flautas. Por isso é que certamente perecerá a própria abundância que ele produziu. (Isaías 15:5) Meu próprio coração clama por causa de Moabe. Seus fugitivos já chegaram até Zoar [e] Eglate-Selisaia. Pois na subida de Luíte — [cada] um sobe por ela com choro; pois no caminho para Horonaim levantam o clamor sobre a catástrofe. (Jeremias 48:30-32) 30 “‘Eu mesmo conhecia a sua fúria’, é a pronunciação de Jeová, ‘e não ficará assim; seu palavreado oco — realmente não [o] farão exatamente assim. 31 Por isso é que uivarei sobre Moabe e clamarei por todo o Moabe. Gemer-se-á pelos homens de Quir-Heres. 32 “‘Com mais choro do que o por Jázer chorarei por ti, ó videira de Sibma. Teus próprios brotos florescentes cruzaram o mar. Estenderam-se até o mar — [até] Jázer. O próprio assolador caiu sobre os teus frutos de verão e sobre a tua vindima.



Estes eram os sentimentos de Jeová em relação aos iníquos punidos com a morte.

Você que dizer que Jeová continua amando aquele que age como seu inimigo??

Bem, vamos deixar Jesus responder a esta pergunta com uma declaração irrefutável: (Mateus 5:43-48) 43 “Ouvistes que se disse: ‘Tens de amar o teu próximo e odiar o teu inimigo.’ 44 No entanto, eu vos digo: Continuai a amar os vossos inimigos e a orar pelos que vos perseguem; 45 para que mostreis ser filhos de vosso Pai, que está nos céus, visto que ele faz o seu sol levantar-se sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos. 46 Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem também a mesma coisa os cobradores de impostos? 47 E, se cumprimentardes somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não fazem também a mesma coisa as pessoas das nações? 48 Concordemente, tendes de ser perfeitos, assim como o vosso Pai celestial é perfeito.



Bem, aquela geração de Ezequiel copiava o procedimento dos antepassados, procedimentos estes, que aos olhos de Jeová eram procedimentos aviltantes. (Ezequiel 20:30-31) 30 “Portanto, dize à casa de Israel: ‘Assim disse o Soberano Senhor Jeová: “Vós vos aviltais segundo o procedimento dos vossos antepassados, e estais indo atrás das suas coisas repugnantes em relações imorais? 31 E ao elevardes as vossas dádivas, fazendo os vossos filhos passar pelo fogo, estais aviltando a vós mesmos por todos os vossos ídolos sórdidos até o dia de hoje? Ao mesmo tempo, hei de ser consultado por vós, ó casa de Israel?”’ “‘Assim como vivo’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová, ‘não vou ser consultado por vós.



(Ezequiel 20:39) 39 “E vós, ó casa de Israel, assim disse o Soberano Senhor Jeová: ‘Ide servir, cada um de vós aos seus próprios ídolos sórdidos. E depois, se não me escutardes, não mais profanareis então o meu santo nome com as vossas dádivas e com os vossos ídolos sórdidos.’

Os procedimentos aviltantes praticados pelos “ídolos sórdidos” contra outras nações, seriam agora produzidos contra aquela geração por uma congregação de povos. (Ezequiel 23:47-49) 47 E a congregação terá de atirar pedras nelas e far-se-á o corte delas com as suas espadas. Matarão seus filhos e suas filhas, e queimarão suas casas com fogo. 48 E eu certamente farei cessar a conduta desenfreada na terra, e todas as mulheres terão de deixar-se corrigir, para que não façam segundo a vossa conduta desenfreada. 49 E terão de trazer sobre vós a vossa conduta desenfreada e LEVAREIS OS PECADOS de vossos ídolos sórdidos; e tereis de saber que eu sou o Soberano Senhor Jeová.’”

Aquilo que fizestes a outros, será feito a ti. Levar os pecados dos ídolos sórdidos, como isto aconteceria?? Os ídolos sórdidos haviam cometido pecados?? Segundo a afirmação do próprio Jeová, haviam cometido pecados. Somente seres vivos e com livre arbítrio é que cometem pecados. Não resta qualquer dúvida, os ídolos sórdidos eram antepassados mortos. Para Jeová, as ações dos “antepassados ídolos sórdidos” eram ações sujas, imundas, asquerosas e repugnantes. A congregação de povos iria trazer sobre aquela geração em Jerusalém, as ações praticadas por seus ídolos sórdidos, ou seja, seus idolatrados antepassados. Que ações foram praticadas contra outras pessoas, outras nações, pelos antepassados idolatrados e que agora seriam feitas contra esta geração?? O que faria a congregação de povos contra aquela geração?? Foi dito por Jeová: “ E a congregação terá de atirar pedras nelas e far-se-á o corte delas com as suas espadas. Matarão seus filhos e suas filhas, e queimarão suas casas com fogo. Isto era uma retribuição, isto é, o que fizestes a outros, será feito a ti.

Havia uma conduta desenfreada na terra. Esta conduta desenfreada havia sido praticada pelos antepassados ídolos sórdidos e também estava sendo praticadas por outras nações (outras mulheres). As outras mulheres iriam trazer sobre aquela geração em Jerusalém, a mesma conduta desenfreada praticada tanto por aquela geração em Jerusalém como pelos ídolos sórdidos adorados por aquela geração. Jeová afirmou que iria cessar a conduta desenfreada na terra, pois todas as nações iriam deixar-se corrigir.

(Ezequiel 33:25-26) 25 “Portanto, dize-lhes: ‘Assim disse o Soberano Senhor Jeová: “Continuais a comer com sangue e os vossos olhos continuam a levantar-se para os vossos ídolos sórdidos e continuais a derramar sangue. Portanto, deveis vós possuir o país? 26 Dependestes da vossa espada. Fizestes uma coisa detestável e aviltastes, cada um, a esposa de seu companheiro. Portanto, deveis vós possuir o país?”’

Bem, os ídolos sórdidos haviam derramado sangue.

(Ezequiel 36:24-26) . . .E vou tirar-vos dentre as nações e reunir-vos dentre todas as terras, e vou fazer-vos chegar ao vosso solo. 25 E vou aspergir-vos com água limpa e vós vos tornareis limpos; purificar-vos-ei de todas as vossas impurezas e de todos os vossos ídolos sórdidos. 26 E vou dar-vos um coração novo, e porei no vosso íntimo um espírito novo, e vou remover da vossa carne o coração de pedra e dar-vos um coração de carne.



(Jeremias 7:32-8:2) 32 “‘Portanto, eis que vêm dias’, é a pronunciação de Jeová, ‘em que não mais se dirá [que é] Tofete e o vale do filho de Hinom, mas o vale da matança; e terá de se fazer o sepultamento em Tofete sem haver bastante lugar. 33 E os cadáveres deste povo terão de tornar-se comida para as criaturas voadoras dos céus e para os animais da terra, sem que alguém [os] faça tremer. 34 E eu vou fazer cessar nas cidades de Judá e nas ruas de Jerusalém a voz de exultação e a voz de alegria, a voz do noivo e a voz da noiva; porque a terra se tornará nada mais que um lugar devastado.’” 8 “Naquele tempo”, é a pronunciação de Jeová, “as pessoas também tirarão das suas sepulturas os ossos dos reis de Judá, e os ossos dos seus príncipes, e os ossos dos sacerdotes, e os ossos dos profetas, e os ossos dos habitantes de Jerusalém. 2 E realmente os estenderão ao sol, e à lua, e a todo o exército dos céus, que amaram e que serviram, e atrás dos quais andaram, e que buscaram, e diante dos quais se curvaram. Não serão recolhidos nem enterrados. Tornar-se-ão como estrume sobre a superfície do solo.”



(Jeremias 16:18) 18 E, em primeiro lugar, retribuirei o pleno montante do seu erro e do seu pecado, por terem profanado a minha terra. Encheram a minha herança com os cadáveres das suas coisas repugnantes e das suas coisas detestáveis.’”



(Ezequiel 43:7-9) 7 E ele prosseguiu, dizendo-me: “Filho do homem, [este é] o lugar do meu trono e o lugar das solas dos meus pés, onde residirei no meio dos filhos de Israel por tempo indefinido; e eles, a casa de Israel, não mais profanarão o meu santo nome, eles e seus reis, com a sua fornicação e com os cadáveres de seus reis na sua morte, 8 por porem seu limiar junto ao meu limiar e sua ombreira ao lado da minha ombreira, com a parede entre mim e eles. E eles aviltaram o meu santo nome com as suas coisas detestáveis que fizeram, de modo que fui exterminá-los na minha ira. 9 Agora, removam para longe de mim a sua fornicação e os cadáveres de seus reis, e eu certamente residirei no seu meio por tempo indefinido.

Humanos que eram exaltados, lembrados e relembrados por outros humanos por suas façanhas enquanto estavam vivos, façanhas estas que para Jeová, não passavam de pecados. Eram tidos como heróis da nação e como exemplos a serem copiados. Suas palavras e suas ações eram exaltadas, repetidas e copiadas.

Todos os levitas, inclusive os sacerdotes, no lugar de serem ministros de Jeová, “mostravam ser” ministros de ídolos sórdidos. Aos olhos de Jeová, os sacerdotes estavam ministrando ídolos sórdidos. Os sacerdotes “mostraram ser” pedras de tropeço para povo pelo fato de que o povo confiava neles na função de instrutores que eles ocupavam por designação de Jeová. Assim falou Jeová para os sacerdotes na hora da punição: (Ezequiel 44:9-27) 9 “‘Assim disse o Soberano Senhor Jeová: “Nenhum estrangeiro, de coração incircunciso e de carne incircuncisa, pode entrar no meu santuário, quer dizer, nenhum estrangeiro que estiver no meio dos filhos de Israel.”’ 10 “‘Mas, no que se refere aos LEVITAS que SE AFASTARAM para longe de mim quando Israel, que se transviou de mim, andou perdido atrás dos seus ídolos sórdidos, também terão de levar seu erro. 11 E terão de tornar-se ministros no meu santuário, em postos de supervisão sobre os portões da Casa, e ministros na Casa. Eles mesmos abaterão o holocausto e o sacrifício para o povo, e eles mesmos estarão de pé perante eles para ministrar-lhes. 12 Visto que LHES MINISTRAVAM PERANTE OS SEUS ÍDOLOS SÓRDIDOS e SE TORNARAM PARA A CASA DE ISRAEL UMA PEDRA DE TROPEÇO para [cair no] erro, por isso levantei a minha mão contra eles’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová, ‘e terão de levar seu erro. 13 E não se aproximarão de mim para atuarem para mim como sacerdotes ou para se aproximarem de quaisquer das minhas coisas sagradas, das coisas santíssimas, e terão de levar sua humilhação e as coisas detestáveis que fizeram. 14 E eu certamente farei deles guardiães da obrigação para com a Casa, com respeito a todo o seu serviço e com respeito a tudo o que se deve fazer nela.’ 15 “‘E NO QUE SE REFERE AOS SACERDOTES LEVÍTICOS, os filhos de Zadoque, que cuidavam da obrigação para com o meu santuário quando os filhos de Israel se transviaram de mim, ELES É QUE SE CHEGARÃO A MIM PARA MINISTRAR-ME e terão de ficar de pé diante de mim para apresentar-me a gordura e o sangue’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová. 16 Eles é que serão os que entrarão no meu santuário e eles é que se chegarão à minha mesa PARA MINISTRAR-ME, e terão de cuidar da obrigação para comigo. 17 “‘E terá de acontecer que, quando entrarem nos portões do pátio interno, deverão usar vestes de linho e não deve haver sobre eles nenhuma lã ao ministrarem nos portões do pátio interno e por dentro. 18 Deve vir a haver na sua cabeça coberturas de linho e deve vir a haver calções de linho sobre os seus quadris. Não devem cingir-se de [nada que cause] suor. 19 E quando saírem ao pátio externo, [sim,] ao pátio externo, ao povo, devem despir-se das suas vestes em que ministraram e terão de depositá-las nos refeitórios sagrados e pôr outras vestes, para que não santifiquem o povo com as suas vestes. 20 E não devem raspar a sua cabeça e não devem usar solto o cabelo da cabeça. Decididamente devem cortar [o cabelo das] suas cabeças. 21 E nenhum dos sacerdotes deve beber vinho ao entrar no pátio interno. 22 E eles não devem tomar para si por esposa nenhuma viúva ou divorciada, senão virgens da descendência da casa de Israel ou a viúva que veio a ficar viúva de sacerdote podem tomar.’ 23 “‘E DEVEM INSTRUIR MEU POVO na diferença entre a coisa sagrada e a coisa profana; e devem fazê-los saber a diferença entre o que é impuro e o que é puro. 24 E numa causa jurídica são eles os que devem estar de pé para julgar; também terão de julgá-la COM AS MINHAS DECISÕES JUDICIAIS. E devem guardar as minhas leis e os meus estatutos relativos a todas as minhas épocas festivas, e devem santificar os meus sábados. 25 E ele não deve chegar a nenhum morto humano de modo a se tornar impuro, mas podem tornar-se impuros pelo pai, ou pela mãe, ou pelo filho, ou pela filha, [ou] pelo irmão, ou pela irmã que não viera a ser de um marido. 26 E depois da sua purificação devem enumerar-lhe sete dias. 27 E no dia em que entrar no lugar santo, no pátio interno, para ministrar no lugar santo, deve apresentar a sua oferta pelo pecado’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.

TODOS OS LEVITAS ERAM MINISTROS DE ÍDOLOS SÓRDIDOS?? Bem, eles mostraram ser “MINISTROS de ídolos sórdidos”, apesar de terem sido escolhidos para serem “MINISTROS de Jeová”. Eles ficavam de pé perante o povo, ou seja, lhes ministravam perante os seus ídolos sórdidos.

Toda a casa de Israel se alienou de Mim por causa dos seus ídolos ==>> isto foi o que Jeová afirmou.

(Ezequiel 14:1-5) 14 E homens dentre os idosos de Israel passaram a chegar a mim e a sentar-se diante de mim. 2 Então veio a haver para mim a palavra de Jeová, dizendo: 3 Filho do homem, no que se refere a estes homens, fizeram seus ídolos sórdidos subir ao seu coração e puseram diante das suas faces a pedra de tropeço que causa o seu erro. Acaso devia eu ser consultado por eles? 4 Portanto, fala com eles e tens de dizer-lhes: ‘Assim disse o Soberano Senhor Jeová: “Todo homem de Israel que fizer os seus ídolos sórdidos subir ao seu coração e que colocar diante da sua face a própria pedra de tropeço que causa o seu erro, e que realmente chegar ao profeta, eu, Jeová, vou deixar-me induzir a lhe responder na questão segundo a multidão de seus ídolos sórdidos, 5 com o objetivo de pegar a casa de Israel pelo coração, porque se apartaram de mim devido aos seus ídolos sórdidos — todos eles.”’


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Ezequiel 14:1-5) 1 Então vieram ter comigo alguns dos anciãos de Israel, e se assentaram diante de mim. 2 Veio a mim a palavra de Jeová, dizendo: 3 Filho do homem, estes homens deram lugar no seu coração aos seus ídolos, e puseram diante da sua face o tropeço da sua iniqüidade; acaso permitirei que eles me consultem? 4 Portanto fala com eles, e dize-lhes: Assim diz o Senhor Jeová: Todo o homem da casa de Israel que der lugar no seu coração aos seus ídolos, e puser diante da sua face o tropeço da sua iniqüidade, e vier ter com o profeta: eu Jeová lhe responderei nisso segundo a multidão dos seus ídolos; 5 para que eu apanhe a casa de Israel no seu coração, porque são todos alienados de mim pelos seus ídolos.

A afirmação de Jeová, uma informação dada ao povo, era muito séria. O povo não se dava conta do que estava acontecendo.

Jeová havia dado Suas leis e Seus regulamentos para que os levitas cuidassem dos problemas do dia a dia do povo, tendo tais leis e regulamentos como base. A cerimônia do perdão era uma delas. Jeová havia dito: o homem tem de viver por meio delas. Obviamente, tinham de viver o dia a dia segundo tais regulamentos. (Levítico 18:4-5) 4 Deveis cumprir as MINHAS decisões judiciais e deveis guardar os MEUS estatutos, PARA ANDARDES NELAS. Eu sou Jeová, vosso Deus. 5 E tendes de guardar os meus estatutos e as minhas decisões judiciais, CUMPRINDO AS QUAIS O HOMEM TAMBÉM TEM DE VIVER POR MEIO DELAS. Eu sou Jeová.

No entanto, mesmo ainda no ermo, isto é, pouco tempo depois de receberem os estatutos e as decisões judiciais de Jeová, eles se rebelaram, eles não obedeceram. Toda aquela geração que havia saído do Egito, já preferia copiar as ações de seus idolatrados antepassados. As ações são frutos do sentimento. As ações destes antepassados revelavam os sentimentos dos antepassados, sentimentos estes, que aquela geração concordava e copiava. Muito tempo depois da morte de Moisés, Jeová passou a recontar a história para Ezequiel: (Ezequiel 20:11-13) 11 “‘“E passei a dar-lhes os MEUS estatutos; e dei-lhes a conhecer as MINHAS decisões judiciais, para que o homem que continuar a cumpri-las TAMBÉM CONTINUE A VIVER POR MEIO DELAS. 12 E também lhes dei os meus sábados, para se tornarem um sinal entre mim e eles, para que soubessem que sou eu, Jeová, quem os santifica. 13 “‘“Mas eles, [os] da casa de Israel, rebelaram-se contra mim NO ERMO. Não andaram nos meus estatutos e rejeitaram as minhas decisões judiciais, por meio das quais, continuando a cumpri-las o homem, também continuará a viver. E profanaram muitíssimo os meus sábados, de modo que prometi derramar sobre eles meu furor no ermo, a fim de exterminá-los.

Apesar de ter punido com uma “morte no ermo” a TODA aquela geração rebelde, o que incluía todos os sacerdotes e todos os levitas, Jeová passou a falar para a geração seguinte, isto é, os filhos dos punidos com a morte no ermo: Passem a viver de acordo com os meus regulamentos. No entanto, já ali no ermo, eles preferiram andar nos caminhos de seus ídolos sórdidos. Ali no ermo, com Moisés ainda vivo, eles preferiam seguir as ações de seus antepassados do que obedecer aos regulamentos dados por Jeová para Moisés. Assim falou Jeová: (Ezequiel 20:17-21) 17 “‘“E meu olho começou a ter dó deles [para me impedir] de arruiná-los, e não os exterminei no ermo. 18 E PASSEI A DIZER AOS FILHOS DELES NO ERMO:Não andeis nos regulamentos dos vossos antepassados, e não guardeis os seus julgamentos, e NÃO VOS AVILTEIS COM OS SEUS ÍDOLOS SÓRDIDOS. 19 Eu sou Jeová, vosso Deus. Andai nos meus próprios estatutos e guardai as minhas próprias decisões judiciais e cumpri-as. 20 E santificai os meus próprios sábados, e eles terão de servir como sinal entre mim e vós, [para] saberdes que eu sou Jeová, vosso Deus.’ 21 “‘“E os filhos começaram a rebelar-se contra mim. Não andaram nos meus estatutos, e não guardaram as minhas decisões judiciais por cumpri-las, por meio das quais, continuando a cumpri-las o homem, também continuará a viver. Profanaram meus sábados. De modo que prometi derramar sobre eles o meu furor, a fim de levar a cabo a minha ira contra eles no ermo.. . .

Onde estavam todos os sacerdotes e todos os levitas nesta situação?? Será que eram uma feliz exceção?? O que Jeová via?? O que Jeová via foi exatamente aquilo que Ele descreveu ao recontar a história para Ezequiel.

Ali no ermo, todo o povo revelou não aceitar a forma estabelecida por Jeová para eles viverem o dia a dia, preferindo continuar seguindo os conceitos dos seus ídolos, daqueles que eles admiravam como seus ídolos, os heróis da nação santa.

Seus ídolos sórdidos amavam a violência, a vingança, o engano, o saque e a escravização de outros povos. Estas ações de seus antepassados e o sentimento por trás delas permaneciam com eles: (Gênesis 34:1-31) 34 Ora, Diná, filha de Léia, que esta dera à luz a Jacó, costumava sair para ver as filhas do país. 2 E Siquém, filho de Hamor, o heveu, maioral do país, chegou a vê-la e tomou-a, e deitou-se com ela e a violentou. 3 E a sua alma começou a apegar-se a Diná, filha de Jacó, e ele se enamorou da moça e falava persuasivamente com a moça. 4 Por fim, Siquém disse a Hamor, seu pai: “Consegue-me esta jovem por esposa.” 5 E Jacó soube que ele tinha aviltado Diná, sua filha. E os seus filhos estavam no campo com a sua manada; e Jacó ficou calado até que retornassem. 6 Mais tarde saiu Hamor, pai de Siquém, indo ter com Jacó para falar com ele. 7 E os filhos de Jacó retornaram do campo assim que o souberam; e os homens sentiram-se feridos nos seus sentimentos e ficaram muito irados, PORQUE ELE TINHA COMETIDO UMA IGNOMINIOSA INSENSATEZ CONTRA ISRAEL, deitando-se com a filha de Jacó, quando não se devia fazer nada disso. 8 E Hamor passou a falar-lhes, dizendo: “Quanto a Siquém, meu filho, sua alma se afeiçoou à vossa filha. Por favor, dai-lha por esposa, 9 e formai alianças matrimoniais conosco. Haveis de dar-nos as vossas filhas e haveis de tomar para vós as nossas filhas. 10 E podeis morar conosco e o país ficará à vossa disposição. Morai nele e fazei negócios nele, e estabelecei-vos nele.” 11 Siquém disse então ao pai dela e aos irmãos dela: “Ache eu favor aos vossos olhos, e o que for que me disserdes, eu vo-lo darei. 12 Majorai muito o preço do matrimônio e a dádiva imposta a mim, e eu estou disposto a dar segundo o que me disserdes; somente dai-me a moça por esposa.” 13 E OS FILHOS DE JACÓ COMEÇARAM A RESPONDER COM ENGANO A SIQUÉM E A HAMOR, seu pai, e a falar assim porque ele tinha aviltado Diná, irmã deles. 14 E foram dizer-lhes: “Não é possível que façamos tal coisa, de dar a nossa irmã a um homem que tem prepúcio, porque isto é um vitupério para nós. 15 Apenas nesta condição podemos dar-te consentimento, que vos torneis como nós, sendo circuncidado cada macho dos vossos. 16 Então vos daremos certamente as nossas filhas e tomaremos para nós as vossas filhas, e certamente moraremos convosco e nos tornaremos um só povo. 17 Mas, se não nos escutardes para serdes circuncidados, então tomaremos a nossa filha e iremos embora.” 18 E suas palavras pareciam boas aos olhos de Hamor e aos olhos de Siquém, filho de Hamor, 19 e o jovem não tardou em cumprir a condição, porque se agradava da filha de Jacó e era o mais honrado de toda a casa de seu pai. 20 De modo que Hamor e Siquém, seu filho, foram ao portão de sua cidade e começaram a falar aos homens de sua cidade, dizendo: 21 “Estes homens são pacíficos para conosco. Por isso, que morem no país e façam negócios nele, visto que o país é bastante amplo diante deles. Podemos tomar as filhas deles por esposas para nós e podemos dar-lhes as nossas próprias filhas. 22 Somente na seguinte condição darão os homens seu consentimento para morar conosco, de modo que venha a haver um só povo, que todo macho nosso seja circuncidado assim como eles são circuncidados. 23 Não serão então nossas as suas propriedades e os seus bens, e todo o seu gado? Somente demos-lhes o nosso consentimento para que morem conosco.” 24 Todos os que saíam pelo portão de sua cidade escutaram então Hamor e Siquém, filho dele, e foram circuncidados todos os machos, todos os que saíam pelo portão de sua cidade. 25 No entanto, sucedeu que no terceiro dia, quando sentiam dores, os dois filhos de Jacó, Simeão e Levi, irmãos de Diná, PASSARAM A TOMAR CADA UM A SUA ESPADA E A IR INSUSPEITOS À CIDADE, E MATARAM TODO MACHO. 26 E a Hamor e a Siquém, seu filho, mataram ao fio da espada. Tiraram então Diná da casa de Siquém e saíram. 27 Os outros filhos de Jacó atacaram os homens mortalmente feridos e foram SAQUEAR a cidade, porque haviam aviltado a sua irmã. 28 TOMARAM OS SEUS REBANHOS, e as suas manadas, e os seus jumentos, e o que havia na cidade e o que havia no campo. 29 E a todos os seus meios de subsistência, e a todas as suas criancinhas, e as esposas deles LEVARAM CATIVAS, de modo que SAQUEARAM TUDO o que havia nas casas. 30 Em vista disso, Jacó disse a Simeão e a Levi: “Vós me trouxestes o banimento, fazendo de mim um mau cheiro para os habitantes do país, para os cananeus e para os perizeus, sendo eu poucos em número, e eles por certo se ajuntarão contra mim e me assaltarão, e eu terei de ser aniquilado, eu e a minha casa.” 31 Disseram, por sua vez: “Havia alguém de tratar nossa irmã como prostituta?”



Se estas ações tivessem sido praticadas contra eles ou contra os seus familiares amados, como eles as veriam?? Será que repetiriam a mesma frase???

Como se poderia classificar tais ações?? Como Jeová as classificava?? Independente de quem as pratique, não são estas ações, ações sórdidas, frutos de sentimentos sórdidos?? Vamos rever a descrição da palavra sórdida:

Sórdidos > esta é a definição de certo dicionário: SÓRDIDO adj. Sujo, imundo, repugnante, asqueroso: trajes sórdidos. / Baixo, vil, torpe, corrupto: comportamento sórdido. / Mesquinho: avareza sórdida.

Estas palavras faladas por Jesus podem nos ajudar a reconhecer os homens que praticaram tais ações: (Mateus 7:15-20) 15 "Vigiai-vos dos falsos profetas que se chegam a vós em pele de ovelha, mas que por dentro são lobos vorazes. 16 Pelos seus FRUTOS os reconhecereis. Será que se colhem uvas dos espinhos ou figos dos abrolhos? 17 Do mesmo modo, toda árvore boa produz fruto excelente, mas toda árvore podre produz fruto imprestável; 18 a árvore boa não pode dar fruto imprestável, nem pode a árvore podre produzir fruto excelente. 19 Toda árvore que não produz fruto excelente é cortada e lançada no fogo. 20 Realmente, pois, pelos seus frutos reconhecereis estes [homens].

Estes sentimentos externados em forma de ações por tais antepassados, permaneciam nas diversas gerações seguintes, bem como as ações consequentes de tais sentimentos, ou seja, os frutos dos sentimentos. No entanto, qual era a decisão judicial de Jeová para este caso?? Assim determinou Jeová para Moisés: Não se vingue nem guarde ressentimento. Um sentimento 100% oposto que geraria ações 100% opostas. (Levítico 19:18) 18 “‘Não deves tomar VINGANÇA nem ter RESSENTIMENTO contra os filhos do teu povo; e tens de amar o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou Jeová.

Praticar o mal contra o próximo, independente do motivo dado por este próximo, revela ser falta de amor a este próximo. Ele se portou como meu inimigo, e agora, o que eu devo sentir por ele?? Continue a amar este próximo. Assim falou Jesus: (Mateus 5:43-48) 43 “Ouvistes que se disse: ‘Tens de amar o teu próximo e odiar o teu inimigo.’ 44 No entanto, eu vos digo: CONTINUAI A AMAR OS VOSSOS INIMIGOS e a orar pelos que vos perseguem; 45 para que mostreis ser filhos de vosso Pai, que está nos céus, visto que ele faz o seu sol levantar-se sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos. 46 Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem também a mesma coisa os cobradores de impostos? 47 E, se cumprimentardes somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não fazem também a mesma coisa as pessoas das nações? 48 Concordemente, tendes de ser perfeitos, ASSIM COMO o vosso Pai celestial é perfeito.

Não se vingar - Este mandamento era pra ser obedecido individualmente por cada membro da nação. Não havia exceção.

Este mandamento de Jeová foi abominado tanto pela geração que o recebeu como pelas gerações seguintes, sendo amado e ensinado outro mandamento: “olho por olho, dente por dente”. Vingança, ressentimento e intolerância contra toda a qualquer ação agressiva do próximo, eram os mandamentos ensinados e amados por todo o povo.

Saquear as riquezas de outros povos, matar todo macho e transformar mulheres e crianças em escravos também era um sentimento ensinado e amado por todo o povo. Seria este um dos mandamentos de Jeová pelos quais o povo teria de viver por meio dele??

Será que eles gostariam de serem tratados desta forma por outros povos??

Acumular, armazenar riquezas e usá-las para dominar outros povos. Seria este um dos mandamentos de Jeová pelos quais o povo teria de viver por meio dele??

Uma supervalorização de si mesmo e do seu grupo e uma consequente desvalorização de outras pessoas e outros grupos também era outro mandamento ensinado e amado por todo o povo. Seria este um dos mandamentos de Jeová pelos quais o povo teria de viver por meio dele??

Aqueles que foram escolhidos deviam instruir o povo sobre os caminhos de Jeová, ou seja, a forma como Jeová havia mandado resolver os problemas do dia a dia, instruíam o povo com outras decisões judiciais. No lugar de serem MINISTROS de Jeová, mostraram ser MINISTROS de ídolos sórdidos. Aos olhos de Jeová os sacerdotes levíticos mostraram ser MINISTROS de ídolos sórdidos. Os sacerdotes levíticos mostraram ser uma “PEDRA DE TROPEÇO” para o povo, pois o povo confiava neles em face da função de MINISTROS de Jeová, função esta que havia sido dada a eles pelo próprio Jeová.

Em lugar de Jeová ser visto e tratado como o Senhor por todo o povo, a quem tinha o povo como sendo seu “senhor”?? Sendo usado em letras minúsculas (baal), o termo “baal” significa “senhor”.

A quem este povo havia livremente escolhido ter como seus senhores (reis)?? (1 Samuel 8:4-7) 4 Reuniram-se então todos os anciãos de Israel e vieram a Samuel, a Ramá, 5 e disseram-lhe: “Eis que tu mesmo ficaste velho, mas os teus próprios filhos não têm andado nos teus caminhos. Agora, designa-nos deveras um rei para nos julgar, igual a todas as nações.” 6 Mas a coisa era má aos olhos de Samuel, visto que haviam dito: “Dá-nos deveras um rei para nos julgar”, e Samuel começou a orar a Jeová. 7 Jeová disse então a Samuel: “Escuta a voz do povo referente a tudo o que te dizem; pois, não é a ti que rejeitaram, mas é a mim que rejeitaram como rei sobre eles.

Quem é o teu senhor??

Seria qualquer um que eles aceitassem como sendo “senhor” para eles.

Neste caso uma pessoa qualquer poderia ser considerada um “baal” (senhor) para um grupo, enquanto que para outro grupo, ele não seria considerado um “senhor” (baal).

Senhor” é todo aquele que estabelece regras e que passa a ser obedecido por aquele que o considera como sendo o seu “senhor”. A pessoa se curva para aquelas regras estabelecidas por aquela pessoa.

O que Jesus falou a este respeito?? Jesus falou: “Nem todo o que me disser “senhor, senhor”, entrará no reino dos céus, senão aquele que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus. (Mateus 7:21-23) 21 “Nem todo o que me disser: Senhor, Senhor’, entrará no reino dos céus, senão aquele que fizer a vontade de meu Pai, que está nos céus. 22 Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome e não expulsamos demônios em teu nome, e não fizemos muitas obras poderosas em teu nome?’ 23 Contudo, eu lhes confessarei então: Nunca vos conheci! Afastai-vos de mim, vós obreiros do que é contra a lei.



A pessoa afirmaria ter a Jesus como seu “senhor”, e no entanto, seria um obreiro do que é contra a lei de Deus.

Jesus deixou bem claro que somente aquele que obedecesse a lei dada pelo Pai é que realmente considerava Jesus como sendo seu “senhor”.

Não ficou bem claro sobre a a necessidade de se OBEDECER a lei dada pelo Pai?? Decerto que sim.

O que falou Jeová?? Uma das afirmações de Jeová foi esta: “Em lugar de obedecerem a minha lei, eles obedeceram outras leis”. (Jeremias 9:13-15) 13 E Jeová passou a dizer: “Por terem abandonado a MINHA LEI QUE DEI [PARA ESTAR] DIANTE DELES, e [por] não terem obedecido à minha voz e não terem andado nela, 14 mas terem andado atrás da obstinação do seu coração e atrás das imagens de Baal, que seus pais lhes ensinaram; 15 por isso, assim disse Jeová dos exércitos, o Deus de Israel: ‘Eis que faço que eles, isto é, este povo, comam absinto, e vou fazê-los beber água envenenada;

Assim verte a Tradução Brasileira de 1917: (Jeremias 9:13-15) 13 Jeová diz: Porque abandonaram a MINHA LEI QUE LHES PUS DIANTE, e não obedeceram à minha voz, nem andaram nela; 14 mas andaram após a obstinação do seu coração, e após os baalins, coisa que lhes ensinaram seus pais. 15 Portanto assim diz Jeová dos exércitos, Deus de Israel: Eis que alimentarei a este povo com absinto, e lhe darei de beber água de fel.

No lugar de considerarem a Jeová como seu “Senhor”, eles consideravam outros como sendo seus “senhores” por obedecerem aos regulamentos produzidos por estes “senhores”.

Quem os haviam ensinado a desobedecer a lei dada por Jeová para estar diante deles?? Os seus próprios antepassados os haviam ensinado tal coisa.

Quais antepassados?? Aqueles mesmos antepassados que haviam recebido as leis e os regulamentos dados por Jeová para estar diante deles.

Quem eram os seus velhos heróis?? Que regulamentos seguiam estes velhos heróis??

Os velhos heróis ainda não haviam recebido aqueles regulamentos que Jeová transmitiu para Moisés, ou será que já os haviam recebido?? Não praticavam os velhos heróis o engano, a vingança, o ressentimento, a superioridade, a violência e a imposição de escravidão a outros seres humanos?? Não eram estes velhos heróis festejados exatamente por causa de suas ações??





Topo desta página