O QUE É BLASFÊMIA

Última alteração em 12/07/2014




Blasfêmia


"VERDADE" ESTABELECIDA POR JESUS:
As coisas procedentes da boca saem do coração

JÓ NÃO ERA UM ISRAELITA, ELE ERA UM EDOMITA. NÃO HAVIA NA TERRA NENHUM OUTRO HUMANO IGUAL A ELE. ELE ERA UM SERVO DE JEOVÁ. ELE ERA UM ADORADOR DE JEOVÁ, E NÃO ERA ISRAELITA, NÃO ERA UM DESCENDENTE DE JACÓ. ELE ERA UM DESCENDENTE DE ESAÚ, O IRMÃO GÊMEO DE JACÓ.

O que falamos entre nós contra ti??

Forte e audazes foram as vossas palavras contra Mim.

Ora, quem foi que falou palavras fortes e audazes contra o Pai Jeová??

(Malaquias 3:13-15) 13 Fortes foram as vossas PALAVRAS contra mim”, disse Jeová. E dissestes: “Que falamos entre nós contra ti?” 14 “Dissestes: ‘De nada vale servir a Deus. E que lucro há em termos cumprido a obrigação para com ele e em termos andado acabrunhados por causa de Jeová dos exércitos? 15 E atualmente declaramos felizes os presunçosos. Também os praticantes da iniqüidade foram edificados. Eles também têm experimentado a Deus e conseguem safar-se.’”


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Malaquias 3:13-15) 13 As vossas palavras têm sido AUDAZES contra mim, diz Jeová. Contudo dizeis: Em que temos falado contra ti? 14 Tendes dito: Vão é servir a Deus: e que nos aproveita termos guardado o seu preceito, e termos andado de luto perante Jeová dos exércitos? 15 Assim nós chamamos ditosos aos soberbos; os que obram impiedade, são edificados; os que tentam a Deus, são libertados.



Assim verte a Tradução Almeida:

(Malaquias 3:13-15) 13 As vossas palavras foram AGRESSIVAS para mim, diz o Senhor. Mas vós dizeis: Que temos falado contra ti? 4 Vós tendes dito: inútil é servir a Deus. Que nos aproveita termos cuidado em guardar os seus preceitos, e em andar de luto diante do Senhor dos exércitos? 15 Ora pois, nós reputamos por bem-aventurados os soberbos; também os que cometem impiedade prosperam; sim, eles tentam a Deus, e escapam.

O servo escolhido estava falando palavras agressivas e audazes contra o Pai Jeová, Aquele que os havia escolhido.

Que outras fortes, audazes e agressivas tais escolhidos adoradores de Jeová falavam contra Ele??

(Malaquias 2:17) 17 FATIGASTES A JEOVÁ com as vossas palavras e dissestes: ‘De que modo [o] fatigamos?’ Por dizerdes: ‘Todo aquele que faz o mal é bom aos olhos de Jeová e de tais é que ele mesmo se agrada’; ou: ‘Onde está o Deus da justiça?’”


Assim verte a Tradução Brasileira:

(Malaquias 2:17) 17 TENDES ENFADADO A JEOVÁ com as vossas palavras. Todavia dizeis: Em que o temos enfadado? Nisto que dizeis: Todo o que faz o mal é bom aos olhos de Jeová, e nestes tais ele se deleita; ou onde está o Deus do juízo?



Assim verte a Tradução Almeida:

(Malaquias 2:17) 17 TENDES ENFADADO AO SENHOR com vossas palavras; e ainda dizeis: Em que o havemos enfadado? Nisto que dizeis: Qualquer que faz o mal passa por bom aos olhos do Senhor, e desses é que ele se agrada; ou: Onde está o Deus do juízo?

O que é fatigar??

Fatigar – esta é a definição dada pelo dicionário Houaiss: causar enfado, aborrecimento

fatigar

v. (sXIII) 1 t.d. e pron. causar ou sentir fadiga; cansar(-se), esfalfar(-se) <a viagem fatigou-o> <fatiga-se à toa> 2 t.d. causar enfado, aborrecimento a; enfastiar <fatigava-o o espetáculo interminável e repetitivo> ¤ etim lat. fatígo,as,ávi,átum,áre 'fatigar, cansar, estafar, matar de fadiga' ¤ sin/var fadigar; ver tb. sinonímia de extenuar ¤ ant descansar, repousar ¤ hom fatiga(3ªp.s.), fatigas(2ªp.s.) / fatiga(s.f.) e pl.; fatigáveis(2ªp.pl.) fatigáveis(pl.fatigável[adj.2g.])


Estas palavras faladas pelos humanos causavam aborrecimento em Jeová/Javé.

Qualquer humano que falasse estas mesmas palavras também causariam aborrecimento na pessoa de Jeová, não é mesmo??

O QUE É BLASFÊMIA?? QUANDO SE CONFIGURA A BLASFÊMIA? BLASFEMOU JÓ CONTRA JEOVÁ?? SE BLASFEMOU, QUANDO FOI?? QUAL FOI O DEPOIMENTO DE JEOVÁ SOBRE AS DECLARAÇÕES DE JÓ A RESPEITO DE SUA (de Jeová) PERSONALIDADE? QUE QUALIDADE COMPROVOU JEOVÁ POSSUIR NESTE RELACIONAMENTO COM JÓ??

As declarações de Jó contra Jeová

 (blas.fê.mi:a) >> Segundo certo dicionário - Aulete digital

sf.
1 Ultraje a algo considerado sagrado, a uma divindade ou religião.
2
Palavras ofensivas e insultantes contra uma pessoa ou um objeto dignos de respeito.
3 Proposição absurda; CONTRA-SENSO

Outro dicionário (Houaiss) assim define esta expressão: Palavra ou expressão que insulta ou ofende àquilo que é considerado digno de respeito

Blasfêmia

blasfêmia Datação: 1344

n substantivo feminino

1 enunciado ou palavra que insulta a divindade, a religião ou o que é considerado sagrado

2 Derivação: por extensão de sentido.

palavra, expressão ou afirmação que insulta ou ofende o que é considerado digno de respeito ou reverência

3 Derivação: por extensão de sentido.

afirmação absurda ou ilógica; contrassenso


A blasfêmia é um pecado que provêm da boca, usando-se a língua; depende da palavra falada, para ser consumado. Segundo o Sábio Jesus, a blasfêmia provêm de um coração iníquo. Será que eu aceito esta verdade??

Isto significa que SOMENTE uma pessoa iníqua comete o pecado da blasfêmia. Esta é uma regra sem exceção. Nem mesmo Jesus seria uma exceção a esta regra?? Não, nem mesmo Jesus.

Se a pessoa não souber que está blasfemando, mesmo assim é blasfêmia? Sim, mesmo assim é blasfêmia. Para se falar algo sobre uma pessoa, sobre sua personalidade, é imprescindível conhecê-la profundamente. Por não conhecer a personalidade de Jeová, muitos têm afirmado coisas e coisas a Seu respeito, que não condizem com a verdade.

Jeová tem sete espíritos, espíritos estes que formam a base da Sua personalidade, na verdade formam a própria personalidade.

Quais são os sete espíritos de Jeová??

1 - Imparcialidade (igualdade; equidade); 2 - Livre-arbítrio; 3 - Amor; 4 - Lealdade à lei e aos pactos; 5 - Verdade; 6 – Perdão; 7 - Humildade (que inclui a pobreza).

Afirmar que Jeová é falho em qualquer destes espíritos é blasfemar contra Ele.

Aquilo que o humano não vê como blasfêmia contra Jeová, do ponto de vista de Dele é uma blasfêmia.

A blasfêmia é uma iniquidade. (Mateus 12:34-37) 34 Descendência de víboras, como podeis falar coisas boas quando sois iníquos? POIS É DA ABUNDÂNCIA DO CORAÇÃO QUE A BOCA FALA . 35 O homem bom, do seu bom tesouro, envia coisas boas, ao passo que O HOMEM INÍQUO, DO SEU TESOURO INÍQUO, ENVIA COISAS INÍQUAS . 36 Eu vos digo que de toda declaração sem proveito que os homens fizerem prestarão contas no Dia do Juízo; 37 pois é pelas tuas palavras que serás declarado justo e é pelas tuas palavras que serás condenado. (Marcos 7:20-23) 20 Outrossim, ele disse: “O que sai do homem é o que avilta o homem; 21 pois, de dentro, DOS CORAÇÕES dos homens, saem raciocínios prejudiciais: fornicações, ladroagens, assassínios, 22 adultérios, cobiças, atos de iniquidade, fraude, conduta desenfreada e um olho invejoso, BLASFÊMIA, soberba, irracionalidade. 23 Todas estas coisas iníquas SAEM DE DENTRO e aviltam o homem.” (Mateus 15:18-20) 18 No entanto, AS COISAS PROCEDENTES DA BOCA SAEM DO CORAÇÃO, e estas coisas aviltam o homem. 19 Por exemplo, DO CORAÇÃO vêm raciocínios iníquos, assassínios, adultérios, fornicações, ladroagens, falsos testemunhos, BLASFÊMIAS. 20 Estas são as coisas que aviltam o homem; mas tomar uma refeição sem lavar as mãos não é o que avilta o homem. . .(Isaías 57:19) 19 “Estou criando o fruto dos lábios. Haverá paz contínua para o que está longe e para o que está perto”, disse Jeová, “e vou sará-lo”.

É DA ABUNDÂNCIA DO CORAÇÃO QUE A BOCA FALA - AS COISAS PROCEDENTES DA BOCA SAEM DO CORAÇÃO - TODAS AS COISAS INÍQUAS SAEM DO CORAÇÃO. Aceitamos como verdade (regra sem nenhuma exceção) estas expressões que saíram da mente e boca de Jesus?? SE ACEITAMOS, isto significa que a qualquer momento, de qualquer pessoa e sob quaisquer circunstâncias, o que sai de nossa boca é proveniente de nosso coração. Em momento algum e sob quaisquer circunstâncias, eu não posso roubar alguém, dar um falso testemunho contra alguém, mentir, assassinar, nem mesmo blasfemar contra alguém. Nenhuma circunstância irá abonar, apagar ou mesmo diminuir a iniquidade. Nenhuma circunstância irá desculpar a minha iniquidade. Sendo a verdade uma coisa IMPARCIAL, qualquer pessoa está sujeito a ela, seja ela quem for, esteja ela em qualquer posição. É do seu coração que sai a iniquidade, logo, ela é iníqua com um coração iníquo. ELA ESTÁ DOENTE.

Se eu não souber que é iniquidade o que estou fazendo, deixo de ser iníquo? Não, não deixo. Não podemos esquecer que a verdade nunca deixa de ser uma coisa imparcial.

QUANTO A COMETER UM PECADO SEM QUERER, SEM SABER, vejamos o depoimento de Jeová, a verdade estabelecida por Ele, que é válida para qualquer ser humano, independente de onde ele tenha nascido e em qualquer parte da corrente do tempo.

Cometer um pecado sem saber, ou seja, INOCENTEMENTE, não isenta a pessoa da culpa pelo pecado. Ela é culpada de pecado. É assim que funciona para Jeová. Ele é muito mais sábio do que qualquer um de nós. Da boca de Jeová saíram as seguintes palavras: (Levítico 5:17-19) 17 "E se uma alma pecar por fazer uma de todas as coisas que Jeová manda que não se façam, embora não o soubesse, AINDA ASSIM ELE FICOU CULPADO e terá de responder pelo seu erro. 18 E ele tem de trazer ao sacerdote um carneiro sadio do rebanho, segundo o valor calculado, como oferta pela culpa; e o sacerdote tem de fazer expiação por ele, pelo engano que cometeu sem querer, embora ele mesmo não o soubesse, e assim lhe tem de ser perdoado. 19 É uma oferta pela culpa. TORNOU-SE POSITIVAMENTE CULPADO para com Jeová."

E TERÁ DE RESPONDER PELO SEU ERRO – assim falou Jeová. Do ponto de vista de Jeová, o humano cometeu o pecado. Pecado é pecado e Jeová não é cego, tampouco Ele é parcial. Se “eu” não entendi, eu devo procurar entender. É Jeová quem estabelece o que é verdade, mas não é porque Ele é mais forte, e sim porque Ele é mais sábio.

Não tenho o culpado como um inocenteAssim falou Jeová. Versão Brasileira de 1917: Êxodo 34:7) 7 que guarda beneficência em milhares, que perdoa a iniquidade, a transgressão e o pecado; e que de maneira alguma terá por inocente o culpado, visitando a iniquidade dos pais nos filhos, e nos filhos dos filhos, na terceira e na quarta geração.

Assim verte a Tradução Almeida de 1967: (Êxodo 34:7) 7 que usa de beneficência com milhares; que perdoa a iniquidade, a transgressão e o pecado; que de maneira alguma terá por inocente o culpado; que visita a iniquidade dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos até a terceira e quarta geração.

Que conceito tinha Jó a respeito do Deus Todo-poderoso que ele adorava?? Segundo Jó, quais eram as atitudes que o Deus Todo-poderoso seria capaz de tomar e quais eram as atitudes que Ele não seria capaz de tomar?? Segundo Jó, qual era a personalidade deste Deus??

OS SETE ESPÍRITOS DE JEOVÁ

Tomemos por base a seguinte verdade a respeito de Jeová: “Ele tem sete espíritos”. Estes “sete espíritos” formam a base da personalidade de Jeová.

Os sete espíritos de Jeová são:

  1. Imparcialidade – trata a todos com a mesma igualdade.

  2. Livre-arbítrio; Não impõe nada a ninguém.

  3. Amor - dado de forma imparcial àquele que merece e àquele que não merece;

  4. Lealdade à lei e aos acordos (pactos baseados no livre-arbítrio);

  5. Verdade;

  6. Perdão dado a todos, independente de quem seja e do pecado praticado;

  7. Humildade – Pobreza.

Depois de sabermos sobre os sete espíritos de Jeová, podemos agora analisar corretamente o relacionamento entre Jeová e suas criaturas.

FALSAS ACUSAÇÕES OU ELOGIOS???

Para Elifaz, um dos companheiros de Jó, as palavras de Jó eram palavras CONTRA Deus, pois assim falou Elifaz: (Jó 15:12-13) 12 Por que te arrebata teu coração, E por que lampejam teus olhos? 13 Porque voltas teu espírito CONTRA O PRÓPRIO DEUS, E fizeste sair palavras da tua própria boca. . .
Seriam estas palavras de Elifaz uma falsa acusação contra Jó?? O que comprova a RESPOSTA dada por Jeová a Jó??


Usou Jó de linguagem injuriosa, difamatória, ultrajante ou ofensiva CONTRA Jeová (blasfêmia)? Usou mesmo Jó de palavras ofensivas e insultantes CONTRA Jeová?? Falou Jó alguma palavra CONTRA a personalidade de Jeová??

Qual foi o depoimento do próprio Jeová em relação às palavras saídas da boca de Jó??

A palavra falada pelo próprio Jeová, saída da boca de Jeová, não deixa qualquer dúvida quanto ao cometimento do pecado: (Jó 40:6-8) 6 E Jeová prosseguiu, RESPONDENDO a Jó de dentro do vendaval e dizendo: 7 “Por favor, cinge os teus lombos como um varão vigoroso; Eu te perguntarei e tu mo farás saber. 8 Realmente, invalidarás tu a minha justiça? PRONUNCIAR-ME-ÁS INÍQUO, a fim de teres razão?

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 40:6-8) 6 Então o redemoinho respondeu Jeová a Jó: 7 Cinge os teus lombos como homem; Eu te perguntarei, e tu me responderás. 8 Porventura farás tu vão o meu juízo? CONDENAR-ME-ÁS para te justificares a ti?

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 40:6-8) 6 Então o redemoinho respondeu Jeová a Jó: 7 Cinge os teus lombos como homem; Eu te perguntarei, e tu me responderás. 8 Porventura farás tu vão o meu juízo? CONDENAR-ME-ÁS para te justificares a ti?

Estava Jó emitindo seus pareceres em relação aos atos de Jeová?? As palavras faladas pelo próprio Jeová deixam alguma dúvida?? O Deus Todo-poderoso fez duas sábias perguntas para Jó. Tratavam-se de duas perguntas que resumiam e definiam as palavras faladas por Jó. Tratava-se daquilo que o Deus Todo-poderoso estava ouvindo Jó falar. Tratava-se de um diálogo entre Jeová e Jó.

Jó declarou-se justo?? Jó se autoaprovou?? Sim.

CONDENAREsta é a definição dada por certo dicionário (Houaiss): declarar alguém censurável ou de não estar conforme as regras praticadas pela coletividade.

condenar

v. (1266) 1 t.d. e pron. declarar(-se) ou reconhecer(-se) culpado; imputar(-se) culpa <condena-o por abandoná-la> <não se condene por isso> 2 t.d.bit. jur proferir (um juiz) sentença ou decisão definitiva reconhecendo a culpa de <c. uma adúltera (à execração pública)> <c. um assassino (à prisão perpétua)> 3 t.d.bit. jur impor (o juiz ou o tribunal do júri) uma pena a <o júri condenou o réu (a dez anos de prisão)> 4 t.d. declarar ou demonstrar o risco de <a prefeitura condenou as casas construídas nas encostas> 5 t.d. declarar ilegal (ato, procedimento etc.) <a lei condena o peculato> 6 t.d. declarar (alguém ou algo) censurável ou não conforme às regras, valores coletivos etc. <c. o comportamento da juventude> 7 t.d. interditar ou proscrever o uso de (algo não conforme a uma ortodoxia) <c. uma heresia> 8 t.d. interditar o acesso a (algo ger. perigoso) <c. um navio, um edifício, um elevador> 9 t.d. ser um indício contra (algo ou alguém); incriminar <sua própria atitude condena-o por falta de seriedade> 10 t.d. julgar (doente) perdido ou declará-lo em estado desesperador <os médicos já a condenaram> 11 t.d.bit. e pron. p.ext. fig. impor(-se) uma obrigação ou castigo <o vício condena os homens (à degradação)> <condenou-se a subir de joelhos a escadaria da igreja> etim lat. condemno,as,ávi,átum,áre 'condenar, acusar etc.' sin/var acoimar, censurar, criticar, denunciar, desaprovar, glosar, incriminar, reprovar, tachar, verberar, vituperar; ver tb. sinonímia de obrigar, punir e antonímia de desculpar ant ver antonímia de aviltar e sinonímia de desculpar


Jó estava CONDENANDO a Jeová?? Pode existir alguma dúvida na declaração feita pelo próprio Jeová em relação a atitude de Jó??

Se Jó estava condenando Javé, estava condenando em que base?? Javé estava sendo condenado em relação ao descumprimento de que regras?? Estas regras descumpridas por Jeová eram praticadas por que coletividade?? Teriam sido estas regras que serviram de base para a condenação de Jeová feita por Jó, regras criadas pelo próprio Jeová e praticadas por Ele em relação a outros humanos??

Fato: Jó declarava a si mesmo como sendo justo.

Fato: Jó condenou Jeová em face das supostas ações de Jeová.

Jó estava PRONUNCIANDO Jeová iníquo?? Foi exatamente o que Jeová disse, não foi??

Pronúncia é aquilo que sai da boca. Foi aquilo que saiu da boca de Jó. Foram as frases que saíram da boca de Jó. Foram as palavras atribuídas a Jeová. Como Jeová se sentiu em relação a estas pronúncias de Jó, que atribuíam a Jeová o fazer e o deixar de fazer certas coisas??

As palavras que saíram da boca de Jeová estavam direcionadas a Jó como RESPOSTA às palavras que Jó havia falado, direcionadas a Ele, Jeová.

COMO JEOVÁ VÊ A SI MESMO??

O que são palavras insultantes ou ofensivas PARA Jeová?? Já que Jeová não mostrou sua aparência para o homem, nenhum humano pode conferir qualquer defeito à aparência Dele. Jeová sempre destaca a sua personalidade recheada de qualidades. O que Jeová considera como ofensa contra Ele?? Isto sim é o que realmente importa. É o sentimento de Jeová o que realmente importa. Assim descreveu Jeová a Sua personalidade: (Êxodo 34:5-7) 5 E Jeová passou a descer na nuvem e a pôr-se ali junto dele, e passou a declarar o nome de Jeová. 6 E Jeová ia passando diante da sua face e declarando: “Jeová, Jeová, Deus misericordioso e clemente, vagaroso em irar-se e abundante em benevolência e em verdade, 7 preservando a benevolência para com milhares, perdoando o erro, e a transgressão, e o pecado, mas de modo algum isentará da punição, trazendo punição pelo erro dos pais sobre os filhos e sobre os netos, sobre a terceira geração e sobre a quarta geração.”


Assim verte a Tradução Almeida: (Êxodo 34:5-7) 5 O Senhor desceu numa nuvem e, pondo-se ali junto a ele, proclamou o nome Jeová. 6 Tendo o Senhor passado perante Moisés, proclamou: Jeová, Jeová, Deus misericordioso e compassivo, tardio em irar-se e grande em beneficência e verdade; 7 que usa de beneficência com milhares; que perdoa a iniquidade, a transgressão e o pecado; que de maneira alguma terá por inocente o culpado; que visita a iniquidade dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos até a terceira e quarta geração.



Afirmar quer direta quer indiretamente que Jeová é falho em algum destes sentimentos ou das qualidades que são frutos destes sentimentos, é blasfemar contra Ele; certamente é ferir o sentimento Dele. Estes sentimentos só podem estar presentes em alguém sensível, e Jeová é extremamente sensível. Afirmar que Ele deixou de usar algum dos frutos da misericórdia, o sentimento marcante de sua personalidade, por exemplo, é ofendê-lo. Afirmar que Ele não é Clemente é ofendê-lo. Afirmar que Ele não Perdoa ou que Ele condiciona o perdoar, a uma ação do ofensor, também é ofendê-lo, pois seria o mesmo que afirmar que Jeová usa o perdão como algo a ser negociado. Seria afirmar que o infrator pode comprar o perdão. Afirmar que Ele age com Parcialidade para com qualquer de seus filhos, também é ofendê-lo.

Afinal, com que tipo de pessoas Jeová iria exercitar Suas qualidades acima mencionadas??? Seria num relacionamento com pessoas justas?? Seria num relacionamento com pessoas iníquas?? Seria possível Jeová exercitar tais qualidades num relacionamento com pessoas justas??

Podia Jó tornar nula a justiça de Deus através de suas palavras (pronúncias)?? Podia Jó afirmar que Jeová não praticava justiça?? Que espécie de justiça esperava Jó que Jeová praticasse?? Seria dar a cada um segundo o que cada um merecia?? Jeová foi pronunciado iníquo, foi chamado de iníquo; certamente uma injúria. Neste caso Jeová estava sendo DIFAMADO pelas expressões saídas da boca de Jó. A personalidade de Jeová estava sendo difamada.

Pelo menos, não se pode negar que Jeová SENTIU-SE chamado de iníquo e por isso Ele perguntou a Jó: Você afirma que Eu sou iníquo apenas para teres razão em seus raciocínios?? Jeová não estava difamando a Jó, não estava levantando falso testemunho contra Jó, antes, estava simplesmente falando a "verdade".

Devemos chamar Jeová de mentiroso ao afirmar que Jeová não fez estas duas perguntas a Jó, chamando a atenção sobre o que Jó havia falado?? Ainda podemos negar que Jeová SENTIU-SE chamado de iníquo por Jó, que sentiu-se condenado por Jó??

Devemos afirmar para Jeová: Senhor Jeová, embora eu respeite muito a Sua opinião, eu não creio que tenha sido ofensa da parte de Jó, pois ele era um homem íntegro e estava doente???

Neste caso não estaríamos atribuindo GLÓRIA a um humano no lugar de atribuir GLÓRIA a quem realmente a merece, isto é, Jeová??

Um homem íntegro como Jó seria incapaz de blasfemar contra Deus”, poderia afirmar um simpatizante e admirador de Jó. Estaria eu subtraindo a glória devida a Jeová, o único Deus e concedendo glória a Jó, um humano?? (João 5:44) 44 Como podeis crer, quando aceitais glória uns dos outros e não buscais a glória que é do único Deus?

Que outra pergunta fez Jeová a Jó? (Jó 38:1-2) 38 E Jeová passou a RESPONDER a Jó de dentro do vendaval e a dizer: 2 "Quem é este que está obscurecendo o conselho Por meio de PALAVRAS sem conhecimento?

A quem Jeová fez esta pergunta acima?? A Jó, somente a Jó.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 38:1-2) 1 Então do meio dum redemoinho respondeu Jeová a Jó: 2 Quem é este que escurece o conselho Com palavras sem conhecimento?



OBSCUROEsta é a definição dada por certo dicionário: OBSCURO adj. Sombrio, que não é iluminado; escuro; tenebroso. / Pouco claro, pouco brilhante. / Fig. Pouco conhecido, escondido. / Pouco inteligível, difícil de compreender. / Humilde; desconhecido; sem nobreza: nascimento obscuro; posição obscura. / Vago, indistinto, pouco definido. // Fís. Calor obscuro, calor fornecido, sem emissão de luz, por um corpo cuja temperatura é elevada.

QUE PALAVRAS FORAM ESTAS QUE FORAM PRODUZIDAS NO CORAÇÃO E SAÍRAM DA BOCA DE JÓ??

O coração pode corretamente ser comparado a uma CAIXA D'ÁGUA, enquanto nossa boca poderia ser comparada a uma torneira. Da boca só pode sair a água que está dentro da caixa, independente da qualidade da água. Sendo água limpa, só sairá água limpa; sendo água poluída, só poderá sair água poluída.

ATRIBUIR a Jeová qualquer iniquidade ou motivação iníqua é blasfemar contra Jeová, MESMO que seja na nossa ignorância. A injustiça, por exemplo, envolve ser parcial, preconceituoso, mau, causar imerecido dano a outros entre outras coisas. Ser chamado de injusto, isto é, não dar a cada um segundo o mérito de cada um, seja lá por quem for, significa ser chamado de iníquo, ser pronunciado iníquo. Jó, na defesa da sua integridade, mas de forma ignorante, CHAMOU A JEOVÁ DE PARCIAL, DE MAU, DE CAUSADOR DE IMERECIDO DANO A OUTROS, DE ALGUÉM QUE SE DIVERTE COM O SOFRIMENTO DO INOCENTE, entre outras coisas. Com suas próprias palavras, Jó afirmou que Jeová fazia tais coisas. Ora, se Jó fez isto, se falou isto, independente do fato de "não existir na terra homem como ele", então Jó blasfemou contra Jeová.

REPETINDO.

QUANTO A COMETER UM PECADO SEM QUERER, SEM SABER, vejamos o depoimento de Jeová, a verdade estabelecida por Ele, que é válida para qualquer ser humano, independente de onde ele tenha nascido e em qualquer parte da corrente do tempo.

Cometer um pecado sem saber, ou seja, INOCENTEMENTE, não isenta a pessoa da culpa pelo pecado. Ela é culpada de pecado. É assim que funciona para Jeová. Ele é muito mais sábio do que qualquer um de nós. Da boca de Jeová saíram as seguintes palavras: (Levítico 5:17-19) 17 "E se uma alma pecar por fazer uma de todas as coisas que Jeová manda que não se façam, EMBORA NÃO O SOUBESSE, AINDA ASSIM ELE FICOU CULPADO e terá de responder pelo seu erro. 18 E ele tem de trazer ao sacerdote um carneiro sadio do rebanho, segundo o valor calculado, como oferta pela culpa; e o sacerdote tem de fazer expiação por ele, pelo engano que cometeu sem querer, embora ele mesmo não o soubesse, e assim lhe tem de ser perdoado. 19 É uma oferta pela culpa. TORNOU-SE POSITIVAMENTE CULPADO para com Jeová."

E TERÁ DE RESPONDER PELO SEU ERRO – assim falou Jeová. Se “eu” não entendi, eu devo procurar entender. É Jeová quem estabelece o que é verdade, mas não é porque Ele é mais forte, e sim porque Ele é mais sábio.

Em "palavras " próprias, Jó admite ter falado, CONFESSA ter falado: (Jó 42:1-3) 42 E Jó passou a responder a Jeová e a dizer: 2 “Fiquei sabendo que és capaz de fazer todas as coisas, E não há idéia que te seja inalcançável. 3 ‘Quem é este que está obscurecendo o conselho sem conhecimento?POR ISSO FALEI, mas não estava entendendo Coisas maravilhosas demais para mim, as quais não conheço.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 42:1-3) 1 Então respondeu Jó a Jeová: 2 Sei que tudo podes, E que nenhum propósito teu se pode impedir. 3 Quem é este que sem conhecimento encobre o conselho? Portanto proferi o que não entendia, Cousas demasiado maravilhosas para mim, as quais eu não conhecia.

Sem conhecimento; sem conhecimento. Não entendia; não conhecia. Jó admite estar falando de coisas que ele não tinha conhecimento e que não entendia.

Respondendo àquela pergunta anteriormente feita por Jeová, Jó após repetir a pergunta, passou a dizer: "Por isso falei".

Exatamente por ignorantes "declarações " é que Jó se arrependia, pois assim falou: (Jó 42:5-6) 5 Em rumores ouvi a teu respeito, Mas agora é o meu próprio olho que te vê. 6 POR ISSO FAÇO UMA RETRATAÇÃO E deveras ME ARREPENDO em pó e cinzas.”

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 42:5-6) 5 Eu tinha ouvido de ti com os ouvidos; Mas agora te vêem os meus olhos, 6 Pelo que me abomino a mim mesmo, e me arrependo No pó e na cinza.



O que é retratação?? Esta é a definição dada por certo dicionário: confissão de erro. Erro de declaração; reconhecer que FALOU algo errado. Até então você achava estar FALANDO o certo. Até então, sinceramente, você tinha certeza de estar falando uma verdade. Você foi convencido e por isso reconheceu o erro de suas afirmações.


RETRATAÇÃO s.f. Ato ou efeito de retratar ou retratar-se; declaração contrária a outra anteriormente feita; confissão de erro; desmentido: exigiu-se a retratação dos responsáveis.

Jó reconheceu que suas declarações em relação a Jeová estavam erradas. Suas inocentes declarações erradas, na verdade eram blasfêmias contra Jeová.

Depois que me fez saber, bati na coxa: (Jeremias 31:18-19) . . .. 19 Pois, após a minha volta senti lástima; e DEPOIS QUE SE ME FEZ SABER BATI NA COXA. Fiquei envergonhado e senti-me também humilhado, porque eu levara o vitupério da minha mocidade.’”



De que se RETRATAVA Jó? Do que Jó se ARREPENDIA em pó e cinzas? De ser íntegro? De ser um homem justo? Certamente, não. Certamente tinha a ver com aquilo que Jó havia falado. RETRATAR TEM A VER COM PALAVRAS PREVIAMENTE FALADAS. Arrepender-se tem a ver com palavras previamente faladas e ações previamente feitas. Na resposta dada a Jeová, Jó especifica o motivo da retratação - por isso faço uma retratação... Por isso falei ... Era uma confissão de erro em palavras.

"EM RUMORES OUVI" a teu respeito. Esta CONFISSÃO de Jó deixa claro que Jó estava repetindo coisas que "ouviu falar". Ele passou a aceitar tais "coisas ouvidas" como "verdade" e por isso as repetia.

"MAS AGORA É O MEU PRÓPRIO OLHO" que te vê. Esta nova "verdade" foi apresentada pelo próprio Jeová, e agora Jó o via de forma diferente. Agora, Jó o via com outros olhos, com seus próprios olhos. Jó agora via o Criador segundo a "verdade" exposta pelo próprio Criador. Assim, Jó revelou ser VÍTIMA de seu conhecimento baseado em coisas que ele ouvira falar a respeito de Jeová, que para ele era a verdade. Era um FALSO conhecimento.

RUMORESEsta é a definição dada por certo dicionário (Houaiss): “boatos”.

rumor Datação: sXIV Ortoépia: ô

n substantivo masculino

1 ruído ou murmúrio produzido por coisas ou pessoas que se deslocam ou embatem; barulho; burburinho

2 som indistinto e contínuo de muitas vozes; murmúrio

3 barulho surdo

4 ruído forte; fragor

5 notícia que se propaga rapidamente; fama, boato

6 aquilo que possibilita conhecer ou reconhecer alguma coisa; vestígio, sinal

7 manifestação de insatisfação ou revolta; alvoroço, agitação


Alguém havia passado ou repassado estas informações para Jó. Tratava-se de informações que levavam a certas conclusões lógicas. Trata-se de uma notícia que se propaga; trata-se de um boato.


BOATO – Esta é a definição dada por certo dicionário (Houaiss): “Notícia de fonte desconhecida, muitas vezes infundada”.

boato Datação: 1548

n substantivo masculino

1 Diacronismo: antigo.

clamor de novidade

Ex.: sem temer o b. de nenhuma nova ideia

2 Diacronismo: antigo.

notícia muito propalada

Ex.: boatos dos milagres de santa Isabel

3 Diacronismo: antigo.

som forte e estrepitoso

Ex.: um b. de morteiros

4 Derivação: por extensão de sentido (da acp. 2).

notícia de fonte desconhecida, muitas vezes infundada, que se divulga entre o público; qualquer informação não oficial que circula dentro de um grupo

Ex.: corre o b. de que os bancos vão fechar na segunda-feira

4.1 maledicência divulgada à boca pequena; coscuvilhice

4.2 dito sem fundamento; balela



Que palavras saíram da boca de Jó que pronunciavam a Jeová como iníquo, das quais Jó se retrata (confessa ser erro) e se arrepende de tê-las pronunciado?

Quando pecou Jó com seus lábios? (Jó 2:9-10) 9 Finalmente, sua esposa lhe disse: "Ainda te aferras à tua integridade? Amaldiçoa a Deus e morre!" 10 Mas ele lhe disse: "Como fala uma das mulheres insensatas, também tu falas. Devemos aceitar apenas o que é bom da parte do [verdadeiro] Deus e não aceitar também o que é mau?" Em tudo isso não pecou Jó COM SEUS LÁBIOS.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 2:9-10) 9 Sua mulher disse-lhe: Conservas tu ainda a tua integridade? renuncia a Deus e morre. 10 Mas ele lhe disse: Estás falando como fala uma mulher tola. Que? receberemos o bem da mão de Deus, e não receberemos o mal? Em tudo isso não pecou Jó com os seus lábios.

Apesar desta afirmação de Jó, deixemos no ar a seguinte pergunta: Tudo aquilo que acontece ao humano no seu dia a dia é fruto do ato de Deus para com tal humano?? Será que Deus dá o que é bom e também dá o que é mau para o homem?? Será que Deus fica atento para dar a cada humano a retribuição que este humano merece??

O assunto em questão tem a ver com o PECAR COM OS LÁBIOS.

Neste caso, Jó estava praticando UM ATO de lealdade a Jeová. Até este momento, Jó não havia blasfemado (pecar com os lábios).

No entanto, temos como pergunta: Será que vem alguma coisa de mal da parte de Jeová??

Como seria manifesto este pecado? (Jó 1:20-22) 20 E Jó passou a levantar-se e a rasgar a sua túnica sem mangas, e a raspar a cabeça, e a lançar-se por terra, e a curvar-se, 21 e passou a dizer: "Nu saí do ventre de minha mãe E nu voltarei para lá. O próprio Jeová deu e o próprio Jeová tirou. Continue a ser abençoado o nome de Jeová." 22 Em tudo isso Jó não pecou, NEM ATRIBUIU A DEUS ALGO IMPRÓPRIO.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 1:20-22) 20 Então se levantou Jó, rasgou o seu manto, rapou a sua cabeça, prostrou-se em terra e adorou; 21 e disse: Nu saí do ventre de minha mãe, e nu tornarei para lá. Jeová deu, e Jeová tirou; bendito seja o nome de Jeová. 22 Em tudo isso não pecou Jó, nem atribuiu a Deus inconveniência.



ATRIBUIR ALGO IMPRÓPRIO a Deus com os lábios - até aqui, não havia acontecido.

Neste caso, Jó estava praticando UM OUTRO ATO de lealdade a Jeová. Até este momento, Jó não havia blasfemado contra Jeová. Até este momento, Jó não havia atribuído nada de impróprio à personalidade de Jeová.

ATÉ QUANDO CONTINUARIA JÓ SEM ATRIBUIR ALGO IMPRÓPRIO À PERSONALIDADE DE JEOVÁ??

SE ATÉ "ESTAS PALAVRAS" ELE NÃO HAVIA PECADO, ENTÃO, QUANDO COMEÇOU JÓ A ATRIBUIR ALGO IMPRÓPRIO A DEUS? Se até este momento, Jó não tinha atribuído algo impróprio à personalidade de Deus, então, quando começou Jó a pecar?? Quando começou Jó a atribuir algo impróprio a Deus, com seus lábios??

(Jó 1:11) 11 Mas, ao invés disso, estende tua mão, por favor, e toca em tudo o que ele tem, [e vê] se não te AMALDIÇOARÁ na tua própria face.”

(Jó 2:4-5) . . .. 5 Ao invés disso, estende agora tua mão, por favor, e toca-lhe até o osso e a carne, [e vê] se não te AMALDIÇOARÁ na tua própria face.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 1:11) 11 Mas estende a mão agora, toca em tudo quanto ele tem, e ele te renunciará à tua face.

(Jó 2:4-5) 4 Respondeu Satanás a Jeová: Pele por pele, tudo quanto o homem tem dará pela sua vida. 5 Mas estende a mão agora, e toca-lhe nos ossos e na carne, e ele te renunciará à tua face.




O QUE É "AMALDIÇOAR a Deus na própria face"??? Abençoar ou amaldiçoar são atos praticados pela boca. São usadas palavras para a realização destes dois atos. Certo dicionário assim define amaldiçoar: É igual a blasfemar, maldizer.

AMALDIÇOAR  v.t. Deitar maldição; blasfemar, maldizer, execrar. / Condenar, reprovar. (Conj. 6.)

Maldizer é igual a falar mal. Foi afirmado que Jó iria maldizer a Jeová, que iria blasfemar a Jeová na Sua face se estivesse sob certas circunstâncias aflitivas. Foi afirmado que Jó usaria sua boca para falar palavras contra Jeová, estando sob certas condições aflitivas. Jó iria condenar, iria reprovar, iria falar mal de Jeová. Será que isto aconteceu?? Que COISAS poderia falar Jó CONTRA Jeová??

RENUNCIAREsta é a definição dada por certo dicionário (Houaiss):

renunciar

v. (1274) 1 t.d. e t.i. não querer; recusar, rejeitar <r. os prazeres da mesa> <r. a uma herança> 2 t.d.,t.i.int. desistir da posse de; abdicar <renunciou o trono por amor> <é difícil r. (ao poder)> 3 t.d. e t.i. deixar de crer em; abjurar, renegar <os cristãos não renunciam a fé> <r. a velhas convicções> 4 int. lud em jogos de cartas, não acompanhar o naipe lançado pelo primeiro jogador gram a respeito da conj. deste verbo, ver -iar etim lat. renuntìo,as,ávi,átum,áre 'anunciar, largar, renunciar etc.' sin/var abdicar, demitir-se, resignar; ver tb. antonímia de aceitar ant aceder, perseverar; ver tb. sinonímia de aceitar hom renunciáveis(2ªp.pl.) / renunciáveis(pl.renunciável[adj.2g.]) par renuncia(3ªp.s.), renuncias(2ªp.s.) / renúncia(s.f.) e pl.




FIDELIDADE é um ato contínuo, constituído de diversos atos mínimos e máximos, sem interrupção. Este é o caso de Jó??

Afinal, o que Jó defendia?? Não defendia Jó a sua integridade, isto é, sua vida sem descumprir os mandamentos de Deus??? Não se considerava Jó um homem justo?? Com orgulho, não defendia Jó a sua vida isenta de erros?? Não mereço receber nenhuma qualquer ação punitiva, pois sou um homem íntegro.



APENAS ALGUNS DIAS DEPOIS daqueles 2 (dois) atos de lealdade, ou seja, sete dias, Eliú, COMO TESTEMUNHA, nota e relembra o que Jó falou: (Jó 34:5 ) 5 Porque JÓ DISSE: ‘Eu certamente tenho razão, Mas o próprio Deus é que DESVIOU meu julgamento. (Jó 34:9) 9 Pois ELE DISSE disse: ‘De nada aproveita ao varão vigoroso Ter prazer em Deus.’(Jó 35:3) 3 POIS DIZES: ‘Que te aproveita isso? Que proveito maior tenho do que por eu pecar?’(Jó 33:8-11) 8 APENAS TU DISSESTE aos meus ouvidos, E eu ouvia o som das [tuas] palavras: 9 ‘Sou puro, sem transgressão; Estou limpo, não tenho erro. 10 Eis que ele acha ensejo para oposição contra mim, Toma-me por inimigo seu. 11 Põe os meus pés no tronco, Vigia todas as minhas veredas.’

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 38:8-11) 8 Na verdade disseste aos meus ouvidos, E ouvi o som das tuas palavras: 9 Estou limpo, sem transgressão; Sou inocente, e não há em mim iniquidade: 10 Eis que Deus procura motivos de inimizade comigo, E me considera como o seu inimigo, 11 Põe no tronco os meus pés, E observa todas as minhas veredas.



Eliú se revela como "TESTEMUNHA" de que Jó NÃO ESTAVA DEFENDENDO A JEOVÁ, Jó não estava falando coisas positivas em relação a Jeová, antes, testemunhava que Jó havia multiplicado "declarações" CONTRA o verdadeiro Deus. Assim falou Eliú: (Jó 34:35-37) 35 O próprio Jó fala sem conhecimento E suas palavras são sem [ele] ter perspicácia.’ 36 Meu pai, seja Jó provado até o limite Pelas suas réplicas entre homens prejudiciais. 37 Pois acrescenta ao seu pecado a revolta; Bate [palmas] entre nós e multiplica as SUAS "DECLARAÇÕES" CONTRA O [verdadeiro] Deus!"

ESTAVA ELIÚ FALSAMENTE ACUSANDO JÓ DE ALGO QUE JÓ NÃO HAVIA FEITO?? ERA ESTE O CASO?? OU SERÁ QUE ELIÚ APENAS ESTAVA CHAMANDO ATENÇÃO PARA "DECLARAÇÕES SAÍDAS DA BOCA DE JÓ"?? AS "DECLARAÇÕES" DE JÓ ERAM REALMENTE DECLARAÇÕES CONTRA O VERDADEIRO DEUS?? NÃO ESTAVA ELIÚ SAINDO EM DEFESA DE JEOVÁ??

SIM, ELIÚ ESTAVA SAINDO EM DEFESA DE JEOVÁ.

A IRA DE ELIÚ ACENDEU-SE CONTRA JÓ?? Será que Eliú ficou irado contra um homem justo que estava praticando justiça e lealdade para com Jeová??

Eliú, a testemunha do diálogo entre Jó e seus três companheiros, passou a dizer: (Jó 32:1-4) 32 Portanto, estes três homens cessaram de responder a Jó, pois era justo aos seus próprios olhos. 2 Acendeu-se, porém, a ira de Eliú, filho de Baraquel, o buzita, da família de Rão. SUA IRA SE ACENDEU CONTRA JÓ por ele declarar justa a sua própria alma em vez de a Deus. 3 SUA IRA SE ACENDEU TAMBÉM CONTRA os três companheiros dele pelo fato de que não acharam resposta, mas passaram a pronunciar Deus iníquo. 4 E o próprio Eliú tinha esperado por Jó com palavras, porque eram mais velhos em dias do que ele.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó32: 1-4) 1 Cessaram estes três homens de responder a Jó, porque era justo aos seus próprios olhos. 2 Então se acendeu a ira de Eliú, filho de Baraquel buzita, da família de Rão; acendeu-se a sua ira contra Jó, porque se justificava a si mesmo e não a Deus. 3 Também contra os seus três amigos se acendeu a sua ira, porque não tinham achado que responder, e contudo tinham condenado a Jó. 4 Como eram mais velhos do que ele, Eliú tinha esperado até este momento para falar a Jó.

Jó sentia-se uma vítima. Alguém o estava transformando em vítima. Como uma vítima, Jó estava sofrendo.

Segundo o depoimento de Eliú, JÓ e seus três companheiros passaram a pronunciar Deus iníquo. Jeová é assim, Jeová age assim e assado, DIZIAM. Eliú escutava. De forma imparcial, Eliú não estava do lado de Jó assim como também não estava do lado dos três companheiros de Jó.

Eliú falou aos três companheiros de Jó: (Jó 32:12-13) 12 E mantive voltada a minha atenção para vós, E eis que não há quem REPREENDA a Jó, Nenhum de vós responde às suas DECLARAÇÕES, 13 Para que não digais: ‘Achamos sabedoria; É Deus quem o põe em debandada, não o homem.’

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 32:12-13) 12 Eu vos dei toda a minha atenção, E não houve entre vós quem convencesse a Jó, Nem refutasse as suas palavras. 13 Não digais: Nele achamos a sabedoria, Deus é que pode vencê-lo, não o homem!



Segundo Eliú, Jó precisava ter suas DECLARAÇÕES repreendidas. Não se estava falando em relação às ações anteriores de Jó; a questão era sobre as declarações que Jó estava externando ali, naquele exato momento.

Afinal, por que Jeová poria Jó em debandada??

Eliú passou a DEFENDER a Jeová, passou a DEFENDER a personalidade de Jeová. Assim falou Eliú: (Jó 34:10) 10 Portanto, vós homens de coração, escutai-me. Longe está do [verdadeiro] Deus agir ele iniquamente, E do Todo-poderoso agir injustamente!

(Jó 34:12) 12 Sim, de fato, o próprio Deus não age iniquamente, E o próprio Todo-poderoso não perverte o juízo.

(Jó 34:19) 19 [Há Um] que não tem mostrado parcialidade para com príncipes E não tem dado mais consideração ao nobre do que ao de condição humilde, PORQUE todos eles são trabalho das suas mãos.

(Jó 36:22) 22 Eis que o próprio Deus age de modo elevado com o seu poder; Que INSTRUTOR há semelhante a ele?

(Jó 36:26) 26 Eis que Deus é mais sublime do que podemos saber; Em número, os seus anos estão além de esquadrinhamento.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó34:10) 10 Portanto ouvi-me, homens de entendimento: Longe esteja de Deus, que pratique ele a maldade; E do Todo-poderoso, que cometa a iniquidade!

(Jó 34:12) 12 Na verdade Deus não procederá iniquamente, Nem o Todo-poderoso perverterá o juízo.

(Jó 34:19) 19 Quanto menos àquele que não guarda respeito às pessoas de príncipes, Nem estima o rico mais do que o pobre? Pois todos são obras das suas mãos.

(Jó 36:22) 22 Eis que Deus em seu poder procede com alteza; Quem ensina como ele?

(Jó 36:26) 26 Eis que Deus é grande, e não o conhecemos; O número dos seus anos não se pode esquadrinhar.



Perverter o juízo - o que significa tal afirmação de Eliú? Assim certo dicionário descreve a ação de perverter:

PERVERTER v.t. Fazer algo contrário às leis da natureza e da vida moral; mudar o bem em mal; corromper.

Em algum momento Jeová foi acusado de perverter o Juízo? Jó acusou a Deus de perverter o juízo? Sim, acusou a Jeová de perverter o juízo em relação a pessoa dele, Jó.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 23:12-15)12 Nunca me apartei do preceito dos seus lábios, e escondi no meu peito as palavras da sua boca. 13 Mas ele está resolvido; quem então pode desviá-lo? E o que ele quiser, isso fará. 14 Pois cumprirá o que está ordenado a meu respeito, e muitas coisas como estas ainda tem consigo. 15 Por isso me perturbo diante dele; e quando considero, tenho medo dele.


Ser um tirano. O que é ser um tirano? Assim define certo dicionário a expressão tirano.

TIRANIZAR v.t. Governar com tirania: o rei tiranizava os súditos. / Exercer autoridade opressiva sobre: tiranizar a mulher, os filhos. / Fig. Exercer um poder moral absoluto: tiranizar as consciências. / Fig. Opor obstáculos ao bom funcionamento ou desenvolvimento de; embaraçar, constranger: tradições que tiranizam sociedades.


TIRANO s.m. Antig. gr. Soberano investido de poderes absolutos: Hiparco foi tirano de Atenas. / Soberano injusto, cruel: Nero tornou-se um tirano. / Pessoa que abusa de sua autoridade: os pais não se devem transformar em tiranos. / Fig. Aquilo que escraviza e tortura moralmente: o amor é um tirano dos corações. / Zoologia Pássaro americano da família dos tiranídeos, insetívoro e canoro. /

Adj. Tirânico, despótico; cruel: não se submete a tiranos preceitos.

Em algum momento Jeová foi acusado de ser um tirano?? Jó acusou a Deus de ser um tirano?? O tirano faz o que quer e impõe aos outros seus ditames. O tirano faz o que bem quer e entende sem se importar com outros, pois usa e abusa de seu poder e autoridade, não respeitando o livre-arbítrio das pessoas. Por isto as pessoas ficam com medo dele.

SERÁ QUE AS DECLARAÇÕES DE JÓ A RESPEITO DE JEOVÁ FORAM IGUAIS ÀS DECLARAÇÕES DE ELIÚ?? AS DECLARAÇÕES DE JÓ ERAM CONTRA OU A FAVOR DA PERSONALIDADE DE JEOVÁ??


PASSEMOS AGORA A VER O CRIADOR PELOS OLHOS DE JÓ; VEJAMOS A PERSONALIDADE DE JEOVÁ, SEGUNDO AS PRONÚNCIAS SAÍDAS DA BOCA DE JÓ - "ALGO IMPRÓPRIO" ATRIBUÍDO POR JÓ A DEUS.

OS SENTIMENTOS E AS AÇÕES ATRIBUÍDOS POR JÓ A JEOVÁ, REVELAM E EXALTAM O SENTIMENTO DE MISERICÓRDIA DE JEOVÁ?? Que qualidades de Jeová são exaltadas em cada declaração de Jó?


COMO OS OLHOS DE JÓ VIAM A JEOVÁ??

Passemos agora a COMPARAR as declarações de Jó a respeito da personalidade de Jeová com a afirmação do próprio Jeová a respeito de sua personalidade. Assim falou Jeová a respeito de si mesmo: Meu nome significa isto. (Êxodo 34:5-7) 5 E Jeová passou a descer na nuvem e a pôr-se ali junto dele, e passou a declarar o nome de Jeová. 6 E Jeová ia passando diante da sua face e declarando: “Jeová, Jeová, DEUS MISERICORDIOSO E CLEMENTE, VAGAROSO EM IRAR-SE E ABUNDANTE EM BENEVOLÊNCIA E EM VERDADE, 7 preservando a benevolência para com milhares, perdoando o erro, e a transgressão, e o pecado, mas de modo algum isentará da punição, trazendo punição pelo erro dos pais sobre os filhos e sobre os netos, sobre a terceira geração e sobre a quarta geração.

Algumas das palavras saídas da boca do próprio Jó que atribuíam "algo impróprio" a Deus, ou seja, à personalidade de Deus, foram: O que eu ganho de Deus por eu não ser iníquo?? Por sentir-se justo, Jó esperava um tratamento diferenciado, no qual ele jamais estaria passando por aquelas situações, pois o justo não merece ser tratado ou passar por aquelas dificuldades.

(Jó 31:2) 2 E que porção há da parte do Deus de cima, Ou que herança da parte do Todo-poderoso desde o alto?

1 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 7:11-14) 11 Tampouco eu refrearei a minha boca. Vou falar na aflição do meu espírito; Vou ocupar-me com a amargura da minha alma! 12 Sou eu algum mar ou um monstro marinho, Que ponhas uma guarda sobre mim? 13 Quando eu disse: ‘Meu divã me consolará, Minha cama ajudará a carregar a minha preocupação’, 14 Tu até mesmo me aterrorizaste com sonhos, E por meio de visões me assustas,

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 7:11-14) 11 Portanto eu não reprimirei a minha boca, Falarei na angústia do meu espírito, Queixar-me-ei na amargura da minha alma. 12 Sou eu o mar, ou monstro do mar, Para que me ponhas guarda?
13 Dizendo eu: Consolar-me-á o meu leito, A minha cama aliviará a minha queixa; 14 Então me assustas com sonhos, E com visões me atemorizas;

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 7:11-14) 11 Por isso não reprimirei a minha boca; falarei na angústia do meu espírito, queixar-me-ei na amargura da minha alma. 12 Sou eu o mar, ou um monstro marinho, para que me ponhas uma guarda? 13 Quando digo: Confortar-me-á a minha cama, meu leito aliviará a minha queixa, 14 então me espantas com sonhos, e com visões me atemorizas;



Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

2 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 9:2-3) 2 "De fato, sei que é assim. Mas como pode o homem mortal ter razão num caso com Deus? 3 Caso se agrade em contender com ele, Não lhe poderá responder uma vez em mil.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 9:2-3) 2 Na verdade sei que assim é: Mas como pode um homem ser justo para com Deus? 3 Se alguém quisesse contender com ele, De mil cousas não lhe poderia responder nem sequer uma.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 9:2-3) 2 Na verdade sei que assim é; mas como pode o homem ser justo para com Deus? 3 Se alguém quisesse contender com ele, não lhe poderia responder uma vez em mil.

DEUS NÃO ADMITE SER QUESTIONADO??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

3 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 9:13-14) 13 O próprio Deus não fará voltar a sua ira ; Abaixo dele têm de encurvar-se os ajudadores dum arremetedor. 14 Quanto mais caso eu mesmo lhe respondesse! Vou escolher as minhas palavras para com ele,

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 9:13-14) 13 Deus não retirará a sua ira; Debaixo dele curvam-se os que ajudam a Raabe. 14 Quanto menos lhe responderei eu, E escolherei as minhas palavras para discutir com ele?

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 9:13-14) 13 Deus não retirará a sua ira; debaixo dele se curvaram os aliados de Raabe; 14 quanto menos lhe poderei eu responder ou escolher as minhas palavras para discutir com ele?

DEUS GUARDA RESSENTIMENTO??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

4 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 9:16-18) 16 Se eu o chamasse, acaso me responderia? Não acredito que dê ouvidos à minha voz; 17 Aquele que me esmaga com uma tempestade E certamente multiplica os meus ferimentos por razão alguma. 18 Não me concederá estar tomando novo fôlego, Pois me farta de coisas amargas.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 9:16-18) 16 Se eu tivesse chamado, e ele me tivesse respondido; Ainda assim eu não creria que ele me desse ouvidos à minha voz. 17 Pois ele me desfaria com uma tempestade, E multiplicaria as minhas feridas sem causa. 18 Não me permitiria respirar, Mas me encheria de amargura.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 9:16-18) 16 Ainda que eu chamasse, e ele me respondesse, não poderia crer que ele estivesse escutando a minha voz. 17 Pois ele me quebranta com uma tempestade, e multiplica as minhas chagas sem causa. 18 Não me permite respirar, antes me farta de amarguras.



Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

5 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 9:19) 19 Se há alguém forte em poder, ei[-lo]! E se há [alguém forte] em justiça, tomara que eu seja convocado!

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 9:19) 19 Se falais da força do poderoso, Eis-me aqui, diz ele. E se do juízo, Quem me citará para comparecer?

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 9:19) 19 Se fosse uma prova de força, eis-me aqui, diria ele; e se fosse questão de juízo, quem o citaria para comparecer?

ELE É TODO-PODEROSO, DISSO NÃO HÁ DÚVIDA, MAS E QUANTO A JUSTIÇA??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

6 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 9:20-21) 20 Se eu tivesse razão, [minha] (SUA) própria boca me pronunciaria iníquo; Se eu fosse inculpe, então ele me declararia pervertido. 21 Se eu fosse inculpe, eu não reconheceria a minha alma; Eu recusaria a minha vida.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 9:20-21) 20 Ainda que eu seja justo, a minha própria boca me condenará;
21 Embora seja eu sincero, ela me convencerá de perverso. Eu sou sincero; não me estimo a mim mesmo, Desprezo a minha vida.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 9:20-21) 20 Ainda que eu fosse justo, a minha própria boca me condenaria; ainda que eu fosse perfeito, então ela me declararia perverso: 21 Eu sou inocente; não estimo a mim mesmo; desprezo a minha vida.

AINDA QUE EU FOSSE PERFEITO, ELE ME DECLARARIA PERVERSO??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

7 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 9:22) 22 Uma coisa há. Por isso é que deveras digo: ‘Ao inculpe, também ao iníquo, ele leva ao seu fim.’

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 9:22) 22 Para mim tudo é o mesmo, portanto digo: Ele destrói o sincero e o iníquo.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 9:22) 22 Tudo é o mesmo, portanto digo: Ele destrói o reto e o ímpio.

FALTA DE CRITÉRIO NO JULGAR??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

8 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó ? (Jó 9:23) 23 Se uma enxurrada causasse repentinamente a morte, Ele caçoaria do próprio desespero do inocente.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 9:23) 23 Se o flagelo mata de repente, Ele zombará do desespero dos inocentes.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 9:23) 23 Quando o açoite mata de repente, ele zomba da calamidade dos inocentes.

ELE ZOMBA DO DESESPERO DO INOCENTE??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

9 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 9:24) 24 A própria terra foi entregue na mão do iníquo; Ele encobre a face dos seus juízes. Se não [ele], então quem?

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 9:24) 24 A terra está entregue nas mãos dos iníquos. Ele cobre os rostos dos juízes dela, Se não é ele, quem é logo?

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 9:24) 24 A terra está entregue nas mãos do ímpio. Ele cobre o rosto dos juízes; se não é ele, quem é, logo?

ELE ESTÁ DO LADO DOS INÍQUOS LHES ENTREGANDO O CONTROLE DA TERRA??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

10 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 9:28-29) 28 Fiquei amedrontado com todas as minhas dores; Sei deveras que não me terás por inocente. 29 Eu mesmo hei de tornar-me iníquo. Por que é que labuto apenas em vão?

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 9:28-29) 28 Tenho medo de todas as minhas tristezas, Sei que não me terás por inocente. 29 Eu serei condenado; Por que, pois, trabalho eu debalde?

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 9:28-29) 28 então tenho pavor de todas as minhas dores; porque bem sei que não me terás por inocente. 29 Eu serei condenado; por que, pois, trabalharei em vão?

MESMO QUE EU FAÇA TUDO CERTO, EU SEREI CONDENADO??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

11 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 9:30-31) 30 Se eu realmente me lavasse em água de neve E realmente limpasse as minhas mãos em potassa, 31 Então me mergulharias numa cova, E meus mantos certamente me detestariam.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 9:30-31) 30 Se eu me lavar com a água de neve, E limpar as minhas mãos o mais possível; 31 Todavia me submergirás no fosso, E os meus próprios vestidos me abominarão.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 9:30-31) 30 Se eu me lavar com água de neve, e limpar as minhas mãos com sabão,
31 mesmo assim me submergirás no fosso, e as minhas próprias vestes me abominarão.

MESMO QUE EU FIZESSE TUDO CERTO, AINDA ASSIM ME CONDENARIAS??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

12 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 9:34-35) 34 Remova ele de mim a sua vara, E não me apavore a sua terribilidade.35 Vou falar e não ter medo dele, Pois não estou disposto a isso no meu íntimo.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 9:34-35) 34 Tire ele a sua vara de cima de mim, E não me amedronte o seu terror; 35 Então eu falarei, e não o temerei; Pois eu não sou assim em mim mesmo.



Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 9:30-31) 34 Tire ele a sua vara de cima de mim, e não me amedronte o seu terror; 35 então falarei, e não o temerei; pois eu não sou assim em mim mesmo.



Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

13 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 10:3) 3É bom para ti fazeres o errado, Rejeitares [o fruto da] labuta das tuas mãos, E realmente reluzires sobre o conselho dos iníquos?

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 10:3) 3 Porventura tens prazer em oprimir, Em rejeitar a obra das tuas mãos E em favorecer o conselho dos iníquos?

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 10:3) 3 Tens prazer em oprimir, em desprezar a obra das tuas mãos e favorecer o desígnio dos ímpios?

FAVORECES OS INÍQUOS??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

14 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 10:5-7) 5 São os teus dias como os dias do homem mortal, Ou os teus anos iguais aos dias dum varão vigoroso, 6 Que tentes achar o meu erro E continues a procurar o meu pecado? 7 Isso apesar de saberes que não estou em erro, E não há quem livre da tua própria mão?

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 10:5-7) 5 São os teus dias como os dias do homem, Ou os teus anos como os anos do homem, 6 Para te informares da minha iniquidade, E averiguares o meu pecado? 7 Sabendo tu que eu não sou iníquo: Não há ninguém que possa livrar da tua mão.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 10:5-7) 5 São os teus dias como os dias do homem? Ou são os teus anos como os anos de um homem, 6 para te informares da minha iniquidade, e averiguares o meu pecado, 7 ainda que tu sabes que eu não sou ímpio, e que não há ninguém que possa livrar-me da tua mão?

TRATA-SE DE UMA PERSEGUIÇÃO GRATUITA AO JUSTO??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

15 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 10:15-17) 15 Se realmente estou errado, ai de mim! E [se] realmente tenho razão, não posso levantar minha cabeça, Empanturrado de desonra e saturado de tribulação. 16 E [se] ela agir altaneiramente, tu me caçarás como leãozinho E te mostrarás novamente maravilhoso no meu caso. 17 Produzirás novas testemunhas tuas na minha frente E farás maior teu vexame comigo; Trabalhos e mais trabalhos estão comigo.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 10;15-17) 15 Se eu for iníquo, ai de mim; Ainda que seja justo, não levantarei a minha cabeça, Estando farto de ignomínia, e de contemplar a minha aflição. 16 Se a minha cabeça se exaltar, tu me caçarás como um leão feroz; E tornarás a mostrar-te em maravilhas contra mim. 17 Renovarás as tuas testemunhas contra mim, E multiplicarás a tua indignação sobre mim, Revezar-se-ão contra mim tropas de males.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 10:15-17) 15 Se for ímpio, ai de mim! Se for justo, não poderei levantar a minha cabeça, estando farto de ignomínia, e de contemplar a minha miséria. 16 Se a minha cabeça se exaltar, tu me caças como a um leão feroz; e de novo fazes maravilhas contra mim. 17 Tu renovas contra mim as tuas testemunhas, e multiplicas contra mim a tua ira; reveses e combate estão comigo.

MESMO SENDO JUSTO, OLHA O QUE FAZES CONTRA MIM??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

16 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 13:20-24) 20 Apenas não me faças duas coisas; Neste caso não me esconderei só por tua causa; 21 Põe longe de mim a tua própria mão, E não me apavore o horror de ti. 22 Ou chama para que eu mesmo responda, Ou fale eu, e replica-me tu. 23 De que modo tenho erros e pecados? Faze-me saber a minha própria revolta e o meu próprio pecado. 24 Por que escondes a tua própria face E me consideras teu inimigo?

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 13:20-24) 20 Concede-me somente duas cousas, E não me esconderei da tua face:
21 Retira a tua mão de sobre mim, E não me amedronte o teu terror. 22 Então chama tu, e eu responderei; Ou fale eu, e responde-me tu. 23 Quantas iniquidades e pecados tenho eu? Faze-me saber a minha transgressão e o meu pecado. 24 Por que escondes o teu rosto, E por que me tens por teu inimigo?

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 13:20-24) 20 Concede-me somente duas coisas; então não me esconderei do teu rosto: 21 desvia a tua mão rara longe de mim, e não me amedronte o teu terror. 22 Então chama tu, e eu responderei; ou eu falarei, e me responde tu. 23 Quantas iniquidades e pecados tenho eu? Faze-me saber a minha transgressão e o meu pecado. 24 Por que escondes o teu rosto, e me tens por teu inimigo?

ME TENS COMO UM INIMIGO, ME TENS INIMIZADE??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

17 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 13:26-27) 26 Pois continuas a escrever contra mim coisas amargas E me fazes possuir [as conseqüências dos] erros da minha mocidade. 27 Manténs também meus pés no tronco, E vigias todas as minhas veredas; Traças a tua própria linha para a planta dos meus pés.28 E ele é como algo podre que se gasta; Como roupa que a traça realmente consome.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 13:26-28) 26 Pois prescreves contra mim cousas amargas, E punes as faltas da minha mocidade. 27 Também pões no tronco os meus pés, Observas todas as minhas veredas E traças uma linha ao redor dos meus pés. 28 Embora seja eu como uma cousa podre que se desfaz, Como um vestido que é comido da traça.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 13:26-28) 26 Pois escreves contra mim coisas amargas, e me fazes herdar os erros da minha mocidade; 27 também pões no tronco os meus pés, e observas todos os meus caminhos, e marcas um termo ao redor dos meus pés, 28 apesar de eu ser como uma coisa podre que se consome, e como um vestido, ao qual rói a traça.

GUARDAS RESSENTIMENTO??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

18 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 14:16-17) 16 Porque agora estás contando até os meus passos; De nada cuidas senão do meu pecado. 17 Minha revolta está selada numa bolsa, E passas cola sobre o meu erro.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 14:16-17) 16 Agora, porém, contas os meus passos; Porventura não observas o meu pecado? 17 A minha transgressão está selada num saco, E guardas fechada a minha iniquidade.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 14:16-17) 16 Então contarias os meus passos; não estarias a vigiar sobre o meu pecado; 17 a minha transgressão estaria selada num saco, e ocultarias a minha iniquidade.

TRATA-SE DE PERSEGUIÇÃO??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

19 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 14:19-20) 19 A água certamente desgasta até mesmo as pedras; Suas enxurradas levam embora o pó da terra. Assim destruíste a própria esperança do homem mortal. 20 Tu o levas de vencida PARA SEMPRE, de modo que ele se vai embora; Desfiguras-lhe a face, mandando-o embora.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 14:19-20) 19 As águas gastam as pedras, As suas inundações arrebatam o pó da terra: Assim fazes perecer a esperança do homem. 20 Prevaleces para sempre contra ele, e ele passa; Mudas o seu rosto e o despedes.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 14:19-20) 19 As águas gastam as pedras; as enchentes arrebatam o solo; assim tu fazes perecer a esperança do homem. 20 Prevaleces para sempre contra ele, e ele passa; mudas o seu rosto e o despedes.



Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

20 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 16:6-9)  6 Se deveras falo, não se refreia a minha própria dor, E se deveras deixo de fazer assim, o que vai embora de mim?  7 Somente que agora ele me fez ficar fatigado; Fez desolados a todos os reunidos comigo em assembléia.  8 Também me pegas. Isso se tornou uma testemunha, De modo que a minha magreza se levanta contra mim. Testifica na minha face.  9 Sua própria ira [me] dilacerou e ele me tem rancor. Realmente range os dentes contra mim. Meu próprio adversário aguça seus olhos contra mim.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 16:6-9) 6 Ainda que eu fale, não se mitiga a minha dor; E embora me cale, de que sou aliviado? 7 Mas agora me deixou ele exausto; Assolaste toda a minha companhia. 8 Puseste a mão sobre mim, e isto constitui uma testemunha contra mim; E a minha magreza levanta-se contra mim, dá testemunho na minha cara. 9 Na sua ira me despedaçou e me perseguiu, Rangeu os dentes contra mim, O meu adversário aguça os olhos contra mim;

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 16:6-9) 6 Ainda que eu fale, a minha dor não se mitiga; e embora me cale, qual é o meu alívio? 7 Mas agora, ó Deus, me deixaste exausto; assolaste toda a minha companhia. 8 Tu me emagreceste, e isso constitui uma testemunha contra mim; contra mim se levanta a minha magreza, e o meu rosto testifica contra mim. 9 Na sua ira ele me despedaçou, e me perseguiu; rangeu os dentes contra mim; o meu adversário aguça os seus olhos contra mim.

ME VÊ E ME TRATA COMO UM ADVERSÁRIO??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

21 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 16:11-14) 11 Deus me entrega a garotos, E me lança vertiginosamente nas mãos dos iníquos. 12 Eu tinha ficado tranqüilo, mas ele passou a sacudir-me; E segurou-me pela nuca e passou a despedaçar-me, E põe-me por alvo para si. 13 Seus arqueiros me cercam; Fende meus rins e não tem compaixão; Derrama na terra a minha vesícula biliar. 14 Prossegue irrompendo através de mim com brecha após brecha; Corre contra mim como um poderoso.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 16:11-14) 11 Deus entrega-me aos ímpios, E lança-me na mão dos iníquos. 12 Descansado estava eu, e ele me quebrantou; Tomou-me pelo pescoço, e despedaçou-me: Pôs-me por seu alvo. 13 Cercam-me as suas flechas, Atravessa-me os rins, e não me poupa; Derrama o meu fel sobre a terra. 14 Faz-me brecha sobre brecha, Arremete sobre mim como um guerreiro.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 16:11-14) 11 Deus me entrega ao ímpio, nas mãos dos iníquos me faz cair. 12 Descansado estava eu, e ele me quebrantou; e pegou-me pelo pescoço, e me despedaçou; colocou-me por seu alvo; 13 cercam-me os seus flecheiros. Atravessa-me os rins, e não me poupa; derrama o meu fel pela terra. 14 Quebranta-me com golpe sobre golpe; arremete contra mim como um guerreiro.

NÃO TEM PIEDADE??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

22 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó? (Jó 19:6)  6 Sabei, então, que o próprio Deus me desencaminhou , E sua rede para caçar se fechou sobre mim.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 19:6) 6 Sabei que Deus não me fez justiça, E me cercou com a sua rede.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 19:6) 6 sabei então que Deus é o que transtornou a minha causa, e com a sua rede me cercou.

FOI INJUSTO PARA COMIGO??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

23 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó?? (Jó 19:8)  8 A própria vereda me tem sido bloqueada com um muro de pedras, e não posso passar; E ele põe a própria escuridão sobre as minhas sendas.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 19:8) 8 Com muros fechou ele o meu caminho, de modo que não posso passar, E pôs trevas nas minhas veredas.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 19:8) 8 com muros fechou ele o meu caminho, de modo que não posso passar; e pôs trevas nas minhas veredas.



Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

24 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó?? (Jó 19:10-11) 10 Demole-me por todos os lados e eu me vou embora; E arranca a minha esperança como a uma árvore. 11 Também a sua ira se acende contra mim, E ele me considera como seu adversário.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 19:10-11) 10 De todos os lados me derrui, e eu me vou, E a minha esperança arranca-a como uma árvore. 11 Acende também a sua ira contra mim, E sou tido por ele como um dos seus adversários.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 19:10-11) 10 Quebrou-me de todos os lados, e eu me vou; arrancou a minha esperança, como a, uma árvore. 11 Acende contra mim a sua ira, e me considera como um de seus adversários.

ME CONSIDERA COMO UM ADVERSÁRIO??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

25 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó?? (Jó 19 :12) 12 Suas tropas chegam unidas e aterram seu caminho contra mim, E acampam-se ao redor da minha tenda.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 19:12) 12 Avançam-se as suas tropas juntas, Levantam um caminho alto contra mim, E acampam-se ao redor da minha tenda.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 19:12) 12 Juntas as suas tropas avançam, levantam contra mim o seu caminho, e se acampam ao redor da minha tenda.



Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

26 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó?? (Jó 19:21-22) 21 Mostrai-me um pouco de favor, mostrai-me um pouco de favor, companheiros meus, Porque a própria mão de Deus me tocou. 22 Por que continuais a perseguir-me assim COMO DEUS FAZ, E não ficais satisfeitos com a minha própria carne?

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 19:21-22) 21 Compadecei-vos de mim, compadecei-vos de mim, amigos meus; Pois a mão de Deus me tocou. 22 Por que me perseguis como Deus, E não cessais de devorar a minha carne?

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 19:21-22) 21 Compadecei-vos de mim, amigos meus; compadecei-vos de mim; pois a mão de Deus me tocou. 22 Por que me perseguis assim como Deus, e da minha carne não vos fartais?

DEUS ME PERSEGUE??

Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

27 - JÓ FALOU. AGE JEOVÁ ASSIM OU É "ALGO IMPRÓPRIO" atribuído a Ele por Jó?? (Jó 23:12-15) 12 Não me afasto do mandamento dos seus lábios. Entesourei os dizeres da sua boca mais do que me é prescrito. 13 E ele é de um só [pensamento], e quem lhe pode resistir? E a sua própria alma tem um almejo, e ele [o] fará. 14 Pois executará completamente o que me prescreveu. E de tais coisas há muitas com ele. 15 Por isso me sinto perturbado por causa dele; Mostro-me atento e tenho pavor dele.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 23:12-15) 12 Do mandamento dos seus lábios não me apartei, Escondi no meu seio as palavras da sua boca. 13 Porém ele está resolvido, quem pode desviá-lo? E o que desejar a sua alma, isso mesmo faz. 14 Pois ele cumprirá o que está ordenado para mim, E dele ainda vêm muitas cousas como estas. 15 Portanto estou perturbado na sua presença; Quando considero, tenho medo dele.


Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 23:12-15) 12 Nunca me apartei do preceito dos seus lábios, e escondi no meu peito as palavras da sua boca. 13 Mas ele está resolvido; quem então pode desviá-lo? E o que ele quiser, isso fará. 14 Pois cumprirá o que está ordenado a meu respeito, e muitas coisas como estas ainda tem consigo. 15 Por isso me perturbo diante dele; e quando considero, tenho medo dele.


EMBORA EU TENHA CUMPRIDO TODO O MANDAMENTO, ELE PERMANECE RESOLVIDO, NÃO RETROCEDE.


Exaltou-se que qualidade de Jeová? É mesmo assim que Jeová trata o humano?? Você concorda com Jó? Falaria esta frase para Jeová? Se fosse dirigida a você, receberia como elogio e louvor ou como uma ofensa?

VOCÊ CONCORDA QUE "TODAS" ESTAS EXPRESSÕES DE JÓ, SÃO EXPRESSÕES CONTRA JEOVÁ??

Topo desta página

A RESPOSTA DE JEOVÁ PARA JÓ

COMO JEOVÁ ENCAROU TODAS ESTAS EXPRESSÕES DE JÓ PARA ELE E A RESPEITO DELE?? AS PALAVRAS SAÍDAS DA BOCA DE JEOVÁ DEIXAM CLARO O QUE FOI QUE JEOVÁ PERCEBEU NESTAS PALAVRAS SAÍDAS DA BOCA DE JÓ?? AO OUVIR TAIS SINCERAS EXPRESSÕES DE JÓ, PASSOU JEOVÁ A ENCARÁ-LAS COMO LOUVORES E ELOGIOS DADOS A ELE?? COMO JEOVÁ AS VIU??

A RESPOSTA DE JEOVÁ FOI PARA JÓ, UNICAMENTE PARA JÓ.

(Jó 40:6-8)E Jeová prosseguiu, respondendo a Jó de dentro do vendaval e dizendo:  7 “Por favor, cinge os teus lombos como um varão vigoroso; Eu te perguntarei e tu mo farás saber.  8 Realmente, invalidarás tu a minha justiça?PRONUNCIAR-ME-ÁS INÍQUO, a fim de teres razão?

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 40:6-8) 6 Então, do meio do redemoinho, o Senhor respondeu a Jó: 7 Cinge agora os teus lombos como homem; eu te perguntarei a ti, e tu me responderás. 8 Farás tu vão também o meu juízo, ou me condenarás para te justificares a ti?



AS PALAVRAS SAÍDAS DA BOCA DE JEOVÁ SÃO CLARAS: Jó, você está me chamando de iníquo, só para teres razão?? Jó, você está me condenando só para te declarares justo??

Estava Jó se declarando justo?? Sim estava.

COISAS IMPRÓPRIAS FORAM ATRIBUÍDAS A JEOVÁ - FORAM ATRIBUÍDAS À PERSONALIDADE DE JEOVÁ. PODE UM HUMANO REPREENDER A JEOVÁ?? JEOVÁ CHAMOU JÓ DE "REPREENDEDOR DE DEUS". (Jó 40:1-2) 40 E Jeová passou a RESPONDER A JÓ e a dizer:  2 "Acaso devia haver contenda da parte do caturra com o Todo-poderoso? Responda a isto o próprio REPREENDEDOR de Deus."

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 40:1-2) 1 Disse mais o Senhor a Jó: 2 Contenderá contra o Todo-Poderoso o censurador? Quem assim argüi a Deus, responda a estas coisas.



VOCÊ SÓ REPREENDE A ALGUÉM QUE ESTÁ FAZENDO ALGO ERRADO AOS TEUS OLHOS. JÓ VIA DEFEITOS EM JEOVÁ? Ele é muito forte, mas justo, difícil; onde está o Deus da justiça? Afirmou Jó.

JEOVÁ AFIRMOU: JÓ, VOCÊ ME CHAMOU DE INÍQUO.

AS PALAVRAS E OS SENTIMENTOS DE JEOVÁ SÃO PRIORIDADE; ESTÃO ACIMA DE QUALQUER COISA OU PESSOA. JEOVÁ RESUMIU SEUS SENTIMENTOS EM RELAÇÃO ÀS EXPRESSÕES DE JÓ CONTRA ELE, NESTAS DUAS AFIRMAÇÕES ACIMA. VOCÊ CONCORDA COM JEOVÁ??

Não Jeová, não foi isto o que aconteceu”. Diria esta frase para Jeová?? Isto seria desmentir a Jeová.

Jó, em face de seu total desconhecimento da personalidade de seu Criador e Pai, atribuiu muitas iniquidades a Jeová e a personalidade de Jeová. Jeová faz isso, Jeová faz aquilo, Jeová age assim e Jeová age assado, atribuindo assim iniquidades à personalidade de Jeová. E tudo isso, por causa de sua ignorância.

O Criador está sempre ouvindo o que estamos falando. O que estamos irrefletidamente falando contra Ele? Atribuir "qualquer" iniquidade a alguém que é Santo é blasfemar contra Ele.

O "POVO AMADO" DE DEUS CLASSIFICA UM "ATO DE MISERICÓRDIA" DA PARTE DE JEOVÁ, COMO SENDO UM "ATO INÍQUO". Novamente é o próprio Jeová quem revela seus sentimentos ao dizer: "FATIGASTES A JEOVÁ COM VOSSAS PALAVRAS" - O próprio Jeová nos exemplifica o que os humanos imperfeitos falam irrefletidamente contra Ele: (Malaquias 2:17) 17 “Fatigastes a Jeová com as VOSSAS PALAVRAS e dissestes: ‘De que modo [o] fatigamos?’ Por dizerdes: ‘Todo aquele que faz o mal é bom aos olhos de Jeová e de tais é que ele mesmo se agrada’; ou: ‘ONDE ESTÁ O DEUS DA JUSTIÇA?’

Os remanescentes que retornaram do exílio babilônico acharam-se INJUSTIÇADOS quando se compararam com os outros povos iníquos ao redor. Pensavam e diziam: nós os justos estamos recebendo o mesmo tratamento que é dado a eles, os iníquos. Jeová ouvia tudo.

"FORTES FORAM AS VOSSAS PALAVRAS CONTRA MIM" - (Malaquias 3:13-15) 13 “ FORTES foram as VOSSAS PALAVRAS contra mim”, disse Jeová. E dissestes: “Que falamos ENTRE NÓS contra ti?” 14 “Dissestes: ‘De nada vale servir a Deus. E que lucro há em termos cumprido a obrigação para com ele e em termos andado acabrunhados por causa de Jeová dos exércitos? 15 E atualmente declaramos felizes os presunçosos. Também os praticantes da iniquidade foram edificados. Eles também têm experimentado a Deus e conseguem safar-se.’”

Do ponto de vista dos ignorantes remanescentes, havia algo errado em Jeová, HAVIA INJUSTIÇA EM JEOVÁ, pois todos os povos iníquos ao redor deveriam ter sido exterminados por Jeová. No entanto, lá estavam estes mesmos povos iníquos. Que diferença então existe entre nós a nação santa, nós os que servimos a Jeová, nós os "servos" de Jeová, e eles, os praticantes de iniquidade?

Falavam entre eles, no entanto, Jeová ouvia. Estavam falando nas costas Dele e contra Ele.

Você não concorda que as palavras faladas pelo povo escolhido e ensinado, palavras contestadas por Jeová, palavras das quais Jeová disse que "O fatigaram" e que foram "fortes palavras contra Ele", eram apenas repetições das afirmações de Jó??

Jó também afirmou que Deus não estava tratando os iníquos segundo o que eles mereciam, não estava retribuindo aos iníquos segundo os seus caminhos. Aos olhos de Jó os praticantes de iniquidade estavam sendo edificados, estavam felizes e reluzentes. “Deus dá riqueza e alegria ao iníquo e dá dificuldades e sofrimentos aos justos; eu tenho visto todas estas coisas” – afirmou Jó. Assim afirmou Jó: (Jó 12:6-10) 6 As tendas dos assoladores estão despreocupadas, E os que enfurecem a Deus têm a segurança Pertencente àquele que trouxe um deus na sua mão. 7 No entanto, pergunta, por favor, aos animais domésticos, e eles te instruirão; Também às criaturas aladas dos céus, e elas te informarão. 8 Ou mostra à terra a tua preocupação, e ela te instruirá; E os peixes do mar to declararão. 9 Qual entre todos estes não sabe muito bem Que A PRÓPRIA MÃO DE JEOVÁ FEZ ISSO, 10 Tendo ele na mão a alma de todo o vivente E o espírito de toda a carne de homem? (Jó 13:1-2) 13Eis que meu olho viu tudo isto, Meu ouvido o ouviu e o considera. 2 O que vós sabeis, eu também sei muito bem; Não sou inferior a vós.

Assim verte a Tradução Brasileira: (Jó 12:6-10) 6 As tendas dos salteadores são prósperas, E os que provocam a Deus estão seguros; Tudo lhes põe Deus nas mãos. 7 Mas pergunta agora às bestas da terra, e elas te ensinarão; E às aves do céu, e elas te farão saber. 8 Ou fala com a terra, e ela te ensinará; E os peixes do mar to declararão. 9 Quem não aprendeu de todos estes Que a mão de Jeová faz isto? 10 Na mão dele está a alma de todo o ser vivente, E o espírito de todo o gênero humano. (Jó 13:1-2) 1 Eis que os meus olhos têm visto tudo isso, Os meus ouvidos o têm ouvido e entendido.





Continuou Jó a falar na sua condição de injustiçado sofredor às mãos de Deus”: “Os iníquos não estavam recebendo a maldição que mereciam; a vara de Deus não está sobre eles, além de se tornarem superiores em riquezas, prosseguem alegrando-se ao som do pífaro”. Apesar de decepcionado, depois Jó consolou-se: “O próprio Deus guardará o prejudicial para os próprios filhos dele”. (Jó 21:5-20) 5 Virai as vossas faces para mim e olhai assombrados, E ponde a mão sobre a boca. 6 E quando me lembrei, também fiquei perturbado, E um estremecimento se apoderou da minha carne. 7 Por que é que os próprios iníquos continuam vivendo, Têm envelhecido, também se tornaram superiores em riqueza?  8 Sua descendência está firmemente estabelecida com eles à sua vista, E seus descendentes, diante dos seus olhos.  9 Suas casas são a própria paz, livres de pavor, E a vara de Deus não está sobre eles. 10 Seu próprio touro realmente fecunda e não desperdiça sêmen; Sua vaca tem cria e não sofre aborto. 11 Continuam enviando seus garotos iguais a um rebanho, E seus próprios meninos estão saltitando. 12 Continuam a elevar [a sua voz] com o pandeiro e a harpa, E prosseguem alegrando-se ao som do pífaro. 13 Passam bem os seus dias, E num instante baixam ao Seol. 14 E eles dizem ao [verdadeiro] Deus: ‘Desvia-te de nós! E não nos agradamos no conhecimento dos teus caminhos. 15 Que é o Todo-poderoso, para que o sirvamos, E que nos aproveita termos entrado em contato com ele?16 Eis que seu bem-estar não está no seu próprio poder. O próprio conselho dos iníquos se manteve longe de mim. 17 Quantas vezes se apaga a lâmpada dos iníquos, E [quantas vezes] vem sobre eles o seu desastre? Na sua ira, [quantas vezes] reparte ele a destruição? 18 Ficam eles como palha diante do vento, E como a pragana furtada pelo tufão? 19 O próprio Deus guardará o prejudicial [do homem] para os próprios filhos dele; Recompensá-lo-á para que saiba [isso]. 20 Seus olhos verão a sua decadência, E beberá do furor do Todo-poderoso.

Jó expressou sua esperança, na verdade, o seu desejo: “O iníquo ou o filho do iníquo têm de beber o furor do Todo-poderoso, eles não podem permanecer impunes”. Será que Jeová tinha de COMPACTUAR COM ESTES SENTIMENTOS de seus filhos??

O que mais estava observando Jó de errado em relação a Deus?? Ele estava vendo humanos fazendo outros humanos sofrer com suas ações iníquas, enquanto que o Deus Todo-poderoso, não se importando, nada fazia a este respeito. Neste caso, o que Jó esperava que Deus fizesse?? Que Deus fizesse retribuição, que Deus fizesse justiça, que Deus desse a cada um segundo o seu caminho, que acabasse a impunidade.

Assim externou Jó esta sua observação: (Jó 24:1-12) 24Por que é que os tempos não foram guardados pelo próprio Todo-poderoso, E os próprios que o conhecem não observaram os seus dias? 2 Há os que recuam os marcos divisórios; Arrebataram uma grei, a fim de [a] apascentarem. 3 Levam até mesmo o jumento dum menino órfão de pai; Tomam em penhor o touro da viúva. 4 Apartam os pobres do seu caminho; Ao mesmo tempo, os atribulados da terra se mantiveram escondidos. 5 Eis que, [quais] zebras no ermo, Saíram na sua atividade à procura de algo para comer. A planície desértica [dá] a cada um pão para os rapazes. 6 No campo ceifam a sua forragem, E despojam rapidamente o vinhedo do iníquo. 7 Passam a noite nus, sem vestimenta, E sem qualquer cobertura no frio. 8 São ensopados pelo temporal dos montes, E por não haver abrigo, precisam abraçar uma rocha. 9 Arrebatam o menino órfão de pai mesmo do peito, E tomam em penhor o que há sobre o atribulado. 10 Têm de andar nus, sem vestimenta, E famintos têm de carregar as espigas ceifadas. 11 Passam o meio-dia entre os muros do terraço; Precisam pisar os lagares, e ainda assim passam sede. 12 De dentro da cidade estão gemendo os moribundos, E a alma dos mortalmente feridos clama por ajuda; E o próprio Deus não considera [isso] algo impróprio.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 24:1-12) 1 Por que o Todo-Poderoso não designa tempos? e por que os que o conhecem não vêem os seus dias? 2 Há os que removem os limites; roubam os rebanhos, e os apascentam. 3 Levam o jumento do órfão, tomam em penhor o boi da viúva. 4 Desviam do caminho os necessitados; e os oprimidos da terra juntos se escondem. 5 Eis que, como jumentos monteses no deserto, saem eles ao seu trabalho, procurando no ermo a presa que lhes sirva de sustento para seus filhos. 6 No campo segam o seu pasto, e vindimam a vinha do ímpio. 7 Passam a noite nus, sem roupa, não tendo coberta contra o frio. 8 Pelas chuvas das montanhas são molhados e, por falta de abrigo, abraçam-se com as rochas. 9 Há os que arrancam do peito o órfão, e tomam o penhor do pobre; 10 fazem que estes andem nus, sem roupa, e, embora famintos, carreguem os molhos. 11 Espremem o azeite dentro dos muros daqueles homens; pisam os seus lagares, e ainda têm sede. 12 Dentro das cidades gemem os moribundos, e a alma dos feridos clama; e contudo Deus não considera o seu clamor.

Ao final, Jó pergunta: Há quem possa me desmentir?? (Versão Almeida) (Jó 24:25) 25 Se não é assim, quem me desmentirá e desfará as minhas palavras?

Assim verte a Tradução do Novo Mundo: (Jó 24:25) 25 Por conseguinte, quem me fará de mentiroso Ou reduzirá a nada a minha palavra?”

Assim, na visão de Jó, Deus não se importava com o clamor da alma dos feridos. Ele vê todas estas coisas e não faz nada contra estes ímpios?? Ora, os ímpios continuam prosperando?? Sendo assim, que proveito têm os justos, os que entram em contato com Deus??

A pergunta correta a ser feita neste momento é: Porque Jó tinha esta opinião???

Jesus o Filho perfeito, prevê que humanos imperfeitos continuarão a falar fortes palavras contra Jeová - PALAVRAS IMPRÓPRIAS – palavras oriundas dos corações dos filhos: (Mateus 20:1-16) 20 “Porque o reino dos céus é semelhante a um homem, um dono de casa, que saiu cedo de manhã para contratar trabalhadores para o seu vinhedo. 2 Tendo concordado com os trabalhadores em um denário por dia, mandou-os ao seu vinhedo. 3 Saindo também por volta da terceira hora, viu outros parados, sem emprego, na feira; 4 e ele disse a estes: ‘Vós também, ide ao vinhedo, e eu vos darei o que for justo.’ 5 De modo que eles foram. Ele saiu novamente por volta da sexta hora e da nona hora, e fez o mesmo. 6 Finalmente, por volta da décima primeira hora, saiu e encontrou outros parados, e disse-lhes: ‘Por que ficastes parados aqui o dia todo sem emprego?’ 7 Eles lhe disseram: ‘Porque ninguém nos contratou.’ Disse-lhes: ‘Ide vós também ao vinhedo.’ 8 “Quando anoiteceu, o dono do vinhedo disse ao seu encarregado: ‘Chama os trabalhadores e paga-lhes o seu salário, passando dos últimos para os primeiros.’ 9 Ao chegarem os homens da décima primeira hora, cada um deles recebeu um denário. 10 Portanto, ao chegarem os primeiros, concluíram que receberiam mais; mas eles também receberam o pagamento à razão de um denário. 11 Tendo-o recebido, começaram a MURMURAR CONTRA O DONO DA CASA 12 e disseram: ‘Estes últimos fizeram uma só hora de trabalho; ainda assim os fizestes iguais a nós, os que levamos o fardo do dia e o calor abrasador!’ 13 Mas ele disse, em resposta, a um deles: ‘Amigo, não te faço nenhuma injustiça. Não concordaste comigo em um denário? 14 Toma o que é teu e vai. EU QUERO DAR a este último o mesmo que a ti. 15 Não me é lícito fazer o que quero com as minhas próprias coisas? Ou é o teu olho iníquo porque sou bom?’ 16 Deste modo, os últimos serão primeiros e os primeiros, últimos.”

Bem, existia uma diferença bem grande, não existia?? Uma hora de trabalho para alguns contrastando com doze horas de trabalho para outros, quando todos recebem o mesmíssimo denário. Os homens sentiram-se injustiçados. Não agiriam desta forma, pois dariam a cada um o que cada um merecia em face das horas trabalhadas.

A "Misericórdia" de Jeová para com um desafortunado foi classificada por humanos como uma "injustiça", como um "ato iníquo". Eu não agiria assimafirmaria aquele que se considerava injustiçado. Um ato de Misericórdia de Jeová foi classificado como uma imparcialidade, como um tratamento diferenciado, como uma INJUSTIÇA. Este homem não agiria assim porque ele não era misericordioso. O homem estava preocupado com o MÉRITO, em receber segundo o trabalho que havia feito, se comparando e se preocupando com o que o outro não havia feito, enquanto que o Criador estava preocupado em ser BOM. Por ter FEITO MAIS DO QUE o outro, este queria RECEBER MAIS DO QUE o outro. Este homem certamente pensou: Jeová não está valorizando o bom trabalho que fiz, pois eu trabalhei MUITO MAIS do que o outro. "Eu" mereço mais pois "eu" fiz mais.

Por causa da atitude bondosa, começaram a murmurar CONTRA Jeová (o dono da casa). Certamente esta atitude é proveniente de uma mente egoísta que busca a valorização do seu "eu" acima dos demais. Este egoísta ficaria satisfeito em receber 1 (um) denário, e satisfazer suas necessidades, se aquele outro recebesse menos de 10% do denário, o que não daria para satisfazer as necessidades daquele outro.

Embora Jó tenha pronunciado a Jeová iníquo, Este Amoroso e Todo Sábio Criador não levou em conta, PERDOOU A JÓ, e o próprio Jó também perdoou seus companheiros iníquos, intercedendo por estes perante Jeová, assim como o próprio Jeová determinara. Apesar disto, apesar do pecado da blasfêmia, Jeová continuava tratando Jó como: "meu servo Jó ". Em momento algum o Criador deixou de tratar Jó como sendo "meu servo Jó". Isto sim é bem significativo em relação a personalidade de Jeová. JEOVÁ NÃO GUARDA RESSENTIMENTO. JEOVÁ É MISERICORDIOSO. Jeová é misericordioso com aquele QUE ESTÁ blasfemando contra Ele. Quando ofendido em um lado da face, Jeová oferece o outro lado. Jeová continua amando aquele que embora afirme não ser inimigo, se comporta como inimigo.

O Criador deixou Jó externar tudo o que tinha no coração, depois induziu Jó ao raciocínio através de informações e perguntas, objetivando que Jó RECONHECESSE sua blasfêmia, após o que, Jó arrependeu-se em pó e cinzas. Depois desta experiência, que sentimentos nutria Jó por Jeová, o seu SÁBIO PROFESSOR??

Jó ao final percebeu que o Criador, além de Todo-poderoso, era MISERICORDIOSO, VAGAROSO EM IRAR-SE, ABUNDANTE EM SABEDORIA E UM PERDOADOR QUE NÃO GUARDA RESSENTIMENTO. JÓ percebeu que Jeová CONTINUAVA a amá-lo e que Jeová não havia deixado de amá-lo mesmo quando este O ESTAVA blasfemando. Em consequência disso, Jó passou a amar a Jeová muito mais do que amava antes desta experiência.

JÓ "PERCEBEU" QUE NÃO CONHECIA A JEOVÁ. Jó "percebeu" que embora fosse aclamado como sábio por seus contemporâneos, na verdade não passava de um homem "sem conhecimento".

Jeová estava aproveitando a oportunidade para ensinar, "Mostrando Ser" o que REALMENTE significa ser "bom", "ser íntegro" e "ser leal", ser perdoador. Toda sua criação angélica observava e aprendia.

Por qual motivo estava Jó blasfemando a Jeová, POR ATRIBUIR "ALGO IMPRÓPRIO" À PERSONALIDADE DE JEOVÁ?? Jó responde: (Jó 42:2-5) 2 "Fiquei sabendo que és capaz de fazer todas as coisas, E não há idéia que te seja inalcançável. 3 Quem é este que está obscurecendo o conselho sem conhecimento?’ POR ISSO FALEI, mas não estava entendendo Coisas maravilhosas demais para mim, as quais não conheço. 4 Ouve, por favor, e eu mesmo falarei. Eu te perguntarei e tu mo farás saber.’ 5 EM RUMORES OUVI a teu respeito, Mas agora é o meu próprio olho que te vê.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 42:2-5) 1 Então respondeu Jó ao Senhor: 2 Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido. 3 Quem é este que sem conhecimento obscurece o conselho? por isso falei do que não entendia; coisas que para mim eram demasiado maravilhosas, e que eu não conhecia. 4 Ouve, pois, e eu falarei; eu te perguntarei, e tu me responderas. 5 Com os ouvidos eu ouvira falar de ti; mas agora te vêem os meus olhos.



Não era uma simples questão de sofrimento e sim falta de conhecimento, FALTA DE VERDADEIRO CONHECIMENTO, FALTA DE VERDADEIRA INFORMAÇÃO - este foi o motivo de Jó blasfemar contra Jeová. Jó era ignorante, ou seja, não conhecia a Jeová. Jó não conhecia a personalidade de Jeová, o seu Pai e Criador. O que Jó sabia a respeito de seu Criador estava distorcido da realidade. Eu ouvira falar de ti, afirmou Jó. O famoso eu ouvi dizer”, era a base das declarações de Jó. Exatamente por isso é que Jó afirmava que Jeová agia assim e assado contra o iníquo. Coisas que eu não conhecia, coisas que eu não entendia, afirmou Jó.

Jó foi colocado em uma DIFÍCIL situação real e reagiu de acordo com o conhecimento DETURPADO que estava em sua mente. Falava sobre aquilo que acreditava ser verdade.

EXATAMENTE pelo mesmo motivo, FALTA DE VERDADEIRO CONHECIMENTO, será que estamos blasfemando contra Jeová com NOSSAS AFIRMAÇÕES a respeito dele, do que Ele fez, está fazendo ou irá fazer CONTRA os iníquos???

Estamos nos deixando levar pelos "RUMORES" a respeito de Jeová?



Certamente haverá repetição deste ato em breve futuro, com personagens diferentes.

Aceitamos a palavra saída da boca de Jeová, que afirmou: Jó, você me chamou de iníquo? Ou será que aceitamos a declaração HUMANA de que Jó não chamou a Jeová de iníquo??

O QUE ESTAMOS FALANDO HOJE?? Estamos exaltando os 2 (dois) ATOS de fidelidade de Jó, e por estes 2 (dois) atos classificando a Jó de homem justo, homem íntegro, um exemplo de integridade que foi RECOMPENSADO por não ter falado nada contra Jeová??

Aceitamos a palavra saída da boca de Jeová, que afirmou: Jó, você me chamou de iníquo?

Será que estamos exaltando a Jeová e seu ATO "contínuo" de MISERICÓRDIA para com Jó??

TENDO ÓDIO DO INÍQUO, VOCÊ ESTÁ SENDO FIEL A UM DEUS QUE TAMBÉM TEM ÓDIO DO INÍQUO, NO ENTANTO, SE ESTE DEUS NUNCA SENTE ÓDIO DO INÍQUO E SEMPRE SENTE MISERICÓRDIA PELO INÍQUO, COMO VOCÊ PODERÁ SER FIEL A ELE??

POR ACOMPANHAR O SENTIMENTO DESTE DEUS, NÃO É VERDADE??

RECOMPENSA para um humano fiel ou MISERICÓRDIA para com um homem infiel??

Relacionamento MERITÓRIO ou relacionamento MISERICORDIOSO??

Afirmar que Jeová se enganou na Sua afirmação em relação às declarações de Jó é afirmar que Jeová é mentiroso.

"Não, Jeová não foi Misericordioso; Ele foi Justo e deu a Jó a merecida recompensa por ele não ter amaldiçoado a Jeová, provado assim que Satanás era mentiroso". Jeová foi um RETRIBUIDOR; Jeová foi RECOMPENSADORdas atitudes de Jó. Esta afirmação é uma ofensa, pois embora GLORIFIQUE a Jó, revela ser uma blasfêmia contra Jeová.

Esta mesma pergunta continua sendo analisada em justiça ou misericórdia.

Por ser um Deus de Amor, o próprio Jeová, que é imutável, ENSINARÁ a todos os humanos, dando-lhes o verdadeiro CONHECIMENTO. Para tais não deverá haver mais "RUMORES".

JEOVÁ CONTINUARÁ A DEMONSTRAR MISERICÓRDIA; E AQUELES QUE HOJE O BLASFEMAM CERTAMENTE O AMARÃO MAIS, MUITO MAIS.

JÓ, CONSIDERADO COMO SÁBIO, ENSINAVA AQUILO QUE ELE TINHA COMO "VERDADE".

Não eram exatamente estas declarações sobre Jeová, as quais o próprio Jeová classificou de iníquas, que Jó ensinava aos demais contemporâneos seus?? Assim descreveu Jó o comportamento dos seus ouvintes: (Jó 29:7-11)  7 Quando eu saía ao portão junto à vila, Eu preparava meu assento na praça pública!  8 Os rapazes me viam e se escondiam, E até mesmo os idosos se levantavam, ficavam de pé.  9 OS PRÓPRIOS PRÍNCIPES REPRIMIAM AS PALAVRAS E PUNHAM A PALMA DA MÃO SOBRE A SUA BOCA. 10 A voz dos próprios líderes se escondia, E a própria língua deles se apegava ao céu da sua boca. 11 Pois o próprio ouvido escutava e passava a chamar-me feliz, E o próprio olho via e passava a dar testemunho por mim. . .

Jó 29:21-25) 21 ESCUTAVAM-ME; E ESPERAVAM, E SILENCIAVAM PELO MEU CONSELHO. 22 APÓS AS MINHAS PALAVRAS NÃO FALAVAM MAIS, E sobre eles gotejava a minha palavra. 23 E esperavam-me como a chuva E escancaravam a sua boca à chuva da primavera. 24 Eu sorria para eles — eles não [o] acreditavam — E não lançavam [de si] a luz da minha face. 25 EU LHES ESCOLHIA O CAMINHO E FICAVA SENTADO COMO CABEÇA; E residia como um rei entre as [suas] tropas, Como quem consola os que pranteiam.

Revelando que se lembrava dos ensinos de Jó, assim falou Elifaz:(Jó 4:1-6) 4 E Elifaz, o temanita, passou a responder e a dizer:  2 "Se alguém experimentar uma palavra contigo, ficarás fatigado? Mas quem pode restringir as palavras?  3 EIS QUE CORRIGISTE A MUITOS, E costumavas fortalecer as mãos fracas.  4 TUAS PALAVRAS LEVANTAVAM A QUEM TIVESSE TROPEÇADO; E firmavas os joelhos que se dobravam.  5 Mas esta vez chega a ti, e ficas fatigado; Toca até mesmo a ti, e ficas perturbado.  6 Não é a tua reverência [a base da] tua confiança? Não está a tua esperança na integridade dos teus caminhos?

Riqueza, saúde, paz e sossego são destinados por Deus ao homem justo. Pobreza, doença, insegurança, desprezo e inimizade são destinados por Deus ao homem iníquo. O homem íntegro só recebe coisas boas e o homem iníquo só recebe coisas más, pensava e ensinava Jó; sua esperança estava baseada na integridade de seus caminhos. Sou um homem íntegro, um homem justo e só devo receber as coisas destinadas aos íntegros e justos. O iníquo não recebe nada de bom da parte de Deus. É assim que Deus age, pensava e ensinava Jó. O iníquo só deve receber a inimizade da parte de Deus. Deus só abençoa àquele que é merecedor, pensava e ensinava Jó. Aquele que não é iníquo MERECE vida e riquezas enquanto aquele que é iníquo MERECE inimizade, carência, sofrimento e morte. Jó era sincero, era inocente, fazia questão de fazer aquilo que era certo e tinha medo de desagradar a Jeová, aquele Deus Poderoso que o abençoava exatamente por ele não ser um iníquo. As bençãos desapareceram e vieram as maldições, que, segundo Jó, eram dadas por Deus apenas para os iníquos. Mas Jó não se sentia iníquo; não havia praticado qualquer dos atos praticados pelos iníquos. Jó achava-se praticante de mais do que lhe era prescrito. Assim falou Jó segundo a Tradução do Novo Mundo: (Jó 23:11-12) 11 Meu pé se prendeu aos seus passos; Guardei o seu caminho e não me aparto [dele]. 12 Não me afasto do mandamento dos seus lábios. Entesourei os dizeres da sua boca mais do que me é prescrito.

Jó não via nenhum erro no seu caminho. Ele se via como um obediente. Ele se via como um homem justo. Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 23:10-12) 10 Mas ele sabe o caminho por que eu ando; provando-me ele, sairei como o ouro. 11 Os meus pés se mantiveram nas suas pisadas; guardei o seu caminho, e não me desviei dele. 12 Nunca me apartei do preceito dos seus lábios, e escondi no meu peito as palavras da sua boca.

Deus não podia deixar esta injustiça acontecer com ele, Jó, exatamente aquele que fazia questão de fazer tudo de forma correta. Aliás, Deus não podia dar a ele tais coisas. Algo estava errado e não era ele. Então o erro estava em Jeová, que o tratava como um iníquo que ele não era. Se eu permaneci integro, então como estou recebendo de Deus as maldições dadas aos iníquos? Onde está o meu erro?? Que Deus me mostre onde está o meu erro. Se houve algum erro, foi lá na minha juventude. Mas eu tenho certeza que não perdi minha integridade. (Jó 13:3) 3 No entanto, eu, da minha parte, falaria ao próprio Todo-poderoso, E me agradaria em argumentar com Deus.


NÃO VOU MAIS TER MEDO DELE, VOU FALAR. SE ELE ME MATAR, NÃO É O QUE EU ESPERO QUE ELE FAÇA??? NÃO É ISTO O QUE ELE FAZ AOS QUE SE ATREVEM A DISCORDAR DELE, AOS APÓSTATAS?? ORA, EU TENHO DE DEFENDER OS MEUS CAMINHOS, POIS EU TENHO RAZÃO.

(Jó 9:35-10:3) 35 Vou falar e não ter medo dele, Pois não estou disposto a isso no meu íntimo. 10 “Minha alma certamente se enfada da minha vida. Vou externar a minha preocupação comigo mesmo. Vou falar na amargura da minha alma! 2 Direi a Deus: ‘Não me pronuncies iníquo. Faze-me saber por que é que contendes comigo. 3 É bom para ti fazeres o errado, Rejeitares [o fruto da] labuta das tuas mãos, E realmente reluzires sobre o conselho dos iníquos?

Reluzir sobre o conselho dos iníquos?? O que é reluzir?? Esta é a definição dada pelo dicionário Houaiss:

RELUZIR

reluzir Datação: sXIII

n verbo

intransitivo

1 luzir muito, refletir luz; brilhar, resplandecer, luzir

Ex.: o metal reluz

intransitivo

2 manifestar-se de modo brilhante

Ex.: seus olhos reluziam



Naquela visão deturpada de Jó, Jeová reluzia, brilhava, se destacava sobre o conselho dos iníquos, realizando que tipo de ação?? Afirmação de Jó: “Por fazeres o errado”.

(Jó 13:13-19) 13 Calai-vos diante de mim, para que eu mesmo fale, Então venha sobre mim o que vier! 14 Por que carrego a minha carne nos meus dentes E coloco a minha própria alma na palma da minha mão? 15 Mesmo que me matasse, não esperaria eu? Eu apenas argumentaria à sua face EM PROL DOS MEUS PRÓPRIOS CAMINHOS. 16 Ele seria também a minha salvação, Pois nenhum apóstata entrará diante dele. 17 Ouvi cabalmente a minha palavra, E tende nos ouvidos a minha declaração. 18 Por favor, eis que apresentei um pleito judicial; BEM SEI QUE EU É QUE TENHO RAZÃO. 19 Quem contenderá comigo? Pois, se eu ficasse agora calado, simplesmente expiraria!


Não se pode negar que Jó era realmente um homem convicto de suas crenças. Tenho certeza que não sou apóstata; ele me atenderia e eu argumentaria em prol dos meus caminhos.

Está a minha esperança baseada na "integridade dos meus caminhos" (mérito) ou está baseada na "misericórdia" de Jeová, apesar da iniquidade dos meus caminhos?? Já reconheço a iniquidade dos meus caminhos?

O que ensinava Jó, o homem aceito como sábio pelos seus contemporâneos, sobre a personalidade de Jeová??? Existindo iníquos dentro do Seu reino, qual seria o sentimento e o relacionamento de Jeová (O Todo-poderoso) com tais pessoas iníquas?? Vejamos nas próprias palavras faladas por Jó, que espécie de Deus era Jeová (O Todo-poderoso) ao olhos de Jó: (Jó 27:6-23) 6 AGARREI A MINHA JUSTEZA e não a largarei; Meu coração não escarnecerá [de mim] por qualquer dos meus dias. 7 Torne-se meu inimigo de todo modo um homem iníquo, E o que se revolta contra mim, realmente um contraventor. 8 Pois qual é a esperança dum apóstata caso ele der cabo [dele], Caso Deus lhe tire a sua alma? 9 Ouvirá Deus seu clamor Caso venha sobre ele a aflição? 10 Ou deleitar-se-á no Todo-poderoso? Clamará a Deus todo o tempo? 11 EU VOS INSTRUIREI pela mão de Deus; Não ocultarei aquilo que está com o Todo-poderoso. 12 Eis que vós mesmos, todos, tivestes visões; Então por que vos mostrais inteiramente vãos? 13 Este é o quinhão do homem iníquo, DA PARTE DE DEUS; E a herança dos tiranos, ELES RECEBERÃO DO PRÓPRIO TODO-PODEROSO. 14 Se os seus filhos se tornarem muitos, será para a espada; E seus próprios descendentes não terão bastante alimento. 15 Seus próprios sobreviventes serão enterrados durante uma praga mortífera, E as próprias viúvas deles não chorarão. 16 Se ele amontoasse prata como o próprio pó E preparasse vestuário como se fosse barro, 17 Ele prepararia, mas o justo seria quem se vestiria, E o inocente partilharia na prata. 18 Construiu a sua casa como alguma traça, E como a guarita construída pela sentinela. 19 Deitar-se-á rico, mas nada será ajuntado; Abre os olhos, mas não há nada. 20 Quais águas o alcançarão terrores repentinos; Durante a noite o furtará um tufão. 21 Um vento oriental carregará com ele e ele se irá, E de roldão o levará do seu lugar. 22 E lançar-se-á sobre ele e não terá compaixão; E ele, sem falta, tentará fugir do seu poder. 23 Bater-se-ão palmas contra ele E assobiar-se-á contra ele do seu lugar.

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 27:6-23) 6 À minha justiça me apegarei e não a largarei; o meu coração não reprova dia algum da minha vida. 7 Seja como o ímpio o meu inimigo, e como o perverso aquele que se levantar contra mim. 8 Pois qual é a esperança do ímpio, quando Deus o cortar, quando Deus lhe arrebatar a alma? 9 Acaso Deus lhe ouvirá o clamor, sobrevindo-lhe a tribulação? 10 Deleitar-se-á no Todo-Poderoso, ou invocará a Deus em todo o tempo? 11 Ensinar-vos-ei acerca do poder de Deus, e não vos encobrirei o que está com o Todo-Poderoso. 12 Eis que todos vós já vistes isso; por que, pois, vos entregais completamente à vaidade? 13 Esta é da parte de Deus a porção do ímpio, e a herança que os opressores recebem do Todo-Poderoso: 14 Se os seus filhos se multiplicarem, será para a espada; e a sua prole não se fartará de pão. 15 Os que ficarem dele, pela peste serão sepultados, e as suas viúvas não chorarão. 16 Embora amontoe prata como pó, e acumule vestes como barro, 17 ele as pode acumular, mas o justo as vestirá, e o inocente repartirá a prata. 18 A casa que ele edifica é como a teia da aranha, e como a cabana que o guarda faz. 19 Rico se deita, mas não o fará mais; abre os seus olhos, e já se foi a sua riqueza. 20 Pavores o alcançam como um dilúvio; de noite o arrebata a tempestade. 21 O vento oriental leva-o, e ele se vai; sim, varre-o com ímpeto do seu lugar: 22 Pois atira contra ele, e não o poupa, e ele foge precipitadamente do seu poder. 23 Bate palmas contra ele, e assobia contra ele do seu lugar.


O Todo-poderoso estava DO LADO dos justos, abençoando-os, e CONTRA os iníquos, amaldiçoando-os. Para os ímpios a inimizade. O que acontecia com cada um deles era uma ação direta da parte de Deus como MÉRITO às suas humanas ações. O Todo-poderoso dava uma RECOMPENSA MERITÓRIA ao “iníquo junto com seus filhos” e ao “justo junto com seus filhos”. Jó não só ensinava isto, como também acreditava religiosamente nisto. Ele esperava que acontecesse exatamente aquilo que em que ele acreditava, obviamente. Ele, por ser aos seus próprios olhos, um homem justo, em face das obras de justiça que comprovavam a sua justiça, só poderia receber de Deus aquilo que, segundo ele, estava destinado aos homens justos. Recebendo ele de Deus, aquilo que estava reservado exclusivamente para o iníquo, ele afirmou que o Todo-poderoso não agia de acordo com a justiça, ou seja, dar a cada um segundo as suas ações. Ele jamais admitiria ser um iníquo, pois ele vivia diariamente segundo o que ele conhecia como sendo “justiça”. Jó não via iniquidade em nada daquilo do que ele fazia. Qualquer um que o chamasse de iníquo se tornaria um contraventor. Tanta certeza tinha Jó da sua justiça que ele passou a atribuir injustiça ao Deus Todo-poderoso que havia na sua mente, ou seja, o Deus que ele conhecia. Porque Deus não estava obedecendo as regras?? Na mente de Jó, o Todo-poderoso não estava cumprindo as regras que haviam sido estabelecidas pelo próprio Todo-poderoso. Nenhum apóstata entrará diante dele, no entanto, embora Ele não esteja me respondendo, eu não sou apóstata e Ele sabe disso, logo, o erro está nele.

Os amigos de Jó também acreditavam nesta suposta verdade a respeito de Deus, ou seja, Deus não quer e não mantém qualquer tipo de trato com os iníquos. Amizade para os justos e inimizade para os iníquos. Assim falou Bildade: (Jó 8:1-9:2) 8 E Bildade, o suíta, passou a responder e a dizer:  2 “Até quando enunciarás estas coisas, Visto que as declarações da tua boca são apenas um forte vento?  3 Perverteria o próprio Deus o juízo, Ou perverteria o próprio Todo-poderoso a justiça?  4 Se os teus próprios filhos pecaram contra ele, De modo que ele os deixa cair na mão da sua revolta,  5 Se tu mesmo estivesses à procura de Deus E do Todo-poderoso implorasses favor,  6 Se fosses puro e reto, Ele já teria agora despertado para ti E certamente te restauraria teu justo lugar de permanência.  7 Também, teu princípio talvez se tenha mostrado uma coisa pequena, Mas o teu próprio fim posterior se tornaria muito grande.  8 Deveras, pergunta, por favor, à geração anterior, E dirige [tua atenção] às coisas esquadrinhadas por seus pais.  9 Pois somos apenas de ontem e não sabemos nada, Porque os nossos dias na terra são uma sombra. 10 Não te instruirão eles mesmos, não to dirão, E não farão sair palavras do seu coração? 11 Acaso o papiro cresce alto sem brejo? Acaso a cana se torna grande sem água? 12 Ainda em gomo, não arrancado, Secar-se-á mesmo antes que toda outra erva. 13 Assim são as veredas de todos os que se esquecem de Deus, E perecerá a própria esperança do apóstata, 14 Cuja absoluta confiança é cortada, E cuja confiança é uma casa de aranha. 15 Encostar-se-á na sua casa, mas ela não ficará de pé; Agarrar-se-á a ela, mas ela não durará. 16 Ele está cheio de viço diante do sol, E no seu jardim sai o seu próprio rebento. 17 Num montão de pedras se entrelaçam as suas raízes, Ele observa uma casa de pedras. 18 Se alguém o tragar do seu lugar, Certamente o negará então, [dizendo:] ‘Não te vi.’ 19 Eis que assim se dissolve o seu caminho; E do pó surgem outros. 20 Eis que o próprio Deus não rejeitará o inculpe, Nem agarrará a mão de malfeitores, 21 Até encher tua boca de riso E teus lábios de gritos de alegria. 22 Os mesmos que te odeiam serão revestidos de vergonha, E a tenda dos iníquos não existirá.” 9 E JÓ PASSOU A RESPONDER E A DIZER:  2 “DE FATO, SEI QUE É ASSIM. Mas como pode o homem mortal ter razão num caso com Deus?

Bildade afirmou para Jó: Deus não está sendo injusto, pois Deus não rejeita o inculpe assim como também não agarra a mão do malfeitor. Assim, se fosses puro e reto, Ele já teria despertado para você e certamente já te teria restaurado a seu justo lugar de permanência. Jó responde:Eu sei que estas são as regras, no entanto eu sou um homem justo. O que Ele está fazendo comigo é que está errado”.

Esta era a crença de Elifaz quanto a única relação possível entre o Todo-poderoso e os homens iníquos: (Jó 15:20-35) 20 Todos os seus dias é atormentado o iníquo, Sim, o mesmo número de anos que foram reservados para o tirano. 21 O som de coisas pavorosas está nos seus ouvidos; Durante a paz virá sobre ele o próprio assolador. 22 Não acredita que retornará da escuridão, E está reservado à espada. 23 Está vagando em busca de pão — onde está? Bem sabe que o dia da escuridão está preparado, à sua mão. 24 Apavoram-no aflição e angústia; Levam-no de vencida como um rei pronto para o ataque. 25 Porque estende a mão contra o próprio Deus, E tenta mostrar-se superior ao Todo-poderoso; 26 [Porque] corre contra ele com nuca dura, Com os umbigos grossos dos seus escudos; 27 Pois, realmente cobre a sua face com a sua gordura E desenvolve gordura sobre os seus lombos, 28 Apenas reside em cidades que vão ser eliminadas; Em casas em que as pessoas não ficarão morando, Que certamente mostrarão ser destinadas a ficar montões de pedras. 29 Não enriquecerá, nem se acumulará a sua riqueza, Nem estenderá sua adquisição sobre a terra. 30 Não se desviará da escuridão; Uma chama ressecará seu rebento, E ele será desviado por um sopro de Sua boca. 31 Não deposite ele fé na futilidade, sendo levado a andar perdido, Pois o que recebe em troca mostrará ser mera futilidade; 32 Cumprir-se-á antes do seu dia. E o próprio rebento dele não crescerá frondosamente. 33 Repelirá as suas uvas verdes, como a vide, E lançará fora suas flores, como a oliveira. 34 Pois a assembléia dos apóstatas é estéril, E o próprio fogo terá de consumir as tendas do suborno. 35 Concebe-se a desgraça e dá-se à luz o que é prejudicial, E seu próprio ventre prepara o engano.”

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 15:17-35) 17 Escuta-me e to mostrarei; contar-te-ei o que tenho visto 18 (o que os sábios têm anunciado e seus pais não o ocultaram; 19 aos quais somente era dada a terra, não havendo estranho algum passado por entre eles); 20 Todos os dias passa o ímpio em angústia, sim, todos os anos que estão reservados para o opressor. 21 O sonido de terrores está nos seus ouvidos; na prosperidade lhe sobrevém o assolador. 22 Ele não crê que tornará das trevas, mas que o espera a espada. 23 Anda vagueando em busca de pão, dizendo: Onde está? Bem sabe que o dia das trevas lhe está perto, à mão. 24 Amedrontam-no a angústia e a tribulação; prevalecem contra ele, como um rei preparado para a peleja. 25 Porque estendeu a sua mão contra Deus, e contra o Todo-Poderoso se porta com soberba; 26 arremete contra ele com dura cerviz, e com as saliências do seu escudo; 27 porquanto cobriu o seu rosto com a sua gordura, e criou carne gorda nas ilhargas; 28 e habitou em cidades assoladas, em casas em que ninguém deveria morar, que estavam a ponto de tornar-se em montões de ruínas; 29 não se enriquecerá, nem subsistirá a sua fazenda, nem se estenderão pela terra as suas possessões. 30 Não escapará das trevas; a chama do fogo secará os seus ramos, e ao sopro da boca de Deus desaparecerá. 31 Não confie na vaidade, enganando-se a si mesmo; pois a vaidade será a sua recompensa. 32 Antes do seu dia se cumprirá, e o seu ramo não reverdecerá. 33 Sacudirá as suas uvas verdes, como a vide, e deixará cair a sua flor como a oliveira. 34 Pois a assembléia dos ímpios é estéril, e o fogo consumirá as tendas do suborno. 35 Concebem a malícia, e dão à luz a iniquidade, e o seu coração prepara enganos.



Bildade também expressou sua crença no que está destinado por Deus para o iníquo. Assim falou Bildade: (Jó 18:5-21)  5 Também será apagada a luz dos iníquos, E não resplandecerá a faísca do seu fogo.  6 A própria luz se há de escurecer na sua tenda, E nela a sua própria lâmpada se apagará.  7 Seus passos de vigor ficarão tolhidos. Até mesmo seu conselho o lançará fora.  8 Pois, deveras se deixará que entre com os pés numa rede de caça, E ele pisará numa rede.  9 Uma armadilha [o] segurará pelo calcanhar; Uma esparrela o detém. 10 Uma corda para ele está encoberta na terra, E uma laçada para ele na [sua] senda. 11 Em todo o redor, terrores repentinos certamente o assustarão E deveras lhe acossarão os pés. 12 Seu vigor fica faminto, E o desastre está pronto para fazê-lo mancar. 13 Comerá os pedaços da sua pele; O primogênito da morte comerá os seus membros. 14 Sua confiança será arrancada da sua própria tenda E o fará marchar até o rei dos terrores. 15 Na sua tenda residirá algo que não é seu; Espalhar-se-á enxofre sobre o seu próprio lugar de permanência. 16 Embaixo se secarão as suas próprias raízes, E em cima, seu ramo murchará. 17 A própria menção dele há de perecer da terra, E ele não terá nome lá fora na rua. 18 Empurrá-lo-ão da luz para a escuridão, E afugentá-lo-ão do solo produtivo. 19 Não terá progênie nem posteridade entre o seu povo, E não haverá sobrevivente no seu lugar de residência como forasteiro. 20 O povo no Ocidente deveras olhará assombrado para o seu dia, E certamente se apoderará um arrepio até mesmo do povo no Oriente. 21 Somente estes são os tabernáculos dum contraventor, E este é o lugar de alguém que não conhece a Deus.

As reações de Jó e de seus companheiros eram totalmente coerentes com o CONHECIMENTO acumulado em suas mentes, CONHECIMENTO recebido e aceito por eles como verdades a respeito de Jeová.

O que merece aquele que blasfema, aquele que fala contra Deus, aquele que chama a Jeová de iníquo?? Merece receber bênçãos?? O homem que trabalhou apenas uma hora merecia receber um denário?? Jeová é simplesmente MISERICORDIOSO. Jeová é BOM. Lidando com os iníquos, Jeová nos ensina de forma prática, que a misericórdia está reservada para aqueles que merecem a morte, para os iníquos. A misericórdia está reservada para aquele que é iníquo. Quanto mais iníquo ele é, de mais Misericórdia ele precisa.

O SER HUMANO ENTRA COM A INIQUIDADE E JEOVÁ ENTRA COM A MISERICÓRDIA. Onde está o relacionamento meritório?? Como poderia o humano basear sua esperança na integridade de seus caminhos?? Como pode confiar na própria integridade? Como pode se garantir na sua integridade?? Como poderia apostar sua vida na sua integridade?? Se o humano comete pecados sem o saber, como pode apostar sua vida na sua integridade?? O próprio Jeová já afirmou que, mesmo sem o saber, quem cometer qualquer pecado, se torna culpado perante Ele. Não revela esta expressão que o humano é ignorante, ou seja, que ainda não sabe o que está falando e fazendo?? Não é o próprio Jeová quem está paulatinamente nos ensinando o que é pecado??? Depois da vinda de Jesus, não foi revelado mais detalhes sobre o que é pecado, detalhes estes que os humanos sequer podiam imaginar??? Jesus estava se referindo a quatro rumores. Eis quatro exemplos: (Mateus 5:21-22) 21Ouvistes que se disse aos dos tempos antigos: ‘Não deves assassinar; mas quem cometer um assassínio terá de prestar contas ao tribunal de justiça.’ 22 No entanto, digo-vos que todo aquele que continuar furioso com seu irmão terá de prestar contas ao tribunal de justiça; mas, quem se dirigir a seu irmão com uma palavra imprópria de desprezo terá de prestar contas ao Supremo Tribunal; ao passo que quem disser: ‘Tolo desprezível!’, estará sujeito à Geena ardente. (Mateus 5:27-28) 27 Ouvistes que se disse:Não deves cometer adultério.’ 28 Mas eu vos digo que todo aquele que persiste em olhar para uma mulher, a ponto de ter paixão por ela, já cometeu no coração adultério com ela. (Mateus 5:38-39) 38 Ouvistes que se disse: ‘Olho por olho e dente por dente.’ 39 No entanto, eu vos digo: Não resistais àquele que é iníquo; mas, a quem te esbofetear a face direita, oferece-lhe também a outra. . . (Mateus 5:43-45) 43 Ouvistes que se disse:Tens de amar o teu próximo e odiar o teu inimigo.’ 44 No entanto, eu vos digo: Continuai a amar os vossos inimigos e a orar pelos que vos perseguem; 45 para que mostreis ser filhos de vosso Pai, que está nos céus, visto que ele faz o seu sol levantar-se sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos.


Assim verte a Tradução Almeida: (Mateus 5:21-22) 21 Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; e, Quem matar será réu de juízo. 22 Eu, porém, vos digo que todo aquele que se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e quem disser a seu irmão: Raca, será réu diante do sinédrio; e quem lhe disser: Tolo, será réu do fogo do inferno. (Mateus 5:27-28) 27 Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. 28 Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. (Mateus 5:38-39) 38 Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. 39 Eu, porém, vos digo que não resistais ao homem mau; mas a qualquer que te bater na face direita, oferece-lhe também a outra; (Mateus 5:43-45) 43 Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo. 44 Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem; 45 para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos.



OUVISTE QUE SE DISSE” – ISTO É UM RUMOR QUE NÃO CORRESPONDE A VERDADE.

Continuar furioso com seu irmão é tão pecado quanto assassinar seu irmão, falar uma palavra de desprezo para um irmão também é pecado, chamar o irmão de tolo, desprezível também é pecado, assim como ter desejo sexual por uma mulher também é adultério, no caso do homem casado, sendo também pecado no caso do homem solteiro. Se vingar, seja lá qual for a vingança, é pecado; deixar de perdoar é pecado. Até Jesus ter falado estas palavras, alguém ali sabia que já havia se tornado culpado destes pecados perante Jeová?? Odiar o inimigo era uma coisa vista como normal e natural. Odiar a quem te odeia era visto e sentido como a coisa normal e natural. Era visto como o sentimento normal e natural a ser sentido contra o iníquo.

Jó queria agradar a Jeová, este era seu objetivo e Jeová sabia disso quando afirmou: (Jó 1:8) 8 E Jeová prosseguiu, dizendo a Satanás: "Fixaste teu coração no meu servo Jó, que NÃO HÁ NINGUÉM IGUAL A ELE NA TERRA, homem inculpe e reto, TEMENDO A DEUS E DESVIANDO-SE DO MAL?"

Jó, alguém que não era israelita, buscava agradar a alguém que ele não conhecia plenamente. Suas afirmações a respeito da personalidade de Jeová revelaram seu desconhecimento da verdadeira personalidade de Jeová, segundo nos foi revelada por Jesus, milênios depois de Jó. No entanto, o seu conhecimento era a sua verdade (dele) e Jó ensinava "esta" sua verdade (dele) para outros. Jó vivia e morria por esta verdade. Certamente, a maior parte desta verdade, Jó tinha recebido dos seus antepassados.

Por Jeová chamar a Jó de “meu servo”, por não haver homem igual a Jó em toda a terra, por ele ser um homem inculpe e reto, temendo a Deus e desviando-se do mal, além de estar sofrendo terríveis dores físicas, suas palavras ofensivas a Jeová deixaram de ser blasfêmia?? Pelo menos para Jeová, que não usa de dois pesos e duas medidas, as palavras de Jó eram palavras ofensivas. Também para Eliú, independente do estado de saúde de Jó, as palavras de Jó eram ofensivas contra Jeová, assim como também o eram, as palavras dos três amigos de Jó.

Jó era um homem sincero e inocente que vivia segundo o seu conhecimento, conhecimento recebido de outros humanos. Em relação à personalidade de Jeová, este conhecimento revelou-se totalmente falso. Jó foi VÍTIMA deste falso conhecimento.

Muito embora seu conhecimento da personalidade de Jeová fosse incorreto, Jó era praticante de muitos atos de justiça, não existindo nenhum humano que se igualasse a ele, naquela geração, em toda a terra, o que incluía todos os israelitas. Mesmo sem ter recebido a Lei de Deus, a sensibilidade de Jó era grande e se revelava nos seus tratos Misericordiosos para com o próximo, dentro da sua visão do que eram tratos misericordiosos. Seus atos de justiça estão analisados em a justiça praticada por Jó.

Os sentimentos, as palavras e as ações dos homens SÃO OS FRUTOS da quantidade e qualidade do conhecimento (informação) que é colocada em suas mentes. Ele não nasce com conhecimento algum. O conhecimento influencia grandemente a sensibilidade de seus corações, tornando-se a base desta sensibilidade.

Eliú, apesar da mesma fonte de informação, além de ser mais jovem, foi aquele que saiu em defesa da personalidade de Jeová e passou a dizer: (Jó 32:6-13) 6 E Eliú, filho de Baraquel, o buzita, passou a responder e a dizer: "Sou jovem em dias, E vós sois idosos. Por isso recuei e tive medo De vos declarar o meu conhecimento.  7 Eu disse: ‘Falem os próprios dias, E que a multidão dos anos dê a conhecer a sabedoria.’  8 Decerto é o espírito nos homens mortais E o fôlego do Todo-poderoso [que] lhes dá entendimento.  9 Não são apenas os abundantes em dias que se mostram sábios, Nem somente os idosos que entendem o juízo. 10 Por isso eu disse: ‘Escuta-me deveras. Declararei o meu conhecimento, sim, eu.’ 11 Eis que esperei as vossas palavras, Dei ouvidos aos vossos raciocínios, Até que descobrísseis palavras [para dizer]. 12 E mantive voltada a minha atenção para vós, E eis que não há quem repreenda a Jó, Nenhum de vós responde às suas declarações, 13 Para que não digais: ‘Achamos sabedoria; É Deus quem o põe em debandada, não o homem.’

Dei ouvidos aos vossos raciocínios, até que descobrísseis palavras”; "Eis que não há quem repreenda a Jó" falou Eliú; e depois adicionou: "É Deus quem o põe em debandada, não o homem". Para Eliú, Jó precisava ser repreendido por suas declarações contra Deus, e o único que poderia fazer isto era o próprio Deus, pois JÓ NÃO ACEITARIA REPREENSÃO DE NENHUM HOMEM, pois segundo afirmou o próprio Jó, ERA UM CASO ENTRE ELE E DEUS. Algumas centenas de anos depois, nosso amado irmão Paulo revelou ter esta mesma característica que Jó revelou ter em sua personalidade. Somente Jesus poderia parar Paulo.

Eliú revelou possuir maior sensibilidade de coração do que os quatro companheiros mais velhos.

Ao compararmos o comportamento de Jó, aquele que não tinha a Lei de Deus, com o comportamento dos descendentes de Jacó, aqueles que haviam recebido a Lei, notamos que a sensibilidade do coração de um homem sem lei foi muito maior do que a do homem que recebeu a lei, maior do que aquele homem que foi ensinado por Deus (recebeu a lei). Certamente uma vergonha e uma humilhação para aquele homem que foi ensinado por Deus.
ASSIM, HOUVE “BONDADE DE JEOVÁNO LUGAR DE “MERECIMENTO DE JÓ”. NO LUGAR DA ATUAL HONRA DADA A JÓ, A HONRA DEVIA SER ATRIBUÍDA A QUEM DE DIREITO, ISTO É, A JEOVÁ.

Foi na "casa da dor" que Jó revelou o que tinha no seu coração. Foi também na "casa da dor" que Jó aprendeu algo novo sobre seu Criador. Jó aprendeu novos conceitos. Jó aprendeu a verdade. Aproveitemos a "casa da dor" para aprendermos. Temos de enxergar além da dor que estivermos sentindo. Certamente a "casa da dor" é a casa onde aprendemos a sabedoria e podemos sair dela com uma personalidade mais próxima da personalidade do nosso Criador e Pai.

Ajudemos outros que também estão na "casa da dor" a saberem suportar a dor e a usarem esta grande oportunidade para aprenderem as importantes lições que estão por detrás da dor.

SERÁ QUE JEOVÁ SE CONTRADISSE??

FALOU JÓ A VERDADE A RESPEITO DE DEUS??

Depois de Jeová ouvir todo o diálogo entre Jó e seus amigos, Jeová afirma que Jó O estava chamando de iníquo, de alguém que precisava ter certos atos corrigidos. Jó se retrata, volta atrás naquilo que falou, se arrepende em pó e cinzas, reconhecendo que ERROU nas suas pronúncias. Jeová descreveu sua personalidade para Moisés e agiu de acordo com ela, no seu relacionamento com o povo escolhido por Ele. Se Jó estava errado nas suas afirmações contra Jeová, das quais o próprio Jeová se sente como chamado de iníquo, como poderia Jeová afirmar que as afirmações de Jó a respeito Dele eram verdadeiras?? Jeová estava chamando a si mesmo de iníquo, concordando com as afirmações de Jó, das quais Jó havia se retratado?? Neste caso, Eliú estava mentindo por afirmar que as palavras de Jó eram contra Deus, ascendendo sua ira contra um homem inocente. Bem, a forma como está registrada esta outra afirmação de Jeová, revela ser este o caso: (Jó 42:7-8) 7 E sucedeu que, depois de Jeová ter falado estas palavras a Jó, Jeová passou a dizer a Elifaz, o temanita: “Minha ira se acendeu contra ti e contra os teus dois companheiros, pois NÃO FALASTES A VERDADE a meu respeito ASSIM COMO FEZ meu servo Jó. 8 E agora, tomai para vós sete novilhos e sete carneiros, e ide ao meu servo Jó, e tereis de oferecer um sacrifício queimado em vosso próprio favor; e o próprio Jó, meu servo, orará por vós. Somente aceitarei a face dele, para não cometer uma ignominiosa insensatez convosco, pois NÃO FALASTES A VERDADE a meu respeito ASSIM COMO FEZ meu servo Jó.”

Assim verte a Tradução Almeida: (Jó 42:7-8) 7 Sucedeu pois que, acabando o Senhor de dizer a Jó aquelas palavras, o Senhor disse a Elifaz, o temanita: A minha ira se acendeu contra ti e contra os teus dois amigos, porque não tendes falado de mim o que era reto, como o meu servo Jó. 8 Tomai, pois, sete novilhos e sete carneiros, e ide ao meu servo Jó, e oferecei um holocausto por vós; e o meu servo Jó orará por vós; porque deveras a ele aceitarei, para que eu não vos trate conforme a vossa estultícia; porque vós não tendes falado de mim o que era reto, como o meu servo Jó.



Não se pode deixar de destacar, que a questão básica, questão central, era realmente a de DECLARAÇÕES a respeito de Deus. A questão foi de falar a verdade a respeito de Deus ou de falar mentira a respeito de Deus. PECAR COM OS LÁBIOS – esta era a questão. Tudo leva a crer que Jó falou a verdade a respeito de Jeová, enquanto os três companheiros dele falaram mentira a respeito de Jeová. Todos os humanos que enaltecem , que o têm como um herói, usam esta frase como base para a afirmação de que Jó não amaldiçoou a Jeová na própria face, como Satanás (O adversário; O opositor) havia previsto em relação a ele, Jó . Os que glorificam a Jó afirmam que Jó saiu-se vitorioso, mantendo-se íntegro para com Jeová, e como recompensa por sua vitória, provando que Satanás era mentiroso, NÃO AMALDIÇOANDO A JEOVÁ NA PRÓPRIA FACE, passou a receber de Jeová, o dobro de todas as coisas materiais que possuíra antes desta situação calamitosa. Por sua lealdade, Jó foi recompensado com riqueza. Assim, a teoria de que só os justos são abençoados por Jeová com coisas materiais (riquezas), passa a ter mais um ponto de apoio. Ele recebeu de Jeová a riqueza, porque foi justo, porque se mostrou merecedor – esta é a teoria defendida.

No entanto, o que Jesus falou a este respeito àqueles que não conheciam o Pai?? Ele falou: Independente do que o humano faça, continue a amá-lo; faça exatamente assim como o Pai faz, copie o Pai, “mostre” que você é filho do Pai Celestial. (Mateus 5:43-48) 43 “Ouvistes que se disse: ‘Tens de amar o teu próximo e odiar o teu inimigo.’ 44 No entanto, eu vos digo: Continuai a amar os vossos inimigos e a orar pelos que vos perseguem; 45 para que mostreis ser filhos de vosso Pai, que está nos céus, visto que ELE FAZ O SEU SOL LEVANTAR-SE SOBRE INÍQUOS E SOBRE BONS, E FAZ CHOVER SOBRE JUSTOS E SOBRE INJUSTOS. 46 Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem também a mesma coisa os cobradores de impostos? 47 E, se cumprimentardes somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não fazem também a mesma coisa as pessoas das nações? 48 Concordemente, tendes de ser perfeitos, assim como o vosso Pai celestial é perfeito.

O Pai ama àquele que age como Seu inimigo, logo, ele não favoreceria o justo em detrimento do iníquo. Sua bênção é destinada a todos.

Em relação ao homem detentor de riquezas, assim falou Jesus, causando grande espanto em seus discípulos: (Mateus 19:23-25) 23 Jesus, porém, disse aos seus discípulos: “Deveras, eu vos digo que será difícil para um rico entrar no reino dos céus. 24 Novamente, eu vos digo: É MAIS FÁCIL UM CAMELO PASSAR PELO ORIFÍCIO DUMA AGULHA, DO QUE UM RICO ENTRAR NO REINO DE DEUS.25 Quando os discípulos ouviram isso, expressaram grande surpresa, dizendo: “Quem, realmente, pode ser salvo?

Ao Jó concordar com as afirmações de seus companheiros a respeito de Jeová (sei que isto é assim), não revelava ter as mesmas opiniões que seus amigos a respeito da personalidade de Jeová?? Sim, revelava. Todos concordam que os três amigos de Jó estavam falando palavras CONTRA Jeová, não concordam?? Sim, todos concordam e os acusam. Para ter lógica, a expressão ficaria assim, somente acrescentando um “não” depois “assim como”: “...pois não falastes a verdade a meu respeito assim como “não” fez meu servo Jó”. Para haver um sentido lógico, a expressão também poderia estar na forma interrogativa: …, acaso (pois) “não falastes a verdade a meu respeito assim como '(também não)' fez meu servo Jó”?? Neste caso, a expressão “pois”, poderia ser substituída pela expressão “acaso”, ou não. Também poderia rezar simplesmente: “... pois não falastes a verdade a meio respeito para o meu servo Jó”. Neste caso a expressão “assim como fez” está sendo substituída pela palavra “para”. Também poderia simplesmente rezar: “pois não falastes a verdade a meu respeito”. Neste caso, passaria a haver plena coerência entre todas as afirmações de Jeová para Seu servo Jó, de todas as palavras faladas por Jó contra Jeová e de todas as palavras faladas pelos amigos de Jó contra Jeová.

Os que glorificam Jó também concordam que Deus é inimigo dos iníquos e que não daria nada de bom para o iníquo. No entanto, quando Jó notou que as coisas não estavam acontecendo exatamente desta forma, não ficou ele perplexo e o informou aos seus companheiros?? Blasfemar contra Deus também é uma iniquidade, não é??

Ficou bem óbvio que Jó concordava com as palavras CONTRA OS INÍQUOS faladas por seus três amigos, supostas ações de Deus CONTRA OS INÍQUOS. Jó até mesmo ensinava a outros que estas coisas eram assim. O que Jó não concordava era que tais supostas ações de Deus fossem aplicadas a ele, afinal, ele não era um iníquo. Não é o nosso objetivo modificar o sentido que foi dado até então. Nosso objetivo é apenas revelar a existência de contradição entre o depoimento de Jeová em relação as afirmações de Jó, com este último depoimento de Jeová em relação às mesmas afirmações de Jó, em face do sentido que já foi dado. A existência do complemento “assim como fez o meu servo Jó” no final das duas frases, atribuem verdade às expressões de Jó EM RELAÇÃO ÀS AÇÕES DE JEOVÁ e estabelecem que existe diferença entre as afirmações de Jó e as afirmações dos amigos de Jó EM RELAÇÃO ÀS AÇÕES DE JEOVÁ.

O sentido dado até então é que as palavras de Jó em relação as ações de Jeová são verdade e que as palavras faladas pelos amigos de Jó em relação as ações de Jeová são mentira. No entanto, na análise das declarações ficou comprovado que os quatro homens tinham crenças iguais em relação às ações de Jeová contra os iníquos.

Outra coisa que ficou bem clara é que os temanitas, os suítas, os naamatitas e os buzitas também eram adoradores de Jeová, ou seja, também tinham a Jeová como sendo o Criador. Bem, isto é completamente lógico, pois, assim como Jó (Jobabe), estes homens eram Edomitas, (descendentes de Esaú, filho primogênito de Isaque) descendentes de Abraão.

Outra coisa interessante ficou bem clara – Aquele homem que, aos olhos de Jeová, se destacava em toda a terra como homem íntegro, temente a Deus e desviando-se do mal, não era um israelita, era um Edomita. Jeová o chama de “Meu servo Jó”. Interessante, não???

Assim reza a LXX: “E escreveu-se que ele se levantará de novo junto com aqueles que Jeová levantar. Este [homem] é descrito no livro siríaco como residindo na terra de Ausitis [Uz], nas fronteiras da Iduméia e da Arábia. E seu nome era anteriormente Jobabe. Depois de tomar uma esposa árabe, tornou-se pai dum filho cujo nome era Enom. Mas ele mesmo era filho de seu pai Zare, filho dos filhos de Esaú, mas [filho] de sua mãe Bosorra, de modo que era o quinto [na linhagem] de Abraão. E estes são os reis que reinavam em Edom, país de que ele também era governante: primeiro, Balaque, filho de Beor, e o nome de sua cidade era Denaba; mas depois de Balaque, Jobabe, o chamado Jó; mas depois deste, Asom, era governador desde o país de Taimanitis; mas depois deste, Adade, filho de Barade, que decepou Madiã na planície de Moabe, e o nome de sua cidade era Getaim. Mas os amigos que vieram a ele [eram] Elifaz, dos filhos de Esaú, rei dos taimanitas; Bildade, governante absoluto dos saucaianos; Zofar, rei dos minaianos

Muitos têm concordado haver alterações produzidas por humanos em outras partes deste livro que descreve mais um interessante relacionamento entre Jeová e um servo Seu, alterações estas que visam defender a Jó, que visam glorificar a Jó, que visam justificar as ações de Jeová, ratificando a teoria de que Jeová é um Deus que daria a cada um segundo o que este merece (Teoria do mérito). Segundo estes homens, Jeová não daria nada de bom àquele que falasse algo contra Ele, obviamente um Deus que guarda ressentimento. Será que conheciam a Jeová??

No lugar de Jeová ser um Deus Retribuidor ou Recompensador dos atos dos humanos, Jeová é um Deus Perdoador de todos os atos dos humanos, afinal, Ele é o Pai e o Professor de todos os humanos.

Jeová chamou seus filhos para a discussão. Foi ELE quem levantou a discussão. Pode um homem justo sofrer o mal?? Não deveria Deus IMPEDIR que o iníquo pratique um mal contra um justo?? Permitirá Deus que um homem justo sofra o mal, a carência, a injustiça, a violência por parte dos iníquos?? QUAL DEVE SER A REAÇÃO DO HOMEM JUSTO se vier a sofrer o mal da parte dos iníquos, com a permissão Divina?? Que sentimentos tem Deus pelo homem iníquo?? Que sentimentos deve ter o homem justo por aqueles que estão praticando iniquidade e mesmo que seja contra ele?? Continuaria Jeová a amar àquele que mata um filho amado por Ele??

QUE RESPOSTA FOI DADA POR JESUS PARA CADA UMA DESTAS PERGUNTAS??

A resposta dada por Jesus, não tem produzido nos humanos o desejo de tornar-se igual a ele. Jesus mostrou ser uma vítima que perdoava a todos que o vitimavam e que não guardava ressentimento de nenhum ofensor. Será que é isto o Deus espera de mim ou será que Ele vai me defender, ficando do meu lado, sentindo inimizade e exterminando com o iníquo, satisfazendo assim ao meu desejo??


Topo desta página