Tolerância – um dos sete espíritos de Jeová e de Jesus.



 JEOVÁ
– DEUS TOLERANTE COM OS PECADORES

Criada
em 31 de março de 2016 Última alteração
em 05/04/16 às 09:54

O
Pai Jeová é uma pessoa tolerante, e que nos pede para
sermos tão tolerantes quanto Ele??

Ou
será que Jeová é uma pessoa intolerante, e que
nos pede para sermos tão intolerantes quanto Ele??

A
tolerância e a intolerância são incompatíveis
entre si. Produzem sentimentos, palavras e ações 100%
opostas.

Se
o tolerante estiver do lado direito, obviamente que o intolerante
estará do lado esquerdo.

São
como água e óleo, isto é, não se misturam
de forma alguma.

Quando
afirmamos que o Pai IHVH é tolerante, isto é uma
blasfêmia contra Ele, ou é a realidade em relação
a Ele??

Quando
afirmamos que o Pai IHVH é intolerante, estamos falando a
verdade em relação a Ele ou blasfemando Ele??

Blasfêmia??

Sim,
blasfêmia.

Uma
pessoa tolerante não pode ser confundida com uma pessoa
intolerante e vice-versa. Chamar uma pessoa tolerante de intolerante
é uma ofensa àquela pessoa, uma calúnia e
difamação contra ela. O oposto também é
verdade.

Existe
relação entre a tolerância e a cumplicidade??

Tolerante
com pecadores??

Tolerante
– esta é a definição dada pelo dicionário
Houaiss: que
desculpa falhas

tolerante

adj.2g.
(1789)
1
que
tolera
2
que
desculpa certas falhas ou erros
<a
chefia sempre se mostrou t. com os atrasos dele
>
n
adj.2g.s.2g.
3
diz-se
de ou indivíduo que é dotado de tolerância ou
indulgência
<devemos
ser t. com as crianças
>
<os
t. ouvem e respeitam opiniões diferentes das suas
>
¤
etim
lat.
tolerans,antis,
part.pres. do v.lat.
toleráre
‘suportar,
tolerar’
¤
ant
fanático,
ferrenho, implacável, inflexível, intolerante

Tolerância
é o nome da qualidade existente dentro do tolerante.

Tolerância
– esta é a definição dada pelo dicionário
Houaiss: tendência
a admitir, nos outros, maneiras de pensar, de agir e de sentir
diferentes ou mesmo diametralmente opostas às adotadas por si
mesmo

tolerância

s.f.
(1644)
1
ato
ou efeito de tolerar; indulgência, condescendência
2
qualidade
ou condição de tolerante
3
tendência
a admitir, nos outros, maneiras de pensar, de agir e de sentir
diferentes ou mesmo diametralmente opostas às adotadas por si
mesmo
4
isenção
de norma, de regra geral; licença, dispensa
<t.
de horário
>
5
quantidade,
para mais ou para menos, permitida pela lei no peso ou no título
das moedas
6
diferença
ou margem de erro admissível em relação a uma
medida ou a um padrão
7
farm
fenômeno
caracterizado por uma diminuição dos efeitos sobre o
organismo de uma dose fixa de substância química à
medida que se repete sua administração
8
tox
capacidade
de o organismo suportar doses de determinada substância sem
apresentar sinais de intoxicação
²
t.
imunitária
ou
imunológica
m.q.
imunotolerância
¤
etim
lat.
tolerantìa,ae
‘constância
em sofrer’
¤
sin/var
ver
sinonímia de
condescendência
¤
ant
intolerância;
ver tb. antonímia de
condescendência

Uma
pessoa tolerante não sente inimizade por uma outra pessoa só
porque esta pessoa pensa e age diferente dela.

A
pessoa tolerante admite a existência de iniquidade na outra
pessoa,
e mesmo assim se relaciona amigavelmente com esta pessoa,
sempre lhe desejando o bem.

Neste
caso, percebemos que a pessoa tolerante não sente inimizade
por ninguém.

Será
que a pessoa de Jeová admite que anjos e humanos pensem,
sintam e façam coisas que Ele não aprova, ou seja,
coisas opostas àquelas que Ele espera de tal criatura??

Será
que Jeová se relaciona amistosamente, amigavelmente, com
aquelas criaturas que pensam, sentem e agem de forma oposta a Ele??

Será
que Jeová admite a concorrência de pensamentos, palavras
e ações??

Será
que o Pai admite a oposição de pensamentos, palavras e
ações?? Será que admite tal coisa, sem nenhuma
inimizade?? Será que admite isso, com amizade??

Sentiria
o Pai inimizade por algum opositor, seja ele quem for??

Será
que Jeová é verde para agradar os que são
verdes, rosa para agradar os que são rosa, e verde rosa para
agradar os que são verde rosa??

Será
que um Deus que tem um espírito de tolerância pode ser
chamado de um Deus de
justiça,
ou seja aquele que dá a cada um segundo o que cada um
merece,
e de forma
imparcial??

Do
lado oposto a tolerância está a intolerância e o
espírito intolerante.

O
que é mesmo o intolerante??

É
aquela pessoa que se caracteriza por ser fanático, ferrenho,
implacável, inflexível e intolerante em relação
ao que outras pessoas fazem.

Percebemos
que a pessoa intolerante sente inimizade por aquele que pensa e age
diferente dele.

Vamos
ver alguns exemplos de informações sobre como se
comportavam as pessoas intolerantes.

Em
primeiro lugar, vejamos o exemplo deixado por Jacó e seus
filhos no caso Diná.

Você
conhece esta história??

Siquém,
era filho de um maioral de uma das cidades de Canaã.

Ele
violentou Diná, a filha de Jacó.

Ele
se apresentou com o seu pai perante Jacó revelando o seu
sentimento por Diná e desejando realmente casar-se com ela.

Jacó
e seus filhos apresentaram as condições para que
houvesse tal casamento. Estas condições exigidas por
Jacó e seus filhos envolviam todos os homens daquela pequena
cidade.

Hamor,
o heveu, como maioral da cidade aceitou os termos impostos por Jacó
e seus filhos, o que envolvia que todos os homens daquela cidade
fossem circuncidados.

Hamor
providenciou que todos os homens da cidade fossem circuncidados no
mesmo dia específico.

Três
dias depois de terem sido circuncidados e de Diná estar na
casa de Síquém, os filhos de Jacó fizeram algo
bem interessante.

O
que fizeram estes adoradores de Jeová??

(Gênesis
34:25-31)
25
No
entanto, sucedeu que no terceiro dia, quando sentiam dores, os dois
filhos de Jacó, Simeão e Levi, irmãos de Diná,
passaram a tomar cada um a sua espada e a ir insuspeitos à
cidade, e mataram todo macho.
26
E
a Hamor e a Siquém, seu filho, mataram ao fio da espada.
Tiraram então Diná da casa de Siquém e saíram.
27
Os
outros filhos de Jacó atacaram os homens mortalmente feridos e
foram saquear a cidade, porque haviam aviltado a sua irmã.
28
Tomaram
os seus rebanhos, e as suas manadas, e os seus jumentos, e o que
havia na cidade e o que havia no campo.
29
E
a todos os seus meios de subsistência, e a todas as suas
criancinhas, e as esposas deles levaram cativas, de modo que
saquearam tudo o que havia nas casas.
30
Em
vista disso, Jacó disse a Simeão e a Levi: “Vós
me trouxestes o banimento, fazendo de mim um mau cheiro para os
habitantes do país, para os cananeus e para os perizeus, sendo
eu poucos em número, e eles por certo se ajuntarão
contra mim e me assaltarão, e eu terei de ser aniquilado, eu e
a minha casa.”
31Disseram,
por sua vez: “Havia alguém de tratar nossa irmã
como prostituta?”

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Gênesis
34:25-31) 25
Ao
terceiro dia quando os homens estavam sentindo dores, dois filhos de
Jacó, Simeão e Levi, irmãos de Diná,
tomaram cada um a sua espada, foram à cidade que se achava em
segurança, e mataram a todos os homens.
26
Mataram
também ao fio da espada a Hamor e a Siquém, seu filho,
e, tirando a Diná da casa de Siquém, saíram.
27
Os
filhos de Jacó vieram aos mortos e saquearam a cidade, porque
havia sido contaminada a sua irmã.
28
Levaram-lhes
os rebanhos, os bois, os jumentos e o que havia na cidade e no campo;
29
todos
os seus bens, e todos os seus pequeninos e suas mulheres levaram
cativos, e despojaram-nos, sim levaram tudo o que havia nas casas.
30
Então
disse Jacó a Simeão e a Levi: Tendes-me perturbado,
fazendo-me odioso aos habitantes da terra, entre os cananeus e
perezeus. Tendo eu pouca gente, reunir-se-ão e me ferirão
a mim; e serei destruído, eu e minha casa.
31
Responderam:
Devia ele tratar a nossa irmã como a uma prostituta?

Bem,
trata-se de uma reação de pessoas com o espírito
tolerante ou com o espírito intolerante??

Bem,
não resta a menor dúvida, que se tratou de uma reação
de pessoas com um espírito de intolerância.

O
que mesmo um intolerante??

É
aquela pessoa que se caracteriza por ser fanático, ferrenho,
implacável, inflexível e intolerante em relação
ao que outras pessoas fazem.

Vamos
continuar na nossa busca por pessoas com o espírito de
intolerância??

Não tenha
piedade daquele, qualquer um que venha te ensinar algo contrário
ao que vos tenho ensinado?? Deveis matá-los??

No lugar de
conviver amigavelmente com aquele que pensa diferente de você,
mate-o??

Você
disse, mate-o??

(Deuteronômio
13:6-10)
6 Caso
teu irmão, filho de tua mãe, ou teu filho, ou tua
filha, ou tua querida esposa, ou teu companheiro que é como a
tua própria alma tente engodar-te às escondidas,
dizendo: ‘Vamos e sirvamos a outros deuses’, que não
conheceste, nem tu nem teus antepassados,
7
alguns
dos deuses dos povos ao redor de vós, os que estão
perto de ti e os que estão longe de ti, de uma extremidade do
país à outra extremidade do país,
8
não
deves aceder ao seu desejo, nem o deves escutar,
nem
deve teu olho ter dó dele, nem deves ter compaixão,

nem deves encobri-lo
[em proteção];
9 mas
deves impreterivelmente matá-lo. Tua mão deve ser a
primeira a vir sobre ele para o entregar à morte, e depois a
mão de todo o povo.
10 E
tens de matá-lo a pedradas e ele tem de morrer, visto que
procurou desviar-te de Jeová, teu Deus, que te fez sair da
terra do Egito, da casa dos escravos.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Deuteronômio
13:6-10) 6
Se teu irmão, filho de tua mãe, ou teu
filho, ou tua filha, ou a mulher do teu coração, ou o
teu amigo, que te é como a tua alma, te incitar em segredo,
dizendo: Vamos e sirvamos outros deuses desconhecidos a ti e a teus
pais, 7 dos deuses dos povos que estão ao redor de ti,
perto ou longe de ti, desde uma extremidade da terra até a
outra, 8 não lhe cederás, nem o ouvirás,
o teu
olho não terá piedade dele, nem o pouparás,

nem o esconderás; 9 mas certamente o matarás. A
tua mão será a primeira contra ele para o matar, e
depois a mão de todo o povo. 10 Tu o apedrejarás,
até que morra; porque procurou apartar-te de Jeová teu
Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa de servidão.

Não
tenha piedade de ninguém que tente te ensinar algo contrário,
mate-o.

No
lugar de conviver amistosamente, amigavelmente, com aquele que pensa
diferente de você, mate-o.

Isto
é grau máximo de intolerância, não é??

Será
que a pessoa pode ir além deste grau de intolerância??

Não tenha
piedade daquele que fizer uma acusação falsa?? Faça
a ele o que ele planejou fazer, mas não fez??

Intolerância
em todos os detalhes do dia a dia??

(Deuteronômio
19:18-21)
18 E
os juízes têm de pesquisar cabalmente, e se a testemunha
for uma testemunha falsa e tiver levantado uma acusação
falsa contra seu irmão,
19
então
tendes de fazer-lhe assim como ele tramou fazer ao seu irmão,
e tens de eliminar o mal do teu meio.
20
Assim,
os remanescentes ouvirão e ficarão com medo, e nunca
mais farão no teu meio algo mau como isso.
21
E
teu olho não deve ter dó: será alma por alma,
olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé
por pé.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Deuteronômio
19:18-21) 18
Os juízes indagarão bem; se a
testemunha for falsa, e tiver dado falso testemunho contra seu irmão,
19 tratá-lo-eis como ele tinha intento de tratar a seu
irmão; assim exterminarás o mal do meio de ti. 20
Os restantes ouvirão, e temerão, e nunca mais tornarão
a cometer semelhante mal no meio de ti. 21 Não
terá piedade dele o teu olho; dar-se-á vida por vida,
olho por olho, dente por dente, mão por mão e pé
por pé.

Não, não
tenha nenhuma piedade daquele que fizer uma acusação
falsa..

Não tenha
piedade daquela mulher, que em defesa do seu marido, agarre o outro
homem pelas suas vergonhas?? Corte-lhe as mãos?

(Deuteronômio
25:11-12)
11 Caso
homens briguem entre si e a esposa de um deles se chegue para livrar
seu esposo da mão daquele que o golpeia, e ela tenha estendido
sua mão e o tenha agarrado pelas suas vergonhas,
12
então
tens de amputar-lhe a mão. Teu olho não deve ter dó.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Deuteronômio
25:11-12) 11
Quando brigarem dois homens, um com o outro, e a
mulher de um se chegar para livrar o marido da mão daquele que
o fere, e estender a mão e lhe pegar pelas suas vergonhas; 12
decepar-lhe-ás
a mão, o teu olho não terá piedade dela.

Não,
não tenha piedade, corte-lhe a mão.

O
que vimos??

Vimos
uma intolerância ampla geral e irrestrita.

Tais
intolerantes afirmavam que estas ordens de plena intolerância
tinham como ponto de partida a mente e o coração do Pai
IHVH.

Tal
afirmação transformava o Pai IHVH em uma fonte de
intolerância.

Neste
caso, IHVH teria um espírito intolerante.

Será
que isto é uma verdade em relação ao Pai IHVH??

Ele
tem um espírito tolerante ou um espírito intolerante??

O
que você acha??

Será
que o Pai IHVH é uma pessoa fanática, ferrenha,
implacável, inflexível e intolerante em relação
ao que outras pessoas fazem??

Como
conseguir respostas coerentes para esta pergunta??

Precisamos
conhecer a pessoa de IHVH, não precisamos??

Como
é que se conhece alguém?? Será através do
que se fala sobre esta pessoa??

Devemos
ver o comportamento de INVH no seu relacionamento com os humanos, não
devemos??

Com
quem o Pai fez questão de manter um relacionamento??

Qual
era o único povo com quem o Pai IHVH estava mantendo um
relacionamento diário??

(Amós
3:1-2)
3
Ouvi
esta palavra que Jeová falou a vosso respeito, ó filhos
de Israel, concernente à família inteira que fiz subir
da terra do Egito, dizendo:
2
Somente
a vós vos conheci dentre todas as famílias do solo
.
Por isso ajustarei contas convosco por todos os vossos erros.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Amós
03:1-2) 1
Ouvi
esta palavra que Jeová falou contra vós, filhos de
Israel, contra a família toda que fiz subir da terra do Egito:
2
De
todas as famílias da terra só a vós vos tenho
conhecido
;
portanto visitarei sobre vós todas as vossas iniqüidades.

O
que será que o relacionamento diário do Pai IHVH com o
povo escolhido por Ele revela sobre a personalidade Dele??

Revela
uma pessoa tolerante ou uma pessoa intolerante??

Deixemos
que os fatos falem.

Primeiramente,
vejamos o que o Pai IHVH falou a respeito de si mesmo.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Êxodo
34:5-7) 5
Tendo
Jeová descido na nuvem, esteve com ele ali e proclamou o nome
de Jeová.
6
Passando
Jeová por diante dele, proclamou: Jeová, Jeová,
Deus misericordioso e clemente, tardio em irar-se e grande em
beneficência e verdade;
7
que
guarda beneficência em milhares, que perdoa a iniqüidade,
a transgressão e o pecado; e que de maneira alguma terá
por inocente o culpado, visitando a iniqüidade dos pais nos
filhos, e nos filhos dos filhos, na terceira e na quarta geração.

Assim
verte a Tradução Almeida de 1967:

(Êxodo
34:5-7) 5
O
Senhor desceu numa nuvem e, pondo-se ali junto a ele, proclamou o
nome Jeová.
6
Tendo
o Senhor passado perante Moisés, proclamou: Jeová,
Jeová, Deus misericordioso e compassivo, tardio em irar-se e
grande em beneficência e verdade;
7
que
usa de beneficência com milhares; que perdoa a iniqüidade,
a transgressão e o pecado; que de maneira alguma terá
por inocente o culpado; que visita a iniqüidade dos pais sobre
os filhos e sobre os filhos dos filhos até a terceira e quarta
geração.

Bem,
apenas nesta definição sobre Si mesmo, vemos que IHVH
afirma ser uma pessoa
tolerante,
uma pessoa que possui um espírito tolerante, plenamente
caracterizado por ações de tolerância.

O
povo ainda estava no Egito, e sendo libertado da condição
de escravo, quando o Pai mostrou que tinha um espírito
tolerante, não exterminando o povo escolhido que estava
cometendo coisas abomináveis diante Dele. O Pai poderia fazer
justiça, não poderia?? Poderia dar a cada um ali,
aquilo que cada um merecia, não poderia?? Se Ele fizesse isso,
Ele estava se caracterizando uma pessoa que retribui a cada um o que
cada um merece, algo rotulado como justiça.

Ora,
não foi isso o que Ele fez na linha do tempo.. Observemos o
comportamento do Pai.

Centenas
de anos depois da morte de Moisés, Ele informou o que Ele
havia feito, o que havia passado despercebido pelo povo.

(Ezequiel
20:5-10)
5
E
tens de dizer-lhes: ‘Assim disse o Soberano Senhor Jeová:
“No dia em que escolhi Israel, passei também a levantar
a minha mão [em juramento] à descendência da casa
de Jacó e a dar-me a conhecer a eles na terra do Egito. Sim,
passei a levantar a minha mão [em juramento] a eles, dizendo:
‘Eu sou Jeová, vosso Deus.’
6
Naquele
dia levantei a minha mão [em juramento] a eles de fazê-los
sair da terra do Egito para uma terra que espiei para eles, uma
[terra] que manava leite e mel. Era o ornato de todas as terras.
7
E
prossegui, dizendo-lhes: ‘Lançai fora, cada um de vós,
as coisas repugnantes dos seus olhos, e não vos avilteis com
os ídolos sórdidos do Egito. Eu sou Jeová, vosso
Deus.’
8
“‘“E
eles começaram a rebelar-se contra mim e não quiseram
escutar-me. As coisas repugnantes dos seus olhos eles não
lançaram fora, individualmen1e, e não abandonaram os
ídolos sórdidos do Egito, de modo que prometi derramar
sobre eles o meu furor, a fim de levar a cabo a minha ira contra eles
no meio da terra do Egito.
9
E
eu prossegui, agindo em prol do meu próprio nome, para que não
fosse profanado perante os olhos das nações entre as
quais estavam, porque eu me dera a conhecer a eles perante os seus
olhos, fazendo-os sair da terra do Egito.
10
Por
isso os fiz sair da terra do Egito e os levei ao ermo.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Ezequiel
20:5-10) 5
e
dize-lhes: Assim diz o Senhor Deus: No dia em que escolhi a Israel, e
levantei a minha mão para a estirpe da casa de Jacó, e
me dei a conhecer a eles na terra do Egito, quando levantei a minha
mão para eles, dizendo: Eu sou Jeová vosso Deus;
6
naquele
dia levantei a minha mão para eles, jurando que eu os tiraria
da terra do Egito para uma terra que lhes tinha espiado, que mana
leite e mel, a qual é a glória de todas as terras.
7
Disse-lhes:
Lançai de vós, cada uma as abominações
dos seus olhos, e não vos contamineis com os ídolos do
Egito; eu sou Jeová vosso Deus.
8
Mas
rebelaram-se contra mim, e não me quiseram ouvir; não
lançaram de si cada um as abominações dos seus
olhos, nem abandonaram os ídolos do Egito: então eu
disse que derramaria o meu furor contra eles, para cumprir contra
eles a minha ira no meio da terra do Egito.
9
Mas
o fiz por amor do meu nome, para que ele não fosse profanado à
vista das nações, no meio das quais estavam, a cujos
olhos eu me dei a conhecer a eles, tirando-os da terra do Egito.
10
Assim
os fiz sair da terra do Egito, e os trouxe para o deserto.

Além
de não os exterminar merecidamente, ainda os tirei da
escravidão do Egito e os levei à liberdade no deserto.

Bem,
o que estas ações do Pai IHVH comprovam em relação
a Ele??

Comprovam
que Ele é uma pessoa tolerante ou intolerante??

Comprovam
que Ele é uma pessoa plenamente tolerante, não é
mesmo??

Depois
de chegar no deserto, será que o Pai mudou e passou a ser uma
pessoa intolerante?? Revelou ter um espírito intolerante??

Moisés
estava no monte, e o povo estava praticando uma coisa abominável
diante dos olhos de IHVH, muito embora Moisés não
estivesse vendo.

O
que fez o Pai IHVH??

Provou
ser uma pessoa intolerante ou provou ser uma pessoa tolerante??

Moisés
nos conta o houve, afinal, ninguém mais o poderia fazer.

(Êxodo
32:7-10)
7
Jeová
disse então a Moisés: “Vai, desce, porque o teu
povo que fizeste subir da terra do Egito tem agido ruinosamente.
8
Desviaram-se
depressa do caminho em que os mandei ir. Fizeram para si uma estátua
fundida de bezerro, e persistem em curvar-se diante dele e em
oferecer-lhe sacrifícios, e em dizer: ‘Este é o
teu Deus, ó Israel, que te fez subir da terra do Egito.’”
9
E
Jeová prosseguiu, dizendo a Moisés: “Olhei para
este povo e eis que é um povo de dura cerviz.
10
Portanto,
deixa-me agora, para que a minha ira se acenda contra eles e eu os
extermine
,
e faça eu de ti uma grande nação.”

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Êxodo
32:7-10) 7
Então
disse Jeová a Moisés: Vai tu, desce; porque o teu povo,
que fizeste sair do Egito, se corrompeu.
8
Bem
depressa se desviou do caminho que eu lhes tinha ordenado; fizeram
para si um bezerro fundido, adoraram-no e, oferecendo-lhe
sacrifícios, disseram: Estes são, ó Israel, os
deuses que te fizeram subir da terra do Egito.
9
Disse
mais Jeová a Moisés: Tenho visto a este povo, e eis que
é povo de cerviz dura.
10
Agora
deixa-me, para que a minha ira se acenda contra eles, e para que eu
os consuma;
e
de ti farei uma grande nação.

O
que aconteceu depois disso??

Será
que o Pai IHVH mostrou-se intolerante??

(Êxodo
32:14-15)
14
E
Jeová começou a deplorar o mal que falou que ia fazer
ao seu povo.
15
Depois,
Moisés virou-se e desceu do monte com as duas tábuas do
Testemunho na sua mão, tábuas inscritas em ambos os
seus lados. Estavam inscritas deste lado e daquele lado.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Êxodo
32:14-15) 14
Então
Jeová se arrependeu do mal que dissera que havia de fazer ao
seu povo
.
15
Em
seguida virou-se Moisés e desceu do monte, trazendo nas mãos
as duas tábuas do testemunho; tábuas estas escritas de
ambas as bandas; de uma e de outra banda estavam escritas.

Contra
fatos não há argumentos, não é verdade??

O
Pai IHVH provou mais uma vez que era uma pessoa tolerante. Ele até
mesmo se arrependeu do mal que afirmara que iria fazer contra o povo.

Voltando
para centenas de anos depois da morte de Moisés, o Pai
continuou contando para o mensageiro Ezequiel como havia sido o Seu
relacionamento com os antepassados do mensageiro Ezequiel.

Revelam
a tolerância do Pai IHVH ou revelavam a intolerância do
Pai IHVH??

(Ezequiel
20:11-14)
11
“‘“E
passei a dar-lhes os meus estatutos; e dei-lhes a conhecer as minhas
decisões judiciais, para que o homem que continuar a
cumpri-las também continue a viver por meio delas.
12
E
também lhes dei os meus sábados, para se tornarem um
sinal entre mim e eles, para que soubessem que sou eu, Jeová,
quem os santifica.
13
“‘“Mas
eles, [os] da casa de Israel, rebelaram-se contra mim no ermo. Não
andaram nos meus estatutos e rejeitaram as minhas decisões
judiciais, por meio das quais, continuando a cumpri-las o homem,
também continuará a viver. E profanaram muitíssimo
os meus sábados,
de
modo que prometi derramar sobre eles meu furor no ermo, a fim de
exterminá-los.
14
Mas
agi em prol do meu próprio nome, para que não fosse
profanado perante os olhos das nações, diante de cujos
olhos eu os fizera sair.. ..

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Ezequiel
20:11-14) 11
Dei-lhes
os meus estatutos, e mostrei-lhes os meus juízos, os quais, se
os observar o homem, viverá por eles.
12
Demais
lhes dei também os meus sábados para servirem de sinal
entre mim e eles, a fim de que soubessem que eu sou Jeová que
os santifica.
13
Mas
a casa de Israel rebelou-se contra mim no deserto; não andaram
nos meus estatutos, e rejeitaram os meus juízos, os quais, se
os observar o homem, viverá por eles; e profanaram grandemente
os meus sábados.
Então
eu disse que derramaria o meu furor sobre eles no deserto para os
consumir.
14
Porém
o fiz por amor do meu nome, para que ele não fosse profanado à
vista das nações, a cujos olhos os fiz sair.

Novamente,
fica comprovado que o Pai continuava se mantendo uma pessoa
tolerante..

Bem
o tempo ia passando. Será que o Pai IHVH mudou de tolerante
para intolerante??

(Ezequiel
20:15-17)
15
E
eu mesmo também levantei a minha mão [em juramento] a
eles no ermo, de não levá-los à terra que eu
[lhes] dera, uma [terra] que manava leite e mel, (ela é o
ornato de todas as terras,)
16
visto
que rejeitaram as minhas próprias decisões judiciais; e
quanto aos meus estatutos, não andaram neles, e profanaram
meus sábados, porque seu coração ia atrás
dos seus ídolos sórdidos.
17
“‘“E
meu olho começou a ter dó deles [para me impedir] de
arruiná-los, e não os exterminei no ermo…

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Ezequiel
20:15-17) 15
Demais
levantei também as minhas mãos para eles no deserto,
jurando que eu não os introduziria na terra que lhes havia
dado, que mana leite e mel, a qual é a glória de todas
as terras;
16
porque
rejeitaram os meus juízos e não andaram nos meus
estatutos e profanaram os meus sábados. Pois o seu coração
ia após os seus ídolos.
17
Não
obstante os meus olhos os pouparam, para não os destruir, nem
os acabei de todo no deserto.

O
tempo ia passando e o Pai continuava provando ser uma pessoa
tolerante com aqueles que mereciam o extermínio, ou seja, que
Ele mantinha um relacionamento amistoso, amigável com aqueles
que mereciam ser exterminados por Ele.

Será
que o Pai estava mantendo um
relacionamento
falso
com aquele que
merecia o extermínio??

Bem,
será que o Pai mudou de comportamento com a geração
seguinte?? Será que finalmente Ele mostrou intolerância??

(Ezequiel
20:18-22)
18
E
passei a dizer aos filhos deles no ermo: ‘Não andeis nos
regulamentos dos vossos antepassados, e não guardeis os seus
julgamentos, e não vos avilteis com os seus ídolos
sórdidos.
19
Eu
sou Jeová, vosso Deus. Andai nos meus próprios
estatutos e guardai as minhas próprias decisões
judiciais e cumpri-as.
20
E
santificai os meus próprios sábados, e eles terão
de servir como sinal entre mim e vós, [para] saberdes que eu
sou Jeová, vosso Deus.’
21
“‘“E
os filhos começaram a rebelar-se contra mim. Não
andaram nos meus estatutos, e não guardaram as minhas decisões
judiciais por cumpri-las, por meio das quais, continuando a
cumpri-las o homem, também continuará a viver.
Profanaram meus sábados.
De
modo que prometi derramar sobre eles o meu furor, a fim de levar a
cabo a minha ira contra eles no ermo.
22
E
retirei a minha mão e fui agir em prol do meu próprio
nome, para que não fosse profanado perante os olhos das
nações,

diante
de cujos olhos eu os fizera sair.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Ezequiel
20:18-22) 18
Eu
disse a seus filhos no deserto: Não andeis nos estatutos de
vossos pais, nem observeis os seus juízos, nem vos contamineis
com os seus ídolos.
19
Eu
sou Jeová vosso Deus. Andai nos meus estatutos, e guardai os
meus juízos, e praticai-os;
20
santificai
os meus sábados, e eles servirão de sinal entre mim e
vós para que saibais que eu sou Jeová vosso Deus.
21
Os
filhos, porém, rebelaram-se contra mim: não andaram nos
meus estatutos, nem guardaram os meus juízos para os
praticarem, os quais, se os observar o homem, viverá por eles;
profanaram os meus sábados.
Então
eu disse que eu derramaria sobre eles o meu furor, para cumprir
contra eles a minha ira no deserto.
22
Não
obstante retirei a minha mão, e o fiz por amor do meu nome,
para que ele não fosse profanado à vista das nações,
a cujos olhos os fiz sair.

Bem,
de novo o Pai IHVH comprovou através de sua convivência
diária (convivência amigável) com aqueles humanos
rebeldes, que Ele era tolerante com pecadores totalmente rebeldes..

O
que mais disse o Pai para Ezequiel??

(Ezequiel
20:42-44)
42
“‘E
tereis de saber que eu sou Jeová, quando eu vos fizer chegar
ao solo de Israel, à terra a respeito da qual levantei a minha
mão [em juramento] de dá-la aos vossos antepassados.
43
E
certamente vos lembrareis ali dos vossos caminhos e de todas as
vossas ações com que vos aviltastes, e tereis realmente
aversão às vossas próprias faces por causa de
todas as vossas coisas más que fizestes.
44
E
tereis de saber que eu sou Jeová, quando eu tomar ação
contra vós por causa do meu nome, não segundo os vossos
caminhos maus ou as vossas ações corruptas, ó
casa de Israel’,

é
a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.”

Assim
reza a Tradução Brasileira:

(Ezequiel
20:42-44) 42
Sabereis
que eu sou Jeová, quando eu vos introduzir na terra de Israel,
no país a respeito do qual levantei a minha mão,
jurando que o daria a vossos pais.
43
Ali
vos lembrareis dos vossos caminhos e de todos os vossos feitos, pelos
quais vos tendes contaminado a vós mesmos; e tereis nojo em
vós por causa de todas as vossas maldades que tendes cometido.
44
Sabereis
que eu sou Jeová, quando o tiver feito por amor do meu nome, e
não conforme os vossos maus caminhos, nem conforme os vossos
feitos corruptos, ó casa de Israel,

diz
o Senhor Jeová.

Que
garantia deu o Pai IHVH para os rebeldes descendentes de Jacó??

O
Pai lhes informou:

-
Vou continuar tratando vocês com a mesma tolerância com
que tratei todos os vossos antepassados que se rebelaram contra mim.
Quando vos lembrardes de todas as vossas rebeldias e de todas as
vossas ações corruptas, então vocês
desejarão enterrar as vossas caras de tanta aversão que
tereis de si mesmos, mas, isto não lhes será possível.

O
tempo foi passando, isto é, séculos de convivência
diária, e o que o Pai IHVH comprovou??

Bem,
o Pai comprovou que Ele tem e mantém um espírito
tolerante.

O
que aconteceria com a rebelde casa de Israel, o primogênito
escolhido do Pai IHVH, se o Pai IHVH tivesse um espírito
intolerante??

Ora,
simplesmente não existiriam mais entre os demais humanos, não
é verdade??

Onde
é que estão??

Não
estão vivos entre nós os descendentes da rebelde casa
de Israel??

Não
é a prova de que o Pai IHVH tem um espírito tolerante??

Bem,
vamos ver mais uma vez como é que uma pessoa tolerante reage
diante de certas circunstâncias.

O
Todo Poderoso IHVH foi dispensado de ser Rei sobre o primogênito.
Depois desta reação e decisão do povo escolhido,
o que fez o Tolerante Jeová??

(1
Samuel 8:6-9)
6
Mas
a coisa era má aos olhos de Samuel, visto que haviam dito:
“Dá-nos deveras um rei para nos julgar”, e Samuel
começou a orar a Jeová.
7
Jeová
disse então a Samuel:
Escuta
a voz do povo referente a tudo o que te dizem; pois, não é
a ti que rejeitaram, mas é a mim

que
rejeitaram como rei sobre eles.
8
Conforme
todos os seus feitos que praticaram desde o dia em que os fiz sair do
Egito até o dia de hoje, continuamente me abandonando e
servindo a outros deuses, assim estão também fazendo a
ti.
9
E
agora escuta a sua voz. Somente o seguinte: deves adverti-los
solenemente e tens de informá-los da prerrogativa legítima
do rei que reinará sobre eles.”

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(1
Samuel 8:6-9) 6
Porém
esta palavra pareceu mal aos olhos de Samuel, quando disseram: Dá-nos
um rei, para que nos julgue. Então Samuel orou a Jeová.
7
Disse Jeová a
Samuel:
Ouve
a voz do povo em tudo o que eles te dizem; pois não é a
ti que eles rejeitaram, mas a mim,

para eu não reinar
sobre eles.
8
Segundo todas as obras que
têm feito desde o dia em que os fiz subir do Egito até o
dia de hoje, pois me abandonaram a mim e serviram a outros deuses,
assim também te fazem a ti.
9
Agora ouve a sua voz;
contudo lhes declararás solenemente e lhes farás ver
como se portará o rei que há de reinar sobre eles.

O
rejeitado Rei Jeová admitiu a forma de pensar, sentir e agir
totalmente oposta à Sua, que o povo estava pleiteando??

O
rejeitado Rei Jeová, O Ofendido, passou a sentir inimizade por
aquele que afrontava a Sua legítima regência??

O
que foi mesmo que Ele disse para o Seu mensageiro Samuel??

  • Escuta
    a voz do povo referente a tudo o que te dizem; pois, não é
    a ti que rejeitaram, mas é a mim
    que
    rejeitaram como rei sobre eles.

  • Ouve
    a voz do povo em tudo o que eles te dizem; pois não é
    a ti que eles rejeitaram, mas a mim,

    para
    eu não reinar sobre eles.

Ouvir
a voz do povo em tudo o que dizem??

Isto
é tolerância, não é??

O
que mais fez o rejeitado Rei Jeová??

Assim
reza a Tradução Brasileira:

(1
Samuel 8:9-22) 9
Agora
ouve a sua voz; contudo lhes declararás solenemente e lhes
farás ver como se portará o rei que há de reinar
sobre eles.
10
Referiu Samuel todas as
palavras de Jeová ao povo que lhe havia pedido um rei,
11
e disse: Assim se portará
o rei que há de reinar sobre vós: tomará vossos
filhos e os porá nos seus carros e entre os seus cavaleiros, e
eles correrão adiante dos seus carros;
12
e os constituirá
capitães de mil e capitães de cinqüenta, e
lavradores dos seus campos, e segadores das suas messes, e
fabricantes das suas armas e dos seus carros.
13
Tomará vossas filhas
para perfumistas, cozinheiras e padeiras.
14
Tomará o melhor dos
vossos campos, e das vossas vinhas, e dos vossos olivais, e dá-los-á
aos seus servos.
15
Dizimará as vossas
sementes e as vossas vinhas, para dar aos seus eunucos e aos seus
servos.
16
Também tomará
os vossos servos e as vossas servas, e os vossos melhores mancebos, e
os vossos jumentos, e os empregará no seu trabalho.
17
Dizimará também
os vossos rebanhos; e vós sereis seus servos.
18
Naquele
dia vós lamentareis por causa do vosso rei, que vós
mesmos escolhestes; e Jeová não vos responderá
naquele dia.
19
Mas
o povo não quis escutar a voz de Samuel; e disseram: Não;
mas queremos ter um rei sobre nós,

20
para que sejamos também
como todas as nações. O nosso rei nos julgará,
marchará à nossa frente e pelejará as nossas
batalhas.
21
Samuel ouviu todas as
palavras do povo, e as referiu aos ouvidos de Jeová.
22
Jeová disse a
Samuel: Escuta a sua voz, e constitui-lhe um rei. Samuel disse aos
homens de Israel: Volte cada um para a sua cidade.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(1
Samuel 8:9-22) 9
Agora,
pois, ouve a sua voz, contudo lhes protestarás solenemente, e
lhes declararás qual será o modo de agir do rei que
houver de reinar sobre eles.

10
Referiu, pois, Samuel todas
as palavras do Senhor ao povo, que lhe havia pedido um rei,
11
e disse: Este será o
modo de agir do rei que houver de reinar sobre vós: tomará
os vossos filhos, e os porá sobre os seus carros, e para serem
seus cavaleiros, e para correrem adiante dos seus carros;
12
e os porá por chefes
de mil e chefes de cinqüenta, para lavrarem os seus campos,
fazerem as suas colheitas e fabricarem as suas armas de guerra e os
petrechos de seus carros.
13
Tomará as vossas
filhas para perfumistas, cozinheiras e padeiras.
14
Tomará o melhor das
vossas terras, das vossas vinhas e dos vossos elivais, e o dará
aos seus servos.
15
Tomará e dízimo
das vossas sementes e das vossas vinhas, para dar aos seus oficiais e
aos seus servos.
16
Também os vossos
servos e as vossas servas, e os vossos melhores mancebos, e os vossos
jumentos tomará, e os empregará no seu trabalho.
17
Tomará o dízimo
do vosso rebanho; e vós lhe servireis de escravos.
18
Então
naquele dia clamareis por causa de vosso rei, que vós mesmos
houverdes escolhido; mas o Senhor não vos ouvira.
19
O
povo, porém, não quis ouvir a voz de Samuel; e
disseram: Não, mas haverá sobre nós um rei,

20
para que nós também
sejamos como todas as outras nações, e para que o nosso
rei nos julgue, e saia adiante de nós, e peleje as nossas
batalhas.
21
Ouviu, pois, Samuel todas
as palavras do povo, e as repetiu aos ouvidos do Senhor.
22
Disse o Senhor a Samuel: Dá
ouvidos à sua voz, e constitui-lhes rei. Então Samuel
disse aos homens de Israel: Volte cada um para a sua cidade.

Esta
foi a reação do Tolerante Jeová para com a
decisão do povo de ter um rei humano sobre eles, algo que era
oposto aos desejos do Pai em relação a eles.

Mesmo
não concordando com a decisão do povo, o Tolerante Pai
continuou se relacionando amistosamente, amigavelmente, com o filho
primogênito escolhido (Casa de Israel).

Que
reação teria um rei intolerante??

Admitiria
ser rejeitado como rei, e ainda manteria um relacionamento amistoso
com aqueles que o haviam rejeitado como rei??

Depois
desta escolha, o tempo passou e passou… séculos se passaram.
Mesmo depois de tal escolha afrontosa, o Pai IHVH continuou se
relacionando amistosamente com o primogênito escolhido, ou
seja, a casa de Israel.

Ainda
em relação ao filho primogênito escolhido pelo
Pai, ou seja, a casa de Israel, que interessante promessa fez o Pai
IHVH para Seu escolhido filho primogênito??

Esta
foi a promessa do Pai:

(Ezequiel
16:59-63)
59
Pois
assim disse o Soberano Senhor Jeová: ‘Também
terei de fazer contigo assim como tu fizeste, porque desprezaste o
juramento, violando [meu] pacto.
60
E
eu, eu mesmo, terei de lembrar-me do meu pacto contigo nos dias da
tua mocidade e terei de estabelecer para ti um pacto de duração
indefinida.
61
E
certamente te lembrarás dos teus caminhos e te sentirás
humilhada ao acolheres as tuas irmãs, as mais velhas do que tu
bem como as mais moças do que tu, e eu hei de dá-las a
ti por filhas, mas não devido ao teu pacto.’

62
“‘E
eu, eu mesmo, vou estabelecer contigo o meu pacto; e terás de
saber que eu sou Jeová,
63
para
te lembrares e realmente te envergonhares, e para que não mais
venhas a ter razão para abrir a boca por causa da tua
humilhação,
quando
eu fizer expiação por ti, por tudo o que fizeste’
,
é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová.”

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Ezequiel
16:59-63) 59
Pois
assim diz o Senhor Jeová: Também te farei a ti, como
fizeste, tu que desprezaste o juramento, invalidando a aliança.
60
Contudo
eu me lembrarei da minha aliança contigo nos dias da tua
mocidade, e estabelecerei contigo uma aliança eterna.
61
Então
te lembrarás dos teus caminhos, e ficarás envergonhada,
quando receberes as tuas irmãs, as irmãs mais velhas e
bem assim as irmãs mais moças; e tas darei por filhas,
porém não pela tua aliança.

62
Eu
estabelecerei a minha aliança contigo e saberás que eu
sou Jeová,
63
para
que te lembres, e fiques confundida, e não abras mais a tua
boca por causa da tua vergonha;
quando
eu te houver perdoado tudo o que fizeste
,
diz o Senhor Jeová.

Assim
verte A Tradução Almeida:

(Ezequiel
16:59-63) 59
Pois
assim diz o Senhor Deus: Eu te farei como fizeste, tu que desprezaste
o juramento, quebrantando o pacto.
60
Contudo
eu me lembrarei do meu pacto, que fiz contigo nos dias da tua
mocidade; e estabelecerei contigo um pacto eterno.
61
Então
te lembrarás dos teus caminhos, e ficarás envergonhada,
quando receberes tuas irmãs, as mais velhas e as mais novas, e
eu tas der por filhas, mas não por causa do pacto contigo.
62
E
estabelecerei o meu pacto contigo, e saberás que eu sou o
Senhor;
63
para
que te lembres, e te envergonhes, e nunca mais abras a tua boca, por
causa da tua vergonha,
quando
eu te perdoar tudo quanto fizeste,

diz
o Senhor Deus.

Como
prova categórica de que o Pai tem o espírito tolerante,
Ele afirma que perdoa todas as iniquidades do filho primogênito
(casa de Israel), e que dará para a casa rebelde de Israel,
todas as nações, inclusive Sodoma, como filhas para a
casa rebelde. No entanto, o Pai deixa claro que não será
segundo a aliança dela para com estas nações..

Bem,
qual seria o pacto da casa de Israel para com as nações
que praticavam coisas abomináveis diante de IHVH??

Seria
um pacto de tolerância, aquele pacto praticado pelo Pai IHVH
durante os séculos com a rebelde casa de Israel??

(Deuteronômio
7:15-16)
15
E
Jeová certamente removerá de ti toda doença; e
quanto a todas as moléstias malignas do Egito, que conheceste,
não as porá sobre ti, ele deveras as porá sobre
todos os que te odeiam.
16
E
tens de consumir todos os povos que Jeová, teu Deus, te dá.
Teu olho não deve ter dó deles;

e
não deves servir aos seus deuses, pois isso te será por
laço.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Deuteronômio
7:15-16) 15
Jeová
apartará de ti toda a doença; não porá
sobre ti nenhuma das más enfermidades dos egípcios, as
quais sabes, porém as porá sobre todos os que te
odeiam.
16
Devorarás
todos os povos que Jeová teu Deus te entregar; os teus olhos
não terão piedade deles,

nem
servirás aos seus deuses; pois isso te será por laço.

Bem,
este era o pacto que a casa rebelde de Israel tinha para com os povos
iníquos da terra de Canaã..

Tratava-se
de um pacto de tolerância??

Por
um acaso era a mesma forma como o Pai IHVH estava tratando a rebelde
casa de Israel??

Enquanto
o Pai mantinha um pacto de tolerância (relação
amigável) para com a rebelde casa de Israel, a rebelde casa de
Israel, mantinha um pacto de total intolerância (relação
de inimizade) para com as demais nações.

Bem,
o que informou o Pai para a rebelde casa de Israel??

Informou
que Ele daria todas as iníquas nações da terra
de Canaã, inclusive Sodoma, como filhas para a iníqua
casa de Israel.

O
Pai ainda informou para a intolerante casa de Jacó que eles
sentiriam muita vergonha ao se lembrarem de suas ações
iníquas de total intolerância para com aqueles que o Pai
estava dando a eles como filhos, filhos que deveriam ser tratados com
o mesmo pacto de tolerância que o Pai os tratava durante os
vários séculos.

Percebemos
que o Pai IHVH tem o espírito tolerante. Percebemos também
que o desejo do Pai é que o primogênito escolhido por
Ele passe por sua humilhação e aprenda a ter o mesmo
espírito tolerante que Ele tem.

No
entanto, embora o Pai Jeová comprovasse Sua tolerância
com os iníquos praticantes de coisas detestáveis, o que
acontecia quando a intolerante casa de Israel observava o Pai
IHVH praticar a Sua tolerância para com as iníquas
nações da terra de Canaã?

(Malaquias
3:13-15)
13
Fortes
foram as vossas palavras contra mim”, disse Jeová.

E
dissestes: “Que falamos entre nós contra ti?”
14
Dissestes:
‘De nada vale servir a Deus. E que lucro há em termos
cumprido a obrigação para com ele e em termos andado
acabrunhados por causa de Jeová dos exércitos?
15
E
atualmente declaramos felizes os presunçosos. Também os
praticantes da iniqüidade foram edificados. Eles também
têm experimentado a Deus e conseguem safar-se.’”

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Malaquias
3:13-15) 13
As
vossas palavras têm sido audazes contra mim, diz Jeová.

Contudo
dizeis: Em que temos falado contra ti?
14
Tendes
dito: Vão é servir a Deus: e que nos aproveita termos
guardado o seu preceito, e termos andado de luto perante Jeová
dos exércitos?
15
Assim
nós chamamos ditosos aos soberbos; os que obram impiedade, são
edificados; os que tentam a Deus, são libertados.

Palavras
fortes?

Palavras
audazes??

Palavras
contra o Pai??

Estes
homens começaram a blasfemar contra o Pai IHVH por causa das
ações de tolerância do Pai IHVH para com aqueles
que mereciam o extermínio.

O
que disseram??


  • E
    atualmente declaramos felizes os presunçosos. Também
    os praticantes da iniqüidade foram edificados. Eles também
    têm experimentado a Deus e conseguem safar-se.’”

  • Assim
    nós chamamos ditosos aos soberbos; os que obram impiedade,
    são edificados; os que tentam a Deus, são libertados.

Bem,
estes humanos se sentiram ofendidos pelo Pai IHVH pelo fato Dele
estar praticando a Sua tolerância.

Vamos
ver a reação de Jonas ao observar a tolerância do
Pai IHVH para com os iníquos ninivitas??

(Jonas
3:10-4:3)
10
E
o [verdadeiro] Deus chegou a ver os seus trabalhos, que tinham
recuado de seu mau caminho; e por isso o [verdadeiro] Deus deplorou a
calamidade de que falara que lhes ia causar; e ele não [a]
causou.
4
Isso,
porém, desagradava muito a Jonas e acendeu-se a sua ira.
2
Por
isso orou a Jeová e disse: “Ai! ó Jeová,
não foi esta a minha questão quando vim a estar no meu
próprio solo? Por isso é que fui e fugi para Társis;
pois eu sabia que és um Deus clemente e misericordioso,
vagaroso em irar-se e abundante em benevolência, e que deploras
a calamidade.
3
E
agora, ó Jeová, por favor, tira-me a minha alma, pois é
melhor eu morrer do que ficar vivo.”

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Jonas
3:10-4:3) 10
Viu
Deus o que fizeram, como se converteram de seu mau caminho; Deus
arrependeu-se do mal que tinha dito lhes faria, e não o fez.
1
Mas isso desagradou
extremamente a Jonas, e ele ficou irado.
2
Orou a Jeová e
disse: Ah! Jeová, não foi esta a minha palavra, estando
eu ainda no meu país? Por isso é que me apressei a
fugir para Társis; pois eu sabia que tu és um Deus
clemente e misericordioso, tardio em irar-se e de grande
beneficência, e que te arrependes do mal.
3
Agora,
Jeová, tira-me a vida; pois melhor me é morrer do que
viver.

Afinal
de contas, por que Jonas desejava morrer??


porque estava sendo testemunha de que o Pai IHVH era realmente uma
pessoa tolerante??

O
que disse mesmo Jonas ao Pai??

  • Por
    isso é que fui e fugi para Társis;
    pois
    eu sabia que és
    um
    Deus clemente e misericordioso, vagaroso em irar-se e abundante em
    benevolência, e que deploras a calamidade.

  • Por
    isso é que me apressei a fugir para Társis; pois
    eu sabia que tu és
    um Deus clemente e
    misericordioso, tardio em irar-se e de grande beneficência, e
    que te arrependes do mal.

A
situação era tão desesperadora para o
intolerante Jonas, a ponto dele desejar a morte??

Que
coisa incrível, não é mesmo??

Esta
foi a reação natural de uma pessoa que tem o espírito
intolerante ao presenciar as ações de uma pessoa
tolerante.

Que
outra reação poderia ter um intolerante, ao ver um
tolerante desculpar falhas de um pecador e ainda fazer o bem para tal
praticante de uma coisa abominável??

Que
outra reação se esperaria de um intolerante que pratica
inimizade com alguém e vê este mesmo alguém sendo
tratado amigavelmente por aquele que ele acha que tem de ser leal a
ele, em face dele sentir real inimizade por aquela pessoa??

Como
é que se sente tal intolerante??

Ele
se sente traído por aquele que deveria estar do lado dele,
sentindo o mesmo sentimento dele, não é verdade??

Sendo
assim, que tipo de reação teria o intolerante ao se
encontrar nesta circunstância?? Não passaria a sentir
inimizade por esta pessoa que fez coisas boas para aquele que não
merecia, e que ele já sente inimizade?? Esta inimizade não
levaria tal intolerante a desejar matar aquele que é
tolerante?? A reação do intolerante não é
sentir repulsa pelo tolerante??

A
reação natural do intolerante é sentir inimizade
pelo tolerante, não é mesmo??

Como
pode tal tolerante sentir e fazer coisas que o intolerante vê
como uma coisa abominável, não é mesmo??

Sendo
assim, o intolerante fica furioso com o tolerante e lhe declara a sua
inimizade.

No
entanto, o tolerante não sente inimizade por ninguém,
mesmo existindo razões plenamente válidas para que ele
sinta tal inimizade.

Por
que será que o tolerante não sente inimizade por aquele
que lhe fornece razões plenamente válidas??

Ora,
é muito simples.

É
porque o tolerante pratica o amor.

O
tolerante não passa a desvalorizar o praticante de iniquidade,
acabando com sua estima e consideração em relação
a este iníquo.

Percebemos
nas palavras do povo escolhido em relação ao Pai Jeová,
que eles estavam chamando o Pai Jeová de uma pessoa que era
cúmplice de pecadores, ou ainda, de ficar do lado de
pecadores.

Por
que estas pessoas se sentiam assim e acusavam o Pai IHVH de ser amigo
de pecadores, ou seja, amigo de pessoas praticantes de iniquidade??

Bem,
como intolerantes que eram, estes humanos agiriam de forma oposta
àquela praticada pelo Pai IHVH.

O
que fariam se fossem o Pai IHVH?? Como reagiriam naquela
circunstância??

Ora,
eles exterminariam aqueles merecedores de muitas punições.
Eles passavam a ver tais praticantes de coisas detestáveis
como objetos próprios para serem aniquilados. Passavam a
sentir baixa ou nenhuma estima por tais pessoas, atribuindo a elas um
baixo ou nenhum valor.

Aquelas
pessoas que estavam recebendo um relacionamento amistoso, amigável
do Pai IHVH, eram merecedores do extermínio??

Claro
que eram.

O
que merecia Jacó e seus filhos depois dos crimes hediondos
cometidos no caso Diná??

Mereciam
o extermínio, não mereciam??

É
claro que mereciam..

Sendo
assim, o que viam as nações que testemunharam aquele
crime hediondo ou ficaram sabendo de tal crime hediondo praticado por
Jacó e seus filhos contra aqueles humanos na terra de Canaã,
mas que continuavam a ver o relacionamento amistoso do Pai Jeová
com estes merecedores do extermínio??

O
que será que elas estavam vendo?? O que estavam
testemunhando??

Sendo
tão intolerantes quanto Jacó e seus filhos, o que
diriam as nações sobre o Pai IHVH??

Diriam
que o pai IHVH é um Pai que é cúmplice de
iníquos, não diriam??

Ora,
o Pai IHVH continuava se relacionando amigavelmente com Jacó e
seus filhos, não continuava??

Sim,
continuava.

O
que mais dizia o Pai IHVH em relação a Jacó e
seus filhos??

Dizia:

-
Aquele que abençoar Jacó e seus filhos será
abençoado e aquele que amaldiçoar Jacó e seus
filhos também será amaldiçoado.

O
que diriam sobre esta informação dada pelo Pai??

Diriam
que o Pai era conivente e apoiador de criminosos de crimes
hediondos??

Ora,
o Pai não estava mostrando inimizade pelos hediondos
criminosos, ou será que estava??

De
forma oposta, o Pai IHVH ainda estava se relacionando amistosamente
com Jacó e seus filhos, aqueles que tinham acabado de praticar
um crime hediondo, não é verdade??

O
Pai IHVH ainda dizia que todo aquele que amaldiçoasse Jacó,
também seria amaldiçoado e quem abençoasse Jacó
também seria abençoado??

Sendo
assim, aquele que praticasse vingança contra Jacó
estaria sujeito a uma vingança sete vezes pior, exatamente
como no caso Caim..

(Gênesis
4:13-15)
13
A
isto Caim disse a Jeová: “Minha punição
pelo erro é grande demais para suportar.
14
Eis
que neste dia realmente me expulsas da superfície do solo e
ficarei escondido da tua face; e tenho de tornar-me errante e
fugitivo na terra, e é certo que quem me achar me matará.”
15
Então
Jeová lhe disse: “
Por
esta causa, quem matar a Caim terá de sofrer vingança
sete vezes.

E
Jeov
á
estabeleceu assim um sinal para Caim, a fim de que não fosse
golpeado por aquele que o achasse.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Gênesis
4:13-15) 13
Disse Caim a Jeová: A minha punição
é maior do que a que se pode suportar. 14 Eis que hoje
me lanças da face da terra, e da tua presença serei
escondido; serei fugitivo e vagabundo na terra: todo o que me
encontrar matar-me-á. 15 Respondeu-lhe Jeová:
Por
isso quem matar a Caim, sobre ele cairá a vingança sete
vezes mais.
Deu Jeová a Caim um sinal, de que
não lhe daria a morte quem quer que o encontrasse.

Como
é que é?? A pessoa comete um crime merecedor da pena de
morte, e aquele que mata tal criminoso ficará sujeito a uma
vingança sete vezes maior??

Trata-se
de uma proteção àquele que é criminoso??

Esta
pessoa recebe um sinal para lembrar este fato a todo que se aproximar
dele??

No
caso de Jacó, descendente de Abraão, o que o Pai estava
pedindo??

Estava
pedindo que os observadores ainda abençoassem o iníquo
merecedor do extermínio??

Sim
estava.

Será
que o Pai IHVH estava sendo cúmplice de Jacó e seus
filhos??

Será
que o Pai IHVH estava pedindo para outros humanos serem cúmplices
de Jacó e seus filhos??

Será
que Jacó e seus filhos eram os protegidos de IHVH?? Eram os
especiais entre os filhos?? Eram os filhos queridinhos do Papai
Jeová??

Estava
o Pai Jeová praticando o favoritismo?? Estava o Pai Jeová
praticando o nepotismo?? O mais forte, o mais poderoso, aliás,
o Todo Poderoso praticando o Seu nepotismo??

Nepotismo
– esta é a definição dada pelo dicionário
Houaiss: favoritismo
para com parentes, especialmente pelo poder público..;
preferência por; favoritismo, proteção.

nepotismo

s.m.
(1716)
1
autoridade
exercida pelos sobrinhos ou demais parentes do papa na administração
eclesiástica
2
favoritismo
para com parentes, esp. pelo poder público
3
p.ext.
preferência
por; favoritismo, proteção
¤
etim
nepote
+
-ismo
¤
sin/var
ver
sinonímia de
favoritismo

Será
que o Pai IHVH era praticante de favoritismo??

Favoritismo
– esta é a definição dada pelo dicionário
Houaiss: preferência
que soberanos ou pessoas poderosas concedem a seus favoritos; aquele
que concede compensações ou privilégios por
influência, amizade, parentesco.., sem levar em consideração
valores como competência, merecimento, honestidade…

favoritismo

s.m.
(1881)
pol
1
preferência
que se dá ao favorito
1.1
preferência
que soberanos ou pessoas poderosas concedem a seus favoritos
2
regime
(político, administrativo etc.) que concede compensações
ou privilégios por influência, amizade, parentesco etc.,
sem levar em consideração valores como competência,
merecimento e honestidade
¤
etim
favorito
+
-ismo,
prov. por infl. do fr.
favoritisme
‘id.’
¤
sin/var
afilhadismo,
cocha, compadrice, compadrio, filhotismo, nepotismo, preferência,
proteção, validismo

O
que estava acontecendo na linha do tempo??

O
Pai IHVH estava sendo acusado de ser amigo de pecadores tanto por um
pecador quanto por outro pecador.

O
Pai IHVH realmente estava mantendo um relacionamento amistoso com os
“pecadores”, pecadores estes, que desejavam que o Pai
desse a cada um segundo o que cada um merecia..

Na
verdade, era o relacionamento do Único tolerante com os
diversos intolerantes, intolerantes estes que não passavam de
praticantes de coisas abomináveis.

Será
que o Pai IHVH estava sendo cúmplice e pedindo que outros
filhos fossem cúmplices de Jacó e seus iníquos
filhos, aquele bando de matadores, enganadores, ladrões, e que
ainda por cima escravizavam mulheres e crianças??

Cúmplice
– esta é a definição dada pelo dicionário
Houaiss: que
ou o que contribui de forma secundária para a realização
de crime de outrem; que possibilita, favorece, concorre na realização
de algo.

cúmplice

adj.2g.s.2g.
(1544)
1
dir.pen
que
ou o que contribui de forma secundária para a realização
de crime de outrem; codelinquente
2
p.ext.
infrm.
que
ou aquele que colabora com outrem na realização de
alguma coisa; sócio, parceiro
<ele
e o c. eram os verdadeiros responsáveis pelo sucesso do
empreendimento
>
n
adj.2g.
fig.
3
que
apresenta intenção repreensível, maliciosa ou
sugestiva
<olhares
c.
>
4
que
possibilita, favorece, concorre na realização de algo
<a
escuridão c. contribuiu para que se esgueirasse sem ser visto
>
¤
etim
lat.tar.
complex,ìcis
‘unido,
junto’
¤
sin/var
como
subst.: coautor; ver tb. sinonímia de
sócio

Jacó
e seus filhos tinham um problema. Eles decidiram enganar, mentir,
roubar, matar homens e escravizar mulheres e crianças. A
decisão de fazer tais coisas foi tomada por aqueles humanos.
Assim decidiram e assim fizeram.

Será
que o Pai IHVH estava participando, estava no mesmo espírito
daqueles iníquos humanos neste crime hediondo??

O
Pai IHVH tinha o Poder para impedir que Jacó e seus filhos
praticassem o tal crime hediondo??

Sim,
Ele tinha..

O
Pai IHVH tinha poder para impedir que Diná fosse violentada
por Siquém??

Sim,
ele tinha.

No
entanto, Ele não impediu??

Ora,
sabemos que não.

Andando
mais um pouco na linha do tempo, e outra pessoa também é
chamada de amigo de pecadores..

Ora,
por que uma pessoa seria chamada de amigo de pecadores??

Ora,
esta pessoa estava praticando a tolerância. Tratava-se de uma
pessoa com espírito tolerante, se relacionando com pessoas com
espírito intolerante.

O
que isto inevitavelmente geraria??

Geraria
o ódio e a inimizade da parte do intolerante para com o
tolerante.

Qual
seria o resultado previsível??

O
intolerante matar o tolerante.

Sabem
de quem estamos falando??

Isso
mesmo, estamos falando de Jesus.

(Mateus
11:19)
19 o
Filho do homem veio comendo e bebendo, todavia dizem: ‘Eis um
homem comilão e dado a beber vinho, amigo de cobradores de
impostos e de pecadores.’ Não obstante, a sabedoria é
provada justa pelas suas obras.”

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Mateus
11:19) 19
Veio
o Filho do homem comendo e bebendo, e dizem: Eis um homem glutão
e bebedor de vinho, amigo de publicanos e pecadores! Contudo a
sabedoria é justificada pelas suas obras.

Aqueles
homens que falaram tal frase contra Jesus, sentiam inimizade pelos
cobradores de impostos, pessoas da mesma nacionalidade deles que
haviam passado para o lado dos romanos, praticando lealdade ao
império romano no recolhimento dos impostos. Além
disso, estes homens eram desonestos e estavam aproveitando a situação
para enriquecerem às custas dos seus próprios irmãos.

No
entanto, mesmo sabendo de todas estas coisas, Jesus se sentava
amigavelmente com tais pessoas, entrando em seus lares e comendo
alegremente o que eles lhe ofereciam. Jesus escolheu um dos seus
apóstolos, entre os cobradores de impostos.

Neste
caso, o que viam os intolerantes descendentes de Jacó da casa
de Judá e casa de Levi e de Benjamim residentes em Jerusalém??

Jesus
estava fazendo algo que eles não faziam. Segundo eles, Jesus
estava fazendo algo abominável, por não ter por aqueles
publicanos e demais pecadores, o mesmo sentimento de inimizade que
eles tinham por aquelas pessoas.

Daí,
eles viam Jesus ter um sentimento de amizade por aqueles que eles
tinham o sentimento de inimizade. O que isso geraria??

Óbvio..
Isso geraria um sentimento de inimizade daquele que tinha o espírito
de intolerância (intolerante), por aquele que tinha o espírito
de tolerância (o tolerante Jesus).

Será
que Jesus era cúmplice de cobradores de impostos, de
adúlteros, de ladrões ou de assassinos??

Alguém
viu Jesus praticando alguma destas coisas abomináveis?? Alguém
viu Jesus reunido e planejando que outros cometessem por ele alguma
destas coisas abomináveis??

Jesus
admitia que outros pensassem diferente dele e até mesmo que
fizessem diferente dele, no entanto, Jesus não admitia se
igualar àqueles que cometiam coisas abomináveis por
praticar as coisas abomináveis.

Jesus
tinha a:


tendência
a admitir, nos outros, maneiras de pensar, de agir e de sentir
diferentes ou mesmo diametralmente opostas às adotadas por si
mesmo,….

no
entanto, Jesus não admitia ele ser aquele que praticava
aquelas coisas opostas.

Ora,
se é errado mentir, Jesus não admitia que a mentira
saísse de sua boca, independente das circunstâncias.

Ora,
se era errado matar, Jesus jamais admitiria tirar a vida de alguém,
independente das circunstâncias.

Ora,
se era errado adulterar, Jesus jamais admitiria praticar o adultério.

Ora,
se era errado odiar, Jesus jamais odiaria alguém, independente
das circunstâncias.

Ora,
se enganar, se matar homens e escravizar mulheres e crianças,
se roubar as coisas acumuladas por alguém, se idolatrar
pessoas e coisas, se cobrar juros e algumas outras coisas são
coisas abomináveis, se forem praticadas por cananeus, o que
acontece se alguém da nação escolhida praticar
qualquer uma destas coisas?? Será que ele se torna tão
aviltado quanto os cananeus, ou será que um banho no rio
Jordão limparia a pessoa do fato de ter praticado tal
abominação??

Percebemos
que o intolerante, além de ser intolerante é também
um hipócrita??

-
Ele odeia o seu próximo, quando odiar é uma coisa
abominável.

-
Ele sente inimizade por seu próximo, quando a inimizade é
uma coisa abominável.

-
Ele guarda ressentimento do seu próximo, quando guardar
ressentimento é uma coisa abominável.

-
Ele se vinga do seu próximo, quando a vingança é
uma coisa abominável.

-
Ele mata o seu próximo, quando matar é uma coisa
abominável.

-
Ele escraviza seu próximo, quando escravizar é uma
coisa abominável.

-
Ele engana o seu próximo, quando enganar é uma coisa
abominável.

-
Ele pratica o lucro em cima do seu próximo, quando praticar o
lucro é uma coisa abominável.

-
Ele se sente superior ao próximo pecador, ele se declara justo
diante de seu próximo pecador, quando a soberba é uma
coisa abominável.

-
Ele se afasta de pessoas que cometem tais coisas por desprezar tais
pessoas, quando desprezar o próximo é uma coisa
abominável.

O
que ele realmente é?? Ele é apenas um hipócrita,
pois afirma ser o que realmente não é.

Jesus
não praticava nenhuma destas coisas, contudo, mantinha um
relacionamento pacífico, sem nenhuma inimizade com as pessoas
que praticassem tais coisas e sem concordar com o erro de tais
pessoas, mantendo a sua total discórdia quanto a praticar
qualquer coisa abominável.

Por
que será que Jesus não sentia a mesma inimizade que
aqueles homens sentiam pelos cobradores de impostos e pelos pecadores
como adúlteros e blasfemadores contra IHVH, Moisés,
Davi e qualquer outro humano??

Resposta:

É
que Jesus amava o próximo como a si mesmo e amava seu pai IHVH
acima de todas as coisas.

Para
ser tolerante com o próximo pecador de pecados hediondos, o
humano vítima, testemunha ou sabedor, precisará amar a
este próximo como ama a si mesmo.

Percebemos
como o “tolerante” pode ser facilmente odiado e morto
pelo “intolerante”??

Impedir
é uma ação praticada por que tem o espírito
de tolerância ou de quem tem o espírito de
intolerância??


tendência
a admitir, nos outros, maneiras de pensar, de agir e de sentir
diferentes ou mesmo diametralmente opostas às adotadas por si
mesmo

Na
definição de tolerante percebemos que aquele que tem o
espírito de tolerância, ADMITE que outros pensem, sintam
e ajam de forma diferente dele, embora se importe plenamente com tal
pessoa. Sendo assim, aquele que tem o espírito de tolerância
não impede ninguém de pensar, falar e agir em nenhuma
circunstância.

Analisemos
esta cena para descobrirmos se os protagonistas tinham o espírito
de tolerância ou de intolerância.

(Lucas
9:49-50)
49 Em
resposta, João disse: “Preceptor, vimos certo homem
expulsar demônios pelo uso de teu nome e tentamos impedi-lo,
porque ele não segue conosco.”
50
Mas
Jesus disse-lhe: “Não tenteis impedi[-lo], pois quem não
é contra vós, é por vós.”

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Lucas
9:49-50) 49
Disse João: Mestre, vimos um homem expelir
demônios em teu nome e lho proibimos, porque não te
segue conosco. 50 Mas Jesus respondeu-lhe: Não lho
proibais; pois quem não é contra vós, é
por vós.

O
que fizeram??

  • Preceptor,
    vimos certo homem expulsar demônios pelo uso de teu nome e
    tentamos impedi-lo, porque ele não segue conosco.”

  • Mestre,
    vimos um homem expelir demônios em teu nome e lho proibimos,
    porque não te segue conosco.

O
que a decisão tomada por estes homens revelou em relação
a eles?? Que espécie de espírito tinham estes homens??

Estavam
admitindo que outros pensassem e agissem de forma diferente deles??

O
homem estava expulsando demônios usando o nome de Jesus.

João
tomou a iniciativa de impedir tal homem de fazer o que estava
fazendo..

Por
que João faria tal coisa??

Ele
respondeu:

Porque
ele não faz parte do nosso grupo. Porque ele não anda
conosco.

A
decisão foi de alguém que tinha o espírito de
tolerância ou de alguém que tinha espírito de
intolerância??

Na
visão de João praticar aquela expulsão de
demônio esteja vinculada e dependente da pessoa fazer parte
daquele grupo que ele fazia parte. Assim, aquele que não
fizesse parte daquele grupo não poderia praticar aquela ação
de expulsar demônio em nome de Jesus.

Bem,
o que será que Jesus, pensava e sentia em relação
ao acontecido??

Será
que Jesus acompanhava o sentimento de João em relação
ao acontecido??

Vejamos
a resposta de Jesus para João:

  • Não
    tenteis impedi[-lo],


  • Não
    lho proibais;

Percebemos
que a reação de Jesus foi uma reação 100%
oposta à reação de João??

Embora
a situação fosse a mesma, pudemos perceber duas reações
diferentes.

Uma
reação era a reação característica
de uma pessoa tolerante e a outra reação foi a reação
característica de uma pessoa intolerante.

Jesus
praticava a liberdade de expressão e de ação de
cada humano.

João
desejava restringir a ação daquele homem,
condicionando-a a uma aprovação daquele grupo.

Bem,
vamos passar para outra cena envolvendo o mesmo apóstolo João.

(Lucas
9:52-56)
52
De
modo que enviou mensageiros na sua frente. E eles foram e entraram
numa aldeia de samaritanos, a fim de fazerem os preparativos para
ele;
53
mas
não o receberam, porque o seu rosto estava endurecido [na
determinação] de ir a Jerusalém.
54
Vendo
isso os discípulos Tiago e João, disseram: “Senhor,
queres que mandemos que desça fogo do céu e os
aniquile?”
55
Mas
ele se voltou e os censurou.
56
Foram
assim a uma aldeia diferente.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Lucas
9:52-56) 52
Indo eles, entraram numa aldeia dos samaritanos, para
lhe arranjar pousada; 53 o povo, porém, não o
recebeu, porque o seu rosto era como o de quem ia para Jerusalém.
54 Vendo isto os discípulos Tiago e João,
perguntaram: Senhor, queres que mandemos descer fogo do céu
para os consumir? 55 Mas ele, virando-se para eles, os
repreendeu. 56 E foram para outra aldeia.

Que
tipo de reação teve João??

Teve
a reação de uma pessoa com espírito de
tolerância ou a reação de uma pessoa com o
espírito de intolerância??

O
que fazer quando se recebe um não como resposta?? Respeitar o
“não” recebido ou se ofender por alguém ter
a coragem de dizer um “não” para você??

Como
se sentiram Tiago e João?? As palavras deles para Jesus
revelou qual o espírito que habitava o coração
daqueles dois apóstolos.


  • Vendo
    isso os discípulos Tiago e João, disseram: “Senhor,
    queres que mandemos que desça fogo do céu e os
    aniquile?”


  • Vendo
    isto os discípulos Tiago e João, perguntaram: Senhor,
    queres que mandemos descer fogo do céu para os consumir?

O
que traria a reação do intolerante em receber um “não”
como resposta??

A
reação destes dois apóstolos traria como
consequência a morte de muitos homens, mulheres e crianças.

No
entanto, qual foi a reação do tolerante Jesus??

Qual
é a característica da pessoa tolerante??


tendência
a admitir, nos outros, maneiras de pensar, de agir e de sentir
diferentes ou mesmo diametralmente opostas às adotadas por si
mesmo

O
que disse Jesus??

  • Mas
    ele se voltou e os censurou.
    56
    Foram
    assim a uma aldeia diferente.

  • Mas
    ele, virando-se para eles, os repreendeu.
    56 E
    foram para outra aldeia.

O
que acontece quando um tolerante recebe um “não”
como resposta??

Não
houve nenhum prejuízo físico para aqueles que deram um
“não” como resposta.

O
que fez Jesus??

Foi
para outra aldeia.

Ora,
um homem com tantos poderes quanto Jesus tinha, e nada fazer ao
receber um “não” como resposta??

Bem,
Jesus havia aprendido com o seu Pai a ser uma pessoa tolerante.
Embora muito poderoso, Jesus era poderoso em tolerância. Jesus
não abriu mão de sua tolerância, muito embora,
ele tivesse poder suficiente para exterminar toda a aldeia de
samaritanos.

Enquanto
Tiago e João se ofereciam para queimar toda aquela aldeia de
samaritanos, Jesus não se importava em receber um não
como resposta. Aquele não recebido, não modificou o
valor que aqueles samaritanos tinham para Jesus.

Aquele
não recebido, não modificou a estima e nem a
consideração que Jesus sentia por aqueles samaritanos.

O
que pudemos perceber??

Pudemos
perceber que a pessoa intolerante é um grande risco para a
vida das outras pessoas..

Quanto
mais poder tiver o intolerante, maior mal ele fará a qualquer
um que pense, sinta ou aja de forma diferente dele.

De
forma bem clara, ficou comprovado que o Pai IHVH tem um espírito
tolerante e que mantém um relacionamento amistoso, amigável
com aquele que merece o extermínio.

No
entanto, as pessoas questionarão:

Mas,
o Pai destruiu Sodoma, não destruiu??

Sim,
isto também é um fato.

Também
é um fato, pelo menos para mim, a informação que
o Pai deu em relação a Sodoma.

O
Pai IHVH afirmou que trará Sodoma de volta à vida.

Veja
o que Ele disse que Ele fará:

(Ezequiel
16:53-55)
53 “‘E
eu vou recolher os seus cativos, os cativos de Sodoma e das suas
aldeias dependentes, e os cativos de Samaria e das suas aldeias
dependentes; vou recolher também os teus cativos no seu meio,
54 para
que carregues a tua humilhação; e terás de
sentir-te humilhada em vista de tudo o que fizeste, sendo que tu as
consolaste.
55 E
tuas próprias irmãs, Sodoma e suas aldeias dependentes,
retornarão ao seu estado anterior, e Samaria e suas aldeias
dependentes retornarão ao seu estado anterior, e tu mesma e
tuas aldeias dependentes retornareis ao vosso estado anterior.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Ezequiel
16:53-55) 53
Farei voltar o cativeiro delas, o cativeiro de
Sodoma e de suas filhas, e o cativeiro de Samaria e de suas filhas, e
o cativeiro dos teus cativos no meio delas: 54 para que leves
a tua vergonha e sejas envergonhada por causa de tudo o que tens
feito, servindo-lhes de conforto. 55 Tuas irmãs, Sodoma
e suas filhas, tornarão ao seu estado primitivo, e Samaria e
suas filhas tornarão ao seu estado primitivo, e tu e tuas
filhas tornareis ao vosso estado primitivo.

O
Pai afirma que trará de volta Sodoma. O Pai afirma que Sodoma
teve um comportamento de justa diante do comportamento do povo
escolhido residente em Jerusalém.

O
que mais disse o Pai, sobre o seu comportamento em punir com a morte
algum filho Dele??

(Jeremias
31:20)
20 É
Efraim para mim um filho precioso ou um menino tratado com mimo?
Pois,
ao ponto de eu falar contra ele, sem falta me lembrarei dele ainda
mais.
Por
isso é que as minhas entranhas ficaram turbulentas por ele.
Decididamente terei piedade dele”, é a pronunciação
de Jeová.

Assim
verte a Tradução Brasileira:

(Jeremias
31:20) 20
Acaso é Efraim meu querido filho? é ele
criança em quem me deleito? pois
quantas vezes falo contra ele, tantas vezes me lembro dele
ternamente.
Comovem-se as minhas entranhas por ele;
certamente me compadecerei dele, diz Jeová.

Vamos
rever o que o Pai tolerante fala sobre seu sentimento antes, durante
e depois da punição dada a Seu filho??


  • Pois,
    ao ponto de eu falar contra ele, sem falta me lembrarei dele ainda
    mais.

  • pois
    quantas vezes falo contra ele, tantas vezes me lembro dele
    ternamente.

Mesmo
depois da punição, o Pai tolerante continua a se
lembrar do filho de forma terna, logo, permanece se compadecendo do
seu filho, tendo piedade do Seu filho.

Percebemos
que em nenhum momento o Pai tem o seu punido como um inimigo Dele,
revelando claramente que aquele que tem o espírito de
tolerância, não sente inimizade por ninguém….

Estamos
dispostos a ter este espírito de tolerância??

Será
que alguém já nasce com este espírito de
tolerância??

Será
que aquele que tem o espírito de intolerância consegue
se livrar de tal espírito e substituir pelo espírito de
tolerância..

Será
que todos os humanos conseguirão desenvolver e manter este
espírito de tolerância??

O
que a humanidade ganhará se todos os humanos conseguirem
desenvolver e manter tal espírito de tolerância??

Resposta:
A humanidade conseguirá viver em paz.

Como
é que o humano consegue este espírito de tolerância??


Nesta nossa caminhada até
aqui observando coisas e coisas sobre a diferença entre a
pessoa tolerante e a pessoa intolerante, o que pudemos observar??


Observamos que aquele que tem o
espírito intolerante está sempre pronto a fazer o mal.


A característica principal da
pessoa intolerante é a disposição contínua
de fazer o mal para outras pessoas. Basta que seja cutucada com algo
que ela desaprova.


Você notou isso, não
notou??


Bem, eu notei.


Notei que os servos de Jeová
são muito mais intolerantes do que aqueles que não são
servos de Jeová.


Notamos que a pessoa intolerante
está sempre pronta a se sentir ofendida com palavras e ações
de outras pessoas.


Notamos que o intolerante não
sabe ouvir um “não” em relação a
suas vontades e desejos.


Notamos que o intolerante está
sempre pronto para desvalorizar o próximo, isto é,
atribuir valores baixos para outras pessoas.


Notamos que o intolerante sempre
condiciona a sua estima e a sua consideração para outra
pessoa, a esta pessoa estar satisfazendo a sua vontade.


Notamos que a pessoa intolerante
está sempre caminhando na direção oposta da
pessoa tolerante, ou seja, são totalmente incompatíveis
entre si.


Notamos que no mundo de pessoas
intolerantes nunca existirá a paz verdadeira e duradoura.


Bem, neste caso, como é que
se consegue ser uma pessoa tolerante??


Lembra dos dois mandamentos que são
a base de toda a lei de Deus??


Lembra do que Jesus disse a respeito
destes dois mandamentos?


Vamos rever??


(Lucas
10:25-28)
25
Então,
eis que se levantou certo homem versado na Lei, para prová-lo,
e disse: “Instrutor, por fazer o que hei de herdar a vida
eterna?”
26
Ele
lhe disse: “O que está escrito na Lei? Como é que
lês?”
27
Em
resposta, disse: “‘Tens de amar a Jeová, teu Deus,
de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de toda
a tua força, e de toda a tua mente’, e, ‘o teu
próximo como a ti mesmo’.”
28
Ele
lhe disse: “Respondeste corretamente;
persiste
em fazer isso e obterás a vida’.”


Assim verte a Tradução
Brasileira:


(Lucas
10:25-28) 25

Levantando-se
um doutor da lei, experimentou-o, dizendo: Mestre, que farei para
herdar a vida eterna?
26
Respondeu-lhe
Jesus: Que é o que está escrito na Lei? como lês
tu?
27
Respondeu
ele: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração,
de toda a tua alma, de toda a tua força e de todo o teu
entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo.
28
Replicou-lhe
Jesus: Respondeste bem;
faze
isso, e viverás.


Se você amar, você
conseguirá a vida.


Continuar a viver é uma
questão de amar. Viver é uma questão de
continuar a amar.


O que mais falou Jesus??


(Mateus
22:35-40)
35
E
um deles, versado na Lei, perguntou para prová-lo:
36
Instrutor,
qual é o maior mandamento na Lei?”
37
Disse-lhe:
“‘Tens de amar a Jeová, teu Deus, de todo o teu
coração, de toda a tua alma e de toda a tua mente.’
38
Este
é o maior e primeiro mandamento.
39
O
segundo, semelhante a este, é: ‘Tens de amar o teu
próximo como a ti mesmo.’
40
Destes
dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.”


Assim verte a Tradução
Brasileira:


(Mateus
22:35-40) 35
e
um deles, doutor da lei, para o experimentar, fez-lhe esta pergunta:
36
Mestre,
qual é o grande mandamento da Lei?
37
Respondeu-lhe
Jesus: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração,
de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.
38
Este
é o grande e primeiro mandamento.
39
O
segundo semelhante a este é: Amarás ao teu próximo
como a ti mesmo.
40
Destes
dois
mandamentos dependem toda a Lei e os profetas.


Toda a lei de Deus está
dependente destes dois mandamentos. Sem estes dois mandamentos não
existe lei de Deus.


Para ser lei de Deus tem de passar
por estes dois mandamentos. O amor servirá qual peneira para
se saber se este ou aquele mandamento faz parte da lei de Deus. O
amor é a marca d’água de todo mandamento criado por
Deus, logo, se não tiver a marca d’água, não é
um mandamento de Deus


O que mais falou Jesus??


(Mateus
7:12)
12
Todas
as coisas, portanto, que quereis que os homens vos façam, vós
também tendes de fazer do mesmo modo a eles;
isto,
de fato, é o que a Lei e os Profetas querem dizer.


Assim verte a Tradução
Brasileira:


(Mateus
7:12) 12
Portanto
tudo o que quiserdes que os homens vos façam, fazei-o assim
também vós a eles;
porque
esta é a lei e os profetas.


Chegamos então ao âmago
da questão.


Chegamos assim à base da
formação e da existência de toda pessoa que é
tolerante.


Chegamos assim a chama que alimenta
o tolerante.


Chegamos assim à fonte da
tolerância.


Chagamos assim ao princípio
básico que cria e mantém os tolerantes.


Qual é mesmo??


  • Todas
    as coisas, portanto, que quereis que os homens vos façam, vós
    também tendes de fazer do mesmo modo a eles;


  • Portanto
    tudo o que quiserdes que os homens vos façam, fazei-o assim
    também vós a eles;


Esta é a norma
de comportamento através da qual se formam e se mantêm
os tolerantes.


Amar ao próximo
como a si mesmo é o princípio básico para a
existência do espírito de tolerância.


Para a existência
do espírito de tolerância é imprescindível
que a pessoa pratique o mesmo tipo de amor praticado por Jesus no seu
dia a dia com os seus discípulos.


Em face disso, ou seja,
por ter praticado o verdadeiro amor ao próximo como a si
mesmo, Jesus pede aos seus discípulos (alunos) que façam
exatamente aquilo que ele fez.


(João
13:34-35)
34 Eu
vos dou um novo mandamento, que vos ameis uns aos outros;
assim
como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros.
35
Por
meio disso saberão todos que sois meus discípulos, se
tiverdes amor entre vós.”


Assim verte a Tradução
Brasileira:


(João
13:34-35) 34
Um novo
mandamento vos dou, que vos ameis uns aos outros;
assim
como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros.

35 Nisto
conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes
amor uns aos outros.


Percebemos claramente
que para se tornar uma pessoa tolerante, assim como Jesus, basta amar
ao próximo assim como Jesus amou os seus discípulos..


Algo mais a
respeito da incompatibilidade entre aquele que tem o espírito
de tolerância e aquele que tem o espírito da
intolerância.


Aquele que tem o
espírito de tolerância jamais criaria um mandamento de
intolerância. Aquele que tem o espírito de tolerância,
jamais mandaria outras pessoas praticarem a intolerância.


Por que estamos
destacando mais este ponto??


Voltemos ao mandamento
“dente por dente e olho por olho”, aquele mandamento que
revela a total intolerância, um mandamento que só
poderia ter como origem alguém que tivesse o espírito
de intolerância, afinal, a árvore só poderá
dar frutos segundo a sua espécie. Neste caso, de um espírito
tolerante jamais sairá um comando de intolerância. Cada
árvore é reconhecida pelo fruto que ela produz.


Desta forma, a árvore
chamada tolerância, jamais poderia produzir alguma coisa,
qualquer coisa que não fosse a tolerância, ou seja,
sentimentos de tolerância, palavras de tolerância e ações
de tolerância.


Agora, vejamos o
mandamento de tolerância, aquele que é fruto de alguém
que tem o espírito de tolerância.


(Levítico
19:18)
18“‘Não
deves tomar vingança nem ter ressentimento contra os filhos do
teu povo; e tens de amar o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou
Jeová.


Assim verte a Tradução
Brasileira:


(Levítico
19:18) 18
Não te vingarás nem guardarás ira
contra os filhos do teu povo, mas amarás o teu próximo
como a ti mesmo: eu sou Jeová.


Você concorda que
este é um mandamento cuja origem só pode ser atribuía
a uma pessoa com espírito de tolerância??


Você concorda que
somente uma pessoa com espírito de tolerância é
que consegue obedecer a tal mandamento??


Esta norma de
comportamento só poderia ter sido criada por alguém
tolerante. Também só pode ser praticada por alguém
tolerante.


Agora vejamos a
regra de comportamento oposta, aquele que só poderia ter sido
criada por uma pessoa intolerante e que só pode ser obedecida
por uma pessoa intolerante.


(Levítico
24:19-20)
19 E
caso um homem cause defeito no seu colega, então, como ele
fez, assim se lhe tem de fazer.
20
Fratura
por fratura, olho por olho, dente por dente; a mesma sorte de defeito
que ele cause ao homem é que se lhe deve causar.


Assim verte a Tradução
Brasileira:


(Levítico
24:19-20) 19
Se alguém causar um defeito em seu próximo;
como fez, assim se lhe fará a ele: 20 quebradura por
quebradura, olho por olho, dente por dente; como causou um defeito
num homem, assim se lhe retribuirá a ele.


Este mandamento é
uma norma de comportamento que legaliza a intolerância,
tornando-a a coisa certa a ser feita no dia a dia.


Ora, que se trata de
uma regra de comportamento de intolerância, não resta a
menor dúvida.


O que muitos ainda se
negam a acreditar é que este fruto podre não teve como
origem o Pai IHVH, aquele que tem o espírito de tolerância.


Aquele que informa que
a intolerância é um joio que não deve residir no
coração do homem, não poderia ser Aquele que
informaria que a intolerância é um trigo a ser semeado
no coração do homem.


De um pé de
trigo não pode sair uma semente de joio.

Voltar
ao topo desta página


Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar