A ÁRVORE CHAMADA “ALTRUÍSMO” ESTÁ DENTRO DE VOCÊ??

Criada em 23/03/2016 Última modificação em 07/09/17 às 22:19



TEM VOCÊ O ESPÍRITO ALTRUÍSTA??

Altruísmo é um dos sete espíritos que Jesus tem.

Por que o altruísmo é um espírito??

Entre uma das várias definições que podem ser atribuídos à palavra espírito, está esta: 13 tendência, disposição <e. empreendedor> 14 ideia ou intenção predominante; significação real <o e. da lei> <o e. da coisa>

Bem, trata-se de algo invisível, algo que não pode ser tocado, roubado ou tomado daquele que o possui.

Espírito Altruísta - Trata-se de uma disposição interior e contínua, isto é, sem interrupção, que caracteriza todas as decisões tomadas por aquela pessoa.



O que é altruísmo??

Altruísmoesta é a definição dada pelo dicionário Houaiss: amor desinteressado ao próximo; filantropia, abnegação.

altruísmo

s.m. (1891) 1 fil segundo o pensamento de Comte (1798-1857), tendência ou inclinação de natureza instintiva que incita o ser humano à preocupação com o outro e que, não obstante sua atuação espontânea, deve ser aprimorada pela educação positivista, evitando-se assim a ação antagônica dos instintos naturais do egoísmo 1.1 amor desinteressado ao próximo; filantropia, abnegação ¤ etim fr. altruisme 'id.' ¤ sin/var ver sinonímia de beneficência e desprendimento ¤ ant egoísmo, filáucia, misantropia; ver tb. antonímia de desprendimento e sinonímia de malevolência


O altruísta é uma pessoa abnegada.

Abnegaresta é a definição dada pelo dicionário Houaiss: renunciar a (os próprios interesses e/ou as tendências naturais) ou sacrificar-se em benefício de outrem ou em nome de uma ideia, de uma causa.

abnegar

v. (1579) 1 t.d. e pron. renunciar a (os próprios interesses e/ou as tendências naturais) ou sacrificar-se em benefício de outrem ou em nome de uma ideia, de uma causa <abnegou a vida de prazeres para lutar pelos grandes ideais> <aqueles que se abnegarem de si terão altas recompensas morais> 2 t.d. não admitir, não aceitar; lançar fora, desprezar <abnegava a injustiça e a impiedade> ¤ gram a respeito da conj. deste verbo, ver -egar ¤ etim lat. abnègo,as,ávi,átum,áre 'recusar absolutamente' ¤ sin/var ver antonímia de aceitar ¤ ant ver sinonímia de aceitar


Jesus revelou ser uma fonte de altruísmo, uma fonte de abnegação.

Do lado oposto ao altruísmo, o que temos??

Temos o egoísmo.

Egoísmo – esta é a definição dada pelo dicionário Houaiss: atitude ética ou social que parte do princípio de que o fundamento de todo pensamento ou ação é a defesa dos próprios interesses

egoísmo

s.m. (1821) 1 amor exagerado aos próprios interesses a despeito dos de outrem 2 exclusivismo que leva uma pessoa a se tomar como referência a tudo; orgulho, presunção 3 ét no kantismo, submissão do dever ao interesse particular, em detrimento da obediência à lei moral 4 ét no nietzchianismo, sentimento restrito a homem nobre e incomum, capaz de compreender o mundo do ponto de vista exclusivo de seu próprio interesse 5 psic atitude ética ou social que parte do princípio de que o fundamento de todo pensamento ou ação é a defesa dos próprios interesses ¤ etim fr. egoïsme 'id.' ¤ sin/var ver sinonímia de imodéstia e antonímia de desprendimento ¤ ant ver sinonímia de austeridade e desprendimento ¤ par egotismo(s.m.)


Bem, o ser humano nasce egoísta??

O ser humano nasce altruísta??

Como é que podemos identificar uma pessoa altruísta no meio de tantas pessoas?? Existe alguma característica física que revele que aquela pessoa é altruísta, como a cor do cabelo, a cor dos olhos, a cor da pele, a altura da pessoa??

E quanto a ser uma pessoa egoísta, tem alguma característica física que possamos identificar uma pessoa egoísta??

O altruísmo é uma coisa invisível, logo, não pode ser observada com os olhos físicos.

O egoísmo é uma coisa invisível, logo, não pode ser detectado em uma pessoa através de uma característica física qualquer dela.

Vamos ver como se comportaria uma pessoa egoísta diante de certas circunstâncias??

Quem foi que revelou este comportamento??

Foi o Pai IHVH..

A Tradução Brasileira reza:

(1 Samuel 8:9-18) 9 Agora ouve a sua voz; contudo lhes declararás solenemente e lhes farás ver como se portará o rei que há de reinar sobre eles.10 Referiu Samuel todas as palavras de Jeová ao povo que lhe havia pedido um rei, 11 e disse: Assim se portará o rei que há de reinar sobre vós: tomará vossos filhos e os porá nos seus carros e entre os seus cavaleiros, e eles correrão adiante dos seus carros; 12 e os constituirá capitães de mil e capitães de cinqüenta, e lavradores dos seus campos, e segadores das suas messes, e fabricantes das suas armas e dos seus carros. 13 Tomará vossas filhas para perfumistas, cozinheiras e padeiras. 14 Tomará o melhor dos vossos campos, e das vossas vinhas, e dos vossos olivais, e dá-los-á aos seus servos. 15 Dizimará as vossas sementes e as vossas vinhas, para dar aos seus eunucos e aos seus servos. 16 Também tomará os vossos servos e as vossas servas, e os vossos melhores mancebos, e os vossos jumentos, e os empregará no seu trabalho. 17 Dizimará também os vossos rebanhos; e vós sereis seus servos. 18 Naquele dia vós lamentareis por causa do vosso rei, que vós mesmos escolhestes; e Jeová não vos responderá naquele dia.

A Tradução Almeida reza:

(1 Samuel 8:9-18) 9 Agora, pois, ouve a sua voz, contudo lhes protestarás solenemente, e lhes declararás qual será o modo de agir do rei que houver de reinar sobre eles. 10 Referiu, pois, Samuel todas as palavras do Senhor ao povo, que lhe havia pedido um rei, 11 e disse: Este será o modo de agir do rei que houver de reinar sobre vós: tomará os vossos filhos, e os porá sobre os seus carros, e para serem seus cavaleiros, e para correrem adiante dos seus carros; 12 e os porá por chefes de mil e chefes de cinqüenta, para lavrarem os seus campos, fazerem as suas colheitas e fabricarem as suas armas de guerra e os petrechos de seus carros. 13 Tomará as vossas filhas para perfumistas, cozinheiras e padeiras. 14 Tomará o melhor das vossas terras, das vossas vinhas e dos vossos elivais, e o dará aos seus servos. 15 Tomará e dízimo das vossas sementes e das vossas vinhas, para dar aos seus oficiais e aos seus servos. 16 Também os vossos servos e as vossas servas, e os vossos melhores mancebos, e os vossos jumentos tomará, e os empregará no seu trabalho. 17 Tomará o dízimo do vosso rebanho; e vós lhe servireis de escravos. 18 Então naquele dia clamareis por causa de vosso rei, que vós mesmos houverdes escolhido; mas o Senhor não vos ouvira.

O Pai foi bem claro em informar que o rei humano agiria de forma totalmente egoísta.

O vosso rei tomará as tuas coisas e as dará para si mesmo e para os seus. O rei cuidará dos interesses dele.

O rei usará o povo para satisfação pessoal. O rei tomaria do povo tudo o que desejasse.

Será que isso era um direito legal do rei?? Praticar o egoísmo era um direito legal??

O que tanto egoísmo geraria na corrente do tempo?? Geraria clamor do povo contra o rei. O que o Pai afirmou: Não vou ouvir os clamores deles; não vou responder por causa de vossos clamores contra o rei.

Andando mais um pouco na linha do tempo, isto é, centenas de anos depois de Samuel, o Pai volta a falar sobre o comportamento dos pastores (reis).

Qual era o comportamento visto pelo Pai durante a linha do tempo??

(Ezequiel 34:7-8) 7 “‘“Portanto, pastores, ouvi a palavra de Jeová: 8 ‘“Assim como vivo”, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová, “por certo, visto que as minhas ovelhas se tornaram algo a ser saqueado e minhas ovelhas continuaram a ser alimento para toda fera do campo, por não haver pastor, e meus pastores não buscaram as minhas ovelhas, mas os pastores continuaram a apascentar a si mesmos e não apascentaram as minhas próprias ovelhas”...


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Ezequiel 34:7-8) 7 Portanto, ó pastores, ouvi a palavra de Jeová: 8 Pela minha vida, diz o Senhor Jeová, porquanto as minhas ovelhas foram entregues à rapina, e as minhas ovelhas serviram de pasto para todos os animais do campo, por não haver pastor, nem os meus pastores procuraram as minhas ovelhas, mas se apascentaram a si mesmos, e não apascentaram as minhas ovelhas;

O Pai foi claro mais uma vez.

Os pastores apascentaram a si mesmo. Os pastores cuidaram de seus próprios interesses.

Um comportamento plenamente egoísta.

Voltando um pouco na linha do tempo encontramos dois irmãos se relacionando. Os dois irmãos são Esaú e Jacó.

Vamos observar o comportamento deles buscando identificar o egoísmo.

A pessoa altruísta é aquele que não tem nem mesmo 0,01% de egoísmo dentro de si. Como se comporta uma pessoa que tem o espírito altruísta diante da prática do "lucro"?? O lucro é sinônimo de "vantagem". Quando Jacó decidiu oferecer um prato de lentilhas para o seu faminto irmão Esaú, ele estava revelando egoísmo ou altruísmo?? Jacó aproveitou a fome de seu irmão gêmeo para negociar algo que era do interesse dele, ou seja, algo que ele Jacó, desejava. Eu te dou a comida, desde que você me conceda esta vantagem.... Neste caso, Jacó decidiu tirar vantagem da situação. Neste momento, Jacó decidiu dar aqui para colher ali. Jacó tirou vantagem da situação. Para que alguém obtenha lucro, outro alguém terá prejuízo. Se você tem vantagem, esta vantagem será sobre alguém.

Vamos reler o acontecido??

(Gênesis 25:29-34) 29 Certa vez Jacó tinha ao fogo um cozido, quando Esaú veio do campo, cansado. 30 De modo que Esaú disse a Jacó: “Depressa, por favor, dá-me um bocado do vermelho — do vermelho aí, pois estou cansado!” É por isso que foi chamado pelo nome de Edom. 31 A isso Jacó disse: “Vende-me primeiro teu direito de primogênito!” 32 E Esaú continuou: “Eis que estou simplesmente morrendo, e de que proveito me é a primogenitura?” 33 E Jacó acrescentou: “Jura-me primeiro!” E ele passou a jurar-lhe e a vender a Jacó seu direito como primogênito. 34 E Jacó deu a Esaú pão e cozido de lentilhas, e ele foi comer e beber. Depois se levantou e foi embora. Assim desprezou Esaú a primogenitura.


Notou como os egoístas ainda colocam o erro em Esaú??

O que dizem??

E assim foi que Esaú desprezou a primogenitura.

Existia uma competição em torno da primogenitura??

Havia, não havia??

A primogenitura era vista como uma vantagem, não era??

Jacó buscava a vantagem, não buscava??

Há alguma dúvida??

Estava Jacó praticando o egoísmo ou o altruísmo com o seu irmão gêmeo??

Será que ficou alguma dúvida sobre o que estava Jacó praticando com o seu irmão gêmeo??

Será que ficou alguma dúvida sobre o espírito existente em Jacó??

Não, não há nenhuma dúvida. Trata-se do espírito egoísta.

Andando mais um pouco na linha do tempo, isto é, centenas de anos depois de Ezequiel, agora foi Jesus que falou sobre os pastores e a atitude egoísta deles.

(João 10:7-13) 7 Portanto, Jesus disse de novo: “Digo-vos em toda a verdade: Eu sou a porta das ovelhas. 8 Todos os que vieram em meu lugar são ladrões e saqueadores; mas as ovelhas não os têm escutado. 9 Eu sou a porta; todo aquele que entrar por mim será salvo, e entrará e sairá, e achará pastagem. 10 O ladrão não vem a não ser para furtar, e matar, e destruir. Eu vim para que tivessem vida e a tivessem em abundância. 11 Eu sou o pastor excelente; o pastor excelente entrega a sua alma em benefício das ovelhas. 12 O empregado, que não é pastor e a quem não pertencem as ovelhas como suas próprias, observa o lobo vir e abandona as ovelhas, e foge — e o lobo as arrebata e espalha — 13 porque é um empregado e não se importa com as ovelhas.. ..


Assim verte a Tradução Brasileira:

(João 10:7-13) 7 Tornou, pois, Jesus a dizer: Em verdade, em verdade vos digo: Eu sou a porta das ovelhas. 8 Todos os que vieram antes de mim, são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não os ouviram. 9 Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; e entrará, sairá e achará pastagem. 10 O ladrão não vem senão para furtar, matar e destruir; eu vim para que elas tenham vida e a tenham em abundância. 11 Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas. 12 O que é mercenário, e não pastor, a quem não pertencem as ovelhas, vê vir o lobo, abandona as ovelhas e foge, e o lobo as arrebata e dispersa. 13 O mercenário foge, porque é mercenário, e não se importa com as ovelhas.

O procedimento egoísta de todos os demais pastores (reis) foi deixado bem claro por Jesus..

Todos os que vieram em meu lugar são ladrões e saqueadores;

Todos os que vieram antes de mim, são ladrões e salteadores;

O procedimento egoísta dos demais pastores (reis) é revelado:

O ladrão não vem a não ser para furtar, e matar, e destruir.

O ladrão não vem senão para furtar, matar e destruir;

O procedimento altruísta também é revelado por Jesus:

Eu sou o pastor excelente; o pastor excelente entrega a sua alma em benefício das ovelhas.

Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas.

Ficou bem claro, não ficou??

O pastor egoísta pensa em si mesmo e vive atrás do lucro pessoal e ainda foge quando o perigo se aproxima daqueles que ele está sugando coisas e coisas.

O pastor altruísta não pega nada da ovelha. No lugar de pegar algo das ovelhas, ele dá coisas para a ovelha. Ele não foge quando as ovelhas são ameaçadas. Ele dá até mesmo a sua vida em benefício da ovelha.

Percebemos que são comportamentos de cada um em relação às ovelhas que definem se um pastor é egoísta ou altruísta.

Jesus foi bem claro em afirmar que todos os demais pastores (reis) humanos até então, ERAM O OPOSTO dele, ou seja, eram pessoas egoístas, ou seja, eram pessoas que viviam para apascentar a si mesmos com aquilo que as ovelhas tinham.

O que é mesmo apascentar??

Apascentar – esta é a definição dada pelo dicionário Houaiss: conduzir, instruir, nutrir e pastorear.

apascentar

v. (sXV) 1 t.d. conduzir ao pasto <a. um rebanho> 2 t.d. vigiar no pasto; pastorear <a. as ovelhas> 3 t.d. e pron. nutrir(-se), alimentar(-se), sustentar(-se) 4 t.d. fig. dar alimento espiritual, ensinar, doutrinar; guiar <é ofício do bispo a. os fiéis> 5 t.d.bit. e pron. fig. recrear(-se), deleitar(-se), entreter(-se) [com] <apascentava o olhar (com aquela paisagem)> <naquele panorama soberbo, a nossa vista se apascenta> ¤ etim a- + pascentar ¤ sin/var ver sinonímia de conduzir, instruir, nutrir e pastorear e antonímia de cacetear ¤ ant desnutrir; ver tb. sinonímia de cacetear


É sinônimo de pastorear.

Pastorear – Esta é a definição dada pelo dicionário Houaiss: conduzir e/ou vigiar, dirigir ou guiar como um chefe de governo; governar

pastorear

v. (a1616) 1 t.d. conduzir e/ou vigiar (o gado) no pasto; pastorar <seu ofício é p. ovelhas> 2 t.d. dirigir como pastor ('guia') <p. uma paróquia> 3 t.d. dirigir como chefe de governo; governar <não é difícil p. um povo pacífico e trabalhador> ¤ gram a respeito da conj. deste verbo, ver -ear ¤ etim pastor + -ear ¤ sin/var apascentar, apascoar, apascoentar, apastorar, pascentar, pastejar, pastorejar; ver tb. sinonímia de conduzir ¤ hom pastoreio(1ªp.s.) / pastoreio(s.m.)


A verdadeira ação de pastorear está diretamente vinculada a alguém que é altruísta.

A ação de pastorear envolve cuidar de outras pessoas. Envolve gastar tempo e energia em favor de outras pessoas. Normalmente surge a pergunta: O que ganha aquele que faz tal coisa??

Se ele vai gastar o seu tempo e sua energia com os outros, o que deve receber como paga, como recompensa??

Se quem pastoreia for um “egoísta”, quem for pastoreado por este corre grande risco, pois será roubado e abandonado quando nada mais tiver que possa interessar àquele que pastoreia.

Se aquele que pastoreia for um “altruísta”, quem for pastoreado por este nunca correrá nenhum risco e nunca será roubado por aquele que o pastoreia, além do que, aquele que o pastoreia ainda é capaz de dar a sua vida em favor do pastoreado, não fugindo do perigo.

1 - A pessoa tem uma essência pessoal, uma tendência egoísta, ou seja, voltada para si mesmo para obter lucros e ganhos e não ter prejuízos...

2 - A pessoa tem uma essência pessoal, uma tendência altruísta, ou seja, nunca voltada para si mesmo, nunca buscando lucro para si mesmo e sempre visando o bem estar dos outros, mesmo que isso acarrete em prejuízo.

Enquanto o egoísta busca o seu bem-estar, o altruísta busca o bem-estar dos outros.

Pelo que percebemos, o altruísta não faz aquela célebre pergunta sempre feita pelo egoísta. Qual pergunta??

Aquela: E eu?? O que é que eu ganho?? O que vou deixar de ganhar?? Quem vai pagar o meu prejuízo??

Percebemos que as palavras ganho (lucro) e prejuízo estão diretamente relacionadas com ter espírito altruísta ou egoísta, não percebemos??

Vamos deixar bem claro o significado de cada uma destas palavras.

Lucro – esta é a definição dada pelo dicionário Houaiss: qualquer vantagem ou benefício material, intelectual ou moral que se pode tirar de alguma coisa...

lucro

s.m. (1696) 1 qualquer vantagem, benefício (material, intelectual ou moral) que se pode tirar de alguma coisa 2 econ ganho auferido durante uma operação comercial ou no exercício de uma atividade econômica ² l. bruto econ aquele que é dado pela diferença efetiva entre o preço de aquisição, ou de custo, e o preço de venda alcançado • l. líquido econ aquele que é dado pela diferença entre o preço de aquisição ou de custo, aumentado das despesas necessárias para operar a venda ¤ etim lat. lucrum,i 'ganho, vantagem, proveito' ¤ sin/var ágio, benefício, emolumento, gança, ganço, ganho, interesse, maneio, proveito, usura, vantagem ¤ ant prejuízo ¤ hom lucro(fl.lucrar)


Prejuízo – Esta é a definição dada pelo dicionário Houaiss: perda ou dano de qualquer natureza, de qualquer natureza

prejuízo

s.m. (sXIII) 1 perda ou dano de qualquer natureza <o furacão causou muitos p. por onde passou> <o escândalo causou p. à sua imagem> 2 perda financeira ou pecuniária <a firma não pôde suportar os p. e faliu> 3 p.ext. p.us. opinião ou juízo apressado, não refletido, sem levar em conta argumentos contrários; preconceito ² em p. de m.q. em detrimento de ¤ etim lat. praejudicìum,ìi 'julgamento anterior; decisão prévia; primeira sentença' ¤ sin/var dano, detrimento, perda, rombo; ver tb. sinonímia de preconceito ¤ ant ganho, lucro


Todo e qualquer sistema que tenha por base o lucro é criado (tem origem) por uma pessoa egoísta e cujos participantes são todos egoístas, pois só toma a decisão de participar, aquele que tem interesse em conseguir um lucro.

Vamos ver a informação de Jesus trazendo a atenção a correta reação dos seus discípulos ao terem coisas a fazer??

Após contar uma ilustração bem prática de uma situação bem conhecida pelos seus discípulos, Jesus chamou a atenção para a reação final de cada discípulo ao realizar tarefas..

(Lucas 17:7-10) 7 Quem de vós, que tiver um escravo arando ou cuidando do rebanho, lhe dirá, ao chegar ele do campo: ‘Vem logo para cá, e recosta-te à mesa’? 8 Antes, não lhe dirá: ‘Apronta-me algo para a minha refeição noturna, e põe o avental e ministra-me até eu ter acabado de comer e de beber, e depois podes comer e beber’? 9 Será que ele sentirá gratidão pelo escravo porque ele fez as coisas determinadas? 10 Assim também vós, quando tiverdes feito todas as coisas que vos foram determinadas, dizei: ‘Somos escravos imprestáveis. O que temos feito é o que devíamos fazer.’”


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Lucas 17:7-10) 7 Qual de vós, tendo um servo ocupado na lavoura ou guardando gado, lhe dirá, quando ele voltar do campo: Vem já sentar-te à mesa; 8 e que antes não lhe dirá: Prepara-me a ceia, cinge-te e serve-me, enquanto eu como e bebo; e depois comerás tu e beberás? 9 Porventura agradecerá ao servo, por ter este feito o que lhe havia ordenado? 10 Assim também vós, depois de haverdes feito tudo o que vos foi ordenado, dizei: Somos servos inúteis, fizemos o que devíamos fazer.

Esta reação que Jesus revelou ser a esperada por Deus, era uma reação de uma pessoa egoísta ou de uma pessoa altruísta??

De uma pessoa com espírito egoísta ou de uma pessoa com espírito altruísta??

Vamos destacar a reação??

quando tiverdes feito todas as coisas que vos foram determinadas, dizei: ‘Somos escravos imprestáveis. O que temos feito é o que devíamos fazer.’”

depois de haverdes feito tudo o que vos foi ordenado, dizei: Somos servos inúteis, fizemos o que devíamos fazer.

Quem tem espírito egoísta, vai valorizar cada coisa que faz, aguardando um reconhecimento, um elogio, uma recompensa ou um agrado qualquer.. Se não receber tais coisas esperadas, o egoísta ficará frustrado e perderá a alegria em continuar a fazer aquela coisa. Dependendo de cada egoísta, a reação poderá chegar até mesmo na violência.

De forma oposta, aquele que tem o espírito altruísta, não espera receber nada em face do que está fazendo. Ele não deseja reconhecimento, elogios, gratificações ou outras coisas. Ele entende que é uma obrigação dele fazer aquelas coisas, e que haveria erro dele se ele deixasse de fazer aquelas coisas. Ele vê o fazer aquelas coisas como uma obrigação de sua parte. Mesmo que alguém ofereça a ele tais coisas, ele não as aceitará.

Será que Jesus aceitou glórias dadas a ele pelos humanos por reais coisas feitas por Jesus?? O que ele nos disse??

(João 5:41) 41 Não aceito glória de homens,


Assim verte a Tradução Brasileira:

(João 5:41) 41 Não recebo glória dos homens,

Não recebo, não aceito glória vinda de homens iguais a mim.

Ficou bem claro que Jesus estava dando o seu exemplo em como reagir depois de fazer corretamente todas as coisas.

É assim que você se sente ao fazer todas as coisas??

<>Perdoar por exemplo..

Como se sente uma pessoa egoísta ao perdoar alguém??

Bem, como exigiu dela algum esforço, ela deseja ser aplaudida e exaltada por ter praticado o perdão. Ele deseja receber uma merecida glória, uma glorificação merecida.

No entanto, não é uma falta de informação dela em relação a esta importante reação humana no dia a dia??

Talvez o egoísta não se lembre da informação dada por Jesus em relação a isso.

Jesus informou:

(Mateus 6:14-15) 14 Pois, se perdoardes aos homens as suas falhas, também o vosso Pai celestial vos perdoará; 15 ao passo que, se não perdoardes aos homens as suas falhas, tampouco o vosso Pai vos perdoará as vossas falhas.


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Mateus 6:14-15) 14 Pois se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará; 15 mas se não perdoardes aos homens, tão pouco vosso Pai perdoará as vossas ofensas.

Ora, qual deve ser a reação do humano depois de perdoar alguém??

Deve esperar agradecimentos, elogios, recompensas e glorificações??

O que deveria esperar uma criança depois de comer aquele prato totalmente saudável, preparado pelo seu sábio pai??

Deverá fazer uma chantagem antes de comer?? Deverá exigir uma recompensa, como uma saborosa sobremesa daquilo não saudável que ele tanto gosta?? Deverá esperar um elogio do pai por isso, e uma recompensa como levar ele para passear em um parque de diversões?? Deverá esperar receber uma glorificação por ter comido a comida toda??

Ora, o alimento saudável só fará o bem para o organismo do filho, não é mesmo?? Não importa se o filho gosta ou não. O que realmente importa é a saúde e a continuidade da vida do filho, não é verdade?? Ora, é o filho quem precisa se adaptar a todos os sabores que representam vida e saúde para ele, não é verdade??

Se há algum erro, este erro está exclusivamente no filho, não é verdade??

Assim é o caso do perdão..

Pode ser algo que o filho não goste, no entanto, é para a saúde do filho.

O filho precisa entender. O filho precisa aprender.

Se depender da vontade do filho, se depender do desejo do filho, ele estará vendo um grande esforço a fazer. Também estará vendo uma ocasião para ser reconhecido o seu grande esforço. O filho desejará pelo menos um elogio para “compensar” todo o esforço que teve de fazer.

Percebemos que esta não é a reação de quem tem o espírito altruísta, não percebemos??

Vamos ver um outro exemplo de uma reação de um egoísta??

Este egoísta estava bem diante de Jesus, e veio lhe perguntar sobre como ele ganharia a vida eterna.

Lembram dele, não lembram??

(Mateus 19:16-24) 16 E eis que alguém, aproximando-se, disse-lhe: “Instrutor, que preciso fazer de bom, a fim de obter a vida eterna?” 17 Ele lhe disse: “Por que me perguntas sobre o que é bom? Há um que é bom. Se queres, porém, entrar na vida, observa continuamente os mandamentos.” 18 Disse-lhe ele: “Quais?” Jesus disse: “Ora, não deves assassinar, não deves cometer adultério, não deves furtar, não deves dar falso testemunho, 19 honra [teu] pai e [tua] mãe, e, tens de amar o teu próximo como a ti mesmo.” 20 O jovem disse-lhe: “Tenho guardado a todos estes; que me falta ainda?” 21 Jesus disse-lhe: “Se queres ser perfeito, vai vender teus bens e dá aos pobres, e terás um tesouro no céu, e vem, sê meu seguidor.” 22 Quando o jovem ouviu estas palavras, afastou-se contristado, porque tinha muitas propriedades. 23 Jesus, porém, disse aos seus discípulos: “Deveras, eu vos digo que será difícil para um rico entrar no reino dos céus. 24 Novamente, eu vos digo: É mais fácil um camelo passar pelo orifício duma agulha, do que um rico entrar no reino de Deus.”


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Mateus 19:16-24) 16 Chegou um moço e perguntou-lhe: Mestre, que coisa boa farei para ter a vida eterna? 17 Respondeu-lhe Jesus: Por que me perguntas sobre o que é bom? Um há que é bom; mas se queres entrar na Vida, guarda os mandamentos. 18 Ele inquiriu: Quais? Respondeu Jesus: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, 19 honra a teu pai e a tua mãe, e amarás ao teu próximo como a ti mesmo. 20 Replicou-lhe o moço: Tudo isso tenho guardado; que me falta ainda? 21 Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai vender tudo o que tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro nos céus; depois vem seguir-me. 22 O moço, porém, ouvindo estes preceitos, retirou-se triste; porque tinha muitos bens. 23 Jesus declarou a seus discípulos: Em verdade vos digo que um rico dificilmente entrará no reino dos céus. 24 Também vos digo que mais fácil é passar um camelo pelo fundo de uma agulha, do que entrar um rico no reino de Deus.

Jesus, que dizer que todo aquele que é rico é um egoísta??

Basta fazer o teste.

Peça a ele para vender todas as coisas que possui, ou seja, todas as suas posses e dar aos pobres. Se ele concordar alegremente, ele é um altruísta, ou seja, é alguém preocupado com os pobres.

No entanto, se ele ficar triste e sair de perto, então ele é um egoísta, ele tem o espírito egoísta.

Por que aquele jovem ficou triste??

Ele estava na vantagem sobre os pobres. Sua condição era de vantagem sobre os pobres.

O que aconteceria se ele vendesse tudo e desse para os pobres??

Em que condição ele ficaria??

Não ficaria na mesma condição dos pobres?? Não era esta uma condição desfavorável em relação aos ricos??

Será que aquele rico admitia estar na condição de pobre??

Para ele era uma condição rebaixada, não era??

Somente alguém com espírito altruísta é que se preocuparia com a condição do pobre, pois aquele que tem o espírito egoísta, está preocupado com a sua situação vantajosa e em manter a sua situação vantajosa.

O que aquele jovem rico revelou ser diante de todos??

Revelou ter um espírito altruísta??

Ele revelou ter um espírito egoísta, não foi mesmo??

Vejamos agora uma situação na qual existe um grande prejuízo material envolvido.

Vejamos a reação de um altruísta e de um egoísta. São duas pessoas. Uma pessoa é altruísta e a outra pessoa é egoísta.

As duas pessoas demonstraram amor a alguém que estava em dificuldades financeiras. As duas pessoas emprestaram dinheiro a alguém necessitado. Até aí, tudo estava bem. Havia a possibilidade de pagamento do empréstimo.

Ainda ressaltamos que nenhuma das duas pessoas falou em juros sobre o tal empréstimo. Muito louvável da parte das duas pessoas.

Bem, a diferença entre as duas pessoas foi exatamente na hora da prestação de contas do empréstimo.

Vejamos como foi a reação destas duas pessoas.

(Mateus 18:23-30) 23 É por isso que o reino dos céus se tem tornado semelhante a um homem, um rei, que queria ajustar contas com os seus escravos. 24 Quando começou a ajustá-las, trouxeram-lhe um homem que lhe devia dez mil talentos [= 60.000.000 de denários]. 25 Mas, porque não tinha os meios de pagar [isso] de volta, seu amo mandou que ele, e a esposa dele, e os filhos dele, e todas as coisas que tivesse, fossem vendidos e fosse feito o pagamento. 26 Por isso, o escravo prostrou-se e começou a prestar-lhe homenagem, dizendo: ‘Tem paciência comigo, e eu te pagarei tudo de volta.’ 27 Penalizado, por causa disso, o amo daquele escravo deixou-o ir e cancelou a sua dívida. 28 Mas aquele escravo saiu e achou um dos seus co-escravos, que lhe devia cem denários; e, agarrando-o, começou a estrangulá-lo, dizendo: ‘Paga de volta o que deves.29 Por isso, seu co-escravo prostrou-se e começou a suplicar-lhe, dizendo: ‘Tem paciência comigo, e eu te pagarei de volta0.’ 30 No entanto, ele não estava disposto, mas foi e mandou lançá-lo na prisão, até que pagasse de volta o que devia.


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Mateus 18:23-30) 23 Por isso o reino dos céus é semelhante a um rei, que resolveu ajustar contas com os seus servos. 24 Tendo começado a ajustá-las, trouxeram-lhe um que lhe devia dez mil talentos. 25 Não tendo, porém, o servo com que pagar, ordenou o seu senhor que fossem vendidos-ele, sua mulher, seus filhos e tudo quanto possuía, e que se pagasse a dívida. 26 O servo, pois, prostrando-se, o reverenciava, dizendo: Tem paciência comigo, que te pagarei tudo. 27 O senhor teve compaixão daquele servo, deixou-o ir e perdoou-lhe a dívida. 28 Tendo saído, porém, aquele servo, encontrou um dos seus companheiros, que lhe devia cem denários; e segurando-o, o sufocava, dizendo-lhe: Paga o que me deves. 29 Este, caindo-lhe aos pés, implorava: Tem paciência comigo, que te pagarei. 30 Ele, porém, não o atendeu; mas foi-se embora e mandou conservá-lo preso, até que pagasse a dívida.

Vamos destacar aqui as duas reações plenamente opostas.

Aqui está a primeira reação diante de uma dívida.

Aqui está a segunda reação diante de uma dívida.

A primeira pessoa tinha muito. A primeira pessoa era um rei. A dívida era alta para o devedor e este devedor não tinha como pagar. Para ele, era uma dívida teoricamente impagável.

A segunda pessoa não tinha muito. A segunda pessoa era um servo. A dívida era alta para o devedor e este devedor não tinha como pagar. Para este segundo devedor, era uma dívida teoricamente impagável.

Qual foi a reação da primeira pessoa??

A primeira pessoa teve compaixão, ficou com o prejuízo, e deu por paga aquela divida, liberando o devedor de qualquer tipo de pagamento, muito embora o devedor tenha anunciado a intenção de pagar aquela dívida.

A segunda pessoa não teve compaixão, não aceitou ficar no prejuízo, exigindo que aquele que não tinha como pagar, pagasse a dívida mesmo assim. Apesar do devedor anunciar a sua intenção de pagar a dívida, o que fez esta segunda pessoa?? Esta segunda pessoa ainda mandou prender aquele que não tinha condição de pagar a dívida. Como um homem preso conseguiria pagar uma dívida??

Reações totalmente opostas, não é verdade??

Uma pessoa era altruísta e estava revelando todo o seu altruísmo de forma prática, não estava??

A outra pessoa era egoísta e estava revelando todo o seu egoísmo de forma prática, não estava??

Esta pessoa egoísta precisava aprender algo, não precisava??

Esta pessoa egoísta precisava experimentar do seu próprio veneno, não é verdade??

Se ela experimentasse do seu próprio veneno, será que ela conseguiria abandonar o seu egoísmo, exatamente por ser vítima dele, e aprender a ser uma pessoa altruísta??

Bem, a decisão do rei foi exatamente esta, ou seja, fazer o egoísta experimentar o seu próprio veneno, sendo também colocado na mesma prisão até conseguir pagar a sua dívida teoricamente impagável para ele.

Quem sabe se ali ele conseguiria vivenciar na pele aquilo que ele tinha feito ao seu devedor..

Quem sabe, não é mesmo??

Continuando a falar sobre reações egoístas, obviamente de pessoas com espírito egoísta, vejamos esta ilustração contada por Jesus.

(Lucas 12:16-21) 16 Com isso contou-lhes uma ilustração, dizendo: “A terra de certo homem rico produziu bem. 17 Conseqüentemente, ele começou a raciocinar no seu íntimo, dizendo: ‘Que farei, agora que não tenho onde ajuntar as minhas safras?’ 18 De modo que ele disse: ‘Farei o seguinte: Derrubarei os meus celeiros e construirei maiores, e ali ajuntarei todos os meus cereais e todas as minhas coisas boas; 19 e direi à minha alma: “Alma, tens muitas coisas boas acumuladas para muitos anos; folga, come, bebe, regala-te.”’ 20 Mas Deus disse-lhe: ‘Desarrazoado, esta noite te reclamarão a tua alma. Quem terá então as coisas que armazenaste?’ 21 Assim é com o homem que acumula para si tesouro, mas não é rico para com Deus.”


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Lucas 12:16-21) 16 Então lhes expôs uma parábola, dizendo: As terras de um homem rico produziram muito fruto. 17 Ele discorria consigo: Que hei de fazer, pois não tenho onde recolher os meus frutos? 18 Disse: Farei isto; derribarei os meus celeiros e os construirei maiores, e aí guardarei toda a colheita e os meus bens; 19 e direi à minha alma: Minha alma, tens muitos bens em depósito para largos anos; descansa, come, bebe, regala-te. 20 Mas Deus disse-lhe: Insensato, esta noite te exigirão a tua alma; e as coisas que ajuntaste, para quem serão? 21 Assim é aquele que entesoura para si, e não é rico para com Deus.

Alguém diria: Ora, isso é que qualquer pessoa normal faria.

Bem, do ponto de vista humano, esta é a coisa normal a fazer. No entanto, do ponto de vista de Jesus, esta pessoa que pensa e age assim é uma pessoa desarrazoada, uma pessoa insensata. Trata-se de uma pessoa egoísta que só consegue ver lucros e vantagens pessoais.

Quem é que está com a razão??

Jesus ou os demais humanos??

O que é mesmo uma pessoa insensata??

Insensato – esta é a definição dada pelo dicionário Houaiss: que ou aquele que não está em seu juízo, cujos atos são contrários ao bom senso, à justa medida; insano, doido, delirante..

insensato

adj. (1708) 1 que não é conforme ao bom senso, à razão <atos i.> <palavras i.> n adj.s.m. 2 que ou aquele que não está em seu juízo, cujos atos são contrários ao bom senso, à justa medida; insano, doido, delirante ¤ etim lat. insensátus,a,um 'irracional' ¤ sin/var como adj. e/ou subst.: ver sinonímia de desajuizado e antonímia de prevenido ¤ ant como adj. e/ou subst.: ver antonímia de maluco e sinonímia de prevenido


Esta descrição do egoísta feita por Jesus deve fazer o humano pensar e pensar, não é verdade??

No entanto, alguém poderia perguntar: Por que Jesus contou tal ilustração??

Bem, então vamos ver..

(Lucas 12:13-15) 13 Disse-lhe então um dos da multidão: “Instrutor, dize a meu irmão que divida comigo a herança.” 14 Ele lhe disse: “Homem, quem me designou juiz ou partidor sobre vós?” 15 Então lhes disse: “Mantende os olhos abertos e guardai-vos de toda sorte de cobiça, porque mesmo quando alguém tem abundância, sua vida não vem das coisas que possui.”


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Lucas 12:13-15) 13 Um homem disse-lhe do meio da multidão: Mestre, manda a meu irmão que reparta comigo a herança. 14 Mas ele lhe respondeu: Homem, quem me constituiu juiz ou partidor entre vós? 15 Disse ao povo: Olhai e guardai-vos de toda a avareza, porque a vida de um homem não consiste na abundância das coisas que possui.


Assim verte a Tradução Almeida:

(Lucas 12:13-15) 13 Disse-lhe alguém dentre a multidão: Mestre, dize a meu irmão que reparte comigo a herança. 14 Mas ele lhe respondeu: Homem, quem me constituiu a mim juiz ou repartidor entre vós? 15 E disse ao povo: Acautelai-vos e guardai-vos de toda espécie de cobiça; porque a vida do homem não consiste na abundância das coisas que possui.

Havia uma disputa sobre uma herança. Havia alguém que não queria repartir (provavelmente um primogênito, ou seja, aquele que herdava tudo) e alguém que desejava a divisão igualitária da herança.

Uma situação interessante.

No entanto, Jesus foi na raiz daquela competição, ou seja, a cobiça comum aos dois humanos em questão. Na luta pela posse de coisas e mais coisas, o humano se torna um insensato. Antes da posse, existe a cobiça, que é o desejo de se apossar, de ter para si.

Um egoísta considera normal a posse e o desejo de posse, não ficando satisfeito, desejando aumentar e aumentar as suas posses.

Enquanto Jesus ensinava para o humano não se preocupar com o alimento do dia seguinte, aquele homem da ilustração estava preocupado com os vários anos de despreocupação e sossego que toda aquela colheita poderia lhe proporcionar...

Preocupou-se com o próximo??

Preocupou-se se o próximo teria o suficiente para sobreviver durante o seu guardar e guardar??

Claro que não, não é mesmo??

Bem, vamos falar de novo sobre perdão??

É que o perdão é a coisa mais importante do reino de Deus..

Vamos rever esta regra de comportamento informada por Jesus.


(Mateus 5:38-39) 38 Ouvistes que se disse: ‘Olho por olho e dente por dente.’ 39 No entanto, eu vos digo: Não resistais àquele que é iníquo; mas, a quem te esbofetear a face direita, oferece-lhe também a outra.


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Mateus 5:38-39) 38 Tendes ouvido que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. 39 Eu, porém, vos digo: Não resistais ao homem mau; mas a qualquer que te dá na face direita, volta-lhe também a outra;

Como reage uma vítima egoísta??

Como uma boa egoísta que é, ela não admite prejuízo. O egoísta está sempre atrás de lucro, de vantagem. Ao receber uma ofensa, o que deseja a vítima egoísta?? Deseja ficar na desvantagem?? Aceita ficar na desvantagem?? Em quem ela está pensando?? Não está pensando em si mesma, na sua condição de vítima??

Jesus chama a atenção o ensino praticado até então..

E qual era??

É que a vítima conseguiu legalizar o seu direito de praticar um mal. A vítima consegui assegurar o seu direito de fazer maldade. De tanto pensar em si mesmo, a vítima criou e definiu uma “legalização” para praticar a maldade.

Por exemplo, muitos são os humanos que desejam ardentemente a aprovação de uma lei que os libere para comprar armas e usar armas, somente para se defenderem, obviamente.

O que percebemos??

Não é uma luta das vítimas de terem o direito de praticarem o mal contra todo aquele que representar um perigo contra ela?? Não se trata de uma legalização para suas maldades??

Bem, o dente por dente foi uma conquista da vítima..

A vítima estava dentro da lei ao praticar uma maldade.

Tratava-se de uma prática da maldade devidamente amparada pela lei.

No entanto, Jesus informa para a vítima, qual deveria ser o comportamento dela diante desta condição de vítima..

O que disse Jesus para a vítima fazer?? Será que ratificou a legalidade existente e dada por Moisés??

a quem te esbofetear a face direita, oferece-lhe também a outra.

a qualquer que te dá na face direita, volta-lhe também a outra;



Segundo Jesus, qual passava ser o direito da vítima??

Segundo Jesus, que ação da vítima era realmente “legal” do ponto de vista do Pai??

Era voltar a outra face..

Quem é que conseguiria fazer tal coisa??

Será que a vítima com espírito egoísta conseguiria oferecer a outra face??

Como uma boa egoísta, o que diria tal vítima??

E eu?? Onde fica a minha dor?? Ninguém se importa comigo??

Alguma dúvida??

Para poder fazer o que Jesus pediu para fazer, a pessoa precisa ser altruísta..

Bem, este parece ser o grande problema da humanidade, não é mesmo??

Onde estão aqueles que estão dispostos a praticar esta norma de comportamento que somente quem tem um espírito altruísta é que consegue praticar??

Sendo assim, que tipo de reação previu Jesus para seus alunos??

Previu um comportamento egoísta ou um comportamento altruísta das vítimas de violência??

Assim nos avisou Jesus:

(Revelação 6:9-11) 9 E quando abriu o quinto selo, vi por baixo do altar as almas dos que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa da obra de testemunho que costumavam ter. 10 E gritaram com voz alta, dizendo: Até quando, Soberano Senhor, santo e verdadeiro, abster-te-ás de julgar e vingar o nosso sangue dos que moram na terra?” 11 E a cada um deles foi dada uma comprida veste branca; e foi-lhes dito que descansassem mais um pouco, até que se completasse também o número dos seus co-escravos e dos seus irmãos, que estavam para ser mortos assim como eles também tinham sido.


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Apocalipse 6:9-11) 9 Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas daqueles que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que mantinham. 10 Clamaram com uma grande voz: Até quando, Senhor, santo e verdadeiro, deixas de julgar os que habitam sobre a terra e deles vingar o nosso sangue? 11 A cada um deles foi dada uma vestidura branca; e foi-lhes dito que repousassem ainda por um pouco de tempo até que também se completasse o número dos seus conservos e seus irmãos, que deviam ser mortos como eles o foram.

Era este o comportamento de uma vítima altruísta??

Estavam clamando por vingança do seu inocente sangue derramado??

Sim, estavam.

Ora, mas este não é o comportamento de uma vítima altruísta, não é mesmo??

O que precisavam tais vítimas sem o espírito altruísta??

Precisavam ser perdoadas de mais este pecado diante do Pai. Em face disso, receberam compridas vestes brancas.

Bem voltemos às descrições feitas pelo Pai na Sua observação do comportamento humano.

O que mais observou o Pai??

(Ezequiel 34:17-22) 17 “‘E quanto a vós, minhas ovelhas, assim disse o Soberano Senhor Jeová: “Eis que julgo entre ovídeo e ovídeo, entre os carneiros e os cabritos. 18 É algo de somenos importância para vós apascentardes a vós mesmos no melhor dos pastos, mas pisardes o resto dos vossos pastos com os vossos pés, e beberdes água pura, mas sujardes a que sobra, batendo com os vossos próprios pés? 19 E quanto às minhas ovelhas, devem elas pastar no pasto pisado pelos vossos pés e devem elas beber a água tornada suja pelo bater de vossos pés?” 20 “‘Portanto, assim lhes disse o Soberano Senhor Jeová: “Eis aqui estou, eu mesmo, e hei de julgar entre o ovídeo gordo e o ovídeo magro, 21 visto que continuastes a empurrar com o lado e com o ombro, e visto que continuastes a marrar com os vossos chifres a todas as adoentadas até que as tínheis espalhado para fora. 22 E eu vou salvar as minhas ovelhas e elas não mais se tornarão algo a ser saqueado; e vou julgar entre ovídeo e ovídeo.


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Ezequiel 34:17-22) 17 Quanto a vós, rebanho meu, assim diz o Senhor Jeová: Eis que julgo entre ovelhas e ovelhas, entre carneiros e bodes. 18 Acaso parece-vos pouca coisa o terdes pastado o bom pasto, senão que haveis de pisar aos vossos pés o resto do vosso pasto? e o terdes bebido as águas claras, senão que haveis de sujar o resto com os vossos pés? 19 Quanto às minhas ovelhas, elas pastam o que haveis pisado com os vossos pés, e bebem o que haveis sujado com os vossos pés. 20 Portanto assim lhes diz o Senhor Jeová: Eis que eu, eu mesmo, julgarei entre as ovelhas gordas e as ovelhas magras. 21 Porquanto com o lado e com o ombro dais empurrões, e com os vossos chifres impelis todas as adoentadas, até as terdes espalhado por toda a parte; 22 portanto salvarei o meu rebanho, e ele não servirá mais de presa; e julgarei entre ovelhas e ovelhas.

Ora, que comportamento era esse que o Pai estava observando??

Era o comportamento de ovelhas egoístas??

Eram ovelhas que não se importavam com outras ovelhas iguais a elas??

O que estavam fazendo estas ovelhas??

É algo de somenos importância para vós apascentardes a vós mesmos no melhor dos pastos, mas pisardes o resto dos vossos pastos com os vossos pés, e beberdes água pura, mas sujardes a que sobra, batendo com os vossos próprios pés?

Acaso parece-vos pouca coisa o terdes pastado o bom pasto, senão que haveis de pisar aos vossos pés o resto do vosso pasto? e o terdes bebido as águas claras, senão que haveis de sujar o resto com os vossos pés?

Ora, aquelas ovelhas que estavam sendo roubadas e saqueadas pelos pastores, estavam tendo esta atitude para com outras ovelhas??

Ora, que espécie de ovelhas eram estas??

visto que continuastes a empurrar com o lado e com o ombro, e visto que continuastes a marrar com os vossos chifres a todas as adoentadas até que as tínheis espalhado para fora.

Porquanto com o lado e com o ombro dais empurrões, e com os vossos chifres impelis todas as adoentadas, até as terdes espalhado por toda a parte;

Bem, qual era a doença destas ovelhas??

Eram ovelhas egoístas..

Tinham pastores egoístas, mas, também eram ovelhas egoístas.

Como se comportaria uma ovelha altruísta??

(Mateus 7:12) 12 Todas as coisas, portanto, que quereis que os homens vos façam, vós também tendes de fazer do mesmo modo a eles; isto, de fato, é o que a Lei e os Profetas querem dizer.


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Mateus 7:12) 12 Portanto tudo o que quiserdes que os homens vos façam, fazei-o assim também vós a eles; porque esta é a lei e os profetas.

A ovelha altruísta se comporta exatamente segundo esta regra de comportamento, que, segundo Jesus, resumia toda a lei de Deus.

Vimos acima como se comportavam as ovelhas. Eram ovelhas que viviam por outra regra de comportamento.

E qual era a regra??

Cada um por si. Aliás, elas iam além disso, pois prejudicavam intencionalmente as ovelhas ao redor delas.

Percebemos qual importante é o espírito altruísta para o bom relacionamento humano??

Percebemos que se trata de um espírito indispensável??

Vejamos agora como um egoísta recebe um sim ou um não a alguma solicitação sua a outra pessoa..


Como um egoísta recebe um “sim” e um “não”??

Ele imagina que o “sim” e o “não” representam uma aprovação ou uma reprovação “dele”, a pessoa. Desta forma, na mente do egoísta, aquele que fala um “não” pode ser visto e sentido como um inimigo e o que fala um “sim” pode ser visto e sentido como um amigo. Logo, ele valoriza aquele que lhe diz um “sim” e desvaloriza aquele que lhe diz um “não”.

O egoísta imagina que aquele que lhe diz um sim é porque gosta dele e o que lhe diz um não é porque não gosta dele ou tem algo contra ele.. Neste caso, ele imagina que as decisões tomadas por outros envolvem o gostar e o não gostar dele. Quem gosta de mim, diz “sim” e quem não gosta de mim, diz “não”.

O relacionamento egoísta está intimamente interligado com a parcialidade, o que envolve o protecionismo e o favoritismo. Será que o egoísta não consegue imaginar que o mundo não gira em torno dele?? Desta forma, o egoísta, sentindo-se ofendido, passa a guardar certo ressentimento do outro humano que não fez as coisas segundo o que ele desejava, possivelmente, vendo-o como um inimigo.

Como um altruísta recebe um “sim” e um “não”?? Ele sabe tudo o que envolve ele receber aquele “sim” e o que envolve ele receber aquele “não”.

De forma oposta ao egoísta, o altruísta não espera que a resposta seja dada em face do que ele represente ou não represente para a outra pessoa. O altruísta ama e pratica a impessoalidade, abominando o favoritismo e o protecionismo. O altruísta sabe da existência desta e daquela “norma de comportamento” que deve servir de base para aquele “sim” ou aquele “não” que recebeu. O altruísta sabe, compreende e aceita a existência da lei e a abraça como base para todas as suas análises de decisões do dia a dia. O altruísta se alegra com o “sim” e “não” que recebe, DESDE QUE este seja consequência (fruto) da “obediência” a esta ou aquela norma de comportamento, que também tenha por base a impessoalidade. O altruísta não se sentirá ofendido, caso a outra pessoa tenha lhe dado uma resposta com base no favoritismo ou protecionismo a uma terceira pessoa, pois ele sabe o quão “doente” está aquele que ainda pratica o protecionismo e o favoritismo, não perdendo a oportunidade para informar àquela pessoa sobre esta doença dela. O altruísta entende que aquela pessoa doente, está ofendendo à norma de comportamento, e não a ele (altruísta) como pessoa.

Neste caso, ficou bem claro que toda ofensa feita a um próximo qualquer, e até mesmo ao Pai, na verdade, é uma ofensa a uma norma de comportamento... Por exemplo, a honestidade é uma norma de comportamento. Quando uma pessoa age de forma desonesta contra seu próximo, ele está ofendendo tanto a norma de comportamento quanto a si própria, trazendo sobre si mesma uma sujeira, aquela mancha de ser um desonesto. Trata-se de uma sujeira que mancha a personalidade daquele humano.

Parece que a personalidade do humano é aquela roupa invisível que todo o qualquer humano deveria fazer questão de manter límpida como o algodão. Agora me diga, como você recebe um “não” e um “sim”??


Vejamos agora como um egoísta ama e como um altruísta ama.

(Mateus 5:43-48) 43 Ouvistes que se disse: ‘Tens de amar o teu próximo e odiar o teu inimigo.’ 44 No entanto, eu vos digo: Continuai a amar os vossos inimigos e a orar pelos que vos perseguem; 45 para que mostreis ser filhos de vosso Pai, que está nos céus, visto que ele faz o seu sol levantar-se sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos. 46 Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem também a mesma coisa os cobradores de impostos? 47 E, se cumprimentardes somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não fazem também a mesma coisa as pessoas das nações? 48 Concordemente, tendes de ser perfeitos, assim como o vosso Pai celestial é perfeito.


Assim verte a Tradução Brasileira

(Mateus 5:43-48) 43 Tendes ouvido que foi dito: Amarás o teu próximo e aborrecerás o teu inimigo. 44 Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem, 45 para que vos torneis filhos de vosso Pai que está nos céus, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e vir chuvas sobre justos e injustos. 46 Pois se amardes aos que vos amam, que recompensa tendes? não fazem os publicanos também o mesmo? 47 Se saudardes somente aos vossos irmãos, que fazeis de especial? não fazem os gentios também o mesmo? 48 Sede vós, pois, perfeitos, como vosso Pai celestial é perfeito.

Como é que o egoísta ama??

Como ele visa sempre a vantagem e abomina a desvantagem, Ele ama àquele que o ama e odeia àquele que o odeia.

O egoísta faz o bem àquele que ele ama. O egoísta dá coisas para aqueles que ele ama.

O egoísta não consegue amar o inimigo, pois o inimigo é aquele que lhe causa prejuízo, e ele abomina o prejuízo.

Do lado oposto está a forma como o altruísta ama.

O altruísta dá o seu amor. O altruísta não está preocupado com lucro ou prejuízo.

Sendo assim, o altruísta dá o seu amor para aquele que o ama, assim como dá o seu amor para aquele que o odeia.

O altruísta ama os seus inimigos, estando sempre preocupado com o bem-estar deles. O altruísta se mantém preocupado com o bem-estar daquele que o trata como um inimigo.

Jesus fez uma interessante pergunta: Se você amar somente a quem te ama, que recompensa tendes??

Ora, o egoísta responderia que só há recompensa em amar àquele que o ama.

No entanto, a pergunta de Jesus visava induzir o egoísta a raciocinar.

O problema é que o egoísta afirmava amar o próximo. É óbvio que ele estava amando. No entanto, ele ainda estava muito longe daquilo que o Pai tem como amar ao próximo.

O problema que este egoísta afirmava ser melhor do que os demais humanos. Este egoísta sentia repugnância das pessoas das nações e de certos humanos de sua nação, pessoas conhecidas como publicanos ou cobradores de impostos.. Eram pessoas da mesma nação daquele egoísta, mas que tinham um comportamento de traidores, pois trabalhavam para os interesses de Roma, no lugar de trabalhar pelos interesses da nação dele.

Em face disso, Jesus fez aquela pergunta, e depois adicionou este comentário: Aquele publicano que você sente repugnância também ama assim como você, logo, que diferença existe entre ele e você??

É óbvio que aquele egoísta ficaria ofendido com Jesus, no lugar de se envergonhar por amar de forma egoísta, quando devia amar de forma altruísta.

O conceito do Pai é um conceito perfeito. Trata-se de amar de forma perfeita, de forma completa.

Percebemos que para amar de forma completa, de forma perfeita como o Pai ama, é necessário ter um espírito altruísta.

Percebemos que o Pai tem um espírito altruísta.

Bem, se o Pai tem um espírito altruísta e perdoa de forma altruísta, aceitando ficar no prejuízo e sempre pensando no bem do endividado, será que o Pai IHVH exigiria um resgate para poder perdoar o humano, colocando-o em uma cadeia até que pagasse uma dívida impagável??

Será que este Pai IHVH iria mais longe, exigindo uma vida humana para poder perdoar a dívida da humanidade devedora??

Já parou para pensar sobre isso??

Ainda não??

Então comece.





Início desta página